1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

As crianças hoje estão ficando "frágeis"?

Tópico em 'Nostalgia' iniciado por Excluído052, 10 Set 2008.

  1. Larissa

    Larissa Usuário

    Como vocês são fags. :lol:

    DW deve limpar a pata do gato dele com álcool quando ele sai da caixa de areia.

    Enfim, o fato é que eu nunca tive doenças sérias relacionadas à alimentação.
     
  2. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Mas no passado as pessoas também sempre tinham 5 ou 6 filhos. Morrer um ou outro até ajudava na situação financeira. :-P


    Mas acho que isto são só mudanças naturais.
    As crianças de hoje também já são muito mais inteligentes do que os mais velhos foram.
    Se divertem com brincadeiras sedentárias, mas que também exigem mais do cérebro do que bolinhas de gude.
    Etc.
    Sempre há vários lados da situação.
     
  3. DW

    DW Usuário

    Era BRINKS.

    Nem lembro da última vez que meu gato tomou banho.
     
  4. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Também acho. Minha irmã não quebrou nenhum osso até hoje e já tá com 12 anos, velho. Isso é um absurdo.
     
  5. Elmarien

    Elmarien Mighty Mane Thorin

    Pode até ser, mas os pais estão muito paranóicos, não deixam o filho nem atravessar a rua sozinho. Meu, cair no chão é importante para saber o que é esfolar o joelho ^.^

    E esfolar o joelho é importante para saber o que é cicatriz ^.^

    Não tem jogo online ou coisa assim que seja equivalente.
     
  6. Raphael S

    Raphael S Desperto

    E cicatriz é importante para saber o que é perda irreversível de um órgão. ^_^

    No meu tempo agente comia comida das árvores, hoje as árvores comem comida de noz.
    (ignorem)Fail

    By Raphael S
     
    Última edição: 11 Set 2008
  7. Tarik Khalil

    Tarik Khalil Visitante

    Tentativa de Reversal Russa?

    Acho que é importante considerar que esse evento é mais frequente com as crianças de classe média/média-alta, sendo que ( eu sei o conceito é muito pouco significativo mas não tem melhor ) as de classe média-baixa se mantém mais próximas do passado pela própria falta de recursos.
     
  8. Hellchan

    Hellchan Bad things with you...

    Não concordo muito com isso
    Acho que eles continuam de brincar de fazer bebê até hoje...

    Acho que as mudanças são gerais da sociedade
    e não apenas por causa de classes sociais
    Tem muita gente de classe média-baixa, que prefere ter uma TV de plasma, do que uma geladeira...
    Expremem 5 filhos num quarto, mas tem computador na sala...

    Enquanto tem muitos de clase média/média-alta que vão morar em condominios carissimos, justamente tentando resgatar o ar puro, pras suas crianças poderem brincar....

    Claro que tem o que você falou...

    Bjus
     
  9. zannah

    zannah The Red

    As crianças não ficaram mais frágeis...Os pais é que ficaram mais frescos, a violência nas ruas aumentou, vieram os canais de desenhos nas Tvs a cabo e por aí vai.
    :think:Minha irmã mesmo vive estressada com a possibilidade de que minha sobrinha seja hiperativa, quando na verdade ela é uma saudável pestinha cheia de energia que vive fazendo arte :lol:
    É uma grande verdade que os avanços tecnológicos e a facilidade de obter informações estão tornando as crianças mais inteligentes... Mas, ao mesmo tempo, eu vejo, com pesar o aumento da obesidade infantil, estresse precoce e coisas assim, pois as crianças não tem mais a oportunidade que muitos de nós tiveram, de ser realmente criança e aprender com as artes, correr livres por aí, subir em árvores, correr por cima de muros, andar descalço na terra, rolar na grama com o cachorro ou coisas simples como essas. Pequenas coisas que fiz na infância e que valeram até os ocasionais ossos quebrados :lol:
     
  10. lisseminte

    lisseminte Nox!

    Bom,ótimo tema.Curiosamente,eu tinha lido uma reportagem em que uma mãe dizia que as crianças estão sendo tratadas como inválidas pelos seus pais,como deficientes.Ela afirma que os pais devem buscar meios de tornar a criança mais independente.Ela própria já está adotando algumas medidas em casa,deixando o filho de noe anos numa estação de metrô,com vinte dólares na mão,sem celular,podendo pedir orientação a estranhos ou ligar de um telefone público.(Isso a fez ser tachada de negligente por outros pais)

    Outras medidas,afirma a entrevistada,para deixar os filhos mais independentes seriam deixar ele lavar a própria roupa,cozinhar e ajudar em outras tarefas de casa.

    Penso que algumas afirmações dessa entrevista não devem ser descartadas.A questão principal é:um menino de nove anos pode ser deixado sozinho numa estação estranha sozinho?Teria ele maturidade o suficiente?Certo,o menino voltou para casa e inteiro,mas,será que foi apenas pela sorte que nada lhe aconteceu ou uma boa orientação e nada mais?

    A mãe afirma ocorrem menos crimes hediondos do que nós pensamos.Certo,isso aparece num noticiário com frequência,mas,veja bem,um homicídio doloso não traria mais audiência do que um "simples" roubo de uma carteira?Será que a mídia não tem uma parcela de culpa na questão da superproteção?

    Postem a sua opinião.Eu acho que o índice de crimes hediondos não é tão alarmante quanto parece(para nos fazer trancar-se em casa,como se estivéssemos numa guerra),mas,não é tão pequeno para ignorarmos.É preciso achar um meio termo na questão de como criar os filhos.
     
  11. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    No Rio é alarmante sim.
    E todo carioca já sentiu na pele. Mesmo os mais sedentarios.
     
  12. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Pra mim basicamente é a maior tecnologia (computadores, video games) que aumentam o sedentarismo da criança combinada aos maiores indices de violência urbana que tem maior peso de influência nesses aspectos.

    Além da permissão dos pais, já que os mesmos atualmente tem menos tempo pra se dedicar aos filhos que antigamente e com isso os finais de semana onde poderia sempre haver atividades saudáveis para seus filhos, estes ficam mais prejudicados.
     
  13. Thorin III

    Thorin III Usuário

    Frágeis, irritadas, mimadas, má criadas (pais e mães incompetentes que não exercem seu papel de administradores e educadores dos filhos - hoje a principal tarefa atribuída e esperada destes é o "passar a mão na cabeça" e ajudar os flhos a sairem de suas enrascadas, sem arcar com as consequências e ilesos), mal cuidadas, deturpadas, tanto física como espiritualmente.

    Mas essa é a regra, porém sempre há as exceções, sempre existem os bons exemplos.
    Na questão da saúde, a tendência na minha opinião é a piora (apesar dos avanços na medicina) pela degradação do planeta, degradação moral, degradação do organismo humano por ele mesmo.A expectativa de vida aumenta, mas eu sinceramente não desejo viver 100 anos ou mais respirando gás carbônico e comendo agrotóxicos.
     
  14. Lyllith

    Lyllith Usuário

    Acho que as crianças de hoje estão sendo criadas para a depressão e com uma forte tendência a drogas, alcoolismo e suicídio, pois não estão sendo educadas para lidarem com suas frustrações - coisa que faz parte da vida de todo ser humano! Como mãe me preocupo muitíssimo com isso. Leio muito a respeito e sempre procuro seguir conselhos de Içami Tiba, que para mim é a maior autoridade no assunto.
    Certamente não queremos que nossos filhos sofram, mas também devemos tomar o máximo cuidado para que não incorramos no erro de sermos hipersolícitos nem abandonarmos nossos filhos (que na verdade é o que acontece: mães e pais se sentem culpados por trabalharem demais, e ao mesmo tempo não conseguem dedicar-se o suficiente para proporcionar aos filhos uma boa educação - acabamos tendo aí uma combinação muito ruim, pois não conseguimos educar nossas crianças nem dar a elas o amor necessário.)
    Mas claro que isso é reversível. Estamos trabalhando nisso!! Hoje em dia não concordo com punições físicas (puxão de orelha, chineladas, tapas e etc), mas concordo com conseqüências aos atos: bagunçou, tem que arrumar; não comeu agora, só come na próxima refeição, e assim por diante.

    Creio que ser mãe ou pai é uma responsabilidade enorme e dá muito trabalho, mas certamente, perceber que obtivemos êxito nesta jornada é gratificante!

    :)
     
  15. Rikky

    Rikky Unleash His Hard Fury

    Na minha opinião falta um herói pra criançada
    Bicho
    No meu tempo tinhamos o Rambo, o Terminator, o Dr. Jones, Mad Max e mais um monte de avatares da testosterona que ensinaram crianças normais a serem machos de verdade

    Hoje em quem as crianças se espelham? Max Steel?
    BAh
     
  16. Tarik Khalil

    Tarik Khalil Visitante

    :ahn?:

    Você tem certeza de que esses são os exemplos mais adequados?
    ( não que eu não goste de metade disso que você falou )

    Mas também não é bem assim... :lol:
     
  17. Rikky

    Rikky Unleash His Hard Fury

    E olha que eu nem falei de Charles Bronson, Jason, Leatherface e outros caras legais
     
  18. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Mas hoje tem god of war, ninja gaiden, etc.
     
  19. Roger

    Roger HEXACAMPEÃO BRASILEIRO!!!!!!!


    Bem colocado Fusa, porem há de se lembrar que esses jogos nem se comparam com os classicos.
    Você viu a lista do 100 maiores games. Deve ter reparado que os classicos que jogavamos na adolescencia estao entre os primeiros.
    Alem do que o grau de dificuldade desses jogos baixou muito! Duvido muito que a maior parte dessas crianças de 9 ou 10 anos de hoje conseguiriam abrir todas as fases de Super Mario. E imagini-os jogando Castlevania?
     
  20. Tarik Khalil

    Tarik Khalil Visitante

    Roger, o ponto é mais complicado...

    Realmente, os jogos, ficando mais equilibrados, se tornaram mais simples ( também tem a contraposição que somos mais experiente e melhores jogadores de forma geral ), muitos jogos antigos eram extremamente dificeís pelo simples fato de serem mal feitos ( isso não necessariamente os tornava ruins :dente: ).
    E poxa, com coisas como seleção de dificuldade, as coisas ficam mais complicadas, sério, talvez não seja um Battletoads, mas vai tentar terminar God of War no Very Hard, é TENSO, eu penei, muito... 8-O
     

Compartilhar