1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Casais de aves do mesmo sexo podem ter relação estável, aponta estudo

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 15 Ago 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Resultado indica que relacionamentos entre animais vão além da necessidade de reprodução.

    Uma nova pesquisa aponta que pares de aves do mesmo sexo têm relacionamentos tão estáveis e duradouros como os casais de pássaros do sexo oposto.

    Os cientistas da Universidade da Califórnia Berkeley e da Universidade Saint-Etienne, na França, analisaram o comportamento de mandarins (Taeniopygia guttata), aves canoras que cantam para seus parceiros, em um hábito apontado como algo que fortalece o relacionamento do casal.

    Segundo os pesquisadores, pares formados por aves do mesmo sexo cantam e cuidam um dos outro da mesma forma que os casais formados por aves do sexo oposto. A pesquisadora americana Julie Elie, que liderou o estudo, afirma que os resultados mostram que
    Elie e os outros pesquisadores da equipe se interessaram pelo comportamento dos mandarins, pássaros que estabelecem relacionamentos que duram a vida toda e são muito sociais. Os machos cantam para os parceiros, e os pássaros alisam as penas uns dos outros, além de dividir um ninho.
    disse Elie.

    afirmou. O estudo foi publicado na revista especializada "Behavioural Ecology and Sociobiology".

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Exemplares de mandarins machos. Pesquisa aponta que casais de aves do mesmo sexo podem ter relação estável e duradoura da mesma forma que casais do sexo oposto (Foto: Julie Elie/BBC)

    Observação

    Julie Elie e seus colegas de pesquisa, Clementine Vignal e Nicolas Mathevon, da Universidade de Saint-Etienne, criaram jovens mandarins em grupos do mesmo sexo. Mais da metade dos pássaros formaram pares com outra ave.


    A equipe então monitorou os pássaros para captar sinais de que os pares estavam totalmente ligados. Segundo Elie, pares de aves que formaram casais ficavam lado a lado e faziam ninhos juntos. Eles também se cumprimentavam tocando os bicos.


    No estágio seguinte da pesquisa, os cientistas introduziram fêmeas nos grupos de pares de machos. De oito machos que já tinham formado casais do mesmo sexo, cinco ignoraram completamente as fêmeas e continuaram interagindo com o parceiro macho.


    Segundo os pesquisadores, as descobertas indicam que, mesmo entre aves, o impulso para encontrar um parceiro é bem mais complicado do que simplesmente a necessidade de reprodução.


    diz a cientista.


    Outros exemplos

    Além dos mandarins, existem outros exemplos de casais do mesmo sexo entre aves. Entre gaivotas e albatrozes monogâmicos, este tipo de relacionamento dá às fêmeas a chance de criar filhotes sem um parceiro macho.


    afirma a pesquisadora Julie Elie. Em cativeiro, ocorreram pelo menos dois casos de pinguins machos formando relacionamentos longos entre si quando existiam fêmeas disponíveis.


    Talvez o caso mais famoso seja o de dois pinguins machos, Roy e Silo, do zoológico do Central Park, de Nova York. Eles formaram um casal e não deram atenção para nenhuma fêmea durante pelo menos um ano. Eles até construíram um ninho juntos e chocaram um ovo doado a eles por um dos tratadores.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    ¬¬


    Conta pra chata da tia Indily o por que vc faz isso? MINCONTA MORFS?
     
  3. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Normalmente não leio todos os tópicos do Morfindel. Mas esse, especificamente, eu achei interessante. A presença do homossexualismo no reino animal já tinha sido estudada, mas nunca tinha lido nada em relação a aves, apenas a mamíferos. E na minha visão, mostra cada vez mais que o homossexualismo é algo corriqueiro, quase que normal. Não na nossa sociedade, civilização, em mesmo na nossa espécie, e sim em todo o reino animal ele ocorre.

    Mas só seres humanos são preconceituosos em relação a isso. :lol:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Por achar interessante tudo que envolve biologia. Chata não.
     
  5. Gin

    Gin Usuário

    Eu já li algo do tipo a muito tempo atrás numa edição da SuperInteressante. Esse tipo de estudo pode ser usado como base em tantos outros estudos sobre a homossexualidade... :think:
     
  6. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Não entendo como um estudo desse pode ser útil com relação aos homossexuais, por acaso já não existem casais gays constituindo família e adotando crianças e, enfim, vivendo normalmente?
    Será que é preciso buscar exemplos entre animais irracionais para tentar provar alguma coisa?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  7. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Pois é, a
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    é grande, também inclui répteis, peixes e até insetos.

    Esse tipo de estudo pode ser interessante para entender os fundamentos evolucionários e psicológicos desse tipo de atração, entedimento que pode, com correções ou não, posteriormente ser aplicado até aos humanos, nos permitindo entender essa importante faceta de seu comportamento.

    Mas mesmo se não ajudar em nada o entendimento dos humanos o estudo já será válido como simplesmente um estudo do comportamento dos próprios animais.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  8. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Concordo com o Haran. O estudo ajuda a derrubar preconceitos sociais E científicos, como a história do 'não-natural' que hoje me parece insustentável. Aliás, acho que isso nunca foi científico.

    Mas é aquilo: não tem muito sentido esse argumento, porém, também não tem muito sentido dizer que a homossexualidade humana é mais moralmente aceitável por causa da homossexualidade animal. Homens são racionais, portanto, escolhem seus parceiros racionalmente (assim como emocionalmente) e temos as implicações morais que não existem no reino animal.
     
  9. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Como assim "entender" esse tipo de atração?
    Desculpa mas continuo achando desnecessário, é como se precisassem encontrar uma justificativa para tal comportamento :roll:
    Eu não apoio práticas homossexuais, mas defendo que cada um pode fazer o que quiser, sem necessidade de provar nada pra ninguém além de si mesmo...
     
  10. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Eu considero essa comparação (homossexualidade animal com humana) ridicula, seria o mesmo dizer que incesto não pode ser visto como imoral porque cães "comem" qualquer um da familia... ¬¬
    Esse tipo de moralidade sempre será subjetiva, e o problema não está na prática em si mas na aceitação das pessoas que praticam.
     
  11. Gin

    Gin Usuário

    Eu já acho que o estudo não perde sua utilidade por estar considerando outro tipo de ser vivo. Os mecanismos que levam à homossexualidade não são comprovados cientificamente e, portanto uma conclusão pode surgir mais facilmente se o comportamento é visto de diferentes formas. É como se fossem várias variáveis com a necessidade de várias equações para solucionar o problema.

    Tudo bem, a presença da homossexualidade em aves não explica ou é motivo que justifique a naturalidade do comportamento em seres humanos, só quis dizer que o estudo pode revelar detalhes que servirão de base para entender sistemas mais complexos.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  12. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    O que é comprovado cientificamente é que não existe nada que pré determine algum comportamento, as pessoas podem nascer com tendência a alguma coisa, mas são formadas pelas influências do meio externo, o ambiente tem mais participação do que os genes.
    Por acaso faz sentido estudar o instinto assassino de alguns animais para entender o psicopata? Ou entender daonde vem nossa moral observando como alguns animais atacam ou protegem certos individuos de sua família?
    Eu acho que as pessoas se esquecem que nós somos animais racionais, não há razão em procurar similaridades entre o nosso comportamento e o comportamento dos outros animais, sabendo-se que nosso comportamento é definido mais pela razão do que pelo instinto.
     
  13. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Entre animais pode acontecer de tudo, pois eles não tem uma característica diferencial da nossa espécie em relação as demais são os valores morais já que somos todos seres racionais.
     
  14. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Entender como se entende qualquer comportamento bem instintivo, ué (por exemplo, por que se importamos mais com parentes próximos do que desconhecidos, o que determina que tipo de mulher um homem achará atraente, etc). Há comportamentos que tem seus fundamentos anteriores ao homem ter uma razão bem elaborada, envolvendo moral, filosofia, sentimento de justiça, etc - a razão primitiva do homem era simples coisas que ajudavam em sua sobrevivência, como ferramentas, associarem pegadas com presença recente de animais, etc. Do jeito que você sugere parece que o homem já surge com uma razão e uma moral complexas e a partir daí nascem todos seus comportamentos, nelas estão fundamentados. Mas não é assim, muitos comportamentos surgem antes da razão ser importante, e donde esses comportamentos surgiram (isso é, o porquê de terem surgido, o porquê de uma tendência ter prevalecido em boa parte dos indivíduos da espécie) é uma questão que pode ser esclarecida com a comparação com os animais sim, afinal certas características transcendem o limite de espécies, aparecendo em várias delas.

    Você que complica as coisas querendo levantar questões morais... Para a ciência não há esse tipo de questão, ela observa um comportamento e tenta explicar suas causas a partir de pressupostos simples, o que em biologia é feito pela teoria da evolução e coisas correlatas. Se esse comportamento, que surge naturalmente (tanto nos animais, vide a lista enorme, tanto nos humanos), está de acordo com a moral ou não, se deve ser reprimido ou não, aí é conversa para os moralistas (e que em geral é conversa fiada, quando aplicada a esse tipo de assunto).
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  15. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Existe a razão e o instinto, o homem é um animal racional enquanto os outros são guiados pelo seu instinto. Neste caso das aves elas estão agindo pelo instinto de sobrevivência, o que é natural em um animal, e o que não tem nada a ver com o homossexualismo humano cujas críticas estão relacionadas diretamente com a nossa moral (não nosso instinto).
    "Do jeito que eu sugeri" o comportamento humano é formado pelas experiências com fatores externos, por isso não há um padrão, por isso não se pode afirmar que alguém adotará tal comportamento de nascença. Existem as tendências (não confundir com instinto) comportamentais mas se elas prevalecerão ou não, depende do ambiente onde o individuo se desenvolverá.
    Você cita razão primitiva como se fosse algo diferente de instinto, mas não é. Animais irracionais também pensam, só não tem a razão como guia.
    A explicação do homossexualismo no mundo animal é simples: eles precisam de um parceiro! Sexo existe somente para procriar, ter um parceiro é questão de sobrevivência, o instinto é que manda.
    Achar que o homossexualismo humano tem alguma relação com instinto é querer se iludir, existem diversos fatores que podem levar uma pessoa a se relacionar com alguém do mesmo sexo, agora descobrir o porque da atração sexual é outro assunto, que também não tem nada a ver com o caso dessas aves ou estudos com animais.
     
  16. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Você conhece biologia? Um biólogo jamais diria isso.
    Claro, somos totalmente racionais, se sim, todos seríamos psicopatas, e creio que esse não é o caso, afinal as pessoas preferem o preto por, qual a razão de algumas pessoas preferirem certas cores, como o preto? é evolutivamente determinado? Acho que não, nos não somos racionais in extremis se fossemos seriamos robôs, autômatos.

    Já leu O Gene Egoísta (Richard Dawkins)? Esclarece muitos pontos sobre isso, se fosse simplesmente sobrevivência, teria que ser uma sobrevivência genética, nos descendentes, com uma fêmea, não é só isso.

    Mas o que tem de amoral? Nós definimos a nossa moral, para as religiões abrâmicas isso é antinatural, mas para outros povos não.
    Claro, a culpa é do ambiente, como se 99,999999% dos gays não tivessem sido criados por pais heterossexuais e só aquele filho "vira" gay.
    Então se vão escolher um parceiro porque não uma fêmea?
     
  17. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Ainda acho que tudo tem a ver com instinto. Eu sou homem, possuo razão, logo possuo o direito de escolher racionalmente meus parceiros. E existe a moral. Que me diz que relações homossexuais não são naturais nem anti-naturais, mas imorais. Isso é teológico, creio ser inútil buscar evidências 'científicas' pra 'provar' que a homossexualidade é imoral. Moral não tem a ver como ciência, moral é a lei que guia os homens em sua convivência diária consigo mesmo e com o outro, com a sociedade e a teologia só busca explicar porque a fé considera essa lei algo transcendental.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  18. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Tá, então não se pode em nenhum aspecto atacar logicamente o homem em sua animalidade, afinal ele é "racional". O comportamento sexual dele é totalmente diferente dos animais, afinal ele é racional e os animais não. Quaisquer comparações são totalmente indevidas. :roll:

    E só com o homem acontece isso, de fato. Nenhum animal mais complexo, como macacos e mesmo cães, são formados com "experiências com fatores externos", pelo contrário, um dia desses eu ganhei um filhote de cachorro e previ o tipo de comportamento que ele teria em vida logo de cara.

    Depende da definição de razão e tudo mais, entendo que razão implica em pensamento, do contrário é instinto, e pensamento é exclusivo ao homem. Mas não é preciso discutir isso a fundo para entender meu post, se quiser exclua o "razão primitiva" por "instinto", o sentido do que eu falei permanece, isto é, os fundamentos sexuais do homem não repousam naquilo que é exclusivo ao homem, e sim naquilo que divide com os animais.

    Sexo existe somente para procriar, por isso há a ocorrência de práticas, e até indivíduos, homossexuais na natureza. Afinal o homossexualismo favorece a procriação....

    Que outros fatores explicam o homossexualismo na escala que é observada?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  19. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    E você conhece? Se conhece então disserte seu argumento, ou então
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Exponha seu pensamento que o levou a concluir que razão leva à psicopatia. E a resposta pra segunda questão, influências externas.

    E você já leu o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    do estudo que postou?
    "Because the pair-bond in socially monogamous species represents a partnership that may give advantages for survival"

    Não amoral, mas imoral. Tendo o ponto de vista do objetivismo com relação ao sexo, eu vejo o homossexualismo como algo imoral, mas isso é pessoal, se não é imoral pra você então ótimo!

    A sua visão de "ambiente" não pode ser tão fechada assim, entenda ambiente como toda e qualquer influência externa.

    Primeiro porque não existe pré requisitos sexuais para se escolher um parceiro (o comportamento deles difere do nosso, lembra?) e segundo porque nesse estudo eles separaram os machos para ver a proporção de casais que se formavam.
     
    Última edição: 19 Ago 2011
  20. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Existe o sexo animalesco, buscando meramente o prazer, e existe o sexo como ligação entre duas pessoas, uma realização pessoal, algo que um ser racional busca num relacionamento monogâmico.
    Não é porque o homem é racional que ele não pode agir irracionalmente, ou seja, agir que nem os animais.

    Tenha um pensamento mais racional, é possivel separar animais domésticos e selvagens, é possivel fazer algo semelhante com os humanos?

    Se for isolar o ato sexual, sim, mas existem outros fatores humanos envolvidos em um relacionamento sexual com outra(s) pessoa(s).

    Não sabia dessa...

    Vou diferenciar aqui homossexualismo como sendo a prática e homossexualidade como sendo a atração por pessoas do mesmo sexo, só pra esclarecer mesmo.
    Fatores que levam alguém ao homossexualismo pode ser desde aceitação e curiosidade até por identificação social com o papel existente, ou seja, hoje em dia um garoto afeminado não pode ser um homem afeminado, ele precisa ser gay.
     

Compartilhar