1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Asteróide em Fevereiro...Não Percam!!!

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Fefe_Helena, 15 Nov 2012.

  1. Fefe_Helena

    Fefe_Helena Who's that girl



    Como foi publicado em março passado, em fevereiro de 2013 receberemos a visita de um asteróide, o qual deverá passar realmente raspando pela Terra.Para evitar uma possível catástrofe com o asteróide 2012 DA14, os cientistas estão pensando em usar tinta, ou uma enorme arma. A questão é que já não há tempo suficiente para construir uma espaçonave a fim de executar essas operações.Os dados da NASA mostram que o dito asteróide, que tem 60 metros de diâmetro e foi primeiramente avistado por astrônomos espanhóis em fevereiro, deverá passar muito próximo, e poderá oferecer risco de impacto com a Terra.De acordo com cálculos recentes, o DA14 irá passar raspando pelo nosso planeta em fevereiro próximo, à uma distância de 27.000 km, o que é mais perto do que alguns satélites geoestacionários.Existe a possibilidade do asteróide colidir com a Terra, mas ainda são necessários mais cálculos para estimar esta ameaça em potencial e planejar como evitar o possível desastre, disse Dr. David Dunham aos alunos da Universidade de Eletrônica e Matemática na Rússia.“O campo gravitacional da Terra irá alterar a trajetória do asteróide significativamente. Mais cálculos cuidadosos são necessários para estimar a ameaça de colisão“, disse o Dr. Dunham. “O asteróide pode se quebrar em dezenas de pequenos pedaços, ou mesmo vários grandes blocos podem sair dele e queimar na atmosfera. O tipo de asteróide e sua estrutura mineral podem ser determinados por uma análise de espectro. Isto ajudará a fazer uma previsão de seu comportamento na atmosfera e o que deveria ser feito para prevenir esta ameaça em potencial“, complementou Dr. Dunham.Em caso de colisão, os cientistas calcularam que a energia liberada seria igual a de uma bomba termo-nuclear. Para se preparar para essas ameaças, os cientistas inventaram alguns métodos inventivos de evitar o desastre em potencialUma das formas de combater o asteróide seria a de enviar uma espaçonave para atirar no asteróide, ou até mesmo simplesmente bater contra ele a fim de quebrá-lo, ou enviá-lo para fora do curso de colisão_Ou, “poderíamos pintá-lo“, disse David DunhamA tinta iria afetar a habilidade do asteróide de refletir a luz solar, mudando sua temperatura e alterando o seu giro. O asteróide sairia de sua trajetória atual, mas isto também poderia tornar a rocha ainda mais perigosa, quando ela retornar em 2056.Seja lá qual for a metodologia usada, agora parece já ser muito tarde para evitar o asteróide 2012 DA14, caso ele decida chegar até nós.Fevereiro já está batendo na porta. Pelo menos, caso o asteróide realmente caísse na Terra, ele não causaria extinção em massa no nosso planeta. Só um enorme susto.

    Fonte
    :
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)





     
    • Gostei! Gostei! x 3
  2. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Que coisa legal! Será que Will Smith e Bruce Willis nos salvarão? Só eu acharia legal se ele de fato caísse?
     
  3. Felagund

    Felagund Well-Known Member

    Po, se o impacto seria igual ao de apenas UMA bomba nuclear, então ta sussa! Além do mais, a chance de cair no oceano ou em alguma area vazia é grande, ou não?
     
  4. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Mas ao cair no oceano se geraria uma onda enorme, e não é uma bomba qualquer, é uma termo nuclear, a onda de choque ao entrar na atmosfera será enorme. Ansioso.
     
  5. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Você ainda acharia legal se ele caísse em Natal, por exemplo?! :mrgreen:
     
    • LOL LOL x 3
  6. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Se eu e os meus ficassem vivos pode ser.

    Mas ainda assim eu prefiro Buenos Aires, pode escolher onde ele vai cair?
     
  7. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Nova Iorque!!

    De tanto que os Ianques tem um tesão comercial cinematográfico (filmes não faltam) de ver essa cidade completamente esfacelada e destruída, de tanto acreditarem nisso quem sabe isso acontece.

    Recentemente a tal de "Sandy" bem que fez um estraguinho de leve por lá.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  8. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Mas como, meudeusdocéu, eles fariam isso?! :ahn?:
     
  9. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Mandariam uma nave e alguns pintores de parede, a parte da nave é verdade, é que como o asteroide gira em todos os sentidos, ao refletir mais ou menos a luz do Sol ele teria um momento angular diferente, só não sei quanto tempo seria necessário para ele alterar a rota perceptivelmente.
     
  10. Clara

    Clara O^O Usuário Premium


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • LOL LOL x 1
  11. Oromë

    Oromë Purge 'em all

    Minha mãe mora em Buenos Aires. Se cair lá, eu juro que dou um jeito de Cthulhu te fazer uma visita. :lol:
     
    • LOL LOL x 1
  12. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Haja tinta e sabe-se lá se a mesma irá secar corretamente.
     
  13. Anna De Courcey

    Anna De Courcey Usuário

    Eu não sei quantos quilos tem essa bagaça. Mas dependendo de quanto tiver pode-se calcular a massa, aceleração mais gravidade para explodi-lo de fato com armamento nuclear. Agora se o peso for muito grande e não conseguirmos destrui-lo por uma rocha mais sedimentada internamente por exemplo, a Terra se explode duas vezes. Com o asteroide e com a dinamite, bem talvez seja melhor apenas torcer pessoal!
     
  14. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Mas só massa não é o bastante, se ele for poroso ou heterogêneo atrapalha qualquer intervenção.
     
  15. Anna De Courcey

    Anna De Courcey Usuário

    Aí companheiro, mas uma boa recordação das rochas porosas ou semi-densificadas! Eu penso que não há muitas medidad a serem aplicadas contra a rocha, ela é um ser vivo !!!
     
  16. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Como assim um ser vivo? Até daria para intervir, mas como eu falei, há muitas variáveis, densidade, velocidade de rotação e translação, porosidade, heterogeneidade, massa, composição etc, a intervenção para dar certo teria que ser muito bem planejada, a composição poderia ser inferida por espectrometria, as velocidades por observação, a heterogeneidade e a porosidade já seria mais complicado.
     
    • LOL LOL x 1

Compartilhar