1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Christopher Tolkien: Porque ele não quer?

Tópico em 'O Senhor dos Anéis - os Filmes' iniciado por Eru- o Ilúvatar, 13 Mar 2003.

  1. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Porque o Christopher Tolkien é tão radical em relação a trabalhos que poderiam valorizar e divulgar a obra do pai dele? Não estou falando de um "liberou geral", mas me pergunto o porque dele resistirir tanto a possibilidade de se criarem versões cinematográficas para as sagas de O Silmarilion (é o que dizem por aqui). Vocês sabem se ele arrumou encrenca com os irmãos Hildebrand, o Angus McBride, o Alan Lee ou o John H., quando os mesmos, a partir dos anos 70 começaram a pintar as cenas do Silmarilion? O problema dele é com toda e qualquer adaptação (cinema, teatro, arte plástica, quadrinhos) ou apenas diz respeito a indústria cultural (cinema de massa, indústria editorial, etc.)? Aguardo respostas! :roll:
     
  2. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Acho que ele é tudo uma questão de superproteção.

    Ele deve achar que se liberar para a grande maioria as pessoas vão começar a criar coisas que acabem destruindo um pouco o trabalho do pai e tenta impedir com que aconteça isso.

    O que é pior é que ele em parte, pode ter razão. Já pensou se ele confia em alguem para fazer um desenho ou um filme (como o desenho de SdA) e sai ruim? Mancharia a imagem do pai, e isso é uma coisa que ele certamente não gostaria.

    E quem sabe Tolkien pai não pediu para ele fazer isso não deixar ninguém mexer nas coisas dele? Entre familias isso é muito comum :wink:
     
  3. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Sei lá, eu acho que tudo o que vc falou faz sentido, mas será que não bate nele uma vontade, como bateu quando ele se viu motivado a compilar o Silmarillion, organizar os Contos Inacabados, e publicar as cartas, de tomar a iniciativa e produzir algo até como um tributo a memória do pai.

    Faz mesmo sentido que isso seja em razão de alguma diretriz que o Tolkien passou pro Christopher...
     
  4. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    É dito, numa das melhores biografias de Tolkien, que Christopher realmente era "filho do seu pai". A gente sabe que o Tolkien era bastante perfeccionista; Christopher herdou essa mais entre tantas características do pai. Ele tem medo, então, que de alguma forma, a obra possa vir a ser deturpada de alguma forma; principalmente por causa do pai. Afinal, todas essas estórias fantásticas são o legado de Tolkien, seria difícil, para Christopher, aceitar ver tudo isso de forma popularizada e talvez até deturpada. Fazendo com que muitas pessoas tenham uma visão errada do trabalho de seu pai.

    Por ter editado, reunido, lido e escrito muita coisa nessas histórias que ele editou, CT também acabou se ligando mais a tudo isso, ele se sente, provavelmente, como um guardião desses livros; ele se sentiria responsável se desse algo errado. Justamente por ele mesmo amar tanto essas estórias, e tanto que foi esse o legado de seu pai para o mundo, mas principalmente para ele (afinal, ele editou e publicou todo esse material também por assédio de fãs). É direito dele, na minha concepção da idéia, que ele queira ver esse trabalho, esse legado, intocável. A meu ver, na minha cabeça, ele tem todo o direito de querer ver o trabalho e o legado do pai preservado.

    Não considero isso um erro; nem me irrito por isso. Pelo contrário, eu acho essa posição que ele toma frente a isso louvável.
     
  5. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Gente, até concordo com as conjecturas até agora... Mas alguém saberia me dizer se houve algum problema quando nos anos 70 os artistas que já mencionei no post que abriu o tópico tiveram algum problema para retratar as cenas de O Silmarilion e publicá-las? :o?:
     
  6. The Dark Elf

    The Dark Elf Usuário

    ja q foi citado...angus
    algum de vcs poderia me dar mais informações de angus por mp?
    grato
     
  7. Meio-Elfo

    Meio-Elfo Usuário

    O Silmarillion tem algumas histórias um tanto incertas ou incompletas, diferente do Senhor dos Aneis. Talvez seja o medo (ou a certeza) de corromperem o sentido da obra que impeça-o de liberá-la. Eu respeito essa posicao dele, pois a industria de entretenimento pode deturpar tudo. Mas dá uma angustia de nao ver a história de Turin ou Beren e Luthien nao serem filmadas....
     
  8. Glorwendel

    Glorwendel Usuário

    Ele poderia, ao invés de impedir, supervisionar os trabalhos baseados nas obras do pai, a fim de que sejam fiéis. Se ele acha que está ruim, veta. Se acha que está bom, permite. Fácil.
     
  9. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Supervisionar...

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Se Christopher é o "filho do pai", imagino que ele já tenha presenciado a histeria do pai nessa ocasião, e não queira de jeito maneira ficar estressado da mesma forma :mrgreen:
     
  10. Ruby Moon £

    Ruby Moon £ Usuário

    É, mas mesmo assim...os fãs mantém a saga viva! Deve hver respeito pelas decisões dele mas deve haver também um pouco mais de compreensão de Chistopher para com os fãs de SdA! :mrgreen:
     
  11. *Nimrodel*

    *Nimrodel* Usuário

    Eu acredito q ele está fazendo a coisa certa,como num ato de proteção.
    Com o sucesso do filme,está aumentando o lado comercial,com bonecos,conjunto de cama,acessórios,entre outros.Isso ñ agradaria Tolkien.
    E ñ só no caso de SDA como dos outros livros,ele ñ se envolve pelo fato de q é impossível passar a história toda p/ a tela,sendo feitas adaptações,e isso desvalorizaria a obra.
    Livro e filme são conceitos diferentes,mesmo q o filme seja excelente ñ há obra-prima maior do q o livro. :wink:
     
  12. Gary Naner

    Gary Naner Usuário

    Eu acho que a intençao dele era guardar as memorias do pai, mas alguem pode me dizer um geito melhor de fazer isso alem de Tolkien ficar sendo conhecido e adimirado pr todod o Mundo????????
     
  13. Arco

    Arco Usuário

    Acho q a preocupação de Christipher é que ocorra o que infelizmente Peter Jackson fez com o SdA, mudou coisas q não deveria, dilacerou a estória mágica e transformou em um espetáculo um pouco banal.
    Defendo que façam filmes sim e que tirem partes que não sejam tão importantes, mais mudar a história é outra coisa.E é isso que o Peter fez (sem falar mau do resto).

    "Não conte toda a história, mais conte o que realmente aconteceu"
     
  14. Ray

    Ray Lockheart

    Na verdade, tem um texto sobre um possível desenho de SdA na valinor que conta que Tolkien permitiria uma adaptação bem-feita, nem que só pelo dinheiro, afinal, ele é humano e gostava disso.

    Mas o tal desenho ficou uma porcaria deturpado e ele ficou realmente nervoso e irritado com os diretores e produtores e etc etc....

    Vai ver nisso que o Tolkienzinho se baseou para destilar o seu ódio sore as variações baseadas na obra de seu pai.
     
  15. Portador do Anel

    Portador do Anel Usuário

    É complicado.
    talvez o cara seja meio purista.
    Se bem q deve haver certas restriçoes nestes processos de adaptações.
    Vai que o Joel Schumacher resolve adaptar O Hobbit ou o Silmarillion?
    Ia ficar uma bosta.
    Seria como jogar a obra de Tolkein no lixo.
    É complicado.
     
  16. Eönwë

    Eönwë Usuário

    Ele vê a obra do pai como uma coisa imutável, e tem ciúmes dela. Provavelmente, a obra toda tem um valor afetivo muito grande pra ele: deve lembrar-lhe do pai e da infância Consequentemente, ele odeia vê-la popularizada, falada, deturpada, discutida e etc por milhões de pessoas no mundo todo. É como se estivessem invadindo a sua privacidade e mexendo nas suas lembranças.
     

Compartilhar