1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Ciméria

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Bilbo Bolseiro, 12 Mar 2008.

  1. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Poema de Robert E. Howard sobre a Ciméria, terra natal de Conan =)

    Ciméria

    "Eu me lembro.
    Das florestas escuras, mascarando encostas de colinas sombrias;
    Da perpétua abóbada plúmbea em pesadas nuvens;
    Das correntes crepusculares que fluíam em silêncio,
    E dos ventos solitários, sussurros no desfiladeiro.

    Paisagens se sobrepondo, colinas sobre colinas,
    Encosta por encosta, cada uma povoada de árvores tristes,
    Nossa terra descarnada jazia. E quando um homem subia
    Um pico áspero e contemplava, olhos protegidos,
    Via nada além da paisagem infinita - colina sobre colina,
    Encosta por encosta, cobertas como suas irmãs.

    Era terra de melancolia que parecia abrigar
    Todos os ventos e nuvens e sonhos afugentados do sol,
    Os galhos despidos agitavam-se por ventos solitários,
    E florestas recolhidas, de todo meditativas,
    Nem mesmo iluminadas pelo sol raro e esmaecido,
    Que tornava homens, sombras encolhidas; eles a chamavam de
    Ciméria, terra da Noite e das Trevas.

    Foi há tanto tempo, tão longe daqui
    Que esqueci até mesmo o nome pelo qual os homens me chamavam.
    O machado e a lança de ponta em sílex são como um sonho,
    E caçadas e guerras, sombras. Lembro-me
    Apenas da quietude daquela terra severa,
    Das nuvens empilhadas sobre as colinas,
    Do esmaecer das florestas eternas.
    Ciméria, terra da Noite e das Trevas.

    Oh, alma minha, nascida nas colinas encobertas,
    De nuvens e ventos e fantasmas afugentados do sol,
    Quantas mortes servirão para romper, afinal,
    A herança que me envolve em tristes
    Vestes de fantasmas? Busco meu coraçõa e encontro
    Ciméria, terra da Noite e das Trevas."
     
  2. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Esse poema nos levam a cabeça imagens tão rústicas né? Muito bom mesmo..."Ciméria, terra da Noite e das Trevas." eu adoro coisas escuras...cheias de mistério...no caso esse poema é composto de muitas paisagens, e lugares desconhecidos!=D
     
  3. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    É verdade, lendo essa descrição dessa terra dá pra entender melhor o porquê do Conan ser tão rude, pouco educado, afinal nascer e crescer em um lugar tão desolado, pouco hospitaleiro, endurece qualquer um =|
     

Compartilhar