1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"Ativos" vs "Passivos"

Tópico em 'RPG' iniciado por Armitage, 14 Fev 2008.

  1. Armitage

    Armitage Usuário

    Pensaram besteira né? :mrgreen:

    Que tipo de grupo vocês preferem galera? E como vocês são quando jogam RPG? Essa pergunta pode ser dividida várias partes:

    - Quando você é Mestre:

    Prefere quando jogadores são pró-ativos, que costumam influenciar muito no curso da história e pôr a teste sua capacidade improvisativa ... ou quando jogadores são reativos, que costumam esperar pra que você os puxe pela mãozinha de lá pra cá, enquanto eles só reagem?


    - E quando você é Jogador:

    Prefere quando o mestre é reativo, esperando o input de vocês ("E aí o que vão fazer hoje?" ) e improvisando a partir disso... ou quando o mestre é pró-ativo, pegando você pela mãozinha e levando de lá pra cá?


    - E você consegue analisar a si mesmo? se considera um jogador/mestre pró-ativo ou reativo?
     
  2. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Como jogador, sou meio preguiçoso. Geralmente sou mais reativo. Já como DM eu prefiro ser surpreendido pelos jogadores. É por isso que prefiro mestrar a jogar.
     
  3. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    Como mestre e jogador, gosto de ser "ativo". Pra ficar andando por um caminho pré-estabelecido já temos os RPGs eletrônicos. RPG de mesa pra mim significa liberdade total, senão perde o sentido e a graça.
     
  4. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Quando mestro, eu gosto de criatividade. Eu crio a história, então tem alguns eventos que ocorrem, tem os lugares onde se espera que os jogadores vão, as atitudes mais óbvias à partir da qual a história padrão se desenrola (qualquer coisa, é mais fácil alterar essa história); mas eu não chego e digo "vocês podem fazer isso, ou isso", não elimino todas as opções propostas pelos jogadores. E nem mesmo penso em todas as soluções dos problemas, às vezes eu só coloco um vilão absurdamente forte, por exemplo, ou um desafio mega foda, e eles que se virem.
    Como jogador, eu gosto de tomar iniciativa. Eu em geral sigo a história padrão, sem me desviar só por pirraça ("vocês acham uma casa abandonada no meio da floresta, vocês entram?" "acho que essa casa é problema... jogo fogo nela"), mas não gosto de quando o mestre simplesmente impõe uma coisa. Se ele disser "antes de morrer seu mestre te deixou uma missão" ou "o rei mandou chamar vocês e ordenou que fossem fazer isso", é frustante. Mas se ele começar a campanha "Vocês são um bando de aventureiros e estão no meio de Waterdeep, aonde vocês vão?" também é chato, você tem opções demais, e nenhuma "pista" para ir para nenhum lugar específico.
    Em suma, acho que o caminho certo é o do meio.
     
  5. Arcavius

    Arcavius Ezio Auditore da Firenze

    Quando eu mestro, prefiro players que trilhem o próprio caminho. Como jogador, eu trilho meu próprio caminho (quando é possível...), mas não tenho problemas com mestres que "..pegam na mãozinha...''
     
  6. Dáin-Pé-de-Ferro

    Dáin-Pé-de-Ferro Citando posts esquecidos

    Gosto de players e mesters ativos, porque eu sei, por experiência própria, que comigo jogadores reativos terminam enfrentando perigos para os quais não estavam preparados. E minhas idéias como jogador geralmente terminam com o grupo com a corda no pescoço...
     
  7. Arcanjo[SK]

    Arcanjo[SK] Spartan Supersoldier

    Hum.... tipo, eu gosto de meio termos... talvez minha opinião seja meio parecida coma do Tio Sky, mas nem tão preguiçoso... acho que depende do dia tb... as vezes, dá aquela preguiça e alguém dte empurra pra narrar, ai, como não quero pensar em nada, deixo o pessoal se virar e caçar a própria história...

    XD
     
  8. Gabriel Montiro

    Gabriel Montiro 1 Flecha; 1 Alma Penada


    Comcordo olenamente com vc tiiiiiiiiiiiiiiiiiiiooooooooooooo Ski :babar::babar:
     
  9. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Como mestre, eu sou mais pró-ativo. Faço uma história e tento manter os PJ nela. Como jogador, assumo uma postura para ajudar o mestre. Se ele quiser ditar a história, não tem problema. Se ele quiser que eu vá procura-la, vou com o maior prazer.
     
    Última edição: 25 Fev 2008
  10. Vinci

    Vinci Usuário

    Como mestre eu prefiro jogadores ativos. Pra mim um jogador que ouve coisa do tipo 'a cidade tem uma TAVERNA' e não quer entrar pra encontrar o velho com um mapa do tesouro, não merece outro adjetivo. É tapado.
     

Compartilhar