1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)
  1. Artigos Valinor

    Artigos Valinor Usuário

    Celegorm o Louro era o terceiro dos sete filhos de Fëanor. O mais ambicioso dos sete, ele seguiu o juramento do pai com o maior ardor, e isto o conduziu à sua destruição.

    Em Valinor, Celegorm se tornou um grande caçador, e tinha a amizade de Oromë, caçando freqüentemente com o Vala ou visitando a casa dele. De Oromë, Celegorm ganhou grande conhecimento de pássaros e animais selvagens, aprendendo a entender a língua deles. E ele também ganhou outro presente, Huan o grande cão de caça. Ele também tinha grande amizade com a prima Aredhel, a filha de Fingolfin.

    Depois do Ocaso de Valinor, ele esteve no tribunal de Tirion com o pai e seus seis irmãos, e participou do Juramento de Fëanor. Com isso, ele marchou com os Noldor de Valinor e voltou a Terra-média quando a Lua subiu pela primeira vez. O fiel cão de caça Huan acompanhou Celegorm ao exílio.

    Primeiros Anos em Beleriand, I 1 - I 455

    No primeiro ataque dos Noldor aos Orcs, o Dagor-nuin-Giliath, Celegorm se viu nas colinas ao redor de Eithel Sirion, no norte do Ered Wethrin. Recebendo notícias de uma horda de orcs que vinha do norte do Falas, ele os emboscou e os levou ao Pântano de Serech.

    Depois da batalha na qual seu pai Fëanor morreu, ele viajou à terra de Himlad nas regiões orientais de Beleriand, e lá estabeleceu-se com o irmão mais jovem Curufin. Celegorm e Curufin juntos reivindicaram a terra entre os rios Aros e Celon, e eles fortaleceram a Passagem de Aglon no norte contra as forças de Morgoth. Durante este tempo, os dois tinham grande amizade com o irmão Caranthir, que residia no vale do rio Gelion na terra de Thargelion, e freqüentemente iam e caçavam com ele.

    A terra de Himlad foi defendida para mais de 450 anos por Celegorm e seu irmão, mas no Dagor Bragollach, os exércitos de Morgoth quebraram a defesa da Passagem de Aglon, e infestaram as terras de Celegorm. Com o irmão Curufin, ele foi forçado a fugir, e eles viajaram ao sul até que eles entraram nos salões de Finrod em Nargothrond.

    Tempo em Nargothrond, I 455 - c. I 465

    Finrod recebeu os primos calorosamente, e durante um tempo Celegorm e Curufin moraram felizes em Nargothrond, caçando orcs e lobos que ousassem cruzar a Planície Protegida. Eles eram naquele momento os senhores poderosos, e o poder e influencia deles cresceu nos domínios de Finrod.

    Antes que muitos anos tivessem se passado, entretanto, Beren saiu de Doriath em busca da ajuda de Finrod na sua demanda pela Silmaril. O Juramento de Fëanor obrigava Celegorm a desafiar qualquer que buscasse uma Silmaril, mas Finrod também estava comprometido por um juramento com Barahir, o pai de Beren, em prestar ajuda na demanda, e assim ele partiu de Nargothrond, deixando o Orodreth no comando. Celegorm e Curufin exercitaram a influência deles depois da partida de Finrod, que, e durante este tempo eles eram efetivamente os governantes de Nargothrond.

    Enquanto caçavam na Planície Protegida, eles acharam Lúthien que, tendo escapado do pai em Doriath, buscava por Beren. Celegorm viu que o casamento com a filha de um dos maiores reis em Beleriand seria uma grande fonte de poder, e assim ele enganou Lúthien para retornar à Nargothrond com ele. Uma vez lá, ele a encarcerou e enviou falsas mensagens a Thingol, seguindo com seu intento.

    De Lúthien, eles souberam que Beren e Finrod tinham sido capturados por Sauron e tinham sido encarcerados na fortaleza dele em Tol-em-Gaurhoth. Eles não fizeram nenhuma tentativa para salvá-los e acreditavam que a morte de Finrod asseguraria o poder deles em Nargothrond.

    O cão de Celegorm, Huan, desobedeceu o mestre, e ajudou Lúthien a escapar dos irmãos, conduzindo-a ao norte atrás de Beren. Embora ele retornasse depois a Celegorm, a confiança deles diminuiu. Enquanto ele estava longe de Nargothrond, Huan havia ajudado na derrota de Sauron no norte, e na destruição de Tol-em-Gaurhoth. Muitos prisioneiros de Sauron que foram libertados quando a torre foi destruída, retornaram a Nargothrond e informaram o destino de Finrod. Assim, as mentiras que Celegorm e Curufin tinham contado para obter o poder estavam expostas, e o povo voltou-se ‘a seu legítimo rei, Orodreth. Foram expulsos Celegorm e Curufin de Nargothrond, mas as suas ações foram repudiadas pelo seu próprio povo que tinha vindo com eles de Himlad, e assim eles viajaram sem amigos em Beleriand.

    Retorno às Terras do Norte, c. I 465 - c. I 500

    Depois da expulsão deles de Nargothrond, os irmãos viajaram ao norte e leste e buscaram novamente as terras onde eles tinham regido uma vez, e especialmente Himring, onde o irmão mais velho Maedhros ainda era o senhor.

    Como eles viajavam ao lado da fronteira de Brethil, eles encontraram Beren e Lúthien que voltavam do norte, e os atacou. Em defesa de Lúthien, Huan o cão abandonou Celegorm e lutou contra ele. Curufin perdeu seu cavalo na briga, e os irmãos foram forçados a partir para o leste juntos no corcel de Celegorm. Viajando por Dimbar e Nan Dungortheb, eles chegaram afinal às terras de Maedhros.

    Celegorm não demorou-se por muito tempo lá. Maedhros uniu-se aos Elfos de Beleriand, e a grande batalha conhecida como Nirnaeth Arnoediad aconteceu. Celegorm marchou ao norte com os irmãos, e foi ferido na batalha, mas Uldor o Maldito traiu os Elfos e conspirou contra eles, e assim o exército de Maedhros foi separado e disperso. Celegorm fugiu com os irmãos para as terras sob o Monte Dolmed, no leste distante de Beleriand.

    Lá eles habitaram, um povo apartado e errante, durante uns trinta anos. Naquele tempo, Beren e Lúthien moravam distantes no sul, na ilha de Tol Galen no Rio Adurant, e com eles estava a Silmaril que eles tinham recuperado da coroa de Morgoth. Enquanto o juramento do pai impelia os irmãos à recuperar a jóia, nenhum deles ousava atacar aquela ilha sagrada, e assim eles esperaram.

    Finalmente, Beren e Lúthien faleceram, e a Silmaril foi levada a Dior, o herdeiro de Thingol, em Doriath. Agora os filhos de Fëanor enviavam reivindicações a Dior para o retorno da jóia, mas Dior as desconsiderou. Assim os irmãos formaram um exército e atacaram os salões de Menegroth, e lá Celegorm foi morto por Dior, entretanto Dior também pereceu, assim como Curufin e Caranthir.
     

Compartilhar