1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

D&D 3.5 Bardo bom? D:

Tópico em 'D&D e d20' iniciado por Sawara, 18 Set 2014.

  1. Sawara

    Sawara Usuário

    Oi gente! Então, achei o fórum faz uns minutos atrás e criei minha conta.
    Comecei a jogar D&D faz pouco tempo, e não tenho um largo conhecimento de bons suplementos.

    A partir daí, eu fui jogando como meu cunhado me falava.
    Quero uma ajuda de pessoas mais experientes =P

    Meu Bardo

    ATK: 12
    CONS: Não lembro, só sei que o modificador é +1
    DEST: 16
    INT: Modificador +2
    SAB: 10
    Carisma: 18

    E meus talentos são acuidade com arma(livro do jogador), música prolongada(canção e silêncio) e snowflake wardance, que peguei de um livro gringo(frostburn)

    Então, eu queria saber magias e talentos futuros para mim, combos e essas coisas para eu ficar foda :D

    OBS: Sou Bardo de VI nível, e a futura classe de prestígio que vou pegar é lirista da canção dracônica.
     
  2. Shmul

    Shmul Wawaweewa!

    Não sei qual versão do D&D você esta jogando... sei que se for 3.5 seu Bardo nunca será "foda". Hahaha
     
  3. Sawara

    Sawara Usuário

    Sim, é 3.5 ...

    Se você disse que meu bardo nunca irá ser foda, é porque você já jogou com ele.
    Se sim, você pode me dizer quais talentos você usava?
     
  4. Shmul

    Shmul Wawaweewa!

    Faz muito tempo que não jogo D&D, mas se eu tiver um tempo posso dar uma recapitulada e te informar.
     
  5. Deriel

    Deriel Administrador

    Olha, eu joguei com Bardo há muuuuuuuuuuuuito tempo, em 3.5 - coisa de 6 anos

    A diversão dele não era o min/max, mas ser Bardo. Cantar, azucrinar, ser o "carinha do boteco", dar buff com melodia... essas coisas. Nisso você vai ser foda.

    Você nunca vão ser um ladino tão bom quanto um Ladino, nem um guerreiro tão bom quanto um Guerreiro, nem um mago tão bom quanto um Mago. Mas vai ser o segundo melhor do grupo nisso tudo.

    E divirta-se - é o mais importante. Cante na sua sessão se jogo, seja influente, dê trabalho pro seu Mestre. Deixe um tico de lado os números e talentos.
     
  6. Sawara

    Sawara Usuário

    Eu faço praticamente tudo na sessão, menos a parte de cantar porque tenho vergonha xD. Na questão de talentos, eu queria mais para eu melhorar em frente.. Pois quando eu ganhar um, não faço idéia do que eu vou pegar.
     
  7. Deriel

    Deriel Administrador

    Pegue aqueles que te ajudarem a ajudar o grupo, com mais buffs, por exemplo

    CANÇÃO PROLONGADA (Livro Canção e Silêncio)
    MUSICA ADICIONAL (Livro Canção e Silêncio)
    INICIATIVA APRIMORADA (Livro do Jogador)
     
  8. Sawara

    Sawara Usuário

    Música adicionar eu acho meio inútil, já que você pega várias já da classe em si (1 por nível)
    Iniciativa aprimorada? Eu quase nunca gosto de ser o primeiro q-q
     
  9. Deriel

    Deriel Administrador

    Mas o lance do Bardo é justamente "bufar" o resto do grupo - por isso é importante ser primeiro, pra quqndo o Guerreiro ou Clérigo irem pra porrada, já estarem devidamente preparados por você :D
     
  10. Shmul

    Shmul Wawaweewa!

    Faça um mago! Coloque perícias em atuação, diga que os componentes verbais de suas magias são proferidas em forma de canto e seja feliz!
     
  11. Deriel

    Deriel Administrador

    Se o único objetivo for buffar os demais personagens então é ainda melhor um Clérigo.

    Mas o Bardo é interessante por apresentar outras características muito interessantes. Ele é o melhor segundo em tudo
     
  12. Shmul

    Shmul Wawaweewa!

    Sim, acontece que para jogar com o Bardo não basta o Player querer... Depende muito do Mestre adequar situações pra esta classe, caso contrario o player, cedo ou tarde, ficará desmotivado.
    Muitas mesas de D&D acabam focando demais no Hack'n Slash.
    E se seu mestre for "bom" e você quer interpretar um Bardo, eu entendo que os Talentos são o de menos!

    Sei que acabei não ajudando em nada o objeto do tópico! hahaha. Desculpem!
     
  13. Sawara

    Sawara Usuário

    Sim... depende muito da campanha que o mestre faz. Dungeons não são boas para bardos, já que o carisma no meio de monstros não ajudam.
    Vou continuar interpretando o BARDO e não querendo LUTAR, haha. Eu peguei o Snowflake Wardace que faz você usar o modificador de carisma no ataque, e isso é realmente ótimo.
    Da próxima vez, vou fazer uma planta druída!
    Obrigado e até mais o/
     
  14. Deriel

    Deriel Administrador

    Tudo depende do Mestre - mas um bom Mestre tem que tentar se adequar aos personagens escolhidos pelo grupo, ou nem ele nem o grupo vão se divertir. Ao menos é o que eu acho
     
  15. CapitaoBlack

    CapitaoBlack Usuário

    Olá Sawara, se o grupo permite talentos de fontes diversas, dá uma olhada nos talentos
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (do livro dragon magic, sinergia com o lirista da canção dracônica) e Words of Creation ( do book of exalted deeds), além de arrumar um instrumento obra-prima, quanto a ser um bardo, pense em que "função" você terá no grupo, vai buffar os camaradas, lutar, etc... Espero ter ajudado, qualquer dúvida quanto ao que postei, pergunte.
    A e siga sempre a regra de ouro do RPG, a diversão vem em primeiro lugar.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  16. Bom meu amigo Sawara, se você começou jogando de Bardo em D&D 3.5, é provável que seja um jogador que goste de desfrutar as histórias (ou estórias) e interagir intensamente com os demais personagens, sendo PJs (personagens dos jogadores) ou PMs (personagens do mestre). Lembre-se sempre que a versatilidade do bardo torna essa classe única e com uma versatilidade imensa de builds, tanto para canções, como para magias, quanto perícias, porém fisicamente o Bardo não é indicado para um confronto direto por diversos motivos que irei falar mais tarde. Ano passado criei um Bardo como jogador de uma campanha de um grande mestre e amigo meu que aprendeu a jogar (e mestrar) comigo D&D há quase 20 anos. Tive as mesmas dúvidas como jogador de como utilizar ao máximo as capacidades do Bardo. Pesquisei muitas classes de prestígio, até definir que a melhor para o que eu desejava (foco em magias) seria o Lyric Traumaturge (Taumaturgo Lirico) no livro Complete Mage. Sem mais delongas, vou mostrar como ficou e depois direi alguns detalhes sobre ele. Abaixo vou colocar um exemplo de um personagem nivel 16 humano.

    Força 8 Inteligencia 18 Base Ataque +11/+6/+1
    Destreza 14 Sabedoria 12 Fortitude 5 (+0) Reflexo 11 (+2) Vontade 11 (+1)
    Constituição 10 Carisma 20 Armadura 12 (somente destreza)

    Pontos de Perícia
    Bardo 6° >> 99 (44 iniciais + 11 por nivel)
    Lyr.T.10° > 90 (9 por nivel)
    Total>>>>>> 189 ponto de perícia.

    Talentos
    Captivating Melody (complete mage free por classe)> melhora magias de ilusão e encantamento
    Magia Lirica (Complete adventurter pg 113)>>> usa magia de bardo para conjurar magias
    Atuação Focalizada (códice de talentos)>>>>>>>>>>>> Varios usos para musica de bardo
    Musica Metamagica (Races of Stone PG 142)>>>>>>>>> Consome musica de bardo p/ usar feats metamagicos
    Artista Focalizado (Códice de talentos)>>>>>>>>>>>> Teste de Atuação no lugar de concentração
    Maximizar Magias (livro do jogador)>>>>>>>>>>>>>> Magias de dano causam dado máximo
    Acelerar Magia (Livro do jogador)>>>>>>>>>>>>>> Faz magia como ação livre
    Musica Adicional (Complete Adventurer)>>>>>>>>>>> Ganha 4 musicas adicionais por dia

    Habilidades de Classe:

    BARDO: Conhecimento de bardo, fascinar, musica de bardo, "countersong", inspirar coragem +1

    LYRIC TRAUMATURGE: Bardic music, bonus spells*, Captivating Melody, Spell secret**, Sonic Might***
    * Aumenta o numero de magias por dia de cada nivel.
    ** Aumenta o numero de magias conhecidas de cada nivel, sendo que devem ser de mago/feiticeiro.
    *** Aumenta o dano das magias com descritor sonico em 1d6/nivel.

    Ainda tem toda a gama de magias que devem ser escolhidas a dedo, porém não irei postar, pois deixarei que o amigo pesquise as que melhor convirem, porém vou dar alguns exemplos de combo com esse build.

    A magia arma sônica faz uma arma de corpo a corpo ou distancia causar 1d6 de dano adicional, porém como ela é de segundo nível, causa 3d6 de dano sonico adicional pelo sonic might*** descrito, porém se usar magia maximizar magias com a magia metamagica, pode causar dano máximo dos 3d6 que no caso é 18 (um bom buff por sinal).

    Isso se aplica por exemplo à magia grito maior (shout, greater) de 6 nível de bardo que causa 10d6 de dano ou 1d6 por nível em criaturas cristalinas e objetos, que no nível 16 maximizada causaria respectivamente 10d6+6d6 (96) ou 16d6 + 6d6 (132)!

    Dentre Magias que recomento pra esse build (ou qualquer bardo) estão: Improvisation, Alibi, Sirine's grace, sonic weapon, glibness, etc.

    Com improvisation + glibness + as 5 sinergias em blefar (+10, consulte livro do jogador) + carisma extra, por exemplo o personagem no nivel 16 seria capas de usar a pericia blefar com um modificador + 82 +1d20, podendo inclusive usar o descritor do livro dos épicos para fazer sugestão por meio do blefe!!!

    Com o mostrado acima foi apenas uma das inumeras possiblidades da utillidade de um bardo dentro de um cenario de campanha D&D 3.5 com uma breve explicação sobre o personagem em destaque. Ainda nesse mesmo build existem diversas outras possibilidades não mostradas pela extensa complexidade. Espero que minha dica tenha lhe ajudado meu caso Sawara, bem como outros jogadores que ainda tinham alguma dúvida sobre as capacidades do Bardo. Esse build demorei cerca de 1 semana pesquisando nos livros para refinar e chegar a esse resultado, ou seja, um build que tenha a sua cara, é trabalhoso, mas gratificante.

    PS: a ficha desse personagem é composta de 11 paginas. XD



    "Quem luta com monstros deve velar por que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti."
    Friedrich Nietzsche
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  17. Achei muito proveitoso esse tópico!
    Mestro a anos e atualmente iniciei uma campanha como jogador sendo bardo. Dentre as classes de prestígio gostei bastante de Virtusoso, algumas dicas para ser um bom e resistente suporte?
     
  18. Caro Victor Augusto, a partir de tudo que já olhei, tu pode se valer dos talentos Atuação Focalizada, Artista Focalizado, e Música adicional para melhorar o enorme repertório de canções do Virtuoso e ainda pode combinar com alguns níveis de guerreiro para adquirir alguma base ataque pontos extra de vida e BBA, além de especialização em alguma arma da sua escolha que no caso algum aro ou besta seriam bons para não precisar combinar força no bardo, porém com o talento de acuidade para se valer do bonus de destreza na jogada e dano, além de talentos como vontade de ferro, grande fortitude, reflexos rápidos e sorte de heróis para ficar mais resistente a danos de área e outros em combate aberto caso seja indispensável se expor ao combate. Espero ter ajudado de alguma forma.

    "Quem luta com monstros deve velar por que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti."
    Friedrich Nietzsche
     
  19. HibariD18

    HibariD18 Usuário

    Nya jogo com bardo a anos e esses talentos não podem faltar em uma ficha de bardo^^ Melodic Casting, Song of the Heart, Iniciativa Aprimorada e Words of Creation.
     
    Última edição: 22 Jul 2016

Compartilhar