1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Ataque em boate gay deixa 50 mortos em Orlando, nos EUA

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Neithan, 13 Jun 2016.

  1. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Ataque em boate gay deixa 50 mortos em Orlando, nos EUA
    É o pior ataque a tiros da história dos Estados Unidos, dizem agências.
    Atirador, identificado como Omar Saddiqui Mateen, foi morto pela polícia.


    Autoridades de Orlando, nos EUA, afirmaram neste domingo (12) que 50 pessoas morreram e outras 53 ficaram feridas no
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    O número de mortos faz do
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . O último com proporções comparáveis foi o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , que deixou 32 mortos, segundo a Reuters. Este é o pior massacre terrorista em solo americano, depois do 11 de setembro.

    Ao lado de representantes da polícia local, do FBI e de um líder muçulmano, o prefeito da cidade, Buddy Dayer, lamentou dar a notícia de que o número de mortos na casa noturna Pulse era maior que o estimado anteriormente. "Há sangue por todo lado", disse.



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Não vou colocar a notícia toda, todo mundo já deve ter visto.

    O Estado Islâmico reivindicou o ataque. Mas pelo jeito que foi, tem mais cara de um ataque individual de um homofóbico do que algo planejado pelo EI. Um terrorista num ataque coordenado pelo ISIS não ligaria pro 911 dizendo que atacaria, por exemplo. E o histórico do assassino revela um perfil bem homofóbico e agressivo.
    Mas claro, tem descendência muçulmana, então mais fácil jogarem a culpa neles. do que repensar a política de compra de armas, e o combate ao preconceito. Um cara com histórico de agressão comprar um AR-15 como se comprasse um cigarro não pode ser considerado algo normal.

    O que acham?

    E acham que Trump pode ganhar força na corrida presidencial, já que faz campanha declarada contra muçulmanos?

    Enfim, uma tragédia. :(
     
    • Ótimo Ótimo x 3
  2. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Isso dá moral pro Trump sim (Infelizmente!).

    E mais força também pra uma possível saída do Reino Unido da União Europeia já que um dos argumentos dos seus defensores é dificultar a entrada de novos imigrantes na Ilha.
     
  3. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Analisando o lado das ligações com o EI é complicado e improvável que os Eua cheguem em uma resposta pesando unicamente o que se tem padronizado do comportamento do terrorismo ou, que seja, do assassino serial/de massa comum.

    A julgar pelo caso apresentado há fatores de natureza oportunista, aproveitadora e imprevisível. Há as células adormecidas, há os cantos da internet aonde o povo não vai tanto (comunidades de arquivos do Google é cheia de muçulmanos e discursos pró-islã e o idioma "estranho" funciona como defesa), há a flexibilidade com os apoiadores em que não surpreende a promiscuidade e liberalidade no trato com novos contribuintes da causa.

    A tendência é de a sociedade ser penalizada com emergência de radicais em todos os lados. Nesse contexto a política se acirra e atrai pessoas perigosas (esse é um dos maiores temores).

    Nos últimos anos o terrorismo islâmico declarou guerra pessoal contra o ocidente. Os ataques na França em Paris e no jornal são ataques a símbolos e a boate parecia ser também um símbolo de um grupo (homossexuais) ou alvo apoiado por uma vertente política do ocidente. Quer dizer, pode não ser de um afiliado do EI mas parece seguir o manual do EI com tanta precisão que até surgiu essa notícia da reivindicação do ataque pelo Estado Islâmico.

    No mínimo se for uma querela pessoal do assassino é coerente que tenha conseguido material de treinamento, armas, logística e instrução de fora. Mas como tudo é bem movediço pode ter sido treinado para se parecer com um reles lobo-solitário.
     
  4. Shakhbûrz

    Shakhbûrz sculptor of reality

    Acho que foi premeditado sim, hein.

    O cara viajou 200Km até a boate (o que descarta um simples "rampage" homofóbico), selecionou um alvo em "guns-free zone" justamente porque saberia que não teriam outras pessoas armadas para impedi-lo. Era filho de afegãos e etc. A ligação para 911 declarando ser do ISIS serve como comprovação de que a alegação posterior do próprio ISIS não foi blefe. Além disso, o ISIS já tinha prometido ataques desse tipo nos EUA tem um tempo.

    E outra, controle de posse de armas não evita esse tipo de ataque, até mesmo porque nos EUA é muito fácil comprar armas no mercado negro. Assim como no Brasil, a proibição só penaliza o cidadão que deseja comprar uma arma para se defender. As chamadas gun-free zones, zonas e cidades onde são proibidos o porte de armas acabaram se transformando no ponto preferido de ataques desse tipo (os maiores massacres acontecem justamente nesses locais).

    O cara que tem um problema mental ou que quer fazer um ataque, vai encontrar os meios de fazê-lo, mesmo se a legislação não permitir que ele compre uma arma.

    Ah, e não vamos nem mencionar que o cara era filiado aos DemocRATs.
     
  5. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    Os dois lados da história têm pontos a explorar desse atentato.

    A Hillary, os democratas e os liberals americanos enfatizarão a facilidade que o terrorista teve para comprar uma arma pesada como um fuzil e entrar numa boate - um local que, por boas razões, não tem jeito de não ser uma gun-free zone.

    Já Trump e os conservatives estão frisando a origem do terrorista e sua filiação ideológica ao islamismo radical - que não dá para ser negada. Mesmo no caso em que fique provado que o atirador era uma pessoa instável mentalmente, os indícios de que ele tinha contato com material do ISIS já são fortes demais.

    É um caso que suscita uma difícil equação imposta pela globalização.
     
  6. Shakhbûrz

    Shakhbûrz sculptor of reality

    Só um detalhe, a arma era registrada no nome dele mas foi obtida e permitida através da empresa de segurança em que ele trabalhava.
     
  7. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Triste mas não inesperado. Vivemos numa sociedade de extremos. E extremos geram mais extremos, infelizmente.
     
  8. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

  9. guerreirodosigma

    guerreirodosigma Usuário

    Precisa constatar o óbvio?

    Me surpreende uma coisa em relação ao assunto do porte de armas, os mesmos caras q são contra o porte são a favor da liberalização das drogas. E o mesmo argumento q eles usam a favor das drogas, é válido para o porte de armas, mas os sujeitos parecem fazer uma alegação especial só para sustentar o vício dasociedade.

    Parece q o sujeito ama q somente os bandidos e o Estado têm o monopólio do uso de armas de fogo, e q qualquer merda q aconteça é motivo para fazer campanha e defender a restrição aos direitos dos cidadãos. Na Suíça eles entendem perfeitamente sobre o direito de porte.


    Enviado de meu LG-D227 usando Tapatalk
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. Caio Alves

    Caio Alves Asuka Langley Soryu

    Bom, a proibição peremptória do porte de armas com base em um purismo pacifista é uma imbecilidade tão grande quanto promover a legalização das drogas com base nos mesmos princípios. Impressiona-me ver a esquerda fazendo exatamente esse tipo de discurso autista. Aliás, não me surpreende nada. É típico. No primeiro caso, se trata da imposição social-democrata de seus projetos de engenharia social e contínuos desenhos e redesenhos de pleromas sociais e ideológicos, de conformação progressiva da sociedade a padrões ideológicos reformistas. Mesmo arriscando ir contra a mentalidade da sociedade, seus valores etc. O segundo caso é decorrência desse libertarianismo libertino característico da geração de 68 que equaliza revolução política e transformação social profunda com um anti-proibicionismo burguês e irresponsável.

    Curiosamente, os argumentos liberais são IGUAIS os da esquerda em ambos os pontos, exceto libertários que defendem a legalização do porte de armas. São mais coerentes.

    Mas a questão aqui é um pouquinho além tanto dessas questões como do extremismo islâmico (que não tem nada de islâmico, é totalmente takfiri), mas do entrelaçamento entre o discurso e a política extremista e as facilidades ofertadas pela globalização e pelo mundo pós-moderno de compartilhamento de informação, formação ideológica acrítica, fanatismos político-religiosos etc. Mais uma grande contradição do capitalismo globalista.
     

Compartilhar