1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Brasil não se manifestará sobre protesto formal do Paraguai ao Mercosul

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Amon_Gwareth, 15 Set 2012.

  1. Amon_Gwareth

    Amon_Gwareth Paragon

    O governo do Brasil não pretende se manifestar oficialmente sobre o protesto formal apresentado pelo Paraguai contra a suspensão do Mercosul e a adesão da Venezuela ao bloco. A assessoria do Ministério das Relações Exteriores, Itamaraty, informou neste sábado (15/09) que ninguém falará sobre o assunto.


    Para as autoridades brasileiras, permanece como válida a decisão definida pela Cúpula do Mercosul, em 29 de junho, determinando a suspensão do Paraguai do bloco e aprovando a incorporação da Venezuela ao grupo.


    No protesto apresentado hoje pelo governo do Paraguai ao Brasil, à Argentina e ao Uruguai, o presidente Federico Franco reclama de “abusos” e destaca que pretende recorrer não só da suspensão do Mercosul como também da incorporação da Venezuela ao grupo. No protesto, as autoridades paraguaias informam ainda que vão exigir o pagamento de indenizações pelos danos causados pelas medidas.


    No último dia 5, durante audiência pública na Câmara, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, descartou ameaças às operações econômicas e comerciais feitas pelo Paraguai com o Mercosul devido à suspensão do país do bloco. O chanceler disse que a medida não visa a prejudicar a economia nem a população paraguaia.


    Patriota reiterou que a decisão foi motivada pela forma como o então presidente do país, Fernando Lugo, foi destituído do poder, em 22 de junho, por meio de um impeachment. "A decisão de suspensão que não afeta os interesses do povo paraguaio nem os benefícios do Paraguai, como parceiro e beneficiário do Mercosul”, ressaltou o chanceler. “A amizade que o Brasil tem com o Paraguai não se vê abatida.”


    O chanceler acrescentou na época que o Paraguai se mantém entre as prioridades da política externa do Brasil. “O Paraguai continuará a ser um vizinho e um parceiro [de destaque]. A centralidade do Paraguai não precisa ser sublinhada”, disse ele. “Todas as decisões foram alcançadas com consenso, não houve vozes que se opusessem. [O presidente Lugo foi destituído] sem direito à legítima defesa, em um rito sumaríssimo. Não houve voz que se distanciasse dessa avaliação.”


    Segundo Patriota, a expectativa do governo da presidenta Dilma Rousseff é que o Paraguai retome o processo considerado democrático com as eleições de abril de 2013. “O nosso desejo é que essa situação dure o mais breve o possível. Em favor da prosperidade, da democracia, e democracia com distribuição de renda e justiça social”, ressaltou.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    No episódio da entrada da Venezuela o governo presumiu como "favas contadas" que já sabia de tudo o que acontecia nos outros países membros ou candidatos.

    Entretanto como se vê era exatamente o contrário e Brasília não se mexeu por estar paralisada (falta de recursos e desinteligência) e não por ter pensando estrategicamente. Se a inteligência subestimou a situação então que se poderia dizer da contra-inteligência capaz de prever situações como aquele caso das unidades de polícia que estavam investigando a mesma quadrilha e abriram fogo uns contra os outros (polícia versus polícia)?

    Se o Paraguai ganhar a causa o Brasil ainda é capaz de fazer cara de bunda e se fazer de sonso.
     
  3. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    E precisa?
     

Compartilhar