1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

As Diferentes Visões sobre os Elfos em cada Livro

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Snaga, 26 Fev 2008.

  1. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    A intenão não é levantar uma questão, mas apenas mostrar algo interessante que percebi em toda a obra e ver se concordam comigo.

    Entre o final do ano passado e início deste ano, reli os quatro livros de Tolkien publicados no Brasil sobre a TM (Silma, CI, O Hobbit e SdA) e percebi algo interessante na maneira como os elfos são aprensentados em cada um dos livros: N'O Silma são pessoas normais, n'O Hobbit são mesquinhos e arrogantes (até bêbados) e em SdA são seres míticos, inalcansáveis, como se fizessem parte de um sonho.

    Comecei a pensar nisso e percebi algo interessante: as "fontes" de cada história.

    N'O Silmarillion os elfos são tão humanos quanto nós, com qualidades e defeitos bem conhecidos por nós homens, são normais. Afinal a fonte das histórias d'O Silma são os próprios elfos. São sua visão sobre si próprios e isso deixa tudo mais normal.

    N'O Hobbit a coisa já é bem diferente: de nobres reis, os elfos passam a quase vilões. São mesquinhos, hostís e até mesmo bêbados que assaltam a adega pra beber do vinho do rei. Dessa vez a fonte da história é Bilbo, um hobbit que nada sabia sobre os elfos, mas que naquele período estava influenciado pelos anões, que sempre foram inimigos ferrenhos dos elfos.

    Já em O Senhor dos Anéis, os elfos ganham uma aura mágica que não está presente nos dois anteriores. Os elfos passam a ser seres que habitam apenas as fantasias e lendas antigas, como se não fizessem parte daquele mundo. A fonte dessa vez ainda são os hobbits, mas dessa vez sob nenhum influência. Frodo já conhecia bem sobre os elfos, mas não os elfos. E a escassês de elfos naquela época os tornava cada vez mais míticos, seres de fantasias inalcansáveis, sábios de grande realeza e conhecimento, um último elo com um mundo que não mais existia.

    Bom, não tenho uma conclusão pra apresentar sobre tudo isso. Queria apenas expôr algo que achei interessante e que não sei se tem valia dentro do legendarium.

    Enfim, digam alguma coisa! :dente:
     
    • Ótimo Ótimo x 2
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Finwë Fëfalas

    Finwë Fëfalas Nas Echoriath...

    Sobre a presença dos Elfos em O Hobbit, além de Elrond quando aparece em Valfenda e de Thranduil no Reino Verde, ficou alegre a parte dos Elfos bêbados, hehe.

    Mais Tolkien quis alegrar um pouco com esta parte, e não caracterizá-los por este fato, pois até mesmo os Elfos bebiam que nem os homens e anões um bom vinho.
    Porém não acho que perderam a sua gloria de outrora e sim ficaram ainda mais interessantes de se ver na época que rondou O Hobbit.

    -

    Da minha opinião em o Silmarillion e nos Contos Inacabados, os elfos permanecem iguais, são majestosos por seus feitos e domínios na Terra Média.

    Era a raça "principal" que Illúvatar criou para habitar Arda. Por tudo que fizeram em vida e na Terra Média eles marcaram a sua era.
    E que depois foi se diminuindo com o passar dos dias escuros.

    -

    Em o SdA, os Elfos já são mais voltados para Anjos, nos termos dos Valar.
    Pois existiam poucos na Terra Média, que não quiseram abandonar sua Terra mesmo com a sombra crescendo de Sauron.

    A sua glória e majestade permaneciam as mesmas, porém ainda mais altas, pois eram poucos que restavam dos dias antigos, ai você vira um conto que aparecia elfos de linhagem muito antiga no meio e pensava consigo: "Nossa como este Elfo desta linhagem veio parar aqui na terceira era e na guerra do anel? Porque ele não foi para Aman nos dias antigos?"

    Mesmo ele sendo de uma linhagem dos antigos príncipes dos Noldor de Beleriand.
    É muito interessante ficar imaginando a sua linhagem e poder vislumbrar a visita deles na terceira era da Terra Média.

    Que nem Elrond, vivo ainda, sendo Neto de Tuor e Idril, isso é realmente encantador!
    Sem contar Galadriel, filha de Finarfin que outrora optara para viver em Valinor e não vir com seus irmãos para a Terra Média.

    Eu quando leio um trecho das obras de Tolkien constando esses elfos e alguns homens com linhagem de antigamente eu fico parado imaginando; “É realmente incrível como este veio parar aqui depois de duas eras da Terra Média.

    Que a sua linhagem nunca chegará ao fim.

    Esta ai minha opinião! Espero ter gostado! hehe :obiggraz:
     
    • Ótimo Ótimo x 3
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. CirdanDoOeste

    CirdanDoOeste Lord sobre Mithlond

    cara isso faz completamente todo o sentido.
    Quando li o Hobbit analisei isso tambem e notei essa diferença, e põe diferença nisso. Acho porque no Hobbit Tolkien estava mais "cru" em relação a todo o contexto de tudo. Ai escreveu como se eles fossem um povo simples, que se assemelhava com os HUmanos, ai no Senhor dos Aneis ja tem todo aquela importancia suprema mesmo, ate porque tem aquela questão dos TRÊS REI ELFICOS, e dos seus aneis.
    Isso ate deixa a história um pouco mais interessante e instigante. Concertez o John observou isso , mas ele deve ter achado que ficaria melhor assim.
     
  4. Snaga, meu camarada, você surpreendeu com essa pergunta!

    Ótimo Tópico!

    Realmente, é isso mesmo que você constatou, eu nem tenho muito a dizer além do que você mesmo disse ou de Finwë. Por isso vou aguardar mais um pouco prá ver o que se pode tirar disso...

    Uma pergunta:

    Você acha que isso foi proposital, em cada obra Tolkien apresentar esses personagens de maneira diferente, ou eles foram tomando forma durante a confecção da obra?
     
  5. Cirdan postou um pouco antes de mim e já respondeu a pergunta!

    Esse pessoal da Valinor é o bicho!
     
  6. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Não dá pra afirmar nada. O que posso dizer é que talvez tenha sido algo inconsciente. Tolkien sempre deu muito valor a essa coisa dos personagens terem contado suas próprias histórias. Sempre disse (mesmo nas Cartas para os fãs, porém ali de maneira indireta até onde li) que ele não escreveu nada, apenas traduziu.
     
  7. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Concordo absolutamente com a indagação!
    São sim 3 formas diferentes de cada personagem.
    Mas ainda preciso amadurecer uma linah de raciocínio...

    Isso depende das datas em que cada um começou a ser escrito, o contexto histórico e pessoal que o autor passava no momento...
    E ainda, fora isso, a imginação do que pode ser que se passava na cabeça dele... rs
     
  8. madalena

    madalena Uma Rosa Para

    é, eu também fiquei curiosa com isso, mas não é só nos livros de Tolkien, tem várias informações sobre os Elfos espalhados na net, a maioria é falsa.:lol:
     
  9. Mada, na hora que vi esse Tópico pensei em você!

    Vamos ver o que essa galera vai dissecar do cadáver, e aí a gente volta prá fazer o resto!
     
  10. madalena

    madalena Uma Rosa Para

    é verdade, é só eu ver Elfo escrito que eu to lá postando !!!:lol::lol:
     
  11. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    O que posso dizer... cara, você fez uma saga e tanto pelos livros de Tolkien!!! Ler todos os volumes na seqüência - e olha que para ler apenas a trilogia é trabalhoso - e ainda extrair as diferentes visões que cada personagem tinha sobre os elfos, foi um feito! Tá de Parabéns, Snaga! :clap:
     
  12. Aldamar

    Aldamar Creating a shining future...

    É verdade, realmente. E veja bem, isso não ocorre apenas com os elfos, mas também com os anões e com os homens. Em livros narrados pelos Hobbits, percebe-se uma "quase intimidação" dos homens em relação aos Hobbits, e como eles reagiam de maneira estranha frente às diferentes raças.

    No Silma, da mesma maneira, os anões são tratados pela história com certa indiferença, sendo citados somente nos episódios em que tiveram atuações decisivas, e mesmo assim apenas por breves momentos.

    Tolkien foi um mestre ao incorporar o ponto de vista do escritor, ou contador, à sua história. Da mesma maneira que ele queria que seu mundo fosse crível, ele sabia que devia fazer o mesmo com a sua narração.

    Abraços.
     
  13. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Então, Madalena, realmente existe muitos "tipos" de elfos espalhados por aí: fadinhas, gnomos, duendes e vários outros seres que habitam a fantasia européia. Os elfos aos quais me referi são exclusivamente os de Tolkien. Que nem mesmo eram elfos, pois, como o próprio Professor diz, esse substantivo era apenas uma tradução para Quendi.

    Menos, Elring, menos! Se não eu me encabulo. :oops:
    :mrgreen:

    Apesar de não ter apresentado conclusão alguma no meu post inicial, acho que é aí que queria chegar: na genialidade de Tolkien ao incorporar seus personagens no momento de narrar suas histórias. Cada uma delas tem um ponto de vista diferente, uma forma narrativa independente, tudo dependendo da fonte de onde ele "traduziu" as lendas.
     
  14. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Mas, tem alguns detalhes.

    -No SdA, os elfos são visto sim como seres místicos, mas nem sempre como boas pessoas. Éomer se assusta quando Aragorn diz sobre Lórien, e Denethor também não era amante dos elfos, assim como muitos em Gondor.

    -No O Hobbit, os elfos de Valfenda são vistos como "crianças", mas Elrond é sempre um sábio (isso mostra sua influência. Mesmo entre Anões, ele sempre foi considerado um sábio).

    -No caso dos Hobbits, mesmo entre eles, não existe um concenso sobre eles. Sam é "zuado" pelos outros hobbits, ao ficar babando por elfos. Alguns hobbits não consideravam elfos como bons seres.

    Mas, sem dúvida essa idéia de Tolkien, de ter vários pontos de vista, sempre dependendo do personagem ou povo que narra a história, é genial!
     
  15. Imrahil

    Imrahil Kyknos kyknón

    É, de fato a variação de pontos de vista é essencial pro Tolkien simular "profundidade cultural" na Terra-média (tem um bom estudo sobre isso nos livros do Tom Shippey).

    Mas uma coisa que a gente não está levando em conta, além dos pontos de vista, é o fato do Hobbit ser um livro direcionado para um público mais infantil, e que originalmente não era pra fazer parte do grande quadro do legendário. Aí Tollkien se sentiu mais livre pra brincar, em todos os sentidos. Muitas coisas no Hobbit são estranhas se comparadas a todo o resto do legendário -- vide gigantes das montanhas, por exemplo.

    Abraços,
     
  16. Tarik Khalil

    Tarik Khalil Usuário


    Eu ia comentar exatamente esse ponto... não so a visão muda como fora do contexto da história temos um leitor diferente...

    Os elfos são mais humanos nO Hobbit concerteza... no Silmarillion nos temos a visão deles como normais, percebe-se uma pequena superioridade ( não uma superioridade dominadora, visão que certas pessoas tem mas que esta óbviamente em conflito com a obra ) em relação aos humanos., no Senhor dos Anéis eles ja não estão no foco principal da história e realmente passam uma visão de tempos que não voltam mais e muitas vezes de tristeza e melancolia.
     
  17. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Mas nem só os Elfos são vistos de forma diferenciada.

    No Silmarillion os homens tbm são mais grandiosos e muitos deles mais poderosos que muitos elfos.
    Vide Húrin, Túrin, por exemplo... Ou o povo de Númenor...

    Os anões tbm são vistos de forma diferente...
    N'O Hobbit, eles são um povo ganancioso, ávido por riquezas materiais, que só pensa em comer, beber e festejar.
    Enquanto no Silma, eles têm mais história, são mais guerreiros, artíficies habilidosos.

    Enfim, concordo com todos no restante...
    As visões mudam de acordo com o narrador e o público a quem o livro é direcionado.

    E os orcs?
    Eles tbm são vistos de forma diferente?
     
  18. Tuor

    Tuor Usuário

    O Hobbit é um livro mais infantil, por isso os anões e Bilbo são os heróis e o restante, ou são ajudantes mais neutros (Beorn), ou são mais vistos como vilões por atrapalharem suas vidas.

    Em O Silmarillion, a base é basicamente os elfos. Assim, tudo o que se diz nele é diretamente ligado aos primogênitos, suas vitórias e desesperos. Por isso O Silmarillion realmente mostra como são, com suas falhas, invejas, brigas e infantilidades. E não se fala tanto sobre os homens.

    Em O Senhor dos Anéis o foco era o Anel, e também tudo o que já tinha passado depois de O Silmarillion. Não haveria por que os elfos brigarem ou estarem no "foco", pois como eu disse, o ângulo era de Frodo e a missão era a destruição do que restou de Morgoth, Sauron. Foi o inverso de O Silmarillion: focou mais a raça humana e hobbitiana que a élfica.

    Mas concordo e parabenizo Snaga por ter notado essas diferenciações mais detalhadamente.

    *nem sei se falei besteira* :hihihi:
     
  19. Eu concordo com tudo que já postado. É um assunto meio complexo!

    Eu acho que em cada obra existe um foco diferente, como se "quem" estivesse escrevendo tivesse uma opinião formada.

    É bem interessante esse método de conto que Tolkien ultiliza, de "tradução" que Snaga mesmo comenta. Este método abre uma gama enorme de possibilidades e dá até para "errar" a mão em algum momento sem estar verdadeiramente errado...!

    Me parece, eu não tenho informação disso, que foram poucos os escritores que ultilizaram dessa ferramente para escrever. Me parece que o Deriel está fazendo um Doutorado sobre esse assunto. Seria legal ele nos dar uma dica sobre esse assunto: se quando uma obra ultiliza essa ferramenta de "tradução", também pode conter algumas nuances diferentes entre seus personagens...!?
     
  20. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Não era o Cisne?! :think:
     

Compartilhar