• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Assassin’s Creed: Valhalla

Turgon

ワンピース


Depois de 6 horas de stream no Twitch o novo jogo da Ubisoft é revelado. Assassin´s Creed Valhalla irá se passar na época dos Vikings! Ainda não tem previsão de lançamento e nem trailer, mas só a divulgação da época em que o jogo irá se passar, é um bom aperitivo para os fãs da série.
 

Focr_BR

Usuário
Assassin's Creed Origins me chamou bastante atenção, mas não me prendeu ainda, o Odyssey não me chamou tanto a atenção, vamos ver se esse Valhalla consegue me chamar a atenção.

De qualquer modo espero que as mudanças nos jogos da Ubisoft (que estavam ficando todos parecidos), ja comecem a aparecer!
 
Última edição:

Turgon

ワンピース
Estou bem ansioso. No aguardo de um ótimo trailer.

Assassin's Creed Origins me chamou bastante atenção, mas não me prendeu ainda, o Odyssey não me chamou tanto a atenção, vamos ver se esse Valhalla consegue me chamar a atenção.

De qualquer modo espero que as mudanças nos jogos da Ubisoft (que estavam ficando todos parecidos), ja comecem a aparecer!
Mas o Origins e o Odyssey são bem diferentes das versões anteriores. É praticamente tudo novo. Desde o sistema de upar, combate, progressão, armas, artes de combate e por ai vai. A Ubsoft deu uma boa reformulada na dinâmica do jogo com esses últimos 2 títulos.
 

Focr_BR

Usuário
Estou bem ansioso. No aguardo de um ótimo trailer.


Mas o Origins e o Odyssey são bem diferentes das versões anteriores. É praticamente tudo novo. Desde o sistema de upar, combate, progressão, armas, artes de combate e por ai vai. A Ubsoft deu uma boa reformulada na dinâmica do jogo com esses últimos 2 títulos.

Não joguei o suficiente do Origins para poder analisar, mas se eles ja melhoraram espero que melhorem mais ainda. O pessoal reclamou bastante de todos os jogos no geral da Ubisoft nesses ultimos anos, e eles soltaram um comunicado dizendo que iam rever a politica de "todos os jogos iguais" deles.
 

Turgon

ワンピース
Não joguei o suficiente do Origins para poder analisar, mas se eles ja melhoraram espero que melhorem mais ainda. O pessoal reclamou bastante de todos os jogos no geral da Ubisoft nesses ultimos anos, e eles soltaram um comunicado dizendo que iam rever a politica de "todos os jogos iguais" deles.
Será que eles não estavam se referindo aos jogos de Tom Clancy´s The Division 2, Tom Clancy´s Ghost Recon Wildlands, Tom Clancy´s Ghost Recon Breakpoint e por ai vai? Se você olhar o gameplay desses jogos, eles parecem tudo a mesma coisa realmente.

Parece que a Ubisoft estava usando a mesma engine para vários jogos deles. Tanto que estavam lançando vários jogos em curtos período de tempo.

Já em Assassin´s Creed o Origins e o Odyssey são parecidos em algumas mecânicas, mas são muito diferentes dos jogos anteriores da Saga. A mecânica ali foi praticamente toda refeita.
 

Focr_BR

Usuário
Será que eles não estavam se referindo aos jogos de Tom Clancy´s The Division 2, Tom Clancy´s Ghost Recon Wildlands, Tom Clancy´s Ghost Recon Breakpoint e por ai vai? Se você olhar o gameplay desses jogos, eles parecem tudo a mesma coisa realmente.

Parece que a Ubisoft estava usando a mesma engine para vários jogos deles. Tanto que estavam lançando vários jogos em curtos período de tempo.

Já em Assassin´s Creed o Origins e o Odyssey são parecidos em algumas mecânicas, mas são muito diferentes dos jogos anteriores da Saga. A mecânica ali foi praticamente toda refeita.

O principal motivo pelo qual eles levantaram essa questão foi o Tom Clancy's Ghost Recon Breakpoint, mas a critica era geral mesmo, o pessoal estava cansado de ter torres em todos os jogos da Ubisoft por exemplo. Mas estou dando um exemplo superficial, a questão é que eles estavam levando as mesmas formulas para todos os jogos, eu joguei o Far Cry 4 e ele tinha varias mecanicas e ideias que vieram da série Assassins Creed, assim como o Tom Clancy's Ghost Recon Breakpoint tinha varias mecanicas que vieram do The Division.
 

Focr_BR

Usuário
Só não curti a musica do trailer, chega a ser ridiculo colocarem esse tipo de musica em trailer em jogo "de epoca".

Trailer dublado:

 
Última edição:

Turgon

ワンピース
Assassin's Creed: Valhalla - Season Pass, Edições Especiais e novas mecânicas

A Ubisoft revelou finalmente Assassin's Creed: Valhalla e já temos as primeiras informações.

Além de revelar o trailer cinematográfico de Assassin's Creed: Valhalla, o novo Assassin's Creed com Vikings, a Ubisoft confirmou um Season Pass, informações sobre plataformas e previsão de lançamento.

Neste Action RPG expansivo em mundo aberto, que te permitirá partir dos mares da Noruega até Inglaterra para explorar novos locais e conquistá-los através de crescente poder bélico e político, tu serás Eivor.

Poderás escolher que Eivor seja um homem ou mulher, personalizado a teu gosto, capaz de envergar duas armas ao mesmo tempo, num sistema de combate descrito como brutal e ao encontro do que esperas de um soldado viking.

A Ubisoft confirmou três cidades principais no lançamento de Valhalla e diz que terás navios de maior porte ao teu controlo, especialmente úteis para ataques a cidades.

Uma das maiores novidades em Assassin's Creed: Valhalla será o teu acampamento ou base, se preferires.

Este será um local que tu controlas e que se expande consoante as decisões que tomas ao longo do jogo. Os teus soldados ficam na base e poderás lá voltar para descansar ou tomar decisões estratégias.

A partir desta base, começarás a conquistar controlo e através do jogo político, vais expandir o teu alcance sobre as regiões que controlas. Isto parece expandir o conceito de Assassin's Creed: Valhalla além do mero Action RPG e insere mecânicas de gestão.

Diferentes edições e Collectors
A Ubisoft anunciou várias edições deste Assassin's Creed: Valhalla.

Como já é habitual nos jogos da Ubisoft, terás 4 edições diferentes e quanto mais estiveres disposto a pagar, mais conteúdos vais obter e como seria de esperar, existe uma collectors com figura.

Standard (59.99€), Gold (99.99€) e Ultimate (119.99€) são as edições que poderás obter em formato físico e digital, mas apenas duas delas incluem extras.




A versão Standard inclui o jogo, enquanto as outras duas versões incluem o Season Pass e a Ultimate inclui ainda o Ultimate Pack, um pacote repleto de extras digitais, como gear para Eivor e o seu barco.

Além disso, dependendo da tua bolsa, poderás optar pela Collectors Edition, que inclui ainda mais conteúdos físicos e digitais.

Além de todos os conteúdos da edição Ultimate, a Collectors inclui uma figura de 30 centímetros de Eivor em versão feminina, a banda sonora e ainda um conjunto de arte, dentro de uma embalagem especial.

Esta é uma edição para os maiores fãs e ao alcance de poucos.



Season Pass
Assassin's Creed: Valhalla foi anunciado e já foi revelado o habitual Season Pass.

A Ubisoft não partilhou muito sobre os extras que terás nesta Noruega e Inglaterra virtuais, mas promete que poderás obter acesso a novos locais, missões e Gear com o Season Pass.

Segundo diz, o Season Pass permite o acesso a "novo conteúdo épico" e "explorar novos locais e descobrir novo gear".

Se comprares uma das edições com o Season Pass, terás acesso a uma Missão de História extra, logo no lançamento.

Data de lançamento e plataformas
A Ubisoft confirmou que Assassin's Creed: Valhalla é um jogo cross-gen e que chegará no final de 2020.

Isto significa que, a cumprir a tradição, Assassin's Creed: Valhalla chegará às lojas no final de Outubro, talvez em Novembro para acompanhar o lançamento das novas consolas.

Enquanto lançamento cross-gen, Assassin's Creed: Valhalla chegará para a PS4, Xbox One, PS5 e Xbox Series X. Nas consolas Xbox, o jogo será compatível com a funcionalidade Smart Delivery. Desta forma, compras o jogo uma vez e podes jogá-lo na Xbox One ou Xbox Series X.

Além disso, terá versão PC disponível através da Epic Games Store e UPlay. Assassin's Creed: Valhalla terá ainda versão Stadia.


Eis todas as informações do jogo até o momento.
 

Turgon

ワンピース
Assassin's Creed Valhalla vai correr no mínimo a 30 FPS na Xbox Series X

Com revelação de Assassin's Creed Valhalla na Xbox Series X que aconteceu na semana passada, e com a promessa da Microsoft de que os 60 FPS serão o padrão na nova consola, muitos ficaram a questionar-se acerca do desempenho em concreto deste jogo.

Para ficarmos esclarecidos, decidimos contactar directamente a Ubisoft, questionando acerca do rácio de fotogramas por segundo de Assassin's Creed Valhalla na Xbox Series X. Esta foi a resposta que obtivemos de um representante da Ubisoft:


"A Ubisoft sempre esteve comprometida na exploração de novas tecnologias, tirando proveito das capacidades das novas consolas para entregar a experiência mais imersiva possível, e é por isso que estamos entusiasmados por estar a colaborar com a Microsoft para trazer Assassin's Creed Valhalla para a Xbox Series X".

"Actualmente, podemos garantir que Assassin's Creed Valhalla vai correr no mínimo a 30 FPS. Assassin's Creed Valhalla vai beneficiar de tempos de loading mais rápidos, permitindo aos jogadores ficarem imersos na história e no mundo sem fricções. Por último, Assassin's Creed Valhalla vai beneficiar de gráficos melhorados tornados possíveis pela Xbox Series X, e mal podemos esperar para veres o bonito mundo que estamos a criar na impressionante resolução de 4K."

"Vamos ter muito mais para mostrar sobre Assassin's Creed Valhalla no futuro próximo, por isso fica atento a mais informações em breve!"



As palavras da Ubisoft sugerem, portanto, que neste momento o jogo corre a 30 FPS na Xbox Series X, ficando aberto a possibilidade do desempenho ser melhorando até ao lançamento por meio de optimizações feitas pela equipa.

Para além da versão Xbox Series X, estão confirmadas versões para PC, PS5, PS4 e Xbox One.


________

:think:

Quem diria que está batendo 30 fps no novo console. Será que a promessa de hardware não é lá tudo isto?
 

Focr_BR

Usuário
Quem diria que está batendo 30 fps no novo console. Será que a promessa de hardware não é lá tudo isto?

Acho que isso é muito mais questão de otimização, a comparação do hardware do Xbox Series X é com um PC High End, na teoria um PC High End roda Assassin's Creed Odyssey a 60+FPS com tudo no máximo. (sem ter um nada da otimização que um jogo recebe para qualquer console)

As API's de PC são muito mais alto niveis o que faz com que os jogos precisem de muito mais hardware para rodar os jogos do que os consoles. Se o jogo esta a 30 FPS no console que tem um hardware de PC High End capaz de rodar a Assassin's Creed Odyssey a 60+ FPS com quase nenhuma otimização, creio que isso seja um fato unica e exclusivamente da otimização que esta sendo feita para o jogo.
 
Última edição:

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
A otimização é algo que acho muito importante. Jogar um jogo como esse sem isso poderia repercutir negativamente.
 

Turgon

ワンピース
Acho que isso é muito mais questão de otimização, a comparação do hardware do Xbox Series X é com um PC High End, na teoria um PC High End roda Assassin's Creed Odyssey a 60+FPS com tudo no máximo. (sem ter um nada da otimização que um jogo recebe para qualquer console)

As API's de PC são muito mais alto niveis o que faz com que os jogos precisem de muito mais hardware para rodar os jogos do que os consoles. Se o jogo esta a 30 FPS no console que tem um hardware de PC High End capaz de rodar a Assassin's Creed Odyssey a 60+ FPS com quase nenhuma otimização, creio que isso seja um fato unica e exclusivamente da otimização que esta sendo feita para o jogo.
De certo o jogo irá sofrer muitas mudanças e otimizações até seu lançamento. Ele ainda vai receber aquele polimento antes de ser lançado, ainda mais que será a porta de entrada da Ubisoft para a próxima geração. O produto final eu acredito que não irá rodar a 30 fps. O que me espanta é que mesmo sem o polimento, pelo que já comentaram sobre o hardware novo, ele deveria rodar a 60 fps nativo.

Mas sinceramente isto é o que menos importa. Eu espero que o jogo venha sem bugs, isto sim.
 

Turgon

ワンピース
Assassin’s Creed Valhalla terá batalhas de “rap” viking

Além de tudo o que podemos esperar de um jogo da franquia Assassin’s Creed, o próximo título da franquia terá uma novidade inusitada: batalhas de “rap”.

Em Assassin’s Creed Valhalla, os jogadores poderão entrar em disputas de flyting, que são essencialmente insultos ditos de forma rítmica com o intuito de ganhar a simpatia do público.

Ashraf Alsmail, diretor criativo do jogo, explicou que até mesmo na mitologia há episódios de flyting, citando um embate entre Thor e Odin — do qual Odin saiu vitorioso, claro.

Alsmail revelou que os jogadores terão que escolher entre opções baseadas não apenas nos insultos como também no ritmo da resposta.

O diretor deixou claro que vencer uma dessas batalhas trará benefícios ao jogador, além da massagem no ego, mas não especificou quais.


_____________________

Não parece muito promissor. Parece aquele tipo de coisa que você faz uma, duas, três vezes e já começa a pular pois cansou. Mas no aguardo de ver isto em ação.
 

Turgon

ワンピース
Basicamente fica no quesito, gostou de Origins e Odyssey? Muito provavelmente irá gostar de Valhalla.

 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$100,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo