1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Chet Baker

Tópico em 'Música' iniciado por ALF, 6 Mai 2011.

  1. ALF

    ALF The Proudest Monkey!!

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Chet Baker (Chesney Henry Baker Jr. - Yale, Oklahoma, 23 de Dezembro de 1929 – Amsterdã, 13 de maio, 1988) foi um dos primeiros expoentes da escola do "Cool Jazz" da Costa Oeste norte ameriaca durante a década de 50. Como trompetista, foi dono de um estilo intimista e chamou mais atenção fora do cenário do jazz por seus traços fotogênicos e voz suave. No entanto sua carreira foi marcada por abuso de drogas.

    O pai de Chet, Cheney Henry Baker, foi um guitarrista que foi forçado a procurar outra linha de trabalho durante a Depressão. Sua mãe, Vera (Moser) Baker trabalhava em uma perfumaria. A família se mudou de Oklahoma para Glendale, Califórnia, em 1940. Ainda criança, Chet cantou em competições amadoras e em um coral de igreja. Quando entrou na adolescência, seu pai lhe comprou um trombone, que ele logo trocou por um trompete pois o primeiro instrumento se mostrou grande demais para o garoto. Em 1946, quando ele tinha apenas 16 anos de idade, ele abandonou os estudos e seus pais assinaram uma permissão para que ele se alistasse no exército; ele foi enviado à Berlin, onde tocou na 298ª Banda do Exército. Após ser dispensado do serviço militar em 1948, ele se matriculou na faculdade El Camino em Los Angeles, onde começou a estudar teoria e harmonia enquanto tocava em bares a noite, porém ele acabou abandonando a faculdade na metade do seu segundo ano. Alitou-se novamente no exército em 1950 e se tornou membro da Sexta Banda do Exército no Presidio em São Francisco. Começou também a frequentar bares de temática jazzista com mais freqüência e finalmente conseguiu sua segunda dispensa para se tornar um jazzista profissional.

    Avesso às partituras, não deixou, entretanto, de integrar as grandes bands americanas. Baker era dotado de extrema criatividade, inaugurando um modo de cantar no qual a voz era quase sussurrada. Há quem diga que Chet exerceu grande influência em músicos brasileiros, como João Gilberto e Carlos Lyra, alguns dos grandes nomes da Bossa Nova. Para tocar as músicas pedia apenas o tom. Econômico nas notas (ao contrário de outros trompetistas que preferiam o virtuosismo, como Dizzy Gillespie), Chet improvisava com sentimento. Certo dia, deram-lhe o tom errado de uma música de propósito, e mesmo assim Chet Baker conseguiu encontrar um caminho harmônico. Valorizava as frases melódicas com notas longas e encorpadas, o que acabou lhe valendo o rótulo de cool.

    Chet Baker iniciou sua carreira tocando na banda de Vido Mussio e logo depois começou a tocar com Stan Getz. A primeira participação de Chet em uma gravação é uma performance de "Out of Nowhere" gravada em fita K7 durante uma sessão feita em 24 de Março de 1952. Entretanto, começou a ser notado na primavera de 1952 quando foi escolhido em uma audição para tocar em uma série de apresentações de Charlie Parker pela costa oeste dos EUA, fazendo sua estréia ao lado do famoso saxofonista no Tiffany Club em Los Angeles em 29 de Maio de 1952. Naquele ano ele começou a tocar no Quarteto de Gerry Mulligan, um grupo composto apenas por um sax barítono, trompete, baixo e bateria - sem piano - que atraiu atenção durante uma apresentação no Haih NightClub e através de gravações da recém-criada Pacific Jazz Records (mais tarde conhecida como World Pacific Records), começando com o LP de 10" Gerry Mulligan Quartet, que apresentou a famosa melodia de Chet Baker "My Funny Valentine".

    O Quarteto de Gerry Mulligan durou menos de um ano, desabando quando seu líder foi para a prisão por porte de drogas em Junho de 1953. Chet seguiu em carreira solo, mais tarde formando seu próprio quarteto, que inicialmente foi composto por Russ Freeman no piano, Red Mitchell no baixo e Bobby White na bateria, e gravando seu primeiro disco como líder da Pacific Jazz em 24 de Julho de 1953. Chet Baker for aclamado por fãs e críticos e figorou no topo de diversas pesquisas durante os anos seguintes. Em 1954, a Pacific Jazz lançou "Chet Baker Sings", um álbum que aumentou sua popularidade mas que alienou os fãs do jazz tradicional; ele continuou a cantar pelo resto de sua carreira. Reconhecendo seus belos traços, produtores de Hollywood (sempre próxima em sua vida) lhe convidaram e Chet fez sua estréia no filme "Hell´s Horizon", lançado no final de 1955. Porém, ele acabou por recusar uma oferta de contrato de um estúdio e saiu em turnê pela Europa de Setembro de 1955 a Abril de 1956. Ao retornar aos EUA, Chet formou um quinteto que contava com o saxofonista Phil Urso e pianista Bobby Timmons e, com essa formação, lançou "Chet Baker & Crew" pela Pacific Jazz em Julho de 1956.

    Chet Baker saiu em turnê pelos EUA em Fevereiro de 1957 com os Birdland All-Stars e levou o grupo para a Europa mais tarde no mesmo ano. Ele voltou para a Europa novamente em 1959, dessa vez com a intenção de morar por lá e se estabeleceu na Itália, onde fez participação no filme "Urlatori Alla Sbarra". Nesse meio tempo, Hollywood ainda não havia desistido dele, ao menos como fonte de inspiração e, em 1960, um filme biográfico ficcionalizado de sua vida, "All the Fine Young Cannibals", que teve Robert Wagner no papel principal como "Chad Bixby".

    Chet havia se viciado em heroína nos anos 50 e foi preso por várias vezes, mas seu vício apenas começou a interferir em sua carrerira significantemente nos anos 60. Ele foi preso na Itália no verão de 1960 e passou quase um ano e meio na cadeia. Ele celebrou sua liberdade gravando o disco "Chet is Back!" pela RCA em Fevereiro de 1962. Mais tarde no mesmo ano acabou sendo preso na Alemanha Orientdal e extraditado para a Suíça, depois França e mais tarde mudou-se para a Inglaterra para fazer uma participação especial no filme "The Stolen Hours", lançado em 1963. Foi deportado da Inglaterra para França por ser preso por posse de drogas em Março de 1963. Passou a viver em Paris e se apresentar pela França e Espanha durante o ano seguinte. Entretanto, após ser preso mais uma vez na Alemanha Oriental, foi deportado de volta para os EUA, depois de viver por cinco anos na Europa, em 3 de Março de 1964. Voltou a se apresentar inicialmente em Nova York e Los Angeles durante a segunda metade da década de 60. No verão de 1966, foi severamente espancado em São Francisco por causa de dívidas de drogas, esse incidente é frequente e erroneamente exagerado nas crônicas de sua vida, em grande parte por causa de seu próprio testemunho dúbio. É dito, por exemplo, que todos os seus dentes foram arrancados, o que não é o caso, embora um dente tenha sido quebrado e a deterioração geral de seus dentes tenha forçado o uso de dentaduras no final da década de 60, fazendo com que tivesse que diminuir a potência de sua embocadura. A surra não foi a causa do declínio de sua carreira durante esse período, mas é muito emblemática para o mesmo. No final dos anos 60 ele estava gravando e se apresentando esparçamente e parou de tocar por completo no começo da década de 70.

    Recuperando algum controle sobre sua vida ao fazer uso de metadona para controlar seu vício em heroína (embora continuasse sendo um viciado), Chet Baker eventualmente montou seu retorno the resultou em uma apresentação na cidade de Nova York em Novembro de 173 e uma apresentação de reunião com Gerry Mulligan no Carnegie Hall em Novembro de 1974 que foi gravado e lançado pela Epic Records. Em meados da década de 70, Chet foi capaz de retornar à Europa e passou o resto de sua vida se apresentando por lá com viagens ocasionais ao Japão e períodos de retorno aos EUA, embora não tivesse mais residência permanente. Ele atraiu a atenção de músicos da cena rock, com os quais ocasionalmente se apresentou, por exemplo, adicionando trompete para a gravação de Elvis Costello de sua canção contra a Guerra das Malvinas "Shipbuilding" em 1983.

    Em 1985, Chet Baker esteve no Brasil para duas apresentações na primeira edição do Free Jazz Festival. A banda era formada pelo pianista brasileiro Rique Pantoja (com quem Chet já havia gravado um disco no início dos anos 80 - Chet Baker & The Boto Brasilian Quartet), pelo baixista Sizão Machado, pelo baterista americano Bob Wyatt e pelo flautista Nicola Stilo. A primeira apresentação, no Hotel Nacional, na cidade do Rio de Janeiro, foi considerada magnífica por muitos e por alguns como decepcionante, mas a apresentação em São Paulo, tida por alguns como um sucesso e por outros como decepcionante, quase entra para a história do Jazz pela porta dos fundos: depois do espetáculo, já em seu quarto, no Maksoud Plaza, Chet surrupiou a maleta do médico que o acompanhava e tomou doses cavalares das drogas que lhe estavam sendo administradas para controlar as crises de abstinência. Chet teve uma overdose e quase morreu.

    Em 1987, o fotógrafo e cineasta Bruce Weber, fez um documentário sobre Chet Baker. No ano seguinte, Chet morreu ao cair da janela do seu quarto de hotel em Amsterdã, após ter consumido heroína e cocaína. O filme de Weber, "Let´s Get Lost", estreou em Setembro de 1988 aclamado pela crítica e com uma nomeação da Academia. Em 1977, a autobiografia inacabada de Chet Baker foi publicada sob o título "As Though I Had Wings: The Lost Memoir" e foi cotada pela Miramax para uma adaptação ao cinema.

    Uma das muitas coisas que as pessoas acham fascinantes sobre Chet Baker é sua "morte misteriosa". Porém, a única coisa que a faz misteriosa é que ninguém testemunhou o ocorrido. Assassinato pode ser descartado pois não foram encontrados sinais de luta no quarto de hotel em que Chet estava hospedado, e a porta estava trancada pelo lado de dentro. Também descarta-se a hipótese de suicídio planejado, pois não havia nenhuma carta/nota e, segundo os investigadores do caso, qualquer pessoa com intenção de se matar certamente teria pulado de uma altura bem maior do que o seu quarto (7 metros). Geralmente uma queda dessa altura resultaria em ossos quebrados mas não causaria morte. A morte de Chet é tida como um estranho e infeliz acidente... a conclusão do caso diz que ele simplesmente caiu da janela. Foi encontrada heroína em seu sistema circulatório e havia grande quantidade de cocaína e heroína em seu quarto. Ele provavelmente foi abrir a janela e perdeu o equilíbrio. Quando ele caiu (por volta das 3 da manhã) ele bateu com a cabeça em um poste na calçada.

    O vício de Chet Baker fez com que ele tivesse uma vida desorganizada e complexa, sua constante necessidade de dinheiro o forçou a aceitar diversas ofertas bem abaixo do seu talento, enquanto sua "independência" fazia com que não conseguisse contratos de longa duração com gravadoras. Como resultado disso, sua discografia é extensa e divulgada por diversos selos, dos mais conhecidos e renomados aos mais obscuros e desconhecidos.



    Fontes:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

    Arquivos Anexados:

Compartilhar