1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)
  1. Administração Valinor

    Administração Valinor Administrador Colaborador

    <div align="justify"><i>Um comentário, aparentemente escrito para a própria satisfação de
    Tolkien e não enviado ou mostrado à qualquer outro, sobre ?Ao término
    da Saga, Vitória?, uma crítica literária de O Retorno do Rei feita por
    W. H. Auden no Book Review do New York Times, em 22 de Janeiro de 1956.
    O texto dado aqui é uma reedição em alguma data mais tarde da versão
    anterior, agora perdida, que foi provavelmente escrito em 1956. Na
    resenha, Auden escreveu: ?A vida, como eu a experimento em minha
    própria pessoa, é principalmente uma sucessão contínua de escolhas
    entre alternativas. Para objetivar esta experiência, a imagem natural é
    aquela de uma jornada com um propósito, atacada por riscos e obstáculos
    perigosos. Mas quando eu observo a humanidade, tal imagem parece falsa.
    Por exemplo, eu posso ver que só os ricos e aqueles de férias podem
    fazer jornadas; a maioria dos homens, a maior parte do tempo, tem que
    trabalhar em um lugar. Eu não posso observá-los fazendo escolhas, só as
    ações a que eles se submetem e, se eu conheço bem alguém, eu
    normalmente posso predizer como ele agirá em uma determinada situação.
    Se, então, eu tentar descrever o que vejo como se fosse uma câmera
    fotográfica impessoal, produziria, não uma Saga, mas um documento
    ?naturalista?. Ambos extremos, é claro, falsificam a vida. Existem
    Sagas medievais que justificam a crítica feita por Erich Auerbach no
    seu livro Mimesis: "O mundo de experiências heróicas é um mundo de
    aventura. As façanhas [dos heróis] são feitos realizados ao acaso que
    não se ajustam politicamente em qualquer padrão proposital" ...
    Sr.Tolkien foi mais bem sucedido que qualquer escritor anterior neste
    gênero usando as propriedades tradicionais da Saga.?</i></div>
    <div align="justify">&nbsp;</div></ br>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

Compartilhar