1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

As maiores decepções

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por lipecosta, 8 Jan 2008.

  1. lipecosta

    lipecosta Usuário

    Isso acontece com todos: você escuta todo mundo falar bem do livro, que é ótimo, cria maior curiosidade para ler o livro,cheio de expectativas e quando você le....
    é a maior decepcção.

    Qual foi a sua maior decepção na literatura?

    As minhas - sim, foram duas muito grandes - foram Contraponto, do Huxley, que eu gastei maior dindin e quase chorei de raiva pq o huxley escreveu algo que eu naum gostei :disgust: ; e, vou ser apedrejado aqui, mas foi Os Sofrimentos do Jovem Werther - resumindo, eu naum sou capaz de entender, nem de fazer o que ele fez por uma "rapariga":blah:
     
  2. Anica

    Anica Usuário

    Hum, decepção, decepção... Teve "A Maldição do Cigano" do Stephen King. Eu tinha acabado de ler "O Cemitério" e estava toda encantada, aí li o livro e achei uma droga. Esse aí foi decepção de infância, então marca mais hehe

    Outra foi "Deuses Americanos", do Neil Gaiman. Eu na época achava que era deus no céu e Gaiman na terra, e as pessoas diziam que era um livro bacana e eu queria TANTO TANTO TANTO ler que infernizava a vida dos vendedores das livrarias perguntando "Já chegou??" e quando li.... blé.
     
  3. Pips

    Pips Old School.

    "A Insustentável Leveza do Ser". Não que o livro seja ruim, mas na época em que ganhei duas pessoas, que têm um gosto para literatura igual ao meu, me indicaram com tanto entusiasmo que no final não achei grande coisa.

    Estou enrolando para fazer uma releitura, mas da metade pra frente do livro, achei-o, em alguns momentos, muito tocante.
     
  4. Ronzi

    Ronzi Oh, Crap!

    A Sangue Frio - Truman Capote. Li na época que saiu o filme sobre Capote e não que seja um livro ruim,. só não é o melhor que já li, fiquei meio decepcionado depois de toda a propaganda e tals.
     
  5. LatinoAmericano

    LatinoAmericano Aqui jaz Alcarecco

    O Médico e o Monstro - Robert Louis Stevenson

    Foi o primeiro livro que eu li ano passado, até estava gostando um livro pequeno, com uma história interessante, mas me decepcionei muito com o final, achei que poderia ter alguma coisa melhor.
     
  6. imported_Cabal

    imported_Cabal O Poeta Aprendiz

    Violetas na Janela, sempre me falaram maravilhas do livro, e quando fui ler não achei isso tudo, muito fantasioso, se é verdade ou não eu não sei e só tem um jeito de descobrir, mas espero não descobrir tão cedo.
     
  7. Hérmia

    Hérmia Usuário

    Esse tb foi minha grande decepção, Cabal, vc deve lembrar que eu comentei aqui no Meia. Ganhei de uma super amiga, que me disse maravilhas dele, e foi num momento em que eu sofria muito com a doença da minha mãe, de certa forma me ajudou, pois melhora a forma de se encarar a morte, faz dela algo mais light..Sem dúvidas nisso foi bom, mas como obra literária é péssimo, uma narrativa arrastada, sem objetivos e com um teor de fantasia além do concebível. E o mais engraçado foi minha amiga ligar exclusivamente pra saber se eu gostei do livro...putz....eu q odeio mentir, não tive coragem de dizer a verdade não....

    E me irritei muito com o final de "O seminarista"- Bernardo Guimarães.
     
  8. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    As Crônicas de Nárnia. Quando comprei achei que estaria lendo um universo parecido com O Senhor dos Anéis, mas a forma que foi contado e com muita religião no meio acabei não gostando tanto.
     
  9. -Arnie-

    -Arnie- Usuário

    A minha foi O Iluminado. Todo mundo diz que esse é o melhor livro dele, que é o melhor livro do terror moderno. Hunf, quase chorei pra terminar.
     
  10. Diva

    Diva Usuário

    O Perfume, Patrick Suskind. Achei uma merda.
     
  11. imported_Cabal

    imported_Cabal O Poeta Aprendiz

    Crepúsculo. Blergh.
    Nem consegui terminar, mesmo sendo presente da namorada.
     
  12. Petra

    Petra Usuário

    A cabana, auto-ajuda fail. Ainda não sei porque tenho ele na minha estante.
     
  13. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]

    Valeu pela dica. É, mais uma vez o instinto de leitor apitou e evitei comprar um livro que não gostaria realmente de ler. Me decepcionei, como já disse antes, com O Grande Mentecapto, do Fernando Sabino. Outro que me decepcionou um pouco foi O Arqueiro, do Cornwell, não que o autor seja ruim, afinal, quem sou eu para dizer, mas é que entrei no livro esperando outra coisa e acabei frustrando minhas expectativas.[/align]
     
  14. Guilhermina

    Guilhermina Usuário

    Pensa, pensa, pensa... Ah, ja sei... Dexter, a Mão Esquerda de Deus de Jeff Lindsay. Não que seja ruim... mas acho que o personagem do seriado grudou tanto na minha mente que eu não consegui curtir o livro, mesmo a ideia sendo ótima!
     
  15. Mi Müller

    Mi Müller Usuário

    Uma das decepções mais recentes foi "Como me tornei estúpido" de Martin Page. Báh quem me indicou o livro falou maravilhas e no fim é só uma auto-ajuda barata revestida por um simulacro de inovação e boa literatura... odiei com todas as minhas forças.

    estrelinhas coloridas...
     
  16. Marcio Scheibler

    Marcio Scheibler Usuário

    Sempre ouvi falar que MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS era um tremendo clássico e talvez a melhor obra de Machado De Assis...

    Mas iniciei a leitura dele duas vezes e parei em ambas...realmente não gostei !!!!
     
  17. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    :susto:
    Sério mesmo que você achou isso?
    QUer dizer, eu não achei assim "uma maravilha" nem que mudou minha vida ou coisa parecida.
    Achei só um livro divertido e me identifiquei um pouco com aquele personagem meio triste e que não se encaixava em lugar nenhum... mas auto-ajuda?
    Em nenhum momento me passou isso pela cabeça
    até porque, no final, ele continua se dando mal depois de ter tentado todas aquelas coisas pra ser um cara "normal"
     
  18. abylos

    abylos Usuário Usuário Premium

    bom, pra mim foi o lustre de clarice lispector...

    pelos textos que ja li dela, esperava algo muito mais profundo...
    tenho a sensação o livro todo que a personagem anda em circulos e não chega a lugar nenhum no seu auto-entendimento...
     
  19. Mi Müller

    Mi Müller Usuário

    [align=justify]Clara, na verdade no início eu gostei muito do livro, e também me identifiquei com o isolamento da personagem, MAS o livro é previsível, com um ranço prepotente é aquilo de se sentir o centro do universo, mas sem a força motriz necessária para partir para a ação, ele busca, busca a estupidez como forma de felicidade, alegando que a sua inteligência superior só o faz infeliz, que ele se sente impotente diante do sistema, mas ao invés de colocar esta Inteligência a serviço de algo maior, ele se rende. E quanto a auto-ajuda ela está ali de forma velada, nas frases de efeito, não é aparente mesmo, arghhh o livro cansou minha inteligência, com esta pseudo-genialidade incompreendida.[/align]

    estrelinhas coloridas...
     
  20. Zzeugma

    Zzeugma Usuário

    Alguém falou aí em ser apedrejado. Provavelmente irão me apedrejar, depois me arrastar sobre vidro quebrado, derramar álcool, acender e depois apagar com um tamanco de madeira. Uma grande decepção que tive, embora lida até o fim, foi com "O Senhor dos Anéis".

    Talvez eu já tivesse lido muito a respeito e o livro não me surpreendeu.
    A melhor coisa que achei do livro foi a sensação física e descritiva de uma longa viagem a pé... É um livro bonito... Admiro o cuidado de Tolkien com seu universo e a história... Mas a história não me envolveu.

    As questões centrais de Gollum, Frodo e o Anel não me emocionaram. Pra complicar, por anos eu li as histórias em quadrinhos dos X-Men, com Fênix Negra, Wolverine, Ororo e outros sendo constantemente submetidos à tentação do mal, do poder (O poder absoluto corrompe absolutamente)... O problema de Frodo me pareceu clichê demais. Eu sei que não é, que provavelmente Chris Claremont e outros "sugaram" este clima Tolkeniano para dentro dos quadrinhos... Mas simplesmente foi a ordem em que os eventos se apresentaram a mim... Então esta coisa "Mr Hyde" de "eu tenho um lado malvado dentro de mim" simplesmente não me interessava mais...

    Sei que é um livro incontornável pra quem gosta de fantasia... Mas foi a minha sensação.

    (Aliás, só para efeito de registro, achei "O Hobbit" bem melhor)
     

Compartilhar