1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Campeonato Brasileiro 2017

Tópico em 'Esportes' iniciado por Olórin of Lórien, 24 Fev 2017.

  1. Ranza

    Ranza Macaco

    Discordo na parte do nível baixo, não acho que o nível seja baixo, mas acho que times como o próprio Flamengo subestimaram a dificuldade do brasileirão.
    Um time que foi eliminado na primeira fase da libertadores não poderia estar muito melhor no BR, vamos ver agora com novo técnico.

    O time do Corinthians é fruto do pensamento futebol bonito x eficiente, ninguém falava nada dele, pq aparentemente o time não joga bem, não foi um nem dois adversários que saiu de campo derrotado, mas com a sensação que jogou muito, o time do Corinthians da espaço, deixa jogar, e sempre resolve o jogo em 1 ou 2 lances, ele é eficiente.

    Diferente do Cruzeiro, que joga ate bem, mas não consegue guardar, perde muitos gols bobos e sempre da um vacilo ou outro na defesa.

    Mais um empate em casa.
     
  2. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    O Nexo fez uns infográficos bem legais pra mostrar o desempenho dos times ao longo dos Brasileirões por pontos corridos:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  3. fcm

    fcm Visitante

    mesmo sem jogar a rodada foi ótima pro virtual campeão.
    Galão meteu 2 no Flamengo jogando bem, tomara que o time engrene para a Libertinha 2018!
     
  4. E tudo fica ainda mais fácil quando quem vem imediatamente atrás está super bem e focado em dois torneios mata-mata.
     
  5. Eriadan

    Eriadan Oromë Aldaron Usuário Premium

    Véi, eu torço pro time mais LOUCO da face da Terra. :lol: :lol:
     
    • LOL LOL x 1
  6. fcm

    fcm Visitante

    Invencibilidade quebrada porém tropeço dos rivais. Nada mudou.
    Em relação ao Vitória conseguiu os 3 pts nos 6 disputados (Avaí - Corinthians) .. só trocou os resultados :rofl:
     
    • LOL LOL x 1
  7. Não é nem tropeço dos rivais e sim um certo abandono, principalmente do Grêmio que tem condições boas pra chegar tanto na final da Liberta como da Copa BR.
    Com esses 2 torneios sendo decididos sempre no segundo semestre, acho que a tendência é que nos próximos anos, o campeão brasileiro sempre será aquele que não está disputando Libertadores e se consegue dar uma deslanchada no primeiro turno como fez o time da Marginal, fica fácil administrar depois
     
  8. Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Renato Gaúcho optou para o Grêmio foco nas Copas do Brasil e Libertadores (Crédito: Lucas Uebel/Grêmio)

    O Grêmio abdicar do
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    e colocar reservas em campo ainda no início do segundo turno, para priorizar as Copas do Brasil e Libertadores, não pegou bem na CBF.

    Já há quem discuta na entidade maneiras de tentar evitar que isso se repita – a avaliação é que a opção gremista torna o campeonato por pontos corridos menos atraente para patrocinadores, já que a disputa pelo título será abreviada. A entidade negocia para 2018 a volta de uma empresa que dê nome ao campeonato, o chamado ''naming rights''. A montadora Chevrolet não renovou para 2017.

    O problema é que normalmente se chega à solução mais lógica para minimizar essa possibilidade de desistência antecipada da Série A: mudar o calendário nacional, aumentando as datas do Brasileiro para dar mais folga aos clubes que disputam torneios simultaneamente, em sacrifício aos Estaduais.

    Aí a situação se enrosca: falar na CBF de fim ou encurtar ainda mais os Estaduais é quase um sacrilégio. As 27 federações estaduais são quem sustentam a permanência do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, no comando da entidade, pois têm peso maior em votações do que os clubes. E os Estaduais, mesmo a maioria deficitários, ainda dão sobrevida a cartolas que, muitas vezes, estão há mais de 20 anos no poder em federações.
    Uma ideia menos traumática seria alterar o regulamento do Brasileiro e limitar no número de inscritos, algo que já ocorre no Campeonato Paulista, o principal Estadual do país. Com “apenas” 28 possibilidades para escalar, seria mais complicado para um treinador colocar times mistos, já que na Série A há lesões, suspensões, etc.

    No regulamento atual um clube pode escalar qualquer atleta que esteja registrado profissionalmente na CBF. Há casos de times com mais de 50 jogadores nessa condição, o que oferece um leque enorme para o treinador colocar em campo.
    Há, porém, críticas a esta regra: a principal é que se tira a liberdade do clube escolher, por exemplo, quando lançar uma revelação da base, que provavelmente não estará entre os inscritos no início da competição – é possível que para o Paulistão de 2018 haja o limite de inscritos, mas seja liberado escalar à vontade atletas da base, já num avanço.


    Dura decisão


    A distância de sete pontos dos gremistas para o líder Corinthians, com um jogo a mais, não é pequena, mas o Brasileiro ainda tem 17 rodadas pela frente, ou seja, 51 pontos em disputa. No sábado, os paulistas perderam a invencibilidade para o Vitória, time da zona do rebaixamento, o que abriu a possibilidade do encurtamento da distância e novo gás para a disputa do título.

    No domingo, porém, o técnico Renato Gaúcho manteve o planejamento, escalou reservas, e o Grêmio só empatou em casa contra o Atlético-PR – rival que, com os titulares, fez 4 a 0 na Copa do Brasil. O Corinthians enfrenta na quarta a Chapecoense, em jogo atrasado, e se vencer levará a vantagem para dez pontos, deixando ainda mais improvável uma mudança de postura gremista no torneio.


    A partir de 2013, a Copa do Brasil foi estendida ao ano todo (anteriormente a final era no meio da temporada), coincidindo com o Brasileiro. Em 2017, a Conmebol fez com que a Libertadores fosse estendida até dezembro, também batendo suas finais com a reta final do Nacional. A situação deixou os times, como Grêmio, vivo nas três competições, em situação complicada: o que priorizar, para não estourar os jogadores? Os gaúchos optaram pelas Copas.

    O assunto do que pode ser feito para evitar que o Brasileiro seja deixado de lado por clubes vivos nas Copas do Brasil e Libertadores será tema de reunião entre diretores da CBF, das federações e dos clubes nas próximas semanas.
     
  9. Ranza

    Ranza Macaco

    Os caras colocam todos os campeonatos terminando praticamente ao mesmo tempo, e reclama que os times desistem
    vai entender
     
  10. Com a eliminação de ontem, agora o Grêmio vai ter que levar o brasileiro mais a sério.
     
  11. fcm

    fcm Visitante

    que nada, tem a Libertinhas.
     
  12. Mas essa pelo menos tem os jogos bem mais espaçados, enquanto a Copa do BR já está por terminar.
     
  13. Quem diria o campeonato chegou num momento em que temos 12 times brigando pra não cair. Que fase do futebol brasileiro.
     
  14. Ranza

    Ranza Macaco

    O Cruzeiro campeão da Copa BR vai desistir do Brasileirão...
     
  15. Normal, já que infelizmente é uma tarefa hercúlea tentar tirar o título lá do time da Marginal Tietê .
     

Compartilhar