• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Ciência da Terra-média: Purê de Laracna

Excluído038

Excluído a pedido
Na verdade, depende da picada da aranha, tenho uma prima que ficou quase um mes sem um pedaço da testa, mas não era uma tarantula, e sim uma aranha marrom e no meio da noite, a safada. Não era bonito de ser ver.

Sobre as aranhas Tolkenianas, não acredito que ele tenha lançado mão de muita ciência para criá-las, não podemos nos esquecer que nossos traumas de infancia sempre são maiores e mais malvados do que na verdade eles os são. No caso da aranha que picou Tolkien, imagine você um menino que não tem nem seis anos de idade, ve uma aranha gigantesca e ela o ataca? Para sempre ela terá o tamanho de um Tiranossauro Rex. No livro "O Mundo Mágico de O Senhor dos Anéis" o Autor David Colbert, dedica todo o capítulo "Que monstro de ´O Senhor dos Anéis´ atacou Tolkien na vida real?" sobre essa situação que Tolkien viveu, vale a pena dar uma olhada.


Até aí tudo bem -- se não fosse o fato de que nem Mordor, nem a Floresta das Trevas e nem Beleriand eram especialmente ricos em oxigênio, pelo que sabemos -- aliás, nos dois primeiros casos, muito pelo contrário. Além disso, a impressão que a gente tem é que Laracna ultrapassa até os mais parrudos monstros do Carbonífero em tamanho. E isso cria alguns problemas sérios.

Quanto a essa situção, Ungoliant foi criada um espiritu Ainu, por isso ela podia. E depois, se nós considerarmos a TM como uma Terra em um periodo muito antigo, é bem provável, seguindo esse raciocinio que os níveis de oxigênio fossem maiores, mesmo que poluídos como no caso de Mordor. Mas, as grandes aranhas não viviam nesses locais e sim em cavernas onde poderiam se proteger, se pensarmos nisso e no sangue de Ainu, podemos explicar como ela evitava o purê.
 

Thalion

Mas que puxa!
- Thalion, o Carbonífero tem esse nome por causa das vastas formações de carvão -- florestas soterradas.
Nada como um pouco de cultura de vez em quando :joinha:

- Vc tem toda razão, eu inverti -- estava me referindo a Mordor e à Floresta das Trevas.
É, só achei estranho e resolvi perguntar.

- Então, Tolkien diz claramente no SdA que a Laracna descendia de Ungoliant. E Ungoliant, por sua vez, era um espírito maligno pré-existente à criação que só assumiu forma de aranha. Por isso, é como se a Laracna fosse uma "Lúthien do mal" por assim dizer -- descendente de Ainur e mortais. Acho que não tem furos nessa lógica.

Abração,
Que a Laracna descendia de Ungoliant eu sabia, a minha única dúvida é essa história de Ungoliant ser Ainu, mas acho que eu entendi. Na verdade o espírito nela tava mais pros espíritos malignos como os que o Melkor usou nos dragões certo?

Valeu cara

----------------
Now playing: Mägo de Oz - Strange World
via FoxyTunes
 

Danee

Demônio angelical
Eu compartilho do medo de Tolkien mas também acho as aranhas muito interessantes.
Adorei o artigo também. =)
 

Excluído016

Excluído a Pedido
Ai... Eu odeio aranhassssss
Tive um trauma quando pequena e desenvolvi aracnofobia...
Deus me livre de existir aranhas gigantes como a feiosa Laracna...
 

Artanis Léralondë

Ano de vestibular dA
Legal o texto!
Nunca tinha pensado biologicamente no mundo tolkiniano.
bah, mas imagina uma Balrog fazendo a muda, seria bem tebebroso..
Parabéns pelo texto :joy:
 

Petersen

Usuário
Gente, só alguns comentarios. 1- nao precisa ter medo de aranhas...provavelmente todas as aranhas q vcs ja viram e venham a ver na vida são totalmente inofensivas. 99,7% de todas as aranhas do mundo mesmo que quisessem te picar, nao seriam capazes pois possues queliceras tao pequenas que nao penetram na derme humana.
2- No carbonífero tinham sim alguns artrópodes bem grandes....mas nenhuma aranha. O grupo dos aracnídeos é originalmente marinho...depois que sofreu algumas (muitas) adaptacoes e colonizou a terra. No mar, com o peso corporal reduzido a 60% do que ocorre na terra é possivel que existesse algum ancestral de aranhas bem grandinho...mas se existiu não deixou registros fósseis entao...nunca vamos saber! Bom, o ponto é: Como bem comentado no texto nao existem nem nunca existiram aranhas bem grande. Creio que aversão maligna desses animais nas obras de Tolkien, realmente seja um trauma de infancia. Assim como na bíblia serpente é o mal...provavelmente quem a escreveu teve algum problema com serpentes durante a infancia (q comparação heim?). Mas o medo de serpentes é inerente do ser humano, desde qnd nosso ancestrau andava nas arvores...mas isso fica p/ proxima...
 

Excluído016

Excluído a Pedido
Falar de não ter medo é fácil qndo ñ se tem aracnofobia...
Eu não ligo se elas podem ou não me picar...Eu ligo de aparecerem na minha frente com aquelas patas medonhas... aiiiiiiii
delsmelivreeeee
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo