1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Candidata conservadora admite caso lésbico com menor nos EUA

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 27 Out 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    [h=2]'Eu nunca tentei esconder que tive um caso homossexual', disse Linda Wall.
    Candidata independente a deputada na Virginia, ela se define como ex-gay.[/h]Uma candidata conservadora independente à Câmara de Deputados da Virginia, nos Estados Unidos, admitiu nesta quarta-feira (27) ter tido um caso com uma estudante menor de idade quando era professora de ginástica nos anos 1970, segundo site “Huffington Post”.

    disse Linda Wall em uma entrevista à agência de notícias Associated Press.
    disse.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    A página da candidata no Twitter, em que se define como "Conservadora de verdade e seguidora de Jesus Cristo" (Foto: Reprodução)
    Em um depoimento como parte de um processo de difamação movido pelo ex-candidato republicano Paul Jost conra ela e o senador Thomas K. Norment Jr. em 2006, Linda Wall admitiu ter mantido relações sexuais com a menor.

    A candidata conservadora disse ter se desligado da escola após uma diretora ter confrontado ela sobre a acusação.

    Após o ocorrido, Wall disse ter se convertido ao cristianismo, mudado sua orientação sexual e parado de usar drogas. Ela concorre ao Parlamento da Virginia com uma plataforma que inclui questões sociais e se define como “ex-gay”.

    A candidata não é a única a enfrentar questionamentos éticos na eleição do estado, que ocorrerá em novembro. O republicano Matt Fariss foi citado em 2002 numa ordem judicial para proteger uma mulher, além de ter sido condenado em dois incidentes por porte ilegal de arma e por dirigir bêbado. Já a democrata Connie Brennan tem várias condenações por violar a lei sobre caçar animais.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Não vejo problema nenhum nisso.

    A grande dificuldade é ela ser eleita porque vive num dos estados americanos mais conservadores. Lá na Virgínia não é igual a Califórnia ou New Jersey.
     
  3. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    O legal é ela se definir como ex-gay.

    Igual esse cara aqui
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  4. Excluído045

    Excluído045 Banned

    O problema é ser ela conservadora não, vai danificar a imagem pública dela de forma irrecuperável, IMO.
     
  5. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Mas é complicado, pois o passado dela num estado ortodoxo é muito complicado, por mais que ela tenha realmente mudado suas "concepções e atitudes".

    Ainda sim, acredito que se ela tivesse feito sua vida numa Califórnia ou New Jersey ou Maine teria mais chances de conquistar uma cadeira.
     

Compartilhar