1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Bispo critica casamento de noivos vestidos de Shrek e Fiona

Tópico em 'Planeta Bizarro? Estranhices? Bizonhices?' iniciado por Jeff Donizetti, 29 Mar 2011.

  1. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    No dia 12 de março, o casal Denise Flores, 30, e Marcelo Basso, 39, entrou na igreja Matriz de Garibaldi (Rio Grande do Sul) para oficializar a união de um jeito bem incomum. Eles, os noivos, e todos os convidados do casamento estavam usando roupas do filme "Shrek".

    Passados cinco dias desde a cerimônia, a diocese de Caxias do Sul reprovou a ideia do casal e anunciou em nota assinada por Paulo Moretto, bispo diocesano, e Alessandro Ruffinoni, bispo coadjutor, que vai avaliar a necessidade de orientar os noivos com relação aos trajes utilizados em cerimônias matrimoniais.

    "Como bispos, recebemos de muitos a manifestação, especialmente por e-mails, de sua perplexidade, desaprovação e preocupação com o que aconteceu na Igreja Matriz São Pedro de Garibaldi, no sábado passado, 12 de março de 2011, pela celebração dum casamento realizado em linguagem e estilo tirado do filme de desenho animado Shrek e Fiona", diz a nota divulgada no dia 17 de março e publicada ontem (28) no site da diocese.

    Na nota, o bispo critica a falta de cumprimento da tradição católica por parte do casal.

    "O estilo usado e as fantasias não corresponderam à nossa realidade, nem a santidade e seriedade desta celebração. Por isso, nós também desaprovamos, lastimamos o que aconteceu e compreendemos o mal estar e preocupações causadas", diz outro trecho do comunicado.

    "A gente resgatou um sonho de todos os convidados, cada um se identificou com os personagens assim como eu me identifico com o significado da Fiona, que é princesa, mas tem atitude e personalidade forte", disse Denise ao jornal "Zero Hora".

    O casal lamentou a reprovação da diocese e disse que também teve trabalho para convencer frei Antoninho Pasqualon a realizar a cerimônia.

    "O casamento foi baseado na versão clássica da história, na Idade Média, que foi quando a Igreja teve mais poder. Eu convenci o frei lembrando do mandamento que diz para amar a Deus sobre todas as coisas. O meu sonho era me casar onde fui batizada", disse a noiva ao jornal.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Eu achei comicamente sensacional....

    Num teve falta de pudor, num teve nada de fora e nem sem vergonha... qual é a do bispo???

    Mulher de peito de fora com um crucifixo no meio dos peito ou com as coxa de fora pode, mas tudo tampado com um tema específico não?

    E qual é o mal em colocar fantasia na relação????

    Cara babaca...
     
  3. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Acho que se o casal queria se casar fantasiado, não tinha que fazer isso justamente em uma cerimônia religiosa. Não teriam essa oportunidade no casamento civil?

    Sou ateu, mas entendo que se alguém quer seguir uma religião, seja ela qual for, deve estar disposto a aceitar seus ritos e dogmas. Não entendo que o fato em si de estar vestido desse ou daquele personagem seja uma heresia (tanto que a cerimônia acabou se realizando), mas eles podiam ter respeitado a tal "santidade da cerimônia" para a qual, inclusive, devem ter feito um daqueles chatérrimos "cursinhos de fim-de-semana" na Igreja. Deviam, então, estar de acordo com todas as regras dessa solenidade e entendê-la com a devida seriedade com que a Igreja Católica a trata.

    Ora, eu mesmo, por não aceitar e não acreditar em nada disso, recusei-me peremptoriamente a me casar na Igreja como queriam minha esposa e a família dela. Ao mesmo tempo, vi colegas que se diziam ateus, agnósticos etc. aceitando tomar parte de algo que tanto tripudiavam, participando de uma 'farsa' na qual eu não sei quem era mais bufo, eles ou os convidados. Falta de coerência, de convicção, de "culhão" pra aguentar a apurrinhação da família, sei lá...

    Pra mim esses da foto são só mais dois daqueles "católicos de IBGE" de que tanto fala o Caius e queriam mesmo é que o caso repercutisse na mídia, como acabou ocorrendo.
     
    Última edição: 30 Mar 2011
    • Gostei! Gostei! x 2
  4. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Mal nenhum, maninha. Aliás, uma fantasia de enfermeira ou colegial sempre vai bem na relação... :mrgreen:
     
    • Gostei! Gostei! x 5
  5. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    É por isso que não vou me casar no religioso. Eu tô pagando e não posso me vestir do jeito que eu quiser?
     
  6. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Babaca é essa profanação de um rito religioso. Profanação não é só imoralidade, é qualquer tentativa de tornar uma cerimônia religiosa uma piada.


    Mais acima as típicas visões babacas de pessoas que não entendem o que é uma cerimônia religiosa, acham que não tem diferenças de uma farra qualquer.
     
  7. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Eu não conheço os caras, mas a impressão que me deu não foi de que eles queriam desrespeitar nada, nem fizeram para aparecer. Só realmente não acharam que tinha algo demais e curtiram a fantasia deles.

    Eu não vejo como isso possa ser desrespeitoso. Ser lúdico não é a mesma coisa de não levar a sério. Eu achei até muito romantico e uma enorme falta do que fazer o povo que foi dar queixa pro bispo do casamento dos outros.

    Maaaaaassssss, eu não sou católica, e não gosto de dar pitaco no "terreno" dos outros. Se a religião que eles seguem não permite isso na cerimonia, deviam ter feito um casamento civil.
     
  8. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    E a pergunta é: ONDE HOUVE A PROFANAÇÃO DO RITO RELIGIOSO meu xófem????
     
  9. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

  10. Excluído045

    Excluído045 Banned

    O rito pode ter se mantido intacto, mas foi ridicularizado sua importância e seu sentido. É uma profanação do sentido, uma alegorização fantasiosa da cerimônia, manipulação de simbolismos cristãos em favor de outros simbolismos não-cristãos.
    :blabla::blabla::blabla::blabla::blabla:
     
  11. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Se liga Caio... a mulherada vai de vestido transparente, minúsculo, com decote no umbigo e padre famoso casar só pq a criatura é rica ou famosa... ai um casal drogadim das idéia resolve fazer tudo estilo medieval (mas se espelha em Shrek) e vira profanação, esculacho e o diabo a quatro? Não teve nada de falta de pudor, decoro, não teve indecência... teve apenas roupas mais divertidas.
    Tem louca que casa de vermelho e preto!!!

    Casar de vestido transparente, descalso, com flores na cabeça e de biquini por baixo em uma praia pra vc é o que então? Ritual satânico realizado por "padre pagão"? o_O

    Mente pequena me dói. Sério!

    A propósito... SOU CATÓLICA. O que não me impede de ver a babaquice e a pequenes das mentes e das coisas para com o que implicar da igreja. É RIDÍCULO.
     
  12. Kainof

    Kainof Sr. Raposo

    Isso foi destaque no noticiário local aqui do meio-dia de ontem. Entrevistaram um membro da diocese regional (ou algo do tipo) e tudo. Segundo o religioso, não existe nada no cânone que proiba esse tipo de vestimenta e tal e por isso haverá discussão sobre o assunto para instituir regras mais específicas sobre o assunto. Enquanto isso, o Bispo se manifestou contra e advertiu o padre por entender que as fantasias não davam conta da seriedade que é uma cerimônia matrimonial. Talvez consideraram o casamento como brincadeira vestidos como na animação.

    A Igreja tem as suas regras. Participa quem quer. Todo o cerimonial foi rigorosamente seguido. Mas estou de fora e falo nada, só observo.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Eu sei que existem coisas piores, mas não quer dizer que isso seja algo a ser incentivado. Não concordo com o povo ir à missa como se estivesse na praia, igualmente.

    Quanto a mente pequena, eu não entendi. Tenho mente pequena por obedecer à Igreja? Viva as mentes pequenas então!

    O Kainof disse tudo acima.
     
  14. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    "Segundo o religioso, não existe nada no cânone que proiba esse tipo de vestimenta e tal e por isso haverá discussão sobre o assunto para instituir regras mais específicas sobre o assunto. Enquanto isso, o Bispo se manifestou contra e advertiu o padre por entender que as fantasias não davam conta da seriedade que é uma cerimônia matrimonial. Talvez consideraram o casamento como brincadeira vestidos como na animação."

    Sim tem coisas piores e ngm se manifestou a respeito... ai vem alguém querendo deixar o dia "mais feliz de suas vidas e bla bla bla" de um jeito que eles realmente vão lembrar e sorrir sempre e BUM... a igreja SEM AS REGRAS já critica... engraçado que eu sempre vejo tantas coisas irem contra as regras e ngm fala nada.

    "casal de segundo casamento não pode tomar comunhão" (absurdo mas é regra, afinal, é divorciado né) - e olha... sempre tem os que tomam já q ngm lá na frente vai perguntar "vc ta seguindo as regras?"

    "casar só com primeira comunhão e crismado" - ahá... falo nada. rs

    "batismo de filhos só com pais católicos e casados na igreja" - mas hein?! é... deixa...

    Sem contar a igreja funcionar descaradamente como empresa a ponto de cobrar percentual em casamentos para as fotos, floricultura e fazer desconto aos dizimistas... é... que lindo.

    Siga as regras meu caro, se é feliz assim siga.

    Eu acho tudo ridículo embora entre tantas religiões ainda prefira a católica... mas quase por falta de opção, pois acho q sou cristã e não católica propriamente dita.
     
    Última edição: 30 Mar 2011
  15. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Eu achei uma verdadeira palhaçada e sinceramente não sei o que leva duas pessoas adultas a fazerem papel ridículo no dia do próprio casamento.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  16. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Não faria isso, sé é o que quer saber... acho ridículo tbém, admito que eu passaria mais tempo rindo. Mas se pra eles teve sentido, qual é a da igreja?
    E se pra eles não foi palhaçada? E se pra eles aquilo tem algum motivo a mais?

    Se não tem nada de imoral e nada contra as regras pra que essa coisa toda?
     
  17. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Eu não tenho absolutamente nada contra qualquer vestimenta ou ausência dela num casamento. O que importa é que a cerimônia mantenha seu significado e seja concretizada.

    Só pra Indilly tomar conhecimento tem gente que casa até pelado e isso já aconteceu no Brasil de forma oficial registrada em cartório e tudo mais em 2006. Deixo até um link de um jornal especializado com a noticia da época pra quem tiver a curiosidade de ver:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 30 Mar 2011
  18. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Então você contesta tudo isso aí acima? Ok, cristianismo self-service aí vamos nós.

    Qual é a da Igreja? A da Igreja é celebrar um casamento com sentido religioso e profundo, mantendo os ritos intactos, sem adições, deformações e deturpações.
     
    Última edição: 30 Mar 2011
  19. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Contesto muito mais que isso ai que a igreja recrimina, condena e escumunga... E não misture CRISTIANISMO com CATOLICISMO.

    Cristão é aquele que CRÊ!!!! E vc crer num Deus e em seus ensinamentos nada tem a ver em crer nos ditos da igreja que fazem e interpretam como querem o que lhes convém.

    O dia que padre agir como padre, respeitando o celibato e todas as regras QUE A IGREJA INVENTOU e que nem eles mesmos seguem... o dia que a igreja parar de enriquecer às custas de sonsos que realmente acreditam que dar 10% de seus ganhos lhe garante qualquer coisa com céu e Deus... entre outras coisinhas que eu repudio... talvez nesse dia eu faça como vc, e siga AS REGRAS que a igreja impõe e não segue e me importe com roupas coloridas e divertidas de gente mais desencanado que eu num casamento.

    Enquanto isso, bem... prefiro o Cristianismo self-service.
    Creio em Deus, em um Jesus Cristo e em Maria. E isso me basta, me faz rezar todos os dias e manter minha fé. Mas não creio em uma instituição como o Catolicismo há um certo tempo, mesmo sendo devidamente batizada, crismada e eventualmente aparecer em alguma missa quando o padre consegue celebrar sem falar de política, sem olhar os seios em decotes e passando a paz e serenidade que procuro nessas ocasiões.
     
  20. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Hahahaha, o que você quer dizer é que procura uma Igreja católica e não a Igreja marxista de Boff e Betto, é isso? Você não precisa procurar tanto assim. Já pensou em visitar igrejas católico-orientais ou ortodoxas?

    Ali sim você pode encontrar sacralidade, espiritualidade, vivência do cristianismo, onde as regras são entendidas e amadas como determianções santas, e não meros códigos impostos. A Igreja no Brasil virou partido político, ou seja, está acabada.
     

Compartilhar