• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Notícias Carros de Emerson Fittipaldi resistem ao tempo e penhora à espera de museu

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Em um galpão na região central da capital paulista repousa um pedaço fundamental da história do automobilismo. No local, estão reunidos carros, troféus, macacões e outros itens relacionados à carreira dos irmãos Emerson e Wilson Fittipaldi Jr.

O acervo, que atualmente não é aberto à visitação pública, conta com aproximadamente dez veículos, incluindo unidades Copersucar, da escuderia Fittipaldi - até hoje a primeira e única equipe brasileira da Fórmula 1.

A coleção também é composta por dois exemplares da Penske, com os quais Emerson disputou e venceu as 500 milhas de Indianapolis, nos Estados Unidos.

Os carros estão em perfeitas condições e alguns passaram por cuidadoso processo de restauração. O acervo foi reunido e recuperado por iniciativa do empresário e antigomobilista Paulo "Louco" Figueiredo, amigo pessoal da família Fittipaldi.

Figueiredo é dono do imóvel onde estão as raridades e hoje busca patrocínio para transformar o acervo em museu.

Local guarda macacões utilizados em corridas pelos irmãos Emerson e Wilson Fittipaldi Jr.
Imagem: Claudio Larangeira/UOL

"Tive a ideia de montar o acervo quando vi que o que os carros estavam espalhados, cada um em um lugar, com o Emerson morando fora do Brasil e o Wilson, ocupado com a equipe de Fórmula-V", conta Figueiredo.

"Eu resolvi juntar tudo para não se perder. Quando eu vi tudo junto, eu comecei a arrumar, reformar, restaurar algumas coisas. Deixar tudo em ordem. E foi aí que eu vi a oportunidade de montar um espaço para que essa história não se apagasse. E para que as próximas gerações conhecessem essa história, que eu acho demais", diz o empresário, fã declarado dos Fittipaldi.

Paulo "Louco" considera os carros de F-1 os itens principais da coleção. Um deles, em especial, exigiu mais trabalho para voltar à velha forma.

"Eu peguei carro por carro e fui restaurando. Com exceção do Copersucar 003, que estava bem ruim e eu fiz o carro inteiro para que ele voltasse à vida. Fazia 40 e poucos anos que ele não andava", explica.
Carros já foram confiscados



Copersucar amarelo foi um dos carros que chegaram a ser confiscados por conta de dívidas de Emerson
Imagem: Claudio Larangeira/UOL

Boa parte dos itens já foi exposta em um museu dedicado ao legado do clã Fittipaldi, localizado na Avenida Rebouças, na Zona Oeste da cidade de São Paulo. O museu, no entanto, acabou fechando após alguns carros e outros objetos serem apreendidos em 2016, por conta de um processo de penhora de bens, em virtude de ações judiciais movidas contra Emerson por causa de dívidas.

Decisão da Justiça suspendeu a penhora e devolveu os itens no mesmo ano, por entender que pertenciam ao museu, do qual Emerson Fittipaldi era apenas um dos cotistas.

"Infelizmente, a Justiça entendeu que esses carros pertenciam ao Emerson na época dessa apreensão. Mas os carros não pertencem mais à pessoa física Emerson Fittipaldi. Pertencem ao museu, que faz parte da cultura, da história do Brasil", afirma Figueiredo.

"A Justiça entendeu depois que os carros pertenciam ao museu e os devolveu para o museu e não ao Emerson. Eu sou só a pessoa que está cuidando deles", complementa.

Planos para novo museu


Emerson posa ao lado de boneco durante visita ao espaço, em dezembro; ex-piloto não quis dar entrevista
Imagem: Claudio Larangeira/UOL

UOL Carros
teve a chance de ver de perto as preciosidades em dezembro, após o Natal, quando Emerson, Wilson e Christian Fittipaldi, filho de Wilson, visitaram o espaço acompanhados de parentes e amigos. Quem nos levou até o local foi Claudio Larangeira, jornalista e fotógrafo que é amigo pessoal da família e produziu as fotos que você vê nesta reportagem.

Algumas das fotos históricas que compõem o acervo são, inclusive, da autoria de Larangeira.
Durante o encontro, Emerson e Wilson preferiram não dar entrevista.

Quem é fã de automobilismo e conhece a trajetória vitoriosa da família Fittipaldi deve se perguntar: como fazer para conferir pessoalmente o acervo?

Paulo Figueiredo sonha em convertê-lo em museu novamente, mas diz que precisa de parcerias para viabilizar o plano. O empresário destaca que a coleção pode ficar ainda maior.

"Imagine você que recebo várias ligações de amigos querendo doar um autorama Fittipaldi, um carrinho Fittipaldi. Eu não posso fazer isso enquanto não tiver certeza de que vou conseguir manter esse espaço com um museu efetivamente", explica.

"O ideal seria que alguma empresa pudesse custear esse espaço Fittipaldi para ajudar a gente a manter. Assim que a gente conseguir um sustento, vamos dizer assim, eu poderei começar a aceitar doações, pois tenho certeza de que continuará vivo".

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.

https://www.uol.com.br/carros/notic...stem-ao-tempo-e-penhora-a-espera-de-museu.htm
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.870,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo