1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Cárater Psicológico: Fëanor

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Indu, 13 Mai 2009.

  1. Indu

    Indu In sacanagi we trust

    Bem, não sou do tipo que cria muitos tópicos, apenas quando me vem grandes idéias e alguns temas e assuntos que me fazem pensar e refletir.
    Fëanor é um deles.
    Trazendo um pouco da discução desse tópico
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , vamos tentar entender, e estudar um pouco do cárater impulsivo, instável, um tanto egoista, arrogante e outras entre outros elementos que fez de Fëanor um dos (se não o maior), elfo de todos.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    Bom... serve uma psicóloga falando sobre isso? :mrgreen:
    Fëanor, como eu já disse, carrega desde seu nascimento o poder e a simbologia de algo que acalenta e ao mesmo tempo queima: o fogo (o significado de seu nome é "espírito de fogo").
    Sua mãe, Miríel, logo após dar à luz a Fëanor, sentiu-se desanimada e talvez, já prevendo o futuro de seu filho e o que isso geraria, resolveu retirar-se daqui.
    Fëanor, apesar de sua genialidade, impulsividade, arrogãncia e avidez desmedidos, sentia-se culpado por fazer o pai sofrer com a ausência da mãe, e ele mesmo sentia essa falta.
    Seus meio-irmãos eram aqueles que "roubaram" a outra metade do amor e dedicação de seu pai, sua única referência e porto seguro.
    E por isso talvez sentia-se ávido por uma vingancinha que poderíamos até levar por um lado como algo cabível de entendimento (crianças possuem o medo de dividir o amor dos pais, com receio que eles o deixem de amar com a presença de outros filhos). Mas Fëanor não era criança. E apesar dos pesares, com toda essa pomposidade, Fëanor era fraco: nada ponderado, se deixando levar pela discórdia semeada por Melkor entre ele e seu meio irmão Fingolfin.
    Aí todos nós já sabemos a história.
    O que eu realmente acho é que Fëanor só sentia a falta de sua mãe. O carinho, o apoio, as palavras, o colo dela.
    E sua carência transformou-se em mágoa.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  3. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Eu concordo com o que a Sindar Princess disse. Creio que o começo de tudo foi quando Fëanor perdeu a mãe, Miríel. É muito claro que Fëanor sentia muita a falta de uma presença materna em sua vida, então dedicou todo seu amor ao seu pai (se não me engano, é dito que Fëanor teve por seu pai, amor que nenhum outro elfo teve por seus pais). Penso ainda que encarou o segundo casamento de Finwë como uma 'traição' à memória de sua querida mãe, e começou a ter ódio de seus meio irmãos. Acerdito também que as mentiras de Melkor colaboraram para desestabilizar ainda mais seu psicológico perturbado por perdas e paixões.

    E sua mágoa, em ódio. Talvez o maior ódio já sentido por alguém em todas as Eras.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    Fechou meu pensamento, JP! Isso mesmo! Também acredito que essa raiva velada pela segunda mulher de seu pai e por seus meio irmãos tenha a ver com a idéia de uma traição a memória de sua mãe. E que Fëanor de uma certa forma, valeu-se disso tudo para inconscientemente punir seu pai. Perigosinho o moço, não?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Então, Sindar, também eu vejo total sentido nesse pensamento da traição da memória de Miríel simplismente porque Fëanor era extremamente possessivo!! =]

    Ok, eu não entendi muito bem a parte de punir seu próprio pai, mas concordo que ele seja perigoso. Eu não me atreveria a contrariá-lo tão facilmente não!!:lol:
     
  6. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    Falei em psicologuês agora, né? :oops:
    A punição (de forma sempre inconsciente, ou seja, reprimida pelo nosso consciente) seria uma forma de atingir algo ou alguém que te fez mal, que te magoou. Você o "agride" com palavras, atitudes e comportamentos como forma de pagamento pelo mal a você cometido.
    Será que foi agora?
    É culpa de Freud tudo isso! :lol:
     
  7. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Acho que falou sim, mas sem problemas!! =]

    Ah sim, agora entendi o tal do 'punir', obrigado pelo esclarecimento, Sindar Princess!!
    Costumam dizer que Freud explica, mas nesse caso ele só complicou mesmo!!:lol:
     
  8. Húrin

    Húrin Amante da Calíope

    Fëanor, o mais poderoso dos elfos, e por ele Manwë chorou! Porquê um Vala choraria por alguém tão impulsivo??

    Porquê, apesar de ameaçado com uma espada em seu peito, mesmo depois de Finarfin ter desistido de seguí-lo, Fingolfin o fez?? Foi por mera honra?? Ou por também reconhecer isso em Fëanor? Reconhecer que seguia o maior dos elfos??

    Fëanor é o incompreendido! O gênio por trás das maiores obras feitas por um elfo, às quais nem mesmo os Valar conseguiram copiar. Era seu destino ter valido por muitos elfos e assim era.
    Quiz o destino que precisasse de mais "fëa" que os outros, para não ser dobrado e ser um grande Rei Élfico!

    Mas com a ausência de sua mãe e a perda da atenção de seu pai para Indis e seus filhos, Fëanor e todos os elfos perderam.
    O seu apêgo ao pai é a chave do personagem, mais e maior do que seu apego pelas Silmarills, coisa que pouca gente percebe ao ler sobre ele e sua tragédia.

    Acredito que o então Melkor percebeu em Fëanor o seu pior inimigo, e invenjou tudo que aquele elfo poderia fazer, pois sabia que aquele não seria um mero Rei ou elfo de Valinor. E então, o odiou por toda a grandeza que aquele elfo alcançaria, tornando seus feitos maiores do que os dele. Tornando-se ainda mais reconhecido que ele mesmo.

    No entanto, Fëanor sentia-se solitário, como todas as grandes mentes se sentem. Apesar de toda a adulação que vinha de todos os lados por seus feitos, faltava-lhe ainda os pais, e o pai estava cuidando de outras tarefas, outros filhos, outra familia...
    Ciúmes?? Talvez! Mas penso em algo mais profundo...

    Quem tem pai só imagina o que é não ter um pai! Eu sou um bastardo, digamos assim e sei do que digo.

    Há uma observação na estória respeito de Fëanor depois da perda do pai; ..."Pois seu pai lhe era mais caro do que a Luz de Valinor ou do que as incomparáveis obras de suas mãos. E quem, entre os filhos, de elfos ou de homens, deu mais valor aos pais?".
    Enfim, aqui começa realmente uma visão diferente a respeito de Fëanor. Infelizmente, todos os textos que lí sobre O Elfo, falam mais de suas Jóias do que dele, e sendo assim, não relatam o noldo com o devido tratamento que lhe é merecido...

    Ah, se as HoME falassem a respeito dele... :think:
     
    • Gostei! Gostei! x 4
    • Ótimo Ótimo x 3
  9. Fëanor fez aquilo que achou certo, mesmo que para nossos olhos fosse algo errado. Era um grande elfo, com muitas virtudes, mas ao mesmo tempo igual o tempo atmosférico, muito imprevisível. Em certos momentos acho que estava fora de si.
     
  10. Meglin Celebrandir

    Meglin Celebrandir Hansi Ilúvatar

    O que dizer depois desta belíssima demonstração de respeito e conhecimento da obra do professor Tolkien? Húrin, te respeito cada vez mais, cara! :amem: Tenho orgulho de ser seu descendente e estar na mesma Nossë!

    Sei que fugi totalmente do tópico, mas a descrição que você fez de Fëanor é perfeita! Agora respeito mais ainda os feitos do grande Elfo e olharei a ele com outros olhos...

    Não sei se já houve um Julgamento de Fëanor no círculo da Lei, mas caso venha a acontecer prometo não pré-julgar o réu!

    Parabéns e obrigado!
     
  11. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Também gostei muito do post do Húrin, realmente uma descrição incrível de Fëanor!!

    Já houve o Julgamento de Fëanor sim, Meglin. Foi o primeiro deles. Fëanor (infelizmente) foi condenado por 2 votos contra 1...
     
  12. Húrin

    Húrin Amante da Calíope

    Obrigado, Meglin e Amigo JPHanke! Mas por favor não dirijam a minha pessoa tais comentários, pois há quem não goste disso e possam usar isso de maneira leviana... ( sem mais comentários a respeito disso, ok?:joinha:)

    Mas essa é minha visão, e falta ainda alguns detalhes que omití nessa descrição, afinal não posso me empolgar tanto com o que digo. Acho que estou ficando fanático demais com alguns personagens. É a oscilação pela qual estou passando...

    Mas, friamente falando de Fëanor, para não ser chamado novamente de "Radical", realmente fico refletindo a respeito do que ele pensava em Valinor e pela vida num local como aquele.
    Acho, seguindo algumas coisas no modo de escrever do Professor, que ele deixou de falar mais sobre "O Elfo", mas acabou por refletir características num outro personagem ligado a Fëanor. Há um personagem que demonstra uma caracteristica de Fëanor, de sentir-se preso a Valinor, de querer pisar novas terras, fazer coisas novas...

    Não sei quanto aos outros leitores, mas sinto muita falta, assim como em algumas estórias pedem a presença dele, de que sua morte foi deveras prematura!
     
    Última edição: 14 Mai 2009
  13. Penny Lane

    Penny Lane O Gato que Ri

    Pensei exatamente nisto quando comecei a ler o tópico e as considerações da Sindar, pelo que percebo.
    Ele era egoísta mas seus sentimentos tão humanos, tão soberbamente humanos, que no fim das contas dá dó.
     
  14. Elrond

    Elrond "OFF" it will last two months

    Com certeza! Foi um grande elfo, meio perigoso, imprevisível, com grande potencial para fazer o bem e o mal, mesmo que para ele tudo fosse em prol da justiça verdadeira (na concepção dele, claro) :mrgreen:.
     
  15. Lawliet_

    Lawliet_ Oni Giri

    BOm...todos aqui tem opiniões muito boas e parecem ser bem certeiras quanto ao Maior dos Elfos.
    Minha opinião:
    Creio que realmente ele era um gênio que teve a infelicidade de perder a mãe ao nascer e o pai ao esse adiquirir nova familia. Mas como diz, ele amava o Pai mais do que a qualquer coisa feita por suas mãos ou vista por seus olhos. E isso foi o que mis influenciou suas atitudes desmedidas e inconsequentes. Acho, e é apenas um pensamento de louco...que quando ficou orfão por inteiro, e declarar guerra a Melkor, ele jogou seu amor pelos pais, todo seu sentimento preso que ele nunca pode compartilhar totalmente com eles, para suas Silmarils. Ele jogou isso de forma tão obsessiva que ficou cego. Nada é mais destrutivo quando o amor é misturado a obsessão. Acho isso, humilde e louco pensamento.
     
    Última edição: 14 Mai 2009
  16. Guilherme Thorikan

    Guilherme Thorikan Eu?? Eu não sou um

    Esta é uma observação muito boa mesmo, sempre achei fantasticos os significados que o Professor pôs em seus personagens. Esta dualidade mostra o quanto Fëanor, Espiríto de Fogo, é complexo.

    Um dos grandes fatos que, pra mim, deu consequência aos atos d'O Elfo foi esta ausência e o sentimento de falta e culpa que se apoderou de seu coração, fez seus pensamentos ficarem confusões e tapou seus olhos.

    Este foi o clímax do grande problema: Fëanor idolotrava tanto seus pais, como Húrin descreveu em seu post mais abaixo, que isso foi uma traição, uma facada no meio de seu peito e feriu ainda mais o seu coração que sentia a perda da Mãe.


    Certamente.

    Concerteza Fëanor merecia ser reconhecido pelo Elfo que foi, e acho que por parte, no intimo de Fingolfin, ele ia por esse reconhecimento, mas ele fez um juramento à Fëanor, dizendo que o acompanharia a qualquer lugar que fosse.

    Sei que você não quer Húrin, mas esta sua descrição ficou belíssima e concordo plenamente com ela. Parabéns meu amigo.
    A ausência da mãe, a "traição" e o enorme apego que ele tinha pelo pai o cegaram e fizeram com que agisse com um dicernimento cego e equivocado. Todos os que pensavam diferente dele, tinham outros propósitos ou que tentassem impedir o que o destino o reservara sofreria pela ira de um Grande Elfo com um coração despedaçado, e tudo isso levou-o a loucura.
    O trecho que Húrin citou, nos faz realmente, parar e pensar em toda a história de Vida de Fëanor e ve-lo com outros olhos, com bons olhos, que veem que por trás de um ser Arrogante, Impiedoso e Egoísta, existe alguém sofrendo e com o coração quebrado.
     
  17. 1-Fëanor foi o maior de todos os eldar, poderoso. ( isso sobe á cabeça)
    2-Ele era capricorniano. kkkkkkkkkkkkkkk
    3-Assim como todo gênio, tinha uma personalidade marcante.
    4-Ele era um elfo...preciso dizer mais alguma coisa? Elfos, arrogantes por natureza.
    5-Ele era um noldo.
    6-A vida toda dele foi traumática, a começar pela morte da mãe.

    Listinha básica.

    Apesar de tudo, eu adoro Fëanor e a personalidade dele, mesmo ele tendo alguns defeitos ( que eu particularmente não considero um defeito).
     
  18. Como disse o Húrin, Fëanor era incompreendido...e até hoje é assim. Por isso nós perdemos! :disgusti:
     
  19. Roy Batty

    Roy Batty "Inconsertável"

    1 -Em compensação, foi simplesmente, entre os elfos poderosos, nitidamente o menos sábio e mais dado aos impulsos. Não vale dizer que ele era o mais humano dos Elfos, pois existem humanos que são mais Elfos do que os próprios elfos!
    2- seria melhor que ele fosse geminiano!:hihihi:
    3- No entanto, não era nem um pouco carismático! Para qualquer sábio, ele dava pena antes de admiração!
    4 - Eles não são arrogantes por natureza. Trata-se de um equívoco da parte de quem os julga. Um humano, anão ou hobbit não pode julgar com a devida propriedade, entender o comportamento de um elfo. Claro que, de acordo com os valores e características próprias de cada raça diferente da de um elfo, pode-se dizer qualquer coisa a respeito dos elfos. Mas a impressão geralmente não é bem interpretada. Os Elfos são vistos como arrogantes pq a natureza dos homens e de qualquer raça, é rústica, simplória, de certa forma, até com uma certa parcela de ignorância.
    5 - Concordo! Alguma coisa que não sabemos? :lol:
    6 - O que não justifica seu holocausto aos Teleri. Fico imaginando se Fëanor fez mais coisas boas ou ruins aos que conviviam num mesmo espaço que ele. Ele só fez aquilo que achava bom para ele, assim como qualquer louco, desequilibrado, tbm achava.
     
  20. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    Né?
    O que prova que até mesmo os elfos não são seres tãããão perfeitos assim, como muitos julgam. E Fëanor é a maior prova disso.
     

Compartilhar