1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Cidade das Sombras (Dark City, 1998)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Hugo, 5 Jun 2003.

  1. Hugo

    Hugo Hail to the Thief

    Gênero: Ficção Científica
    Tempo de Duração: 101 minutos
    Direção: Alex Proyas
    Elenco:

    Rufus Sewell (John Murdoch)
    Kiefer Sutherland (Dr. Daniel Paul Schreber)
    Jennifer Connely (Emma Murdoch)
    Richard O'Brien (Sr. Hand)
    Ian Richardson (Sr. Book)
    William Hurt (Inspetor Frank Bumstead)

    Sinopse: Em uma cidade em que é sempre noite, John Murdoch acorda sozinho em um hotel, para descobrir que perdeu sua memória e é o principal suspeito de ser o autor de brutais e bizarros assassinatos. Ele passa então a ser implacavelmente perseguido por um inspetor, ao mesmo tempo em que conta com a ajuda do Dr. Pehreber para compreender o que está acontecendo. A cidade foi criada com humanos raptados (abduzidos, para usar o termo da moda) e os alienígenas conseguem manipular e trocar suas memórias com o auxílio do médico. Como se a cidade fosse um imenso laboratório, os seres usam os humanos para descobrir uma forma de preservar a sua própria imortalidade. Para isso, usam a sua fantástica capacidade de alterar a matéria com a força da mente. Só que um dos humanos adquire a capacidade telecinética dos alienígenas, fazendo o feitiço virar contra o feiticeiro.

    Comentários do Hugo: Furos de roteiro a parte, este filme é uma da melhores ficções científicas dos últimos anos. Alguns chegaram a dizer que foi copiado pelo primeiro Matrix e até tem tematica semalhante mas Matrix é bem superior. Os atores são bem canastrões, mas o que vale no filme é o convite à reflexão e sem o glamour fantástico da ficção científica o que se vê é a insaciável sede de recursos dos poderosos, que sugam as energias e dilapidam as memórias, cultura e valores do povo. Para isso, mantém através da mídia a ilusão de que vivemos às portas do paraíso, por conta de celulares minúsculos ou carrões importados a peso de ouro. O filme tem um clima noir e traços góticos do expressionismo alemão. A trilha-sonora é muito boa também. Um ponto alto do é quando a cidade está sendo remodelada, com prédios crescendo do nada ao som de um ritmo forte que se assemelha ao pulsar de um coração, como se a própria cidade fosse um ser vivo. As cenas de ação também valem a pena.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Cotação:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Tauraherion

    Tauraherion The eyes of truth

    Na primeira vez que vi esse filme eu o achei muito viajante messsmo...
    depois, com mais calma assisti e até que gostei, não é um dos meus preferidos...mas não é ruim tb...
     
  3. bechara

    bechara Usuário

  4. Fosco Cachopardo

    Fosco Cachopardo Ghost of Perdition

    Realmente tem bastante cenas parecidas!!! Não sei se é copia deliberada ou somente coincidencia.
    Mas discordo q Cidade das Sombras seja melhor q Matrix.

    Sobre o filme, eu não gostei mto não. Achei chato, mas faz mto tempo q eu assisti, então pra falar melhor sobre eu precisaria assitir novamente, coisa q não pretendo fazer tão cedo...
     
  5. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    O filme é super fraco, com um final meio "cop out" super exagerado, mesmo considerando todo o estilo do filme. E eu não o considero ficção científica, e sim um filme de fantasia bem estranho, meio que "Tim Burton wannabe".
     
  6. Alex deLarge

    Alex deLarge Usuário

    Vi á muito tempo, não lembro muito mas até achei interessante de alguma maneira a historia. Lembro de ter muitos furos no roteiro e o final ser bobo.
     
  7. Hugo

    Hugo Hail to the Thief

    Todo fiçção científica é de certa forma fantasia...
     
  8. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Mas Sci-Fi usa o ambiente surreal pra fazer uma afirmação sobre a humanidade, sociedade, etc...

    E Cidade das Sombras não faz isso.
     
  9. Hugo

    Hugo Hail to the Thief

    Queisso...

    Mas surreal que esse filme eu acho difícil...

    Fala que o filme não tem um clima noir??
     
  10. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Eu sei que o filme tem um clima surreal, mas não é isso que faz um filme Sci-Fi.

    E e daí se ele tem um clima noir (que não tem)?
     
  11. Hugo

    Hugo Hail to the Thief

    Bom, nos meus comentários acima tá a explicação de pq o filme é uma ficção científica assim com Matrix...

    Se vc, que se acha extremo entendedor do assunto acha que não é, problema seu...
     
  12. Dirhil

    Dirhil Olha, Schroeder...

    Típico "não tenho argumentos" :lol:
     
  13. Peregrin

    Peregrin Technologic

    "Riiiiiiiiiiiiise" 8-)

    Nossa, nunca postei aqui... 8O

    A primeira vez que vi "Cidade das Sombras" foi logo que ele saiu em VHS aqui no Brasil. Ou seja, alguns meses antes de "Matrix" estrear. Como o primeiro veio antes, eu lembro que fiquei muito impressionado com a história. Achei fantástica a idéia de seres humanos sendo controlados por uma força superior, tendo as memórias moldadas de acordo com a vontade dessa força, e mais, vivendo em uma realidade que não é a deles.
    Aí, meses depois, veio um tal de "Matrix". E não, eu não gostei de "Matrix" na época, justamente por achar que ele tinha bebido demais da fonte do anterior. Hoje em dia eu sei reconhecer o valor dos dois, e até prefiro "Matrix", mas não desmereço "Cidade das Sombras" de modo algum.
    Revendo hoje em dia, dá pra perceber que o filme já envelheceu um pouco; os efeitos não convencem tanto e algumas situações são desnecessárias. Mas, no geral, ainda é muito bom! O início é arrebatador, com o protagonista acordando desmemoriado em uma banheira e uma mulher morta no aposento ao lado. Aliás, teria sido muito melhor esse início sem a narração do Dr. Schreber explicando de onde tinham vindo os "estranhos".
    No mais, adoro o clima de filme noir com toques de ficção científica, e o final é maravilhoso. Está certo que a luta poderia ter sido resolvida de outra forma, mas convenhamos: apela muito menos que "Matrix".
    Os efeitos especiais não são lá essas coisas, mas o filme custou U$ 27 milhões! X-Men, que é um filme considerado modesto, custou três vezes isso.
    A trilha sonora do Trevor Jones eu acho maravilhosa, e é tão boa que foi usada nos primeiros trailers de X-Men.

    É uma pena que esse filme tenha sido um fracasso de bilheteria lá fora, e seja um quase desconhecido hoje. Não é uma obra-prima, mas tem grandes méritos, muitos deles ofuscados pelo primo rico que nasceu depois.

    Uma pena também o Alex Proyas não ter feito mais nada que prestasse. O cara parecia ter potencial, mas desperdiçou no "Eu, Robô" (eu não vi o filme, mas só o fato de ter Will Smith já me cheira a encrenca).

    De qualquer forma, esse é um daqueles filmes que ninguém dá a mínima, mas eu adoro. E com certeza está bem cotado entre os meus sci-fi preferidos.
     
  14. Fox

    Fox Visitante

    Ah, é, eu sabia que tinha visto aquele visual do Eu, Robô em algum lugar antes.

    Bom, Eu, Robô é só um filme de ação legalzinho, nada demais nem de menos. O que vale mesmo nele é parte do visual e a ação.

    Quase a mesma coisa com Cidade das Sombras. Só que o último tem um quê a mais na estética.
     
  15. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Gosto de Cidade das Sombras. :mrgreen:

    O filme possui um clima interessante e um roteiro que foi desenvolvido de forma correta. Nota: 7/10
     
  16. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Eu gostei do filme, apesar do final meio picareta. Mas o que melou mesmo foi eu ter assistido Matrix antes de Dark City: quando um dos 'agentes' falou "Mr. Murdoch!" ficou simplesmente impossível não comparar os filmes. :tsc:
     
  17. Eldaráto Calimanar

    Eldaráto Calimanar On the heels of his desire

    UP!!!

    Me deu uma saudades de assistir a este filme, tenho procurado em lojas o DVD para comprá-lo. Mas por enquanto só achei usado no Mercado Livre por nada menos de R$50,00.

    Eu cheguei a assistí-lo antes de Matrix, em VHS, se não me engano. O final de O Cubo, em algum momento, me lembrou muito este filme.
     
    Última edição: 27 Mar 2008
  18. Jaspion

    Jaspion Senhor do Inferno

    Poxa, o filme é fantástico, vi ele ontem. O elenco tem uma atuação fraca, mas nada comprometedor e as idéias centrais são brilhantes, fora o visual, o jogo de luz e sombras e o diálogo constante com outros filmes, principalmente Metrópolis.

    Obra rara de se ver no cinema, é uma pena que tenha passado tão despercebido.
     

Compartilhar