1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Brasil adota medidas para acolher mais refugiados

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 11 Nov 2010.

?

Você concorda com essa atitude do Brasil?

  1. Sim

    100,0%
  2. Não

    0 voto(s)
    0,0%
  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    O ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, informou hoje que o governo brasileiro está adotando uma série de medidas para ampliar a concessão de refúgio a pessoas perseguidas nas diversas partes do mundo.
    destacou Barreto. Ele deu a declaração em entrevista após abrir a 'Reunião Internacional sobre Proteção de Refugiados, Apátridas e Movimentos Migratórios Mistos nas Américas', que está sendo realizada hoje, em Brasília. A abertura do encontro teve a participação do diretor da Divisão de Proteção Internacional do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), Volker Turk.

    O Brasil acolhe atualmente 4.311 refugiados, um número considerado insignificante frente à solidariedade de outros países. O Equador, por exemplo, acolhe em seu território 500 mil colombianos, que migraram em consequência da guerra civil contra as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Entre os refugiados que estão no Brasil, 1.686 (39,15%) são da Angola, em segundo lugar vem a Colômbia, com 592 (13,73%), depois vem a República do Congo (431), Libéria (258), Iraque (201) e Cuba (133).
    disse Barreto.

    Segundo o ministro, no Brasil qualquer pessoa pode professar sua fé, praticar seus costumes, sem sofrer constrangimentos. Ele disse também que a "atitude generosa" adotada pelo Brasil atualmente é uma forma de retribuição, pois no passado precisou da solidariedade internacional, quando milhares de brasileiros saíram do País para fugir do regime militar.
    disse.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Temos que tirar o atraso do ministério de relações exteriores e dos órgãos de relações internacionais. Se não corrermos o problema pode vir de uma vez e de uma maneira tão intensa que estoura em todos os pontos críticos da sociedade.

    Metas econômicas funcionam como chamariz. Se o país cresce aumenta o interesse de refugiados e migrantes de outros países. A política nessa área tem que ser reformada periodicamente porque fazemos fronteira com uma renca de países. Nossa fronteira é muito mais complicada de administrar que a dos Eua nesse quesito (que só tem o México e Canadá).

    Nossa guarda costeira tem que ser reforçada com veículos e logística de ponta para não cometer erros. Para não falar de piratas que na áfrica estão barbarizando.
     
  3. BeorZenni

    BeorZenni Usuário

    de certa forma é perigoso começar acolher muito refugiado, porém acho que como foi dito, o Brasil a pouco tempo atras, com o regime militar, teve muitos brasileiros que procuraram refugio em outros paises, sendo assim, o Brasil não faz mais do que a obrigação retribuir esse favor
     
  4. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Eu não acho perigoso não, o Brasil foi formado por imigrantes, assim como os EUA.
     

Compartilhar