1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Castelo de Cartas - Off [D&D3.5]

Tópico em 'Play by Forum' iniciado por Elda King, 3 Mar 2009.

  1. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Bom, finalmente postei
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ... coforme eu disse, não vamos precisar muito das fichas agora então não tem muita importância a falta da ficha do Garudius e do Pitu (que inclusive vai entrar só daqui a pouco, ainda não sei como).

    Quanto ao tesouro, não tenho nem idéia se isso se adequa ao tesouro de personagem para vocês... e não ligo a miníma. De qualquer forma vocês não
    vão encontrar lojas de itens mágicos por aí; se quiserem comprar algo mágico, terão um bom trabalho procurando um mercador que por acaso tenha algo mágico de verdade (não necessariamente o que vocês querem) e ele irá cobrar uma fortuna indizível. Para vender, achar um comprador pode ser um grande problema, e vocês podem ficar desapontados com o preço... o único comprador de itens mágicos com o qual se pode contar é o Conde Secriff de Osten, e mesmo ele pode ser... trabalhoso. Não deu para colocar de uma vez todos os itens que vocês pediram, mas acredito que já fui pródigo o bastante... E ainda há chances de achar diversos itens legais.
     
  2. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Elda, edite minha ficha lá, no final ficou familiar aranha pequena e nos concordamos que eu não tinha familiar ainda, e outra, tira toque de fadiga e põe escudo arcano, já que eu ainda não tenho familiar, e já me decidi, no nivel 5 pegarei um menphit de alguma coisa como familiar mesmo, vo evoluir como mago.
     
  3. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Lyvio, já editei a magia. Quanto às 4, são as que você ganha gratuitamente a cada nível de mago(e que você já adicionou na ficha); elas não aparecem do nada, e você não teve tempo para pesquisar novas magias sozinho, então você tem que descobri-las em algum lugar. Por falar nisso, há a restrição de necromancias; aterrorizar tem que sair.
    Quanto ao familiar, mephits não existem no mundo. São o tipo de criatura ridícula e sem graça que eu não usaria para povoar os meus planos... criaturas elementais em geral são completamente sem consciência (representando a brutalidade primitiva dos elementos) ou seres vagamente cruéis e poderosos como os Efreet ou os arcontes do D&D4e (são soldados elementais). Mas podemos usar a ficha do mephit para outro tipo de criatura, tente inventar algo que você ache condizente tanto com a ficha quanto com o Almenaren (Caos Elemental) do Reino Médio.
    Você desistiu de ser um gish? É uma opção interessante, e mesmo com a restrição de transmutações fraco é que não seria. Mas mago puro também não é ruim em nenhum dos dois aspectos...

    Al Dimeneira, você deve estar se esquecendo dos dois elfos quando pegou 1/4 das pedras preciosas... Eles não estão muito interessados no tesouro (em parte pelo fato de serem NPCs agora), mas não sumiram. Ainda não. Eles devem pegar cada um uma cota de malha, uma ou outra arma mundana, e algumas pedras preciosas - digamos, 1/10 cada um; eles não são muito ambiciosos.

    Pelos resultados do Lyvio, ele percebe que um dos broches é mágico, e concede ao usuário proteção contra magias (RM 16). Ele percebe ainda que a prataria não deve valer mais que 50PO, mas as pedras preciosas facilmente superam 850PO.
     
  4. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Elda, Põe invocar enxame no lugar de Aterrorizar.

    Elda, tem algum tipo de fada equiparada ao menphit que possa servir como familiar, ou algum outro homanóide semelhante aos Menphits?

    Assim, já que só terei o Familiar no nivel 5, então poderia ter um Pixe? como familiar? o pixe é nivel 5, sem a dança claro. e aí? Ou um grig ou uma nixe tanto faz. Já que pode tre um centauro ou um meio-bode que esqueci o nome.
     
    Última edição: 4 Mar 2009
  5. Al Dimeneira

    Al Dimeneira Dungeon Master

    Elda, se alguem se sentir prejudicado com a divisão da Silvara pode reclamar direto com ela, mas ela pegou 1/4 das pedras.
     
  6. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Al Dimeneira, está certo, depois que todo mundo postar os elfos também terão sua vez. Eu achei que tivesse sido um lapso, mas se o personagem fez isso conscientemente então está ok.

    Lyvio, o mephit é um ser elemental, então não existe uma fada semelhante a um mephit. O "meio bode" deve ser o bariaur, mas eu acho que um centauro ou bariaur seria bem inadequado para o grupo... teria alguns problemas óbvios, como andar por aí ao lado de uma criatura do seu tamanho ou maior e obviamente "monstruosa".
    No entanto, eu gosto bastante da idéia de um familiar fada. Um pixie (sem a dança irresistível) é uma opção bem razoável, mas ainda precisaria de alguns ajustes simples. Ou então você pode inventar (ou retirar de uma lenda) um conceito legal para fada e eu crio uma ficha para ela...
    Acho que a variante em questão é esta, para encantadores:
    Traduzindo: ao invés de ganhar um familiar, você ganha no nível 6 os benefícios do talento Liderança (mas com uma penalidade de -2 no seu valor de liderança e sem atrair seguidores, apenas um parceiro). Se quiser pegar o talento, você perde as limitações e ainda ganha +1 de bônus.
    Como um personagem de nível 6, você só poderia ter um seguidor de nível até 4 (e pela penalidade estaria ainda limitado ao nível 2, mas a variante diz que o seguidor começa no nível 4 de qualquer forma). Um valor de carisma alto neste caso poderia ser útil - você soma o modificador ao seu nível. Mas caso você consiga até lá uma reputação de generosidade e bondade, pode ganhar um bônus de +1. O Pixie é de nível de desafio (que equivale mais ou menos ao nível) 4; ele evoluiria em níveis de classe normalmente após isso.
    Obviamente, esta variante representa que o encantador seria capaz de basicamente enfeitiçar alguém para ser seu servidor - não necessariamente mantendo-o como um escravo, mas influenciando-o de alguma forma.
     
  7. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Elda, nesse casso um cohot Pixe, com meu carisma 0, seria complicado em? ou não? e essa de nivel de classe como assim?, o pixe poderia evoluir como feiticeiro por exemplo? sendo cohot?

    mas, no caso de lendas e tals, eu gosto muito de umas fadas Miudas e tals, tem um jogo chamafdo Warlord III, é meio bonzinho, mas, tem umas fadas pequenas que são chatas, quando atacam em grupo, e como eu já quero um familiar no proximo nivel, ou seja, no máximos chegaremos a 5 acho, se puder empregar um pixe quando estivermos no próximo nivel, eu evoluiria liderança e pegaria ele. No caso, no nivel 5, não 6, já na proxima aventura.

    Quanto as fadas miúdas, cerca de 30 cm e tals com habilidades mágicas que favorececem o grupo, habilidade de cura, se vc puder já fazer ela pra essa aventura eu vou querer, vou preparar uma ficha de uma fada dessas com base nos atributos das fadas do livro dos monstros e colocarei algumas habilidades semelhantes a magia como os pixes e as nixes. ai vc analisa.
     
    Última edição: 5 Mar 2009
  8. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Elda é +/- assim que quero a fada:

    Nem sei como Ver o ND dela, mas se tiver alto d+, vc dá um jeito de diminuir e tals para eu usa-la agora já nessa aventura e tals.

    Fada Miúda 1 DV

    For: 4(-3)
    Des: 20(+5)
    Con: 12(+1)
    Int: 16(+3)
    Sab: 14(+2)
    Car: 18(+4)

    1 DV= 3(PV)+1=4(ficará metade quando virar familiar)

    CA: 10 +2(tam)+5(dest)+1(nat)=18

    Iniciativa +6

    Fort: 0+1+0=+1
    Refl: 2+5+0=+7
    Vont: 2+2+0=+4

    Perícias:

    Blefar:
    Sentir Motivação:
    Intimidar:
    Cura:
    Observar:
    Ouvir:
    Esconder-se:
    Concentração:
    Usar Instrumento Mágico:

    Talentos: Esquiva e Foco em arma(raio).

    BBA: Distância 1d20+6, raio 1d20+7

    Deslocamento: 6 m solo e Vôo 18 m(bom).

    Habilidades especiais:
    Vôo, Toque enferrujante a distância 9m , Raio Paralisante (ilimitado) 1d6 alcance 9m (toque a distância Resistência CD 10+Mod.Car contra Paralisia), [+/- feito a rajada do warlock, pra eu não ter que usar arma.]

    Habilidades similar a magia

    Ilimitada: Orientação, Brilho, Som fantasma, Globo de Luz e Resistência

    1/dia: Constrição, Pele de árvore, Ataque certeiro, Aumentar/diminuir Humanóide e Torcer madeira.

    Qualidades especiais
    Resitência a magia 10+NCL, Visão na penumbra, Curar ferimentos moderados 3 vezes por dia.


     
    Última edição: 6 Mar 2009
  9. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Lyvio, Liderança precisa de nível 5... mas você só poderia pegar o talento no nível 6. Por isso, essa variante só ganha os benefícios neste nível, não no nível 5; no entanto, como vocês já possuem um excedente para o nível 4, não é impossível que vocês aumentem mais de dois níveis. Ainda por cima porque desta vez teremos desafios difíceis de verdade.
    No entanto, esta variante substitui o familiar (a menos que seja outra que foi sugerida, a que eu achei foi só essa). Ou seja, o seu parceiro não teria nada do que um familiar normalmente teria, embora seja muuuuito mais forte do que um familiar normal, e ao invés de evoluir segundo aquela tabela evolui normalmente como se fosse um personagem - ele ganha XP baseado na sua, e aumenta de nível normalmente. No entanto, ao contrário de um familiar, ele não é um animalzinho que te obedece, mas um NPC que serve você lealmente mas tem uma mentalidade própria, personalidade, etc.
    O valor de carisma neste caso só é um problema por uma razão: esta variante te dá uma penalidade de -2 no valor de liderança, que é seu nível+mod de carisma. O parceiro nunca pode ficar menos de dois níveis atrás de você, mesmo que você tenha um valor de liderança mais alto, mas em qualquer outro caso ele fica dois níveis abaixo do seu valor de liderança. Ou seja, você teria um valor de liderança de 4, o que permitiria que seu parceiro fosse apenas de nível 2; a variante especificamente diz que ele começa no nível 4, mas depois disso para ele evoluir um nível (até o 5) você teria que estar já no nível 9. Se você pegasse liderança, essa penalidade desapareceria (ou você poderia aumentar seu valor de liderança, por exemplo caso tivesse um mod de carisma mais alto, ganhasse fama em algo que pudesse ajudá-lo, etc), você ganharia +1 de bônus no seu valor de liderança e você ainda poderia reunir seguidores - algo como um pequeno grupo de homens a seu serviço, embora eles sejam fracos demais para combates do seu nível (seria como começar a juntar um exército).

    Quanto à fada, eu me referia a criar um conceito interessante. Se é apenas outra fadinha pequena, sem grandes distinções, não vejo porque criar uma especialmente para isso a não ser para mudá-la de um ser furtivo para um ser combativo. Quando eu sugeri que criasse uma fada, eu pensei que talvez você quisesse um parceiro único, com habilidades diferentes; por exemplo, um duende que pode criar a ilusão de moedas de ouro ou uma fada com aspectos animais mais pronunciados, mas que é afetado por alguma estranha compulsão.
     
  10. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Troque em miúdes elda, vc quis dizer que até um parceir fica dificil de obter por falta de carisma? e é melhor eu ficar só com o arcanus mesmo sem familiar nem parceiro nem nada?

    Bem, quanto a fada... Eu não sei criar essas coisas, fiz essa fada aí e já achei impressionante perdi umas horas..., já que eu não tenho habilidades pra criar monstros e nem sei a possibilidade de liberdade que se pode utilizar nessa criação, mas realmente foi uma criação meramente comum...eu não imaginava que poderia criar habilidades assim como você sugeriu, não lembro de ter visto no livro dos monstros. E nem sei quala fução de um Duende que faz a ilusão de um pote de ouro, isso faria o que? distrairia os inimigos? se for pra ter um parceiro assim é melhor um familiar, que faz magias de toque por nós..., pelo menos isso.

    Bem, como seria essa fada com aspectos animais atingido por uma compulsão? lol, bem viajada...

    Eu sou um "bebê" em RPG, nunca que imaginaria em fazer isso e nem sei como fazer... como diria o TUor, "Ta aí a verdade."

    No más, essa fada como você falou virou + combativa, nesse caso ela seria o que? familiar ou parceiro? E outra, posso jogar essa ficha no lixo...devastasse com ela kkkkkkkkkkkkkk. fiquei até constrangido depois dessa [+ sem criatividade]...lol.

    Mas enfim, mesmo assim, essa fada poderia servir como familiar? e se fosse um personagem do mestre teria ND quanto?
     
    Última edição: 5 Mar 2009
  11. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Lyvio, não foi isso o que eu quis dizer. O parceiro é uma opção muito boa, independente do seu valor de carisma, e esse é na verdade o primeiro caso em que o modificador de carisma conta para alguma coisa. Se você tivesse um modificador de carisma mais alto, poderia evoluir mais rapidamente o parceiro, mas ele será bom de qualquer forma. Muito melhor que um familiar! Você estaria ganhando, de graça, um talento que é até mesmo proibido por diversos mestres (na verdade, um pouco pior, para equilibrar).

    Quanto à fada, a idéia era justamente criar algo novo. Sua fada ficou bem interessante, mas a questão é que ela para mim é apenas um pixie diferente: fada voadora pequena. E eu achei que, comparado a um pixie, acabaria menos útil, mas se você preferir mesmo podemos até trabalhar em cima, mas não sei se vale a pena. O duende do pote de ouro foi apenas um exemplo simples que eu pensei de criatura com habilidade icônica e diferente - como você disse, não tem em nenhum lugar (acho). Quando eu falei dessa fada com aspectos animais, estava pensando em uma das criaturas de Changeling: O Sonhar, é um pouco difícil de dizer. Esse jogo tem uma análise interessante das fadas (embora eu não goste muito do jogo em si), onde cada tipo de fada tem uma fraqueza típica mas habilidades únicas. Se você olhar um pouco as lendas sobre fadas, verá que tem muita coisa legal - fadas pequenas com asinhas de borboleta são a excessão, não a regra. O D&D4E também traz várias fadas interessantes, para um exemplo mais direto.
     
  12. Lyvio

    Lyvio Usuário

    A intenção foi que ela fossse menos util que um pixe mesmo para poder encaixa-la nessa aventura já, em vez de ND 4, seria um ND 2 ou 3, e eu sou doido mesmo kkkk, arriscaria trabalhar nela sim, como você sugeriu, aí durante o jogo agente vê se ela pode ser útil como familiar ou não.

    Portanto, podemos modificar as habilidades dela, e eu li umas lendas de fadas e é tudo iggual, ou iludem ou encatam ou se transformam, se vc permitir elda agente pode encaixar ela ja como meu familiar nessa aventura ainda tendo em vista ela ser menos útil que um pixe, e deve estar no máximo ND 3, claro com as modificações trabalhadas por nós acerca dela.Se quiser já ir sugerindo algumas hoje, eu já posso ir mudando. E eu acho que ela vai ser mais útil que agente imagina. comparada a um familiar comum.

    Mudarei algumas similares a magia, pode ver lá.
     
    Última edição: 6 Mar 2009
  13. Dáin-Pé-de-Ferro

    Dáin-Pé-de-Ferro Citando posts esquecidos

    Lyvio, porque não dá a ela algo como uma Visão Arcana ou um Toque da Ferrugem à distância (esta última é uma magia que todos os guerreiros abominam - bem, quase todos)? Bom, agora vão ser necessários alguns meses para trazer o Savrall de volta... Um baque tão duro logo quando ele está se tornando o pouco mais compreensivo...
     
  14. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Ja fiz isso daín, coloquei toque enferrujante a distância e troqeu crescer espinhos por torcer madeira.
     
  15. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Lyvio, neste nível é simplesmente impossível. A variante é de nível 6, e eu acho que deveria permanecer neste nível; um novo personagem com dois níveis a menos é algo muito mais significativo no nível 3 (quando os recursos do grupo acabam muito facilmente) que no nível 6. Além disso, praticamente todas as habilidades desta fada seriam incompatíveis com o nível - começando com a habilidade de voar, quando ninguém no grupo é capaz disso ainda.

    Isso é algo muito difícil de se dizer, considerando-se que existem lendas de diversas culturas e períodos. Dos Tuatha de Danann célticos aos Knockers ingleses, dos grandiosos Sidhe (lê-se shee) às minúculas sprites, as diferenças são gritantes. As fadas já foram associadas aos elementos, aos fantasmas, ao inferno, aos deuses... (embora nenhuma dessas associações seja boa para um RPG, onde esses papéis já estão cupados).

    Um elemento recorrente em histórias de fadas é a retribuição. Muitas fadas ajudam as pessoas, realizam trabalhos, até salvam outras; no entanto, elas em geral requerem algo em troca - diretamente ou não. Pode ser que as pessoas tenham que colocar comida para elas à noite ou cumprir esta condição, ou elas podem exigir algo em troca. Em contrapartida, as fadas normalmente são vingativas, ou podem exigir que algo seja feito caso contrário elas causarão problemas. Um exemplo pode ser a Dama do Lago, que entrega uma poderosíssima espada ao Rei Arthur quando ele mais precisa, mas posteriormente cobra algo dele - a cabeça de uma donzela inocente que acabou de chegar à sua corte.
    Outro aspecto recorrente, e que também transparece no exemplo acima, é a moralidade distorcida ou amoralidade. As fadas frequentemente não seguem a mesma moral que os mortais, ou mesmo moral alguma. Elas podem se encarregar de punir pessoas por trivialidades - como deixar as cinzas na lareira - ou ofensas mínimas, e fazem-no de forma muito severa. Falhas de caráter (ocasionalmente irrisórias) também são muitas vezes punidas sem piedade - muitas vezes, transformando ou amaldiçoando a pessoa para que aprenda uma lição. Essa amoralidade pode ser vista como crueldade, indiferença ou apenas estranheza.
    As fraquezas das fadas também são importantes. Embora elas em geral possuam grandes e misteriosos poderes, quase toda fada tem uma forma pela qual pode ser derrotada. Muitas delas podem ser derrotadas por ferro frio - querendo dizer não um metal especial como é no D&D, mas o ferro bruto em oposição ao aço ou ferro forjado. Algumas não podem atacar quem usa a camisa ao avesso, e outras não suportam o som dos sinos da igreja (ou outros elementos cristãos); algumas pessoas espalhavam sementes de linhaça ou contas pelo chão, pois acreditavam que os goblins que iam causar confusão eram compelidos a apanhar todas elas primeiro, e logo desistiam. Algumas fadas eram obrigadas a seguir regras incompreensíveis ou sem sentido, outras não podiam suportar certas substâncias (ferro-frio, azevinho, água benta, etc).
    Algumas lendas falam da Corte Seelie e da Corte Unseelie, ou respectivamente as fadas "boas" e "más" (embora não seja uma divisão absoluta). "Banshee" queria dizer "donzela élfica", e era capaz de predizer quando alguém ia morrer - e aparecia chorando e gritando nas janelas como presságio. A "caçada selvagem" (Wild Hunt) passava cavalgando em grandes e perigosas caçadas, e as pessoas eram compelidas a participar da caçada (ou serem caçadas). A magia das fadas, sobretudo as ilusões, são chamadas Glamour - e esta é a origem da concepção moderna do termo. Trolls, ogros, bruxas más (não no sentido de "witch", mas no de "hag", criaturas deformadas e cruéis e não apenas mulheres que faziam magia), goblins, hobgoblins, elfos, dríades, elementais, alguns fantasmas e demônios, gigantes, anões e gnomos são considerados fadas em algumas lendas.



    Quanto ao seu caso específico, para uma fadinha alada eu considero o pixie o melhor exemplo: ele pode se ocultar com seu glamour, pode criar ilusões (das inócuas, como Globos de Luz, às perfeitas como Imagem Permanente), é vulnerável a ferro frio (redução de dano 10/ferro frio), entre outras coisas. Eu apenas mudaria a Invisibilidade Maior para Invisibilidade comum, a Imagem Permanente para Imagem Maior, e daria algumas outras vantagens a ela - como uma habilidade de mudar a aparência, dela e talvez de outros, e alguns pontos de vida a mais (para ela aguentar pelo menos um ataque sem morrer imediatamente).
    Eu estava pensando em realmente fazer uma aventura feérica em sucessão a esta, e incluir o parceiro-fada logo no princípio... mas mesmo caso não seja essa a opção escolhida, é possível incluí-lo.
     
  16. Lyvio

    Lyvio Usuário

    No caso essa fada que criei só pode ser escolhida no nivel 6? no caso se eu quizesse? então ela só apareceria no inal da poxma aventura, no caso das fadas mesmo?, então vejamos, talvez eu espere um pixe mesmo já que só falta um nível, ou seja após essa aventura eu teria um pixe como familiar, e essa vantagem de mais Pv's não seria util, tendo em vista ser de regra a metade dos pvs do mestre, logo, acho que o pixe normal no nivel 4, sem essas modifiações que vc fazer seria melhor, tendo em vista, a vantagem de mais pvs não ser boa, devido a regra do familiar.
     
  17. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Lyvio, o parceiro não segue nenhuma regra de familiar. Nem a dos pvs, nem aqueles talentos, nada. Você não vai ter um familiar, vai ter um parceiro; ele pode parecer um familiar, cumprir o mesmo papel, até podemos chamar ele de familiar, mas pelas regras ele é apenas um parceiro do talento liderança.
    Tem certeza de que não quer os PVs? Acho que um parceiro com 2PVs, mesmo ficando invisível o tempo todo, é um pouco frágil... Se for o caso, podemos arranjar outra coisa no lugar. Mas eu acho que as alterações são necessárias.

    Só avisando: minhas aulas voltaram, vou começar a trabalhar, então minha frequência de postagem deve cair, em todos os PBF. Por enquanto ainda deve ficar tranquilo, mas no final do semestre a mudança deve ser drástica...
     
  18. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Aha tah...tendi agora, belez +pvs são sempre bem vindos hehehe, no caso eu poderei ter ele só no nivel 6, nesse caso daqui a 4 loooongos anos, quando acabarmos essa aventura e a outra das fadas que vc pretende introduzir...isso vai demorar em?

    e outra, eu acho sinceramente, que essa fada que criei seria de muito mais utilidade para o grupo que um pixe, basta fazermos uns ajustes nela.
     
    Última edição: 8 Mar 2009
  19. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Na verdade, seria quando vocês terminassem essa aventura. Mesmo que você não chegue no nível 6, já estaria perto o bastante, e na aventura feérica seria muito fácil introduzir uma fada desse tipo logo de cara. Até ajudaria em alguns aspectos.

    Quanto a essa fada que você postou, realmente, ela pode usar Curar Ferimentos Moderados 3/dia! Se você pegasse um clérigo parceiro de 4º nível, ele teria isso, mas não voaria, não teria habilidades à vontade, não usaria magias de mago... Agora, se um lutador vários níveis abixo do grupo ainda poderia ser útil, um combatente com apenas um DV total por mais habilidades que tenha ainda será mais um incômodo que um auxílio. Primeira rodada do combate: ele age, faz algo muito bom, o inimigo mira nele e ele morre. Ou o inimigo usa uma magia em área e ele está fora do jogo (fortitude +1? No nível 6? Até o Arcanus terá mais que isso.)

    Alguém sabe do Garudius? E ninguém mais vai postar nada sobre essa situação?
     
  20. Garudius

    Garudius Nível 4

    Desculpe, Eldar... estou tendo um pouco de dificuldade para postar como costumava fazer e por razão de está estudando muito, tive que afastar um tempo da net. Mas estou de volta para continuar a aventura, porém acho que não acharei tempo para conseguir terminar aquela ficha do Rocko que queria fazer, então achei melhor, para não atrazar, jogar como Guerreiro mesmo e seguir a aventura com essa classe mesmo. então a ficha já havia sido feita e por isso vou postá-la aqui para você atualizar:

    Nome: Rocko Tekien
    Classe/Raça: Guerreiro/Humano
    Altura: 1,98
    Peso: 100 Kilos
    Idade: 22 Anos
    Aparência: Cabelos negros
    Tendência: Leal e Neutro
    Nível: 3

    Atributos - (Bônus):
    Força - 16 (+3)
    Destreza - 14 (+2)
    Constituição - 16 (+3)
    Inteligência - 12 (+1)
    Carisma - 8 (-1)
    Sabedoria - 10 (+0)

    Pv's: 36
    CA: 14
    Inic.: +6

    Perícias - Total (Habilidade/Graduação/Misc.):
    Escalar +9 (+3/+6/+0)
    Natação +9 (+3/+6/+0)
    Intimidação +5 (+0/+5/+0)
    Cavalgar +8 (+2/+6/+0)

    Testes de Resistência - Total (Base/Hab./Misc.):
    Fortitude: +6 (+3/+3/+0)
    Reflexos: +3 (+1/+2/+0)
    Vontade: +1 (+1/+0/+0)

    Ataque:
    C/c: +7, dano 2d6+3 (Espada Larga)

    Talentos: Iniciativa Aprimorada, Foco em Arma (Espada Larga), Ataque Poderoso, Tolerância, Duro de matar

    Equipamento/Itens: Espada Larga, Armadura de Couro

    Dinheiro: 50 peças de prata

    Línguas conhecidas: comum, Élfico

    Deslocamento: 9m/ação

    Habilidades raciais: bônus nas perícias e a versatilidade humano.

    Desculpe a ausência.
     

Compartilhar