1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Christopher Tolkien tenta parar O Hobbit nos tribunais

Tópico em 'O Hobbit - os Filmes' iniciado por Administração Valinor, 27 Mai 2008.

  1. Grahan

    Grahan Sim, eu me divérto

    Mas a questão é... a New Line enrolou até agora. Qual será a atitude da Warner? Pagar de vez e quitar tudo ou enrolar como a New Line até então fazia?
     
  2. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Sei lá, espero que pague pra que a produção não pare.
     
  3. na verdade acredito que está havendo um desrespeito a figura do CT nessa discussão.

    acredito que ele tem muito mais conhecimento nesse situação toda do que as pessoas que querem vê-lo morto ou em um asilo.

    além de sua contribuição para o trabalho de seu pai ser ótima.
     
  4. Ivan

    Ivan Vai passar do joelho

    Notícia cretina, essa. Extremamente desrespeitosa com um cara que deve ter dedicado tanto tempo da sua vida à obra tolkieniana quanto o próprio Tolkien. Seja qual for o motivo da ação, ele é o cara que tem moral para bancá-la. Sem o CT simplesmente não teríamos o Legendário.
     
  5. Décimo

    Décimo The Swanson Code

    Na notícia publicada na Valinor deviam ter frisado que a fonte, o Times, é um tablóide. Qualquer material daí proveniente será o mais sensacionalista e facioso possível, quebrando a seu bel prazer uma regra básica do jornalismo: a imparcialidade. E o CinemaBlend, pelos vistos, não se preocupou em tentar uma abordagem diferente. "Mas Christopher Tolkien tem, 83 anos de idade, é freqüentemente descrito como irritadiço e presumivelmente se recorda de um tempo onde os filmes em geral não existiam"; "Da forma como as coisas estão atualmente, Peter Jackson provavelmente é mais capaz de protegê-lo do que Christopher" - isso jamais apareceria numa publicação séria. Como já foi referido pelo Skywalker, o ódio de Christopher a Hollywood é puro mito; nem sequer se tem a certeza de que Tolkien odiaria esse meio, são palavras que um biógrafo pôs na boca dele.

    O filho do autor JRR Tolkien negou relatos de que estivesse descontente com a forma como os filmes de O Senhor dos Anéis foram feitos.

    Christopher Tolkien é um dos três filhos vivos do famoso autor e detém os direitos do legado literário do seu pai.

    Ele evitara comentar os filmes, mas alguns relatos haviam comentado que estava descontente com a interpretação da obra do seu pai por parte dos produtores.

    Fora também relatado que a família de Tolkien tinha discutido por causa do assunto.

    Numa declaração lançada através dos seus solicitadores, Tolkien disse que ele achava que seria impossível transpor os livros de seu pai para o grande ecrã.

    "A minha posição é de que transformar
    O Senhor dos Anéis numa peça visual dramática é peculiarmente inviável.

    As sugestões que têm sido feitas de que eu "desaprovo" os filmes, ao ponto de querer mal àqueles de quem possa discordar, são totalmente desprovidas de fundamento."

    Ele acrescentou que nunca "expressara tal sentimento".
     
    Última edição: 28 Mai 2008
  6. Finwë Fëfalas

    Finwë Fëfalas Nas Echoriath...

    Ferrou!

    Tomara que nao cancelem o filme por causa do filho de Tolkien.

    Provavelmente tem coisa ai no meio que o PJ saiu ganhando a mais que o filho de Tolkien.
     
  7. gcoabp

    gcoabp Usuário

    Acho que a Valinor não devia colocar uma notícia tão tendenciosa assim.


    Alguém escreveu por aí que "a humanidade sempre agride o que é novo". Bom aqui tá sendo o contrário. Estão agredindo os mais velhos, ainda por cima falando coisas como "presumivelmente se recorda de um tempo onde os filmes em geral não existiam" ; ou " o artigo do TimesOnline afirma que é provável que ele nunca tenha visto nenhum os filmes de O Senhor dos Anéis". Ou seja, só achismos. Ele deve estar pensando isso. Então ele está errado. Que coisa ridícula.

    E ainda há os dois maiores sacrilégios desta matéria infame:

    e o sacrilégio final:

    Quem diz que a série HoME é "continuações caça-níqueis dos livros", e que um diretor de cinema que não sabe nem pronuciar "Sauron" e muda a história ao seu bel-prazer é mais capaz do que o filho e testamenteiro literário do autor, não tem condições morais, direito, ou ao menos capacidade mental de fazer algum comentário sobre algo relacionado a Tolkien.

    Repudio totalmente essa matéria. E veja bem que até agora eu não disse em nenhum momento que o C. Tolkien está certo. Acho que isso não vem ao caso agora. De qualquer jeito eles vão fazer o filme mesmo....
     
  8. macflii

    macflii Usuário

    bem escrito, deriel.
    abraços.
     
  9. manuu

    manuu yo hablo muy bien

    Se os fãs das obras já são super exigentes com os filmes, imaginem só ele.
    É justo...

    Sou em geral pouco condescendente com adaptações de livros para o cinema. Não que eu seja uma HarryPottermaníaca e espero ver cada uma das passagens transpostas para a tela com precisão. Mas é difícil eu encontrar algum filme que me agrade tanto quanto o livro que eu li.
     
  10. Ladrhobbit

    Ladrhobbit Usuário

    Está notícia está ridiculamento mal-redigida, cheia de pontos de vista pessoais questionáveis, unilaterais e umas coisas que eu vou tentar acreditar que foi descuido pra não perder toda a credibilidade que tenho na Valinor. Eu já tinha até copiado a URL pra mostrar a uns amigos, mas depois que li desisti.

    Como o Skywalker disse, o Chistopher já foi mais de uma vez acusado de coisas que não falou, isso vende jornal. E se tem um motivo nessas ações dele, eles é bem simples: ele conhece a mitologia e as intenções do pai como nenhum de nós! Não é um velho ranzinza como a notícia tenta fazer parecer (como se ficar velho fosse uma coisa muito triste e digna de dó) e também não é "felizmente" que suas ações não dão certo. Os livros que o Chistopher compilou e editou são muito mais fiéis ao espiríto de Tolkien do que um anão engraçadinho, uma elfa feminista e Saruman numa roda de espinhos. Se alguém consegue achar isso menos caça-níquel que o Contos Inacabados (que é uma coleção de obras fantástica, e aposto, cheia da mão de Christopher), deve estar aqui depois de achar o Legolas "lindinho" no cinema.

    Os filmes podem ser ótimos filmes, mas são honram o Senhor dos Anéis, assim como o Hobbit dificilmente honrará sua origem. Repito, podem ser ótimos no que almejam, mas não almejam a mesma coisa e Tolkien não teria aprovado. Hollywood têm muitas qualidades, assim como a literatura de Tolkien, mas é questionável se é justo que uma obra cuidadosa e precupada como a de Tolkien vire um blockbuster de verão que segue outras regras de narrativa, outras morais, outros objetivos.

    E ninguém de 83 anos viveu numa época em que filmes não existiam em geral, idiota. Pelo amor de deus...
     
  11. Ispaine/Estus

    Ispaine/Estus Ohtari Parmaron

    Tolkien jamais iria publicar qualquer um dos livros que o Chistopher publicou. Sua forma de trabalhar jamais iria permitir que textos inacabados viessem parar nas mãos de qualquer um. Sempre vi Chistopher com uma certa necessidade de provar que sabe mais sobre o trabalho de seu pai do que qualquer. O que de fato deve ser verdade. Mas parece que apenas ele pode usar o trabalho do pai. Ninguém mais. Como se o trabalho fosse dele. A coisa é estranha. Outra coisa que o Chistopher que incomoda é colocar o trabalho de Tolkien em um pedestal, como se fosse algo acima de tudo e todos. Não é bem por ai, o próprio Tolkien vendeu os direitos de adaptação do SdA para o cinema porque precisava da grana.

    Comparar filme com livro é absurdo. São duas coisas diferentes.
     
    Última edição: 27 Mai 2008
  12. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Pessoal, essa notícia não foi redigida por ninguém da Valinor. Foi simplesmente traduzida da notícia original, que está aqui:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Portanto ela não expressa a opinião de algum membro da Equipe da Valinor. Estamos apenas fazendo o favor de trazer a notícia para cá. Criticar ela em si, ok. Achar que alguém daqui que a elaborou e atacar a Valinor por isso não é nada legal.
     
  13. macflii

    macflii Usuário

    Opa. My bad! ;)
    De qualquer forma, valinor rules.
     
  14. Ladrhobbit

    Ladrhobbit Usuário

    ACHAR não, é o que está escrito:

    Christopher Tolkien tenta parar O Hobbit nos tribunais
    por Fabio Bettega

    Se não é do Bettega, porque o crédito é dele? Fraco demais isso...
     
  15. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Pois foi ele quem traduziu postou a notícia no site. O sistema da Valinor funciona dessa forma. Se você estivesse acostumado, já saberia que o nome que ali aparece não é necessariamente do criador da notícia.

    Lá embaixo da notícia está escrito:

    Se você tivesse prestado mais atenção, teria percebido isso. :wink:
     
  16. Vivi

    Vivi Parmandili of Thrones

    Mais um que vive 'na sombra do papai'...
    e até pode não ser por dinheiro, mas por ego com certeza...
     
  17. Ladrhobbit

    Ladrhobbit Usuário

    Valeu a tentativa Fëanor, mas FONTE é outra coisa.

    Ninguém no mundo, acostumado ou não com o "sistema da Valinor", leria "Por Fabio Bettega" e deduziria do nada que ele apenas traduziu e publicou a notícia como um robô. No sistema que for, em qualquer veículo de notícias (como este), FONTE se refere à fonte da INFORMAÇÃO, ou seja: o CinemaBlend deu o furo do processo, é a FONTE, o Bettega, o autor, redigiu este texto. É claro e aposto que todo mundo que leu pensou isso, basta ver a reação das pessoas nos comentários, aqui mesmo.

    Fica a dica, quando for assim, um texto introdutório ajuda. Se não rolar, uma indicação "matéria traduzida de tal lugar". Aspas ajudam também. De boa, pra não ficar feio. Deve ter muita gente por aí que leu, não está aqui no fórum pra ler a sua observação e está achando (e vai achar pro resto da vida) que é um texto do Bettega. Já vi casos iguaizinhos aonde o autor foi acusado de anti-ética e plágio. Sei que não foi o caso, claro, mas não custa evitar mal-entendidos.

    De mais, olha a diferença:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Claro como água.
     
  18. Ettelen

    Ettelen eu sou mesmo um

    Nunca tinha ouvido ninguém falar mal dos filmes, pra começo de conversa hahaha. Mas enfim. Acho que você é quem deveria rever seus conceitos. Afinal de contas, nada neste mundo que é feito pelos homens é perfeito, e nem nunca será, e, portanto, não pode ser destruído.
    Acho que você poderia dar mais créditos aos filmes. Se você assistisse, talvez, os extras dos DVDs estendidos, poderia entender [como eu e acho q mais um monte de gente], que as adaptações que eles fizeram para o filme foram TOTALMENTE compreensíveis. Porque, óbvio - eles sabiam disso muito melhor do que nós - era impossível passar toda a maravilha da obra para a telona.
    Mas a Phyllipa Boyens disse uma vez que esses filmes eram uma versão de fãs de Tolkien, e que outras poderiam ser feitas, sem restrições. Não acho Jackson hollywoodiano, e o acho um diretor excelente.

    Bem, é essa minha opinião. Antes de falar que o roteiro é mal feito, sugiro que você pesquise e procure os "porquês" de terem sido feitos assim. ;)
     
  19. Radio

    Radio Usuário

    pra ser sincero, ele é o filho deveria ser o herdeiro de todos os direitos sobre o mundo criando pelo pai, se ele não quiser filmes/jogos/etc, não deveria haver...
     
  20. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Mas não é porque você é herdeiro que você tem todos os direitos sobre as obras. As vezes os próprios autores não têm direito sobre tudo.
    Noss direitos morais do autor quanto à propriedade intelectual se incluem o direito de modificá-la e o de retirá-la de circulação, mas esses dois direitos não são transmitidos para seus herdeiros. Pelo menos no Direito brasileiro:joinha:
     

Compartilhar