1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Notícias brasileiro "Trajes Fatais" é bonito, mas tem controles simples demais

Tópico em 'Jogos Eletrônicos' iniciado por Fúria da cidade, 6 Ago 2016.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Feito pelo estúdio cearense Onanim, "Trajes Fatais" é um curioso jogo de luta nacional, que combina influências de games cultuados como "Guilty Gear" e "King of Fighers" com mecânicas simples ao estilo "Smash Bros" e personagens e cenários típicos do Nordeste brasileiro.

    A premissa do game é meio doida, mas bem direta ao ponto: Uma entidade deu poderes aos participantes de uma festa a fantasia, baseados nos trajes que estavam usando na noite fatídica. Por algum motivo, que deve ser explicado ao longo da história, eles lutam entre si. Na versão disponível atualmente, você pode escolher entre cinco lutadores, sendo que dois são versões "demoníacas" de outros dois. O quinto é um cangaceiro e é o favorito do público até agora.

    Os personagens e cenários são muito bem modelados, num nível de qualidade bem acima da média para a produção de jogos brasileira. Desenvolvido com um motor gráfico próprio, "Trajes Fatais" é um belo portfólio da capacidade artística e técnica dos desenvolvedores. Mas como "jogo de luta" ainda deixa a desejar.

    As mecânicas de luta são bem simples e decepcionam quem vê trailers e imagens de "Trajes Fatais": Todos os comandos são feitos combinando ataques com um botão e as setas direcionais. Nada dos combos super complexos típicos dos games de pancadaria em que o Onanim se inspira. É legal ver os diferentes golpes conforme a direção em que você está batendo, mas não me parece capaz de prender a atenção dos jogadores por muito tempo.

    Uma luta de "Trajes Fatais" parece ser decidida por quem começou a encaixar golpes mais rápido no adversário e não há muitas formas de se reverter a situação além de bloquear ou cair e tentar emendar seus próprios golpes mais rápido. Sim, esse pode ser um resumo simples de todos os jogos de luta, mas é um problema quando o seu game se encaixa exatamente nessa descrição.

    Divulgação

    A personagem Lucy Fernandes é uma "sambista" diabólica e Lourenço Sombra é um cangaceiro, lutador favorito dos jogadores de "Trajes Fatais"

    Ainda que o game esteja longe da versão final, você pode baixar e jogar uma demo de "Trajes Fatais" em casa, através do
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Mas chegue esperando por algo ao estilo de "Dive Kick" e não "The King of Fighters", ou vai se decepcionar.

    O projeto começou em 2009 e ainda não tem uma data certa para sair - o game
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , mas ainda falta muito para ficar pronto. A Onanim busca recursos para concluir o projeto, através de uma
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . O estúdio pede R$ 120 mil, mas até o momento, só arrecadou R$ 8,710, cerca de 7% do valor.

    Após a versão PC, os produtores planejam adaptar "Trajes Fatais" para Mac, Linux, consoles como PlayStation 4 e Xbox One. Também está nos planos do estúdio uma versão mobile.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

    No link da fonte tem uma entrevista com os desenvolvedores do jogo.

    É sempre bom ver brasileiros produzindo jogos ambientados em nossa cultura. Tomara que a jogabilidade continue sendo aprimorada e assim poderá ser um jogo de luta bem interessante.
     

Compartilhar