1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)
  1. Northern Lad

    Northern Lad Usuário

    Eu não entendi uma coisa sobre esta personagem...
    Eu só lí o Senhor dos Anéis, não sei se ela aparecesse em Silma ou CI, mas de qualquer forma...
    Pelo pouco que eu li era ela a esposa de Elrond, e, viajando para Lórien, é capturada por orcs das Montanhas Sombrias, evenenada e torturada.
    Depois Elladan e Elrohir a resgatam e Elrond a cura.

    Até aí tudo bem...
    Mas daí ela resolve deixar a Terra-média!
    Eu achei essa atitude meia estranha... Tipo, ela deve ter passado momentos ruins com os orcs e tal, mas isso era motivo para ela deixar sua família na Terra-média a atravessar o Grande Mar?
    Na minha opinião, se ela fosse uma pessoa de caráter forte ela teria ficado e superado tudo.
    Os apêndices dizem mais ou menos assim: "E ela perdeu toda a sua vontade de continuar vivendo na Terra-média e partiu para as Terras Imortais"

    Se eu falei alguma besteira que alguém me corrija...
    Essas minhas conclusões foram feitas a partir do pouco que conheço...

    O que vcs acham?
     
  2. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    SPOILER do fim do SdA:

    Frodo não deixou a Terra-Média para se curar dos seus ferimentos. já que na TM eles não teriam cura definitiva?
    Agora imagine uma elfa. Os elfos morrem de ferimentos físicos e de tristeza (como morreu Lúthien...). Imagino que Celebrían tenha sofrido a ponto de se desapegar da Terra-Média e não ter mais vontade de continuar vivendo nela.
     
  3. Northern Lad

    Northern Lad Usuário

    Nossa! Elfos morrem de tristeza? Isso é realmente trsite... heheh
    Poxa... Mas tipo, será que ela sofreu tanto assim a ponto de deixar a TM? Se ela amasse o Elrond acho que ela deveria ficar... Acho que ela ficaria amis feliz com aquele que amava em Valfenda do que ir pra Aman...

    Acho que ela poderia ter se recuperado (ou seja, curado a sua angústia) com sua família na TM mesmo...
     
  4. Pearl

    Pearl Usuário

    É o que eu entendi também, Celebrian foi curada fisicamente, não totalmente curada psicologicamente ou espiritualmente falando. E perdeu vontade de permanecer na TM ou só poderia se curar em Aman.

    :)
     
  5. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Acho que a resposta para essa atitude da Celebrían vem da lógica dos livros, independente de se a gente acha correta (a atittude) ou não.

    É certo que ela perdeu o gosto em viver na Terra Média; o SdA afirma isso. A partir daí, podiam acontecer duas coisas (além de ela ir embora): ou a chateação dela era passageira, ou não era e nesse caso ela poderia "ser forte" e aguentar ficar na TM "junto com a família dela".

    Mas o desgosto da Celebrían não era passageiro. Ela era uma elfa, e os elfos no livro têm sentimentos muito profundos. Eles podiam passar milhares de anos sem se decepcionar assim, mas quando acontecia não era uma coisa que passasse em poucos dias. Era definitivo.

    A segunda alternativa é se ela podia aguentar a TM por causa da família. Aí eu tenho a impressão que ela não podia, e acho que a família dela nem aceitaria isso. Eles saberiam exatamente o que estava acontecendo com ela, e seria muto desagradável para todos essa situação.

    Talvez os elfos estejam mais bem caracterizados no Silmarillion do que no SdA. O caso da Míriel, mãe do Fëanor, é um pouco como o da Celebrían (ou até pior).
     
  6. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Pode-se incluir o caso da Arwen aí no meio, tb....
     
  7. Mithrellas

    Mithrellas Usuário

    Arwen é diferente...ela se arrependeu da escolha. Arwen foi fraca mesmo, burra, uma vergonha....

    Ela não tinha passado por nada de ruim, aí Aragorn deixa a TM e ela resolve partir, fala sério, ela tinha uma familia pra cuidar e tals..

    Arwen é um exemplo de fraqueza
     
  8. Northern Lad

    Northern Lad Usuário

    Ahn?
    O que houve com a Arwen? Não entendi... Ainda não li sobre isso, hehe.
    Ela se arrependeu de que?

    Bem, pelo que o pessoal disse... Então os sentimentos dos elfos devem ser muito profundos mesmo... A ponto de que só indo pra Aman Celebrían se curaria...
     
  9. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Hm se não leu sobre essa parte, então não leia o resto do meu post, hahaha



    Olha, quando Aragorn morreu, ela se sentiu triste, e como elfa que não deixou de ser(apenas mudou seu destino), ela morreu... e que família ela tinha pra cuidar??? Eldarion já tava grandinho, e o que mais tinha lá era gente... eu heim.
     
  10. -=|Nemesis|=-

    -=|Nemesis|=- Usuário

    Depois que ela casou com Aragorn, quando ele deixou a Terra Média, e sua alma foi para além da casa de Mandos, Arwen se sentiu vazia e arrependida de ter um destino casada com um mortal.Então ela foi pra Lothlórien e também abandonou a terra-média, talvez para procurar Aragorn por aí... :roll:. Foi um atitude bem covarde sim.
    Qaunto a Celebrían, vai ver ela sofreu tanto que queria morrer, eu já vi isso acontecer com algumas pessoas.Aí, ela abandonou a Terra-média, talvez para tentar se curar mentalemnte em Aman
     
  11. Pearl

    Pearl Usuário

    Sinceramente, não acho que Arwen se arrependeu de se casar com Aragorn, ela o amava, e se tivesse que fazer a escolha novamente, ela faria.

    Ela simplesmente teve medo, como uma humana qualquer tem medo. Dá pra notar quando ela fala isso: (mais ou menos pq to escrevendo de cabeça)...

    "Só agora entedo a história de seu povo e sua queda, julguei-os como tolos miseráveis, mas agora sinto pena deles. Pois se essa é a dádiva do Um é uma dádiva amarga de se receber."

    :)
     
  12. -=|Nemesis|=-

    -=|Nemesis|=- Usuário

    Ela não se arrependeu de casar com Aragorn.Ela se arrependeu de ter escolhido uma vida mortal, e não continuar com a sua vida élfica.
    Acredito que ela estava dividida entre casar com Aragorn e continuar sendo da raça élfica
     
  13. Mithrellas

    Mithrellas Usuário

    Ela não se arrependeu propriamente de ter casado, e sim da escolha que fez hehehe :lol:

    Ela foi fraca sim...tipo, fala serio...todos superamos as dores das perdas, nao é por que perdemos alguém que nos matamos logo em seguida, Arwen fez isso, ela foi fraca sim....covardona..
     
  14. Pearl

    Pearl Usuário

    Também não acredito que ela tenha se arrependido da escolha, ela amava Aragorn, e se a escolha tivesse sido diferente, o destino de ambos também seria.

    Covarde? Não sei, Arwen só não soube lidar com a perda e com algo diferente de quase toda a vida dela. Ela viveu praticamente toda vida como elfa, e esse tipo de sentimento da perda ela provavelmente não viveria se tivesse escolhido ser elfa.

    Tanto que ela só entendeu o lado humano da Queda de Númenor quando passou a ser humana. Ai sim ela entendeu como é a dor da perda da morte dos atani.

    :)
     
  15. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Concordo com a nobre Dama Branca. Ele só teve a visão triste do destino dos Homens, e viu as coisas de uma forma que alguns teimam em ver... eu acho que é antipatia com o personagem(será por causa do filme?), aí vêem coisas onde elas não estão.
    Arwen morreu como Lúthien morreu, de tristeza.
    E o modo com que isso é narrado no livro é muito bonito.
     
  16. Olwë

    Olwë Usuário

    Covardia por covardia, os Valar foram mais torpes

    Na minha opinião, o que Celebrian fez e o que muitos elfos fizeram (incluindo aí Galadriel, Elrond, Elrohir, Elladan, Legolas, Cirdan...) é uma covardia sim. Deixar a Terra-média por vontade própria, abandonando este mundo para viver aos pés de Manwë demonstrava uma grande falta de esperança, e falta de vontade de lutar pra melhorar as coisas. mas quem começou essa debandada em massa não foram os elfos. Foram os próprios poderes da Terra, os Valar. Quando Melkor quebrou as lamparinas e destruiu boa parte do que os Valar tinham se esmerado por fazer, eles abandonaram a Terra-média e criaram Aman, se refugiando lá. Apenas Aman ficou do jeito como as coisas tinham sido planejadas para ser na Terra-Média (ou talvez até um pouco melhor), por isso era um lugar tão abençoado, com virtudes tais que poderiam apagar qualquer tristeza do coração de quem pra lá fosse... Mas e a Terra-Média, abandonada, deixada nas garras de Melkor por tanto tempo, depois atormentada por Sauron (que só permaneceu lá depois da queda de Númenor porque os Valar não o caçaram)... Os Valar a abandonaram. Os elfos a abandonaram. Celebrian a abandonou... Já Arwen, no meu modo de ver, foi muito corajosa ao aceitar o destino dos homens. Mas sofreu (o que mais podia fazer?), quando se deu conta da real dimensão do "dom" dado por Ilúvatar a seus filhos mais novos: a morte.
     
  17. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Os elfos saírem da TM é bem mais complicado do que simplesmente "covardia". Eles sofriam com a passagem do tempo, tanto psicologicamente quanto fisicamente. Na TM, eles viam as coisas que amavam morrendo, e seus próprios corpos também sofriam com isso. A intenção dos Anéis era justamente aliviar a passagem do tempo.
    Amam era o único lugar em que poderiam viver sem sofrer, pois Melkor não havia disseminado seu poder por lá.

    E os Valar estavam muito preocupados com os homens quando Melkor foi para a TM. Eles tinham planos detê-lo, mas o pequeno "incidente" provocado por Morgoth com os Noldor mudou as coisas.
     
  18. Olwë

    Olwë Usuário

    Ainda sobre os Valar

    Quando Ar-Pharazôn reivindicou Aman, Manwë invocou Ilúvatar e os Valar renunciaram sua autoridade sobre Arda...
    Desistir de Arda não seria desisitir dos homens, desistir de lutar para construir alguma coisa e dar lugar para Melkor, através de Sauron e este através dos homens, dominar a TM? Isso, não seria prova de que ao progressivamente se afastarem dos assuntos dos mortais, os Valar (à exceção, talvez, de Ulmo) estariam sendo covardes? Com Melkor e Sauron fora do caminho, o que justificaria esse desinteresse? É bem provável que não seja covardia a melhor palavra para definir o que eles expressaram ao se afastar, se omitir, e, por fim, renunciar ao poder sobre Arda. Mas certamente não me parece que desesperança seja uma qualificação tão injusta... Talvez os homens, por serem os únicos sem opção de viver mansamente para sempre em Aman, fossem os únicos capazes de viver na TM, apesar de serem, mesmo na plenitude do corpo e da alma, mais fracos que os elfos mais enfraquecidos... Os Atani não ouviam a melodia de Melkor (nem a conduzida por Manwë, sob as ordens de Ilúvatar), e por isso podiam conviver com um mundo feio e imperfeito. ... Eu gosto de chamar isso de coragem...
     
  19. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    naum acho que arwen foi covarde.

    ela escolheu uma vida mortal, por amor, e foi dito que ela só iria quando perdesse tudo pelo qual ela tomou essa decisão, ou seja, aragorn. ela foi sim corajosa de aceitar essa perda e também ir embora da terra-média.

    no final, porém, ela finalmente compreendeu os homens de modo que nenhum elfo havia compreendido antes. afinal, para os elfos, naum havia morte, e mesmo que alguém fosse assassinado, voltava na casa de mandos. mas qdo arwen enrentou a morte, viu o verdadeiro valor dos homens, que os elfos tinham a mania de considerar inferiores. percebeu, talvez, que a dádiva dada aos homens era melhor que a dos elfos. os elfos vivem para sempre em um mundo estático, mas a vida dos homens é cheia de mudanças e no final todos voltam para eru.
     
  20. Fox

    Fox Visitante

    Re: Ainda sobre os Valar

    Ao ver Aman, uma parte do mundo como ele deveria ser, mudou pra sempre os eldar que pra lá foram.

    Covardia é ter medo de algo e não fazer absolutamente nada além de fugir sem nem ao menos tentar algo de significativo pra solucionar o problema.

    Não foi isso que ocorreu aos elfos e isso foi bem explicado nas obras.

    Como o Sr. Cara Pálida bem disse, de forma complexa, a Terra-Média consumia os elfos, lenta e dolorosamente, pelo fato do tempo passar "mais rápido" lá, com toda a sua natureza efêmera e em constante decadência, ao contrário do mundo que foi destinado a eles, originalmente.

    Eles estavam se entristecendo mais e mais ao longo do tempo que viviam na Terra-Média. E sabiam que eventualmente sua estada lá acabaria, a unica coisa que os dava motivo pra alívio.

    Então, não há como concordar que a atitude deles foi covarde.

    E quanto a Arwen, tambem não acho. Ela foi sim, inocente ao escolher o destino dos homens, sabendo tão pouco sobre isso tudo. Mas covarde não.

    Novamente, clamo por meus argumentos logo acima, pra elucidar os motivos da minha opinião sobre ela.
     

Compartilhar