• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Blinded By The Light

Erendis

Master Pretender

Sinopse
: Uma alegre história de coragem, amor, esperança, família e da capacidade única que a música tem de erguer o espírito humano. O filme conta a história de Javed, um adolescente britânico de ascendência paquistanesa que cresceu na cidade de Luton, Inglaterra, em 1987. Entre a agitação racial e econômica da época, ele escreve poesia como forma de fugir à intolerância da sua cidade natal e à inflexibilidade do seu pai tradicional. Mas quando um colega de turma lhe introduz a música de Bruce Springsteen, Javed revê a sua vida de classe trabalhadora nas letras poderosas das canções. À medida que Javed vai descobrindo uma saída libertadora para os seus sonhos reprimidos, começa também a encontrar coragem para se expressar com a sua própria voz e de forma única.


O filme é baseado em um livro de memórias do jornalista britânico Sarfraz Manzoor, cujo título original é Greetings from Bury Park: Race, Religion and Rock N’ Roll (sem lançamento no Brasil), obviamente inspirado pelo álbum de estréia do Bruce Springsteen, de 1973 (Greetings from Asbury Park, N.J.). Bruce obviamente está presente em peso na trilha sonora do filme.
Bom, eu adoro filmes que mostram outras culturas, histórias diferentes da minha e, especialmente, aqueles que mostram um crescimento pessoal do personagem. É um filme extremamente inspirador e eu confesso que me identifiquei com o personagem principal, no sentido de que a música sempre foi uma presença constante na minha vida, principalmente músicas com as quais eu me identifico - aquela que a gente ouve e parece que o intérprete está falando com a gente, para a gente ou da gente.
Como eu também já mencionei em vários lugares do fórum, eu normalmente desgosto dos musicais, com exceção daqueles que são filmes de música, nos quais a música é parte essencial do filme, mas justamente por se tratar de filmes sobre músicos ou em que a música toca o personagem e faz parte da vida dele. Esse filme é um exemplo da segunda opção: a música toca a vida dele, faz ele crescer e mudar, amadurecer.
Para quem, como eu, curte esse gênero de filme, é uma ótima pedida.
A trilha sonora também é maravilhosa. Eu já gostava de algumas músicas do Bruce, mas confesso que o filme realmente me cativou ao contar um pouquinho da história da vida dele, pude ouvir outras músicas também e, sem dúvida, me abriu pra ouvir bem mais.
 

Giuseppe

Eternamente Humano
Parece interessante! Me fez lembrar do Control que nāo é um musical mas é de música (é sobre o Ian Curtis e o Joy Division), foca muito no lado pessoal também.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.920,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo