1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Carlos Heitor Cony

Tópico em 'Autores Estrangeiros' iniciado por Clarice Starling, 8 Fev 2003.

  1. Clarice Starling

    Clarice Starling Usuário

    Alguem já leu algum livro do Cony?
    Bem, eu so lia as colunas dele no folha..
    eis que esse ano, por "indicação escolar"(leia-se obrigação), acabei tendo que ler um livro dele.
    Ta bem, o nome do livro era banal (O Misterio das Aranhas Verdes),
    mas no fim das contas acabou me surpreendendo. Apesar de ser um livro infanto-bobo, foi ate legalzinho.. algo light.
    Agora comecei a ler "Da Arte de Falar Mal" e estou gostando (este nao é infanto-juvenil..)
    De qq forma, alguem ai ja leu Cony?
     
  2. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Eu li "A Casa do Poeta Trágico", achei bem interessante...
    O problema com o Cony, pelo menos nesse livro, é que você nunca sabe ao certo de qual personagem ele está falando. Mais confuso do que ele nesse livro, só o Caio F. Abreu :eek:
     
  3. Clarice Starling

    Clarice Starling Usuário

    Olha,
    eu sei que "O Misterio das Aranhas Verdes", o Cony foi bem claro.. nao sei se pq era livro infanto-juvenil.
    Mas agora em "Da Arte de Falar Mal" eu to entendendo muito bem, e acho que ele escreveu com bastante clareza.
    Talvez tenha sido o livro mesmo, ou nao... :roll:
     
  4. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    é, vai ver eu sou uma tapada que não sabe fazer interpretação :wink:

    Eu acho que um autor quando quer dar uma ênfase para a psicologia de seus personagens tem que ser claro ao extremo. No caso da "Casa do Poeta Trágico"... hum, acho que é na segunda parte do livro, "O Trágico", que a coisa se perde. Talvez seja porque tanto o Augusto quanto a Mona são personagens bem fortes, Não sei. A questão é que em muitas passagens não fica claro a quem o Cony está se referindo... De qualquer forma, esse foi o único livro que eu li dele ("Quase Memória" eu li sem prazer nenhum porque era para o vestibular, então não conta...)
     
  5. Alex deLarge

    Alex deLarge Usuário

    a única coisa que li dele foi uma tradução do livro Moby Dick.... :(
     
  6. Sméagol

    Sméagol Usuário

    Li apenas um, Pessash: A Travessia, e é um livro excelente...indico a todos...
     

Compartilhar