• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

As Faces de Gandalf

Ravanoc

The ring has been lost.
Fazendo absolutamente nada, me deparei com este blog, cujo primeiro post arquitetava a opinião de um dos colaboradores do site.Nele, está relatado o aspecto de um leitor Tolkieniano que observou Gandalf (Olórin) com outros olhos, de uma forma negligente; e consequentemente que não reservava contribuição para a aventura relatada em O Hobbit, e nem mesmo em O Senhor dos Anéis.Acredito que ele esteja certo em algumas citações, embora esteja errado na maioria.Pois, como todos sabem, devido à classificação hierárquica que à ele foi concedida, ele possuia muitos afazeres, notas e assuntos à resolver.Portanto, é comum que ele desaparecesse em muitas horas, talvez horas nas quais seria fundamental a sua ajuda; o que dificultou a vida do hobbits e dos anões.

"Primeiro Gandalf passa a frente da casa de Bilbo Bolseiro e o afronta com um pedido, que mais parece uma blasfêmia. Pedir a um hobbit que participe de uma aventura é algo um tanto inusitado, para não dizer coisa mais pesada. Enfim, além de aborrecer Bilbo, Gandalf por magia ao ir embora deixou uma marca na porta do pobre hobbit.
Essa marca, nada mais, nada menos, era um sinal para os anões acharem o “ladrão”. A casa de Bilbo abarrotou-se de anões. Louco por haver tanta gente em sua casa, ele como um bom hobbit, não podia deixar de ser um admirável anfitrião. Só depois de algum tempo de angustia e desespero de Bilbo(que não estava entendendo nada) foi que o mago “brincalhão” chegou."

Analisando este pequeno trecho, pode-se dizer que é verdade.Mas, por outro lado, creio que não foi nada tão abrupto, ofensivo, da parte de Gandalf.Talvez tivesse sido um recurso para divertir o leitor, aos olhos de Tolkien.Portanto, foi até mesmo engraçado ler esta parte, e não ofensivo, como ele argumentou.Além do mais, Bilbo reservava uma imensa admiração pelo Mago, e também achava que ele merecia respeito!Mas, de qualquer forma, o que ele disse é verdade.Cada um com sua opinião!

"Quase que por magia o mago convenceu Bilbo a ir nessa aventura. Bilbo deve ter pensado que com um mago na turma, ficaria tudo menos complicado, mago é mago. Os anões também devem ter pensado assim, mas o velho Gandalf nos momentos mais críticos da aventura desaparecia.
O mago toda vez dava desculpas esfarrapadas, dizia que estava indo resolver “negócios mais importantes”, inventou uma historinha em que dá um chega pra lá no Necromante, coisas desse tipo, desculpas sem sentido esse mago arquitetava. Sim, eu acho que ele inventava isso, para mim ele estava sempre a espreita de seus amigos(será que Gandalf era amigos dos caras?), vendo eles se ferrarem, sem revelar que estava ali. Porém, na hora do maior sufoco, onde não se via salvação, Gandalf surgia do nada para ajudar o grupo. Isso não é estranho?"

O que ele diz parece não ter muita fundamentação.Pois, ao meu ver, Gandalf era meio ocupado.Mas também concordo quando ele diz que desaparecia nas horas mais inesperadas.Ia ser legal ver o mago atuando mais nos livros, demonstrando seus poderes, ajudando seus companheiros!

"Sinceramente, a parte que me causou mais espanto foi quando o grupo adentrou na Floresta das Trevas e o Gandalf se ausentou. Como que na hora em que mais precisa do mago, ele dá no pé? Gandalf fala que a aventura não é dele, sim não é mesmo, pois ele aparece pouco. No entanto é o próprio Gandalf que começa a formar o grupo e o aconselhar, não seria também uma aventura desse velho?
Terminado a aventura com seus mortos e salvos, e, com Bilbo voltando para casa com seu anel e tesouro, ficou uma questão sem resposta, porque Gandalf não reparou, observou e questionou mais a fundo a história do anel? Como um mago poderia deixar passar uma coisa assim? Sendo que Gandalf vinha de uma batalha contra o Necromante, segundo o próprio mago. Necromante é Sauron, Sauron forjara o Anel e Gandalf não percebera poder tão maligno no anel?
Para mim Gandalf é um tremendo FDP e queria ver o circo pegar fogo, mas logo que “caiu em si”, viu a besteira que fez e guiou a Sociedade do Anel para concertar tudo que fizera."

Com este tópico, queria saber a opinião de vocês, fãns Tolkienianos.Não concordo com o autor do post, e nem mesmo muito no que eu acho que está mais ou menos certo.Portanto, o que vocês acham?Vocês teriam uma opinião para descrever as idas e vindas do mago, quando o grupo mais precisava?A ausência dele?O convite inesperado e talvez um pouco ofensivo (pois Bilbo se exauriu com aquela festa) que ele fizera à Bilbo Bolseiro?
Cada um com sua opinião.Somos livres para pensarmos o que quisermos.Só queria saber o que vocês acham sobre tudo isso!
Abraços.
 
Última edição:
Discordo quase completamente!

"Primeiro Gandalf passa a frente da casa de Bilbo Bolseiro e o afronta com um pedido, que mais parece uma blasfêmia. Pedir a um hobbit que participe de uma aventura é algo um tanto inusitado, para não dizer coisa mais pesada. Enfim, além de aborrecer Bilbo, Gandalf por magia ao ir embora deixou uma marca na porta do pobre hobbit. Essa marca, nada mais, nada menos, era um sinal para os anões acharem o “ladrão”. A casa de Bilbo abarrotou-se de anões. Louco por haver tanta gente em sua casa, ele como um bom hobbit, não podia deixar de ser um admirável anfitrião. Só depois de algum tempo de angustia e desespero de Bilbo(que não estava entendendo nada) foi que o mago “brincalhão” chegou."

Lá porque a maioria dos hobbits é molenga, isso não significa que todos o sejam! Bilbo tinha sangue de Took, e como todos já sabemos, os Took tinham um espírito muito mais aventureiro! Eu acho que Gandalf o escolheu porque viu que, dentre todos os hobbits que conhecia, algo de diferente e ele provou isso muitas vezes mais tarde! Realmente nunca compreendi muito bem qual era o objectivo de Gandalf ao levar um hobbit para uma aventura como aquela, mas a melhor justificação que me consigo lembrar, seria se, quando Thorin pediu que ele lhe arranjasse um "ladrão", ele tenha pensado que seria melhor ele enviar alguém de confiança, que tivesse a aparência de ladrão (neste caso, ser pequeno), que os anões pudessem confiar, sem, porém, deixar que alguém que pudesse trai-los, fosse com eles...

Bilbo ficou louco, tudo bem, mas até parece que isto faz do Gandalf um fdp! :lol:
Além disso, Bilbo fortaleceu a amizade com Gandalf e criou grandes amizades com os anões. Se ele próprio ficou feliz depois da aventura, porque devemos nós andar a falar mal do assunto! :lol:

"Quase que por magia o mago convenceu Bilbo a ir nessa aventura. Bilbo deve ter pensado que com um mago na turma, ficaria tudo menos complicado, mago é mago. Os anões também devem ter pensado assim, mas o velho Gandalf nos momentos mais críticos da aventura desaparecia.
O mago toda vez dava desculpas esfarrapadas, dizia que estava indo resolver “negócios mais importantes”, inventou uma historinha em que dá um chega pra lá no Necromante, coisas desse tipo, desculpas sem sentido esse mago arquitetava. Sim, eu acho que ele inventava isso, para mim ele estava sempre a espreita de seus amigos(será que Gandalf era amigos dos caras?), vendo eles se ferrarem, sem revelar que estava ali. Porém, na hora do maior sufoco, onde não se via salvação, Gandalf surgia do nada para ajudar o grupo. Isso não é estranho?"

Gandalf nunca exibiu os seus poderes e nunca mostrou que faria tudo! Aliás, ele estava apenas como ajudante pois a missão era da Companhia de Thorin!

Quanto às desculpas esfarrapadas, isso só mostra a ignorância do autor do blog sobre a obra, na sua totalidade! Gandalf tinha muito mais que fazer do que apenas tratar de assuntos no Norte! Durante a viagem de O Hobbit, ele teria, com certeza, outros assuntos para tratar! Creio que por esta altura o Conselho Branco se reuniu para afastar o Necromancer de Dol Guldur e Gandalf, com certeza, participou no sucedido!

Ele andou disfarçado, mas apenas nos momentos finais, antes da Batalha dos Cinco Exércitos e acredito que o fez para poder ver os acontecimentos de um ponto de vista normal, sem ninguém a tentar vendar-lhe os olhos! Pois se Thranduil soubesse que ele ali estava, com certeza tentaria "leva-lo" a concordar com ele e ele queria pensar numa forma de acabar com aquela disputa estúpida.

"Sinceramente, a parte que me causou mais espanto foi quando o grupo adentrou na Floresta das Trevas e o Gandalf se ausentou. Como que na hora em que mais precisa do mago, ele dá no pé? Gandalf fala que a aventura não é dele, sim não é mesmo, pois ele aparece pouco. No entanto é o próprio Gandalf que começa a formar o grupo e o aconselhar, não seria também uma aventura desse velho?
Terminado a aventura com seus mortos e salvos, e, com Bilbo voltando para casa com seu anel e tesouro, ficou uma questão sem resposta, porque Gandalf não reparou, observou e questionou mais a fundo a história do anel? Como um mago poderia deixar passar uma coisa assim? Sendo que Gandalf vinha de uma batalha contra o Necromante, segundo o próprio mago. Necromante é Sauron, Sauron forjara o Anel e Gandalf não percebera poder tão maligno no anel?
Para mim Gandalf é um tremendo FDP e queria ver o circo pegar fogo, mas logo que “caiu em si”, viu a besteira que fez e guiou a Sociedade do Anel para concertar tudo que fizera."

Ele não "dá o pé"! Ele encontrou Thorin "por acaso" e percebeu que era uma boa forma de tirar Smaug de lá, ajudou os anões no que podia, mas a missão de destruir Smaug cabia-lhes a eles e não ao feiticeiro! A sua missão era muito maior e envolvia muito mais! Quanto ao anel, Gandalf diz que existem muitos anéis mágicos espalhados pela Terra Média, muitos deles são anéis de pouco poder! A invisibilidade, creio, era um poder não extraordinário, em relação aos anéis. Além disso, Saruman dissera, havia pouco tempo, que o Anel viajara para o Grande Mar, não havia ainda razões para suspeitar do feiticeiro branco!


O autor do blog mostra um profundo desconhecimento da obra e uma forma distorcida de interpretar os acontecimentos! Se ele tem conhecimentos sobre ela, e faz um post como este num blog, então ele é só mesmo um bocado (muito) estúpido!... :roll:

Deu vontade de dizer umas verdades ao cara e espero que ele faça parte da valinor e leia isso aqui! ;)

;D
 
Foi por esse motivo que não quis deixar um comentário como o desse sujeito passar despercebido sob nossos olhos!
Como fãns de Tolkien, acho que devemos, também, ver como um leitor (cujo conhecimento em relação às obras não é muito amplo), vê as obras do autor.Realmente, existem muitas opiniões espalhadas pela internet, e acho interessante analisarmos esses casos, pois eles nos indicam quem têm mais conhecimento sobre as obras ou quem as lê superficialmente.
Portanto, também acho que o autor do blog não tenha lido completamente todas as obras, e, com isso, vieram os inevitáveis "comentários arbitrários".
Dessa forma, vou até mandar uma mensagem pra ele, dizendo que as coisas não são bem assim.Aliás, já viu o que escrevem pela internet, não é?
 
Eu acho que esse cara está errado em todas as suas considerações sobre o Mago. O livro Contos Inacabados é o suficiente para desfazer todas essas opiniões.

Primeiro: porque Gandalf se ausentava tanto?

Isso acontece devido à natureza de sua missão na Terra-média. Os Istari haviam sido enviados para aconselhar e encorajar os Povos Livres em sua batalha contra a Sombra, não para lutá-la por eles. Ele só intervinha quando tudo o mais parecia perdido. Se o mago sequer saísse do lado dos anões e do hobbit, eles teriam aprendido muito pouco na sua jornada, e talvez não tivessem sucesso no final, por sua própria conta. Porém, ao deixar o grupo de aventureiros à sua "própria sorte", ele permite que os anões e o hobbit encontrem maneiras de resolver os seus problemas. De tal maneira que, quando eles finalmente chegam à Montanha Solitária, eles próprios conseguem despachar o Dragão (mesmo que indiretamente).

Coisa semelhante acontece em outros pontos da história. O mago só mostra seu verdadeiro poder quando isso é realmente necessário: quando o Conselho Branco decide desalojar o Necromante de Dol Guldur, quando o balrog se apresenta para impedir o avanço dos heróis, ou quando o Rei dos Bruxos entra em Minas Tirith, atemorizando a todos, é que ele avança para enfrentar o mal que apenas ele pode conter. E mesmo assim, ao longo do cerco à cidade, o mago não passa a maior parte do tempo assando os orcs com sua magia ou cortando-os com Glamdring, mas sim organizando as forças de Gondor, encorajando-os e dando seu apoio onde fosse necessário.

Segundo: Porque Gandalf escolheu um hobbit para realizar a tarefa.

A explicação para isso é muito simples. Os dragões, desde a Primeira Era, sempre odiaram anões. E Smaug era paranóico em relação a isso, sempre vasculhando seus salões sob Erebor em busca de eventuais anões que buscassem vingar seus antepassados. Thorin sempre tivera essa idéia em mente. Mas ele planejava levá-la a cabo liderando um exército contra o dragão, mas ele não dispunha de tal exército. No final das contas, a tarefa, se fosse para ser realizada à esta maneira, estava condenada antes mesmo que começasse. Contudo, Thorin se encontrou com Gandalf em Bri, e então o mago decidiu ajudá-lo a vingar o pai e o avô. Porém, Gandalf propôs fazer isso através da dissimulação, não do desfraldar de estandartes, do soar de trombetas e do som de pés marchando em direção a Erebor. Mas Smaug era perspicaz, e conhecia bem os anões. Foi por isso que Gandalf optou por levar um hobbit: uma criatura que certamente o dragão jamais havia visto ou sequer ouvido falar. Uma criatura que pudesse iludir a audição e o olfato do dragão. Foi por isso que ele escolheu Bilbo, dentre todos os hobbits: seus antepassados Tûks tinham fama de de vez em quando sair se aventurando, e o próprio Bilbo era mais ou menos assim. Falava de Elfos, falava com os anões que cruzavam o Condado, e ainda não tinha se casado. E essa escolha se provou correta, quandoSmaug finalmente foi morto.

Terceiro: Por que Gandalf não percebeu que o anel de Bilbo era o Anel de Sauron?

Muito simples. Embora Sauron tivesse novamente adotado forma física como o Necromante, e grande parte de seu poder tivesse retornado, o Anel em si ainda não havia despertado. Mesmo quando o Anel já despertara, e Sauron se declarou abertamente em Mordor, Gandalf precisou consultar um pergaminho esquecido em Minas Tirith e jogar o Anel no fogo para descobrir que este de fato era o Um Anel. O velho mago se acautelava em tudo que se relacionasse a anéis de poder, foi por isso que ele pediu ao Bilbo que deixasse o anel para Frodo antes de partir, e aconselhou o hobbit a não usá-lo e matê-lo escondido sob quaisquer circunstâncias. Essa decisão foi a mais sábia na medida do conhecimento do mago àquela época.


Resumindo, as opiniões do autor desse blog estão totalmente equivocadas, apesar de serem justificadas a alguém que não tem um conhecimento mais profundo do legendário do Professor.
 
Muito claramente percebe-se que o rapaz que fez aquele comentário não contextualizou sua analise dentro do legendarium. Aos nossos olhos, que fizemos a leitura das principais obras e com todos os grandes eventos inclusos, podemos perceber que o senso de dever de Gandalf para com um propósito mais relevante era muito maior do que participar na empreitada dos anões e Bilbo, muito embora ele proprio a tenha organizado.

Seja por sabedoria ou por videncia (ou as duas coisas juntas), o mago acreditava que sua presença nao iria influenciar no resultado final, pois para ele aquela comitiva já possuia tudo o que necessitva para ter sucesso.
O comentarista destacado também demonstra não saber qual a real identidade do Feiticeiro, como também demonstra não conhecer muito bem as origens e competencias de Gandalf. Caso contrário iria perceber que Sauron era o problema mais urgente, devido ao perigo que representava, e que os propositos de Gandalf, embora incopreensíveis a priori, estavam voltados para derrubar Sauron.
O perigo que Smaug representava era grande também, pois uma aliança com Sauron seria praticamente o fim, então nada melhor do que combater em duas frentes. O bem maior era mais importante para gandalf, no fim das contas, mesmo que isso pudesse ser o fim de seus queridos amigos.

Em suma, se o comentarista tivesse uma visão pouco mais totalizante (descontextualizada) do legendarium, muito provavelmente ele nao chegaria a tal conclusão.
 
Última edição:
Isso se deve ao fato de provavelmente ele não ter lido todas as obras, seja por influência própria ou falta de vontade.Acho que, para estar bem formatado o que ele disse, ele teria que reformular muitas coisas, e ler alguns livros que esclarecessem às dúvidas, aos insultos.Portanto, fico feliz de que Gandalf não seje um criminoso, um sujeito que não se importasse com os Povos-Livres.É uma satisfação, de certa forma.
 
O autor provavelmente não leu os livros, e se leu foi a muito tempo e sem prestar atenção. Por acaso, essa "desculpa do Necromante" era o próprio Sauron (me corrijam se estou errado).

Gandalf, ao meu ver, não é nada do que ele falou. A primeira parte pode até ter um pouco de verdade, mas o resto...
 
Pois bem, quanto a marca deixada por Gandalf a porta de Bilbo, naquele trecho estranhei um pouco, certamente Gandalf foi muito intrometido, pois depois de tudo que o pobre Bilbo o dissera ainda ousa não escutar/acatar. Mas essa é uma das coisas que eu mais admiro no mago, e de certo ele deve ter visto que aquele pequenino ser era bem maior do que o que se demonstrava.
E quanto as escapulidas do mago, creio que realmente era por extrema necessidade, pois o Gandalf que conhecemos nunca abandonaria seus amigos por nada. Como já foi dito, Gandalf era um mago com muitos deveres e o fato de ele ser um dos arquitetos de todo o plano da busca pelo tesouro não quer dizer que a aventura era dele, ele apenas os ajudou e aconselhou. Entretanto, eu mesma me contradigo, acredito que a aventura foi de todos eles, pois no momento em colocaram o pé na estrada juntos, todos estavam no mesmo barco!

Quanto ao que o "cara ai" disse, certamente ele leu o bastante para tirar suas próprias conclusões, eu mesma lendo somente O Senhor dos Anéis já tinha quase todas as minhas conclusões sobre a obra formadas... que ela era ótima!
Mas isso fazia parte do caráter de Gandalf, ele era assim, oras! E eu aprendi a admirá-lo dessa forma, da forma que eis.
E se ele nunca saísse inesperadamente sem ninguém saber onde ia e muito menos se não retornasse na hora menos esperada não seria o Gandalf!
 
Última edição:
Bom... o que este escritor provalvelmente não sabe, é que Gandalf veio a TM com apenas um único objetivo, imposto pelos Valar, que era " bater de frente " com o poder de Sauron, que estava cada vez mais poderoso. E isto ele conseguiu fazer. E de certo modo tudo o que ele fazia era voltado para este objetivo...é como dizem " Deus escreve certo por linhas tortas " eu aplicaria a mesma frase para Gandalf, ele não ligava para os métodos usados, desde que o resultado final fosse o mesmo.
 
Olá, sou o autor do texto que vocês estão tão chateados em ler.

Eu gostaria de esclarecer algumas coisas:

1º) Meu blog é de humor e não pode ser levado a sério.
2º) O texto é de humor, não representa a realidade dos contos de Tolkien.
3º) Vocês poderiam ter entrado em contato comigo.
4º) Sim, é verdade, eu nã osei por completo a obra de Tolkien, pois os seus escritos como vocês sabem são muitos e ainda estou a aprender.
5) Relaxem, eu de maneira nenhuma quis desmoralizar o velho mago.


Abraços e espero que tenham entendido o contexto.:hihihi:
 
Última edição:
Olá, sou o autor do texto que vocês estão tão chateados em ler.

Eu gostaria de esclarecer algumas coisas:

1º) Meu blog é de humor e não pode ser levado a sério.
2º) O texto é de humor, não representa a realidade dos contos de Tolkien.
3º) Vocês poderiam ter entrado em contato comigo.
4º) Sim, é verdade, eu nã osei por completo a obra de Tolkien, pois os seus escritos como vocês sabem são muitos e ainda estou a aprender.
5) Relaxem, eu de maneira nenhuma quis desmoralizar o velho mago.


Abraços e espero que tenham entendido o contexto.:hihihi:


Eu li o seu texto e achei bem legal :D
Parabéns pelo excelente trabalho e continue assim.
Vou colocar nos meus favoritos...:mrgreen:
 
Já estava me esquecendo, se eu tivesse que escolher alguém para ser, eu seria o Galdalf, o mago é foda e não tenho nada contra ele.



p.s: Obrigado Umbar
 
Última edição:
Olá, sou o autor do texto que vocês estão tão chateados em ler.

Da minha parte digo que não fiquei chateado. Seu texto serviu para que pudessemos analisar a conduta de Gandalf no que concerne O Hobbit.
Melhor ainda que vc pode vir aqui para sustentar seu ponto de vista, embora tenha dito que se trata de um texto de humor.
É isso, e seja bem vindo!

PS.: como voce ficou sabendo que estavamos "descendo a madeira" (:mrgreen:) no seu texto?
 
Última edição:
Da minha parte digo que não fiquei chateado. Seu texto serviu para que pudessemos analisar a conduta de Gandalf no que concerne O Hobbit.
Melhor ainda que vc pode vir aqui para sustentar seu ponto de vista, embora tenha dito que se trata de um texto de humor.
É isso, e seja bem vindo!

PS.: como voce ficou sabendo que estavamos "descendo a madeira" (:mrgreen:) no seu texto?



Valeu. Eu olhei nas visitas que o Wordpress nos mostra. Gostei daqui e vou ficar.
 
Com este tópico, queria saber a opinião de vocês, fãns Tolkienianos.Não concordo com o autor do post, e nem mesmo muito no que eu acho que está mais ou menos certo.Portanto, o que vocês acham?Vocês teriam uma opinião para descrever as idas e vindas do mago, quando o grupo mais precisava?A ausência dele?O convite inesperado e talvez um pouco ofensivo (pois Bilbo se exauriu com aquela festa) que ele fizera à Bilbo Bolseiro?
Cada um com sua opinião.Somos livres para pensarmos o que quisermos.Só queria saber o que vocês acham sobre tudo isso!
Abraços.

Tantalas,

Acho válido comentar justamente aquele último trecho, que você até resolver colocar em debate pedindo nossa opinião: Sobre o porque de Gandalf não ter visto de imediato os perigos relacionados ao anel.

Sim, ele desde o princípio suspeitou do anel. Mas não sabia o suficiente para identificar o grande perigo inerente ao mesmo. Se o autor do blog tivesse gastado um pouco mais de tempo e dedicação lendo outra obra (SDA), teria visto trechos em que galdalf comenta sobre suas dúvidas e especulações relacionadas ao anel, que só foram confirmadas de fato após a visita ao condado, pouco antes do inicio da saga da sociedade. Durante suas viagens e tarefas, foi aos poucos obtendo informações sobre gollum e sua relação com o anel, bem como a trajetória da ''joia'', e só quando teve informações suficientes resolveu agir.

Enfim, a essa altura do campeonato talvez o autor de Balbúrdia já tenha lido outras obras de Tolkien e tenha obtido a resposta para suas afirmações. No meu caso, eu teria parado a leitura já no título do post.

EDIT: Eu não havia lido estes ultimos posts aqui, incluindo o do autor, agora acho que confirmei minhas suspeitas: Trata-se de um blog de humor(apesar das tentativas de argumentação que se esboçam no texto) e assim, minhas contrapropostas aqui são um desperdício de tempo. O blog é legals e tem um conteúdo bem variado. Parabéns ao autor.
 
Última edição:
explicações dadas, faz sentido, um texto de humor.
mas brunovox, vou te dizer, mexer com Gandalf é cutucar onça com vara curta.

desconfio que não deve haver um fã de Tolkien que "desgoste" do nosso bom e velho mago, e a grande maioria o adora (me incluo entre esses)
mas se era pra fazer humor sobre o Gandalf, podia dizer que ele provavelmente tem uma tara por jovens hobbits (já ouvi isso até demais)
poderia especular sobre a erva do condado tbm (Saruman no filme diz que ela "prejudicou a mente de Gandalf" e se isso não é uma piada pronto, eu não sei mais o que é).


vou visitar seu blog, deve ter alguns bons textos lá!
 
Nossa.. discordo com o autor desse texto..
como ja foi dito os istari foram mandados para aconselhar e encorajar os povos livres contra a sombra! essa era sua missão! e creio eu que ele a cumpriu muito bem!!
 
Bem, sem querer "bater de frente" com ninguém, não percebi o "humor" no texto! Até porque só de ler o texto, nem percebi que era de humor e uma pessoa que desconheça as obras ficará com a ideia errada sobre Gandalf! Se realmente é um texto de humor, devia ser mais óbvio!

;D
 
Concordo com nosso amigo tortoruguito. E nada contra o brunovox, se o texto era para ser de humor, deveria ter um tom muito mais claro e identificável.
 

Valinor 2023

Total arrecadado
R$2.404,79
Termina em:
Back
Topo