1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Bucólicas – Virgílio

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 4 Jan 2011.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Publius Vergilius Maro, poeta máximo da Roma antiga, que consolidou o latim assim como Camões o português e Dante o italiano (duaspétalas do mesmo pedúnculo), finava há 2030 anos atrás, com pouco mais de cinquenta anos, deixando para a posteridade uma influência literária que nunca mais será superada ou sequer igualada. Assim como Firdusi ou Vyasa mostraram-se canônicos para o Oriente, Virgílio foi o poeta máximo do Ocidente, equiparando-se apenas a Homero e superando o mesmo no domínio linguístico (David S. Wiesen, Virgil Minucius Felix and The Bible). Desde o século inicial do Império Romano até Goethe, todo estudo de literatura latina na Europa iniciava-se com a primeira Bucólica, e Ernst Robert Curtius em Europäische Literatur und lateinisches Mittelalter, diz que “não haverá exagero em dizer que falta a quem quer que desconheça esse poema [as Bucólicas] uma das chaves da tradiçãoliterária europeia”.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Pips

    Pips Old School.

    Texto bem redigido e elaborado. Gostei muito da análise de cada parte!
     
  3. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Obrigado camarada Pips.

    Complementando: descobri que o livro citado "Construção e Arte das Bucólicas de Virgílio" possui sim uma edição brasileira (esta, rara, dificilmente será encontrada, mas fica aqui a indicação):

    MENDES, João Pedro. Construção e arte das Bucólicas de Virgílio. Brasília: INL: Editora Universidade de Brasília, 1985.
     

Compartilhar