1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Bilbo, o Um e a fuga das Montanha Sombrias

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por JPHanke, 28 Jul 2009.

  1. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Estou relendo O Hobbit estes dias e, no capítulo Adivinhas no Escuro fiquei deveras intrigado com uma passagem, mais precisamente uma espécie de visão que Bilbo tem no momento que em ele está fugindo das Montanas Sombrias e Gollum bloqueia sua passagem para a saída. Segue o trecho em questão:

    Vale lembrar que neste momento Bilbo estava usando o Um Anel (que possui vontade própria, como todos sabem). O que me chamou a atenção foi o seguinte: Bilbo compreende, tendo o mínimo de contato com Gollum e sem tocar no assunto, como foi a vida desta criatura desde que chegara àquela caverna em que ficaria nos próximos anos e, depois, impelido por uma nova força, consegue superar todo o medo que o possuira e dar o salto que o levaria para fora da caverna.

    Esta passagem por si só não tem muito mistério, mas conhecendo como foi a vida de Gollum após se apoderar daquele anel, e do que aquele anel é capaz, surgem algumas questões: seria esta compreensão e esta nova força que impulsionaria Bilbo rumo à saída proporcionadas do Um?

    Seria tão grande a vontado do Um de sair daquele lugar a ponto de, com tão pouco tempo de uso, influenciar o hobbit de tal forma para conseguir sair daquela caverna em que estivera por quase 500 anos e pudesse ser encontrado mais facilmente pelo seu mestre, Sauron?

    Fico pensando sobre estas questões e também sobre a cronologia das obras. Não me recordo se Tolkien já tinha em mente toda a dimensão do que viria a ser o Um Anel quando colocou aquele, até então simples e ingênuo, anel mágico nas mãos de Bilbo.

    Gostaria de saber a opinião de vocês sobre estas questões! =]
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. Anwel

    Anwel Nazgûl Cavaleiro

    Taí uma questão que eu não tinha refletido tão a fundo assim...
    Pra mim foi o próprio Bilbo que, diante da situação fora do comum, acabou refletindo sobre a vida do Gollum a partir das suas observações do comportamento do mesmo. Quando ele viu que o futuro dele poderia ser igual ao da criatura decrépita e semi-destruída na sua frente, sua vontade falou mais alto e deu a força necessária ao esforço do pulo do Bolseiro.
     
  3. Takemoto

    Takemoto Hobbit Mestre Cervejeiro

    Concordo com você Anwel, provavelmente seja a força de vontade de Bilbo que o fez pular.

    Sobre o anel, acredito que Tolkien tivesse algo em mente para ele, mas acho que não algo tão grandioso.
     
  4. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Eu cheguei a pensar nesta hipótese, de que poderia tudo vir do próprio Bilbo. O problema é que dificilmente ele poderia ficar vivo dentro daquela caverna. Gollum já sabia que Bilbo tinha lhe roubado o anel e estava tentado matá-lo por isso.

    Quanto ao Um, me lembrei de um artigo que o Cisne publicou aqui na Valinor (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ) e, na página 3, achei o seguinte trecho:

    Isso me faz pensar se, ao reescrever O Hobbit, Tolkien teria pensado nas possibilidades que eu apresentei no primeiro post ou não, visto que na primeira versão deste livro, Gollum (pelo que pude entender) não planejara matar Bilbo, ao contrário da versão atual desta aventura.
     
  5. Keltos

    Keltos Flautista Verde

    Será? Acho que não. O que Tolkien descreve no hobbit é a condição de Gollum e como Bilbo pensava no mal que Gollum fez a si e não que necessariamente este mal fosse obtido do do Anel.

    O Anel seria apenas o instrumento obsessivo de Gollum. Em O Hobbit o mal esta ai. E não no anel propriamente. Se pensarmos nesse mesmo trecho sem o Senhor dos Anéis poderemos ver que Gollum é o foco destes sentimentos e não o Anel.

    É tentador, mas temos de tentar escapar dessa tendência que temos de olhar o passado baseado no que aconteceu no futuro. Acho que é desta mesma forma que julgamos Gollum enquanto personagem, por exemplo....

    =)
     
    • Gostei! Gostei! x 5
    • Ótimo Ótimo x 2
  6. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Perfeito, isso merece um karma, se me permite usar sua frase num tópico para ver se esse povo para de julgar um certo personagem do Silmarillion de maneira totalmente errada...:osigh:
     
  7. Ondon Rincewind

    Ondon Rincewind Usuário

    Após o que Keltos escreveu, não há mais o que dizer!
     
  8. Mairon

    Mairon Alquimista Andarilho

    Interessantes as respostas vocês deram mas eu diferentemente de vocês acredito que o anel pode ter sim influenciado a decisão de Bilbo.
    Bom se observarmos O Hobbit isoladamente Keltos e os outros estão totalmente certos porque o anel era simplesmente o objeto que Gollum amava e que Bilbo inocentemente usava para a invisibilidade, o anel simplesmente não deveria ser capaz de alterar os sentimentos de Bilbo ou de fazer ele ter coragem de escapar do perigo. Porém quando olhamos as obras de Tolkien como um todo, descobrimos que o anel era a grande fonte do mal e do poder de Sauron e que esse anel podia de fato controlar as pessoas que o usavam como é o caso de Gollum. Se o anel realmente desejava encontrar seu mestre pode ter sido por desejo dele que Gollum o perdeu e por desejo dele que Bilbo o achou e o levou para fora da caverna :think:
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  9. Guilherme Thorikan

    Guilherme Thorikan Eu?? Eu não sou um

    O que Elessar disse faz sentido, porque do mesmo jeito que ele acabou traindo antes quando Sauron foi derrotado pela primeira vez, quando o Anel percebeu que ficaria preso e precisava ser encontrado, traiu. No caso de Bilbo pode ser a mesma coisa, ele ansiava por ser encontrado. Depois de 500 anos preso à uma criatura que não tinha mais energias pra absorver viu em Bilbo a esperança de liberdade.

    Essa força que Bilbo teve pra escapar da caverna foi tanto dele e tanto do anel. Dele para escapar da morte e do anel pela esperança de encontrar seu mestre.

    Espero ter sido claro, minhas opinioes ainda estao confusas^^
     
  10. Black Smith

    Black Smith Usuário

    Gostei do que disse, mas discordo, pelo menos não para esse caso. Não acho que devemos ignorar nosso conhecimento, com relação ao poder do Um anel, nessa discussão. Acho que a resposta se torna muito mais coerente quando levamos em consideração que o Um anel queria encontrar seu criador e que faria de tudo para conseguir isso.

     
    • Gostei! Gostei! x 1
  11. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Eu concordo com o Black Smith. Sua colocação sobre passado e futuro foi interessante, Keltos, e em outros casos eu concordaria com você. Não sei se estou certo ao fazer esta afirmação, mas creio que neste caso não estamos interpretando o passado com base em acontecimentos futuros, simplesmente pelo fato de que aquele anel é o Anel Governante. Não é porque ele é tratado como um simples anel mágico n'O Hobbit que devemos ignorar seu poder.
     
  12. Concordo com Keltos, mas também com Elessar Fox, e acredito que o Um era capaz sim, de influenciar quem o utilizava, e digo mais, acredito que o Um, teria uma mentalidade própria, diferente da de Sauron, mesmo porque, se Sauron pensasse como o seu Anel, ele saberia de suas artimanhas, e teria até mesmo uma telepatia com o Anel, pois ele era um Maia, assim como Melian, que compreendia muita das coisas que eram, que são e que serão na terra média.
    Sauron era forte, mas parte da sua força, estava no Um, então não é de se presumir que ele tenha criado uma segunda mentalidade dentro do objeto?
    É claro que essa segunda mentalidade seria subordinada a ele, pois Sauron, ainda detinha grande poder.
     
  13. Acho que a compreensão foi algo dada pelo autor e completamente alheia ao Um, assim como a força em Bilbo para sair daquela caverna, acredito que esta tenho sido dele e não do anel. Pode ter sido um devaneio rápido sobre a vida de Gollum que o levou aquela conclusão, e a energia renovada foi pura vontade de sobreviver. Não acredito que tenha algo a ver com o Um, inclusive por estar por tão pouco tempo sob os domínios de Bilbo.
     
  14. Katrina

    Katrina Usuário

    Concordo contigo, acredito que a "força" que permitiu a Bilbo escapar provinha dele e somente dele.
    Ele pode ter tido um vislumbre da vida do Gollum, o Anel poderia ter "visto" ali uma forma de chegar até seu mestre, sim Tolkien escreveu O Hobbit sem intenção de dar continuidade à obra, e talvez este fato tenha sido somente uma daquelas coincidências que mais tarde fazem todo o sentido, explico-me....

    O fato de Tolkien ter definido O Um e escrito sobre ele da forma que escreveu em O Hobbit permitiu que ao ser interpelado por seus editores para escrever uma história que desse continuidade à essa obra pudesse ter se aproveitado desse fato para desenvolver a história posterior. No fim, tudo pode ter se resumido em simples e pura coincidência.

    Agora, voltando ao Bilbo. Quem ao pressentir o perigo, de morte diga-se de passagem, não encontraria forças para lutar por sua sobrevivência?
     
  15. Musidora

    Musidora Visitante

    Concordo com o Black Smith. Afinal existia a ligação entre o Um e seu criador. Acho que é como se o anel tivesse uma vontade própria, que aliava-se a seu portador (Unindo o 'útil ao agradável' :sacou: ).

    Afinal, que 'futuro'/'utilidade' todo aquele poder concentrado no Anel teria, preso nas mãos de um ser que facilmente sucumbiu a ele?

    E bom, no trecho do livro citado pelo JP, a impressão é de uma 'premonição' de toda a guerra que viria. Outro indício de que o Um tinha sua vontade, por estar fortemente ligado aos planos de seu mestre.
     
    Última edição por um moderador: 31 Jul 2009
  16. Eów Dernhelm

    Eów Dernhelm Amigável mesmo sendo um...

    É exatamente isto que eu tive a impressão quando li este trecho postado pelo JP.
    Blacksmith também teve um raciocínio lógico. O Um tem uma forte ligação com seu criador, Sauron, e como é sempre bastante frisado durante o livro, o Um possui vontade própria...vê-se como ele escapa de forma furtiva das mãos de Isildur e de Gollum.
     
  17. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    O que há claramente em O Hobbit é que Gollum se isolou e se tornou alguém furtivo e nojento por viver tanto tempo isoladamente nas cavernas; e que Bilbo sofreria o mesmo se ficasse lá. Agora, será que nesse escrito Tolkien sabia que o Anel teria relação com isso? Pode ser que sim e pode ser que não. Como postaram, na versão anterior Gollum encara normalmente a perda e age amigavelmente com Bilbo - logo esse trecho onde Bilbo foge de Gollum já é a versão posterior onde Gollum age negativamente a perda. Nessa versão, talvez, já encontra-se as alterações que Tolkien fizera para aproximar o Gollum de O Hobbit do futuro Gollum de O Senhor dos Anéis, logo já pode existir a idéia de que, sim, o Anel tinha a ver com a transformação de Gollum.
     
  18. Roger

    Roger HEXACAMPEÃO BRASILEIRO!!!!!!!

    "Uma compreensão repentina, um misto de pena e horror, cresceu no coração de Bilbo: um vislumbre de dias infindáveis e indistintos, sem luz ou esperança de melhora, cheios de pedra dura, peixe frio, movimentos furtivos e sussurros. Todos esses pensamentos lhe passaram pela mente num lampejo. Estremeceu. Depois, de súbito, num outro lampejo, como se impelido por uma nova força e resolução, deu um salto."

    O HOBBIT, pág. 86, 3ª Edição - WMF Martins Fontes


    Se olharmos bem, talvez nao sejam temores do hobbit, e nem um vislumbre da vida do smeagol que vemos. Talvez nao fosse esse paragrafo uma visao da vida do proprio um anel? vida que ele levava com o gollum? A vida que ele queria escapar, voltando assim pro seu dono? 8-O
     
  19. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    A interpretação da situação de Bilbo é complexa. Há a influência do anel e também da escolha de Bilbo.
    O resultado final era o equilíbrio das decisões entre o sedutor e o seduzido.
    O hobbit estava sob grande estresse e muitas emoções e pensamentos passavam por sua mente durante essa aventura. Ainda, ele possuía os mesmos atributos dos homens que era o de por breves instantes ter lampejos e conseguir por vezes ver seu próprio futuro em situações extremas. Essa é uma condição interessante mostrada nos livros e mesmo na vida real como por exemplo durante a chamada "melhora da morte".
    Com os olhos da morte Feanor também teve um breve instante diferente dos outros em seus pensamentos e o Noldo em Aman conseguiu perceber mais além ao olhar no recôndito da proposta de Melkor em suas portas. E os homens (e por vezes mulheres também) diziam palavras proféticas em alguns momentos.
    E nos perguntamos de onde vieram essas imagens do futuro para a mente de Bilbo? Do anel ou dele mesmo? Ou haveria também a presença de outros atores na questão que também estivessem discretamente puxando as cordas?
    Sabemos que seja o que for que o encorajou pode ter dado mérito ao Hobbit por ter dado um passo positivo sob a perspectiva de um plano maior, ainda que sob uma visão pequena Bilbo estivesse levando a luz do sol algo extremamente perigoso. E é muito interessante perceber que quanto maiores os planos em jogo, mais difícil se torna para os sábios enxergarem. Gandalf disse uma vez que a fraqueza de Bilbo (por ter pena de Gollum) podia governar o destino de muitos. É possível também que a fraqueza de Bilbo em uma hora de necessidade tenha conduzido ele para fora.
     
  20. Dorak

    Dorak -Morgoth! Não me chame de

    Essa questão de considerar o poder do Um, sua história , ou se foi apenas uma reflexão de Bilbo sobre o estado e a vida de Gollum naquela caverna, ou então falar que a fuga foi apenas um impulso diante do perigo ...tudo isso é muito complexo... depende muito do grau de conhecimento sobre o legendarium tolkieniano.

    Estou terminando de ler O Hobbit....e ja tinha lido a trilogia antes e digo que quando cheguei nesse momento do livro (O HOBBIT, pág. 86, 3ª Edição - WMF Martins Fontes) ...levei em conta a força do Anel, considerando sua vontade de retornar para a mão do Senhor do Escuro...assim como o bom coração de Bilbo e sua reação diante do perigo à qual estava submetido.

    Mas creio que uma pessoa que começe a ler Tolkien pelo Hobbit (sem ter conhecimento sobre os fatos alem), ao se deparar com o momento citado do livro....vai encarar apenas como sendo a vontade do pequeno hobbit de sair daquela situação e sua compaixão pela criatura que o ameaçava.


    Esse foi um tópico que me chamou muita a atenção. Concordo com tudo que foi dito aqui. :lol:
     

Compartilhar