1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"Auto da Barca do inferno" (Gil Vicente)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por #_Slash_#, 16 Mar 2003.

  1. Agamennon Warren

    Agamennon Warren Desaparecido

    Provavelmente eu deva fazer um trabalho pra aula de Comunicação sobre ele. Esse livro é um dos melhores autos que já foram escritos em todos os tempos.
     
  2. Jango

    Jango Branca! Branca! Branca!

    Já tenho esse livro há anos e ainda não tive coragem de terminar de lê-lo.
    Quem sabe em 2007.
     
  3. Décimo

    Décimo The Swanson Code

    Aquilo se lê, no máximo, em umas duas horas, consoante os hábitos de leitura da pessoa. Não é propriamente uma tarefa hercúlea.
     
  4. LatinoAmericano

    LatinoAmericano Aqui jaz Alcarecco

    Tenho que ler ele pra umas provas aí, mas eu já li, em 3 dias eu terminei, achei interessante até, é uma linguagem de um português antigo, e é um texto feito para teatro por isso talvez seja um pouco difícil de ler, mas eu consegui ler ele normalmente.
     
  5. Ishtar Lillith

    Ishtar Lillith Usuário

    Eu li ele em pouco mais de uma hora, e nem foi pra trabalho nem nda o.o
    Gostei dele.
     
  6. Eu já li o livro e gostei.

    Também já vi uma representação da Auto da Barca do Inferno que estava muito bem.

    Achei fácil de ler, mas também cá em Portugal estudamos a peça, por isso achei mais facil.
     
  7. Malaman

    Malaman Passion, what else?

    Eu tive que ler este livro tambem(salvo erro no meu 9º ou 8º ano de escolaridade), gostei bastante do livro e da peça.
    A ideia de gil vicente era criticar a vida pouco humilde das pessoas daquela época.
    Ou era o sapateiro que "roubava" seus clientes ou ate um enforcado que tinha sido enganado em terra e pensava que por ser morto na forca tinha o direito ao ceu...

    Gostei tambem da peça de teatro que foi ensenada por um companhia de teatro portuguesa.
    *yams*
     
  8. Jango

    Jango Branca! Branca! Branca!

    Não que seja difícil de ler. Só que sempre achei esquisito ler peças de teatro. pronto lanço o desafio a mim mesmo. 2007 o ano em que lerei o Auto da barca do inferno.
     
  9. Malaman

    Malaman Passion, what else?

    É uma questao de habito Jango...
    Mas claru que e bem mais divertido ver a peça de teatro em si...
    *yams*
     
  10. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Uma coisa é certa: textos escritos para serem encenados produzem experiências diferentes em quem está só lendo, e quem está assistindo, então nesse caso entendo o que o Jango quis dizer.

    Um exemplo é o caso de Otelo, de Shakespeare, que eu simplesmente não gostava até o dia que vi uma leitura dramática com o Diogo Vilela. Sequer era uma encenação, mas já fez toda a diferença :eek:
     
  11. Kurt

    Kurt El Doctor

    Uma vez no colégio tive que interpretar uma das "peças" de Gil Vicente, sinceramente, odiei. É algo escrito em um português rebuscado e arcáico. :think:
     
  12. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Rebuscado não é. A dificuldade que temos ao ler é porque é português de Portugal (antes de mais nada) e porque foi escrita ali por volta de 1500, mas não acho que isso atrapalhe taaanto assim. o_O
     

Compartilhar