1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Atendendimento em livrarias

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por -Jorge-, 20 Out 2010.

  1. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    [align=justify]Estava ontem em uma livraria e, entre um livro e outro, fiquei observando um funcionário e como ele organizava os livros jogando eles para lá e para cá sem nenhum cuidado. Foi me dando uma agonia e uma vontade de berrar para que ele parasse, mas como já estava de saída...

    Lembrei de
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    no Livros e Afins sobre isso e
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    sobre como as livrarias poderiam melhorar o atendimento.

    Pessoalmente eu culpo os atendentes sempre que vejo um livro novinho e amassado nas livrarias e fico meio assim de procurar livros em lojas de livros importados daqui e os funcionários não saberem nem um inglês básico e ter que soletrar o título... (muita exigência?) Para mim, é uma categoria sempre insatisfeita com o serviço... (para quem pensa que trabalhar com livros é um sonho...)

    O que acham do atendimento em livrarias? alguém já deixou de comprar livro por causa de atendimento? (eu já) ou tem uma livraria preferida? (eu tenho) já trabalhou com isso? o que fariam de diferente se a livraria fosse de vocês?[/align]
     
  2. Anica

    Anica Usuário

    varia de um lugar para outro, mas a verdade é que no geral é de médio para ruim. acho que um dos poucos lugares que eu adorava o atendimento era na Ghignone da XV, as atendentes já até me conheciam e falavam de promoções, eram super queridas e indicavam livros e tudo o mais. me sentia super bem e sempre comprava lá

    já. uma vez cheguei numa livraria pedindo um determinado título, e a menina olhou meio que na má vontade na prateleira e disse "não tem". continuei por ali só dando uma olhada básica e achei o livro. disse para ela "era esse aqui" e saí ¬¬

    atualmente só compro livro em livraria virtual, então quando entro em uma é só para namorar alguns livros, então atendimento e afins não faz mais diferença para mim.

    não, mas uma época era o sonho da minha vida trabalhar em um :rofl:

    sabe aqueles testes que fazem para contratar em locadora, cheia de perguntas sobre filmes? eu faria o mesmo sobre livros, hehe.

    lembro de uma vez que pedi um livro numa livrarias curitiba e o carinha não só conhecia o livro como ainda falou "ahhh, tá cursando teoria 2 com o gil, né?" (e sim, eu estava cursando teoria 2 com o gil :lol: ). causa uma boa impressão qdo vc vê que o sujeito entende do que está vendendo.
     
  3. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Eu não me lembro de não ter comprado livros pelo atendimento, até porque das duas uma,.. ou eu sei o que quero e onde fica, ou eu fico pesquisando sozinha mesmo... adoro gastar tempo nisso..

    A ) eu tenho 3 lugares preferidos para fazer compras de livros (todos em curitiba):

    As Livrarias Curitiba do calçadão da Rua XV (tem uma atendente que sabe do que eu gosto e me liga se chega coisa nova daquele ou daquele outro autor...ADORO)

    As Livrarias Curitiba do Palladium (a moça que me atendia antes na XV agora está lá, mas são todos muito atenciosos e prestativos)

    A Ghignone da Comendador Araújo (além do atendimento prestativo, tem um ambiente de biblioteca antiga e acolhedora, dá vontade de ficar o dia todo lá...)

    B) Não, nunca trabalhei com isso....

    C) eu faria um CRM que constasse os livros comprados pelo cliente na loja, adotaria a ideia da Anica, e isso me daria um bom perfil do leitor...para fazer ofertas antigas (um esquema assim, Submarino, mas melhor) Seria útil para aqueles como eu, que às vezes não lembra se comprou o livro ou não...hehehe)
     
  4. Izze.

    Izze. What? o.O

    Eu compro poucos livros, questão de grana mesmo, e os que comprei eram sempre escolhidos ao acaso na livraria. Quando pedia por um título, os atendentes sempre me ajudaram e foram legais.

    Logo não cheguei a ter más experiências em livrarias, mas como qualquer outro estabelecimento de venda elas tem um ou outro funcionário preguiçoso e de má vontade e que sabe muito pouco do que ta vendendo.

    Concordo com a Anica sobre a contratação, heheeheh

    Tem gente que chega em livrarias sem saber ao certo o que levar e ta aí o atendente pra dar uma boa dica do que ler quando tu ta em dúvida sobre o que pegar. Na livraria que tinha lá na FLIP tinha um atendente bem legal que ofereceu ajuda enquanto eu tava olhando a parte dos quadrinhos e me recomendou alguns para mim, caso fosse comprar. É muito bom quando a pessoa entende do que vende, e a livraria acaba ganhando mais por ter alguém que tem mais argumentos para vender (sério, quase levei um quadrinho só pela simpatia do cara hauahuah)
     
  5. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    A minha experiência com funcionários é um lixo, nunca conheci algum que recomendasse um livro. Às vezes, quando estou de bobeira, passo numa Livraria Curitiba e fico dando uma olhada nos livros, mas à exceção de promoções, sempre compro online. A Livraria Curitiba quase nunca tem promoção...
     
  6. aces4r

    aces4r Usuário

    Eu gosto muito do auto atendimento.
     
  7. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Como assim??? Além de 6 meses com prateleiras imensas a R$9,90, a promoção do cartão Leia +, e agora a promoção de 3 livros por R$ 29,00? sei lá... há alguns anos realmente eles faziam poucas promoções, mas de uns 3 anos pra cá eles mantém uma promoção atrás da outra (com uns 15 dias de diferença uma pra outra). Digo pq eu comprei MUITOS livros esse ano com essas promoções deles....
     
  8. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    geralmente eu é quem dou dicas de livros para os atendentes. o conhecimento da maioria ñ passa dos + vendidos da veja, qdo mto. alguns até chegaram a comprar o livro q eu indiquei para dar d presente, conforme me contaram depois, qdo pediram + dicas.
     
  9. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Aqui em São Paulo, atendimento exemplar eu acho na Cultura (da Av. Paulista) e na Martins Editora e Livraria (só conheço a da Praça do Patriarca, no |Centro velho de SP).

    Nessas lojas os vendedores entendem do assunto e te deixam à vontade pra xeretar os livros e tudo.

    Mas acabo mesmo indo mais na Saraiva perto de casa e do trabalho; lá tem vendedores que gostam de ficar passando o braço (às vezes o corpo todo) na minha frente quando estou procurando algo e onde uma vendedora pediu pra eu soletrar "Madame Bovary" (¬¬) quando fui procurar a edição da L&PM (que aliás acabei comprando em uma banca de jornal).
    De maneira que, ultimamente, acabo comprando mais pela internet (Saraiva e Submarino). Em lojas físicas vou mais pra cavoucar novidades e dar uma espiada em revistas.

    Já deixei de comprar livro por causa do atendimento sim.
    Um foi dessa moça que pediu pra eu soletrar Mme.Bovary e ainda por cima perguntou se era título ou autor.

    E outra vez, foi na mesma famigerada Saraiva, que perguntei sobre livros do Karl Marx e o vendendor me mostrou a estante onde tinha os livros do... Max Gehringer! :lol:

    Mas sabe que fiquei até com pena do moço porque ele foi tão solícito, mas caramba! como alguém que trabalha com livros não sabe quem é Karl Marx?

    Nunca trabalhei em livrarias mas já quis trabalhar, na Cultura, até mandei currículo pra lá, mas nunca responderam.

    Entre as duas que mencionei (Cultura e Martins) minha favorita é a Martins, porque é menor (tem mais cara daquelas livrarias pequenas de antigamente) e fica no Centro velho, enquanto a Cultura fica na Paulista e eu não gosto daquela região.
     
  10. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]Minhas experiências com atendimento nas livrarias também não é lá das melhores não, hein?

    Embora frequente poucas livrarias ou sebos, costumo dispensar os atendentes, que normalmente demonstram uma falta de intimidade com os livros que chega a enervar. O exemplo da locadora é uma boa, pois é mais ou menos assim que a coisa deveria funcionar, o conhecimento do que se está vendendo é essencial, devia ser um dos pré-requisitos.

    Não sei se isso é algum tipo de regra ou algo assim, mas sempre tive melhores experiências de procura e indicações de livros com donos de sebo do que com atendentes de livrarias. Os livreiros de sebo costumam ser mais bookworm do que os da livraria, fora que o ambiente dos sebos me atrai muito mais, aquela coisa de garimpar preciosidades é muito bom, mesmo que você saia com a mão suja de tanta poeira, hehehe.[/align]
     
  11. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Verdade Lucas, mesmo nos sebos grandes, que contratam funcionários, estes são bem melhor preparados dos que os de livrarias, o que é absurdo se você for pensar bem.

    Puxa, acho que até em uma loja de pregos o funcionário tem que saber um pouco do que vai vender pra ser contratado, não entendo porque em muitas livrarias existe esse descaso.
     
  12. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Tem vendedor de livraria que nunca leu um livro na vida (eu já necontrei um assim) e eu que sempre sonhei em trabalhar em uma e nunca consegui! ¬¬
     
  13. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Eu comprei uns 5 livros nessa promoção de R$9,90. Mas agora que voltaram com ela, eles mantém a mesma lista de livros, até vi no site, e nenhum me interessou. Essa do cartão não me lembro como que é, mas da última vez que comprei lá a moça me explicou e se não me engano tinha que comprar muito livro pra ganhar algo.

    Eu compro mais online porque você encontra preços baixos de todo tipo de livro, lançamentos, edições mais caras, livros menos conhecidos, e não só aquilo que ficou encalhado.
     
  14. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Bom.... eu gosto de entrar na livraria ver o que eles tem... gosto do atendimento que recebo, e compro livros o suficiente para ver vantagem no meu cartão Leia +. Não gosto muito do site deles... mas em cada loja tem uma seleção diferente, pelo que eu percebi....eu aproveito essas promoções para comprar livros de que nunca ouvi falar, e testar mesmo....
     
  15. Ashe

    Ashe Usuário

    Poxa, se eu trabalhasse numa livraria para atender as pessoas, seria muito diferente do que presencio T_T
    Pergunto sobre algum livro, a pessoa faz cara de "Hã?". Aí eu conto um pouco o enredo e parece que estou falando grego '-' Então, a pessoa vai no computador e fica tentando achar.
    Teve um que não tinha ideia de quem é Agata Christie! Céus o.o
    Sem falar de umas atendentes esnobes que, por causa da minha pouca idade, acham que nunca li nada na vida, e sou uma ignorante na Literatura. Sérioooo! Incrível, não? Experiência própria. Falei pra mulher: Por favor, poderia pegar esse livro aqui em cima pra mim? (Sou baixinha sim, tá? 8D) Aí ela disse: Esse daí é a continuação de outro livro. - E virou a cara. Nem pegou! O_O Aí eu: Continuação de qual? - Ela: Criança 44. - Com uma cara tipo "Eu sei que você não conhece".
    Aí eu disse que conhecia e ela ficou com uma cara...

    XD
     
  16. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Então, tá vendo?
    Eu não sabia que "Criança 44" tinha uma continuação...
    E eu tenho 1,73 e sou mais velha que você! :lol:

    Vendedores de livraria, humpf! ¬¬
     
  17. Ashe

    Ashe Usuário

    Que coisa, Clara. Isso de certa forma foi um consolo para mim xD
    Eu tenho 1,52 e tenho 15 anos .-.

    Nunca mais voltei pra essa livraria ¬¬
     

Compartilhar