1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Cerca de 700 sem-teto fazem manifestação em frente à prefeitura de SP

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Roderick, 26 Abr 2010.

  1. Roderick

    Roderick Banned

    Cerca de 700 sem-teto fazem manifestação em frente à prefeitura de SP




    Cerca de 700 manifestantes, segundo a Polícia Militar, armaram um acampamento em frente à sede da prefeitura de São Paulo, no Viaduto do Chá, centro da cidade, reivindicando moradias populares, desde as 4h30 desta segunda-feira.


    A Guarda Civil Metropolitana e a Polícia Militar acompanham o protesto, mas não há registro de confronto.



    De acordo com Heloísa Soares, representante do Movimento Terra da Nossa Gente, o protesto visa denunciar a falta de investimentos em moradia em São Paulo e os programas sociais que não atendem às famílias com renda abaixo de três salários mínimos. Os manifestantes reivindicam um posicionamento da Secretaria de Habitação tanto na esfera municipal, quanto estadual e federal.



    O protesto faz parte de uma ação conjunta de movimentos de sem-teto que, além da prefeitura, ocuparam na madrugada de hoje um terreno no M'Boi Mirim (zona sul) e dois prédios na região central.



    A ação é liderada pelo FLM (Frente de Luta por Moradia), que é composta pelo MSTC (Movimento dos Sem Teto do Centro), MSTRU (Movimento Sem-Teto pela Reforma Urbana), MJI (Movimento Jardim Ipanema), Movimento Terra da Nossa Gente e Fommaesp (Fórum de Moradia e Meio Ambiente do Estado de São Paulo).



    Segundo Heloísa, foram mobilizadas 4 mil famílias para as quatro ações, sendo que 1.200 estão no Viaduto do Chá -- a PM confirma somente 700 pessoas.



    Ocupações
    O prédio de 14 andares do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) na avenida Nove de Julho foi ocupado por volta da 0h. Segundo a coordenadora geral do MSTC, Ivanete de Araújo, o prédio foi abandonado há mais de 20 anos, está deteriorado e é reivindicado há anos pelo movimento para moradia social. "Ocupamos o prédio pelos fundos, onde há um terreno grande que dá para construir 540 unidades de apartamentos. Há uma demanda de 430 famílias para morar no local', diz Ivanete.



    A outra área ocupada é uma antiga fábrica na rua Prestes Maia com dois prédios, de 22 e nove andares, ocupados outras vezes pelos movimentos de sem-tetos. De acordo com Ivanete, a área pertence a uma antiga fábrica de jeans que deve mais de R$ 4 milhões em impostos para o governo municipal.



    Na rua Henry Martim, no M'Boi Mirim, outras famílias ocupam uma terreno particular de aproximadamente 10 mil metros quadrados. A coordenadora geral do Fommaesp, Felícia Mendes, disse que não há previsão de desocupação. " O tempo que vamos continuar nas áreas ocupada será determinado pela negociação com os governantes, não temos pressa em sair", diz Felícia.



    O Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) não confirma as ocupações.



    E me digam uma coisa, até quando o governo vai deixar essas pobres pessoas na rua? Fico pensando, depois eles controem casas e barracos, em morros, e correm o risco de morrer em um desmoronamento, o Senhor José Serra deveria tomar providências e arrumar um lugar para essas pessoas morarem o mais breve possível, pois essas moradias populares estão demorando e muito para serem acabadas!


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. É uma vergonha ver o tanto de impostos que pagamos, para não ter quase nada de retorno em nosso benefício, muitas pessoas não tem o direito descrito na lei de saúde, educação e moradia.
     
  3. Anwel

    Anwel Nazgûl Cavaleiro

    É até mais fácil pro governo ver essa gente morta do que resolver algo.
    Os imóveis estão abandonados, ocupando um espaço que pode ser melhor aproveitado. 20 anos! O prédio tá apodrecendo há 20 anos e ninguém faz nada.

    Revoltante.
    O pior é que não descarto a hipótese desses caras levarem borrachada da polícia ainda.

    Viva o Brasil!
     
  4. Roderick

    Roderick Banned

    Viva!!! Viva pais da corrupção, da lavagem, do estereonatário do mensalão, do Sarney! etc...
     
  5. Melian_ a maia

    Melian_ a maia Eu não sou um

    Tem muito prédio abandonado no centro, muiito!
    Eu travalhava na republica e passava bem por uns 5 doBrás até chegar lá na republica,
    Só q é uma burocracia judicial daquelas p/ prefeitura ocnseguir pegar os prédios e depois tranformar em moradia, e vc´s sabem né, os prédios tem dono então é bem provavel e fiquem recorrendo e o nosso sistema já é rápido q nem sei....
    Mas esse tipo de coisa virou rotina p/ mim, toda sexta feira tinha passeata e manifestação por aqueles lados, a praça ficava cheia, só q dessa vez eles fizeram pior!
    montaram as barracas até na frente do Shopping light, povo deve estar louco de raiva!
    a prefeitura nao devia ter mudado p/ aquele ponto, pq toda vez q tem dessas lá a gente nao consegue voltar p/ casa de onibus, tem qsair do centro a pé p/ conseguir pegar algum... Oh beleza!!
     

Compartilhar