1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Brasil é um dos piores do mundo em entrega de e-mails comerciais

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 21 Mar 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    [h=2]35,5% dos e-mails comerciais não são entregues no país, indica estudo; índice é bem superior à média global, de 23,5%[/h]

    Apenas 64,5% dos emails comerciais foram entregues nas caixas de entrada dos brasileiros no segundo semestre de 2011. É o que concluiu o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , realizado pela empresa especializada Return Path. Foram analisados dados de 1,1 milhão de mensagens e 142 provedores de acesso (ISPs) de 34 países na América do Norte, Central e América Latina, Europa, África, Ásia e Ásia-Pacífico entre julho e dezembro de 2011.

    Comparado com o primeiro semestre, a melhoria foi de irrisórios 0,5%, período em que a entregabilidade das mensagens foi de 64%. Do total dos emails trafegados no País, 22,4% foram direcionados para pasta de spam ou lixo e 13,1% foram bloqueados pelos provedores. A média mundial, indica o levantamento, foi de 76,5% dos emails sendo entregues aos destinatários, o que coloca o Brasil entre os países com os índices mais baixos de entregabilidade.

    assinala Louis Bucciarelli, Diretor Geral da Return Path no Brasil.
    completa.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    DESAFIO PARA PROFISSIONAIS DE E-MAIL MARKETING Brasil continua sendo um dos países com uma das piores taxas de entrega de email do mundo (imagem: Thinkstock)​

    diz Matt Blumberg, CEO da Return Path.

    Indústria de games apresenta pior índice de entrega

    O estudo global mostra também que na comparação entre os dois períodos, a região América Central e Latina (CALA) foi a que apresentou o melhor desempenho, passando de 62% para 72% de incremento na taxa de entregabilidade, porém, no caso do Brasil o índice praticamente não se alterou.
    observou Bucciarelli.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    (Gráfico: divulgação)​

    Uma grande novidade desse estudo foi a análise da entrega de e-mails considerando os segmentos da economia Brasileira. Dentro do cenário local, a indústria de games foi a que registrou o pior índice de entrega de emails no Brasil (apenas 40,1%), seguida por Saúde (68,6%), Telecomunicações (76,9%), Varejo (79,4%), Redes Sociais (87,4%), e Bancos (94,8%).

    Aumenta quantidade de e-mails bloqueados ou classificados como spam

    O cenário mundial também não apresentou resultados positivos, segundo o levantamento. Historicamente, as taxas globais de entrega das mensagens foram de cerca de 80%, com um em cada cinco emails sendo direcionados para pasta de spam ou bloqueados. O estudo mostra que, pela primeira vez em três anos, houve uma sensível queda de 6% no segundo semestre do ano passado, trazendo a média global para 76,5% contra 81% no primeiro semestre de 2011, a pior já registrada desde que o estudo começou a ser feito pela companhia.

    O volume de emails encaminhados para pasta de spam foi recorde no segundo semestre, chegando a 8,4%, e as mensagens não entregues ou bloqueadas pelos filtros dos provedores alcançou 15,1%, um índice 20% pior que nos seis primeiros meses do ano.

    Em uma análise por região, a América do Norte reverteu a tendência de crescimento da taxa de entrega registrada no primeiro semestre de 2011, experimentando um declínio de 8%, o que levou a cerca de 79% dos emails chegando efetivamente aos destinatários. As mensagens encaminhadas para pasta de spam saltaram 19% na região no período, chegando a 7,4%, enquanto os emails perdidos ou bloqueados aumentaram 38%, atingindo 13,3%. Já na Europa, 15% dos emails não foram entregues, sendo 5% identificados como spam e 10% bloqueados pelos provedores.

    No caso da América Central e Latina, 30% das mensagens foram classificadas como spam ou bloqueadas e somente 70% foram efetivamente entregues. A região alcançou o maior índice de emails baixados na pasta de spam, com 18%. A região Ásia-Pacífico apresentou índices piores do que a América Central e Latina: as taxas de entrega despencaram 14%, fazendo com que somente 67% das mensagens chegassem aos destinatários, e os emails bloqueados cresceram impressionantes 75% no período.

    Para Bucciarelli, o segundo semestre de 2011 mostrou que todas as regiões têm grandes desafios pela frente para melhorar suas taxas de entregabilidade, o que afeta fortemente os resultados financeiros de empresas que têm no email marketing uma das principais estratégias para geração de leads e conversão de vendas.

    alertou.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    O Brasil tem Spam demais. Eu uso tudo quanto é filtro e não consigo me livrar de todos. Não sei se isso é o fator que mais atrapalha.
     
  3. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    :lol: Aposto mais em desculpa do que qualquer outra coisa. Resposta padrão pra entrega de relatório é essa. "Ah, o e-mail não chegou então. Envio novamente quando eu for pra minha mesa"
     
  4. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Ainda bem. 1/3 de propaganda a menos.
     

Compartilhar