1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Choque elétrico no cérebro ajuda pessoas a lembrar nomes

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 24 Set 2010.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Técnica ajudou a melhorar memória de jovens adultos nos Estados Unidos

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Estímulo elétrico no cérebro ajudará mais os idosos, que já têm um baixo nível de lembranças

    Uma psicóloga encontrou um jeito de melhorar a lembrança dos nomes das pessoas, um problema que acontece com todo mundo ao longo da vida. Ingrid Olson, da Universidade de Temple, nos Estados Unidos, descobriu que a estimulação elétrica de uma região do cérebro aumentou em 11% a lembrança de nomes próprios em jovens adultos.

    Segundo a pesquisadora,
    Ela explicou que a descoberta poderá ser usada em tratamentos para a reabilitação da memória depois de um infarto ou de outro problema neurológico.

    Como o declínio da memória faz parte do envelhecimento, a dificuldade em lembrar nomes próprios se agrava à medida que ficamos mais velhos. Ingrid prevê que o ganho de memória será maior entre pessoas mais velhas porque elas começam com um baixo nível de lembranças.

    No estudo, os voluntários receberam estimulação elétrica na região do cérebro responsável pela memória enquanto viam fotos de lugares e de pessoas famosos ou mais ou menos conhecidos.

    Estudos anteriores já haviam sugerido que essa região tem um papel importante na recuperação de nomes de pessoas, mas o atual mostrou que ela não tem o mesmo peso no caso dos lugares.

    Os estímulos elétricos foram aplicados por meio de estimulação transcraniana de corrente direta (tDCS), uma técnica que usa pequenas correntes elétricas (1 a 2 miliamperes) no couro cabeludo, por meio de eletrodos.

    Dependendo do efeito desejado, essas pequenas correntes podem interromper ou melhorar as funções do cérebro em uma região localizada do órgão.

    Ingrid diz que a tDCS poderá ser útil no tratamento de várias doenças, como dislexia, déficit de atenção com hiperatividade e depressão.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


     
  2. Pim

    Pim God, I love how sexy I am!

    Quando a gente recomenda pros mais velhos fazerem exercícios que precisem de atenção e o uso do pensamento lógico-matemático, fazemos nada menos que sugerir que eles criem seu próprio estímulo elétrico (sinapse cerebral), só que de modo endógeno.

    Esses estímulos elétricos propostos nada mais são do que sinapses exógenas, não tem muita inovação aí. Qualquer célula viva, quando estimulada, vai responder com sua função. É só saber onde dar o choque... e BAZINGA!
     
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Como profissional da área eletroeletrônica usarei uma frase clássica da TV "Não tentem fazer isso em casa"

    Choque elétrico na imensa maioria das vezes não é bom. Somente correntes muito pequenas e muito bem controladas podem ser usadas em tratamentos médicos e ainda assim com total monitoramento de um responsável. Qualquer erro pode ser fatal.
     
  4. lisseminte

    lisseminte Nox!

    :lol: verdade, verdade... Mas, agora que lançaram mais essa, muitos vão pensar : "bem, nunca foi tão bom tomar um choque..."
     

Compartilhar