1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Evento As 5 Melhores (82ª Semana) - Arcade Fire

Tópico em 'Música' iniciado por Quickbeam, 19 Mai 2014.

  1. Quickbeam

    Quickbeam Rock & Roll

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Arcade Fire é uma banda de indie rock da cidade de Montreal, em Quebec, no Canadá, composta por marido e mulher Win Butler e Régine Chassagne, juntamente com o irmão de Win, Will Butler, Richard Reed Parry, Tim Kingsbury e Jeremy Gara. A equipe da atual turnê da banda também inclui ex-membro Sarah Neufeld, o freqüente colaborador Owen Pallett - responsável pelos arranjos de orquestra e de cordas dos álbuns - e dois percussionistas adicionais, Diol Edmond e Tiwill Duprate.

    A banda é conhecida pelo uso de um grande número de instrumentos musicais, tais como guitarra, bateria, baixo, piano, violino, viola, violoncelo, contrabaixo, xilofone, glockenspiel, teclado, sintetizador, trompa, acordeão, harpa, mandolin e viela de roda. Eles carregam a maior parte desses instrumentos em turnê e, durante os shows, os membros do grupo se revezam tocando-os.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Originalmente composto por Régine Chassagne, Richard Parry, Tim Kingsbury e os irmãos William e Win Butler, o grupo formou-se durante o verão de 2003, após Win avistar Chassagne cantando standards de jazz em uma exposição de arte em Montreal. Neto do famoso líder de banda Alvino Rey, da época do Swing Jazz, Win ficou rapidamente encantado pela performance de Chassagne, levando os dois a fundar uma parceria musical. Um romance entre eles logo floresceu, e a dupla expandiu seu som reunindo Parry no órgão, Kingsbury no baixo e o irmão mais novo de Win Butler, William, no sintetizador e percussão. Com as variadas influências dos companheiros de banda, o Arcade Fire começou a minar uma eclética mistura de bossa nova, punk, chanson francesa e música pop de contornos clássicos, fazendo referência a tudo, da paixão do U2 até o ecletismo de David Bowie, no processo.

    O Arcade Fire lançou um EP auto-intitulado em 2003, tendo brevemente se retirado ao Maine para as sessões de gravação. Impulsionado pela voz trêmula de Win Butler e pelos crescendos sinfônicos de seus colegas de banda, o disco ajudou a banda a conquistar uma oferta oficial da Merge Records. A sorte dos membros da banda oscilou no final daquele ano, no entanto, quando a avó de Chassagne faleceu. O avô dos irmãos Butler seguiu o mesmo caminho em março de 2004, e a tia de Parry morreu um mês depois. Buscando catarse no estúdio, os integrantes do Arcade Fire canalizaram suas energias para a criação de Funeral. Lançado em setembro de 2004, o álbum de estreia foi recebido com aclamação unânime - tanto comercial como crítica - e o Arcade Fire manteve uma presença quase constante na estrada, tocando em festivais de alto perfil como Lollapalooza e Coachella, entre uma enorme quantidade de shows menores em clubes. Eles também apareceram na capa da edição canadense da revista Time, receberam uma indicação ao Grammy de Melhor Álbum de Música Alternativa, trocaram figurinhas com o superfã David Bowie e excursionaram ao lado do U2.

    Após um ano cansativo, o Arcade Fire fugiu para uma igreja fora de Montreal para trabalhar em um segundo disco. O ambicioso Neon Bible chegou em março de 2007, contendo algumas grandes ornamentações, tais como um órgão de tubos, um coro militar e uma orquestra completa. O álbum alcançou a posição número dois da Billboard e gerou mais uma turnê, na qual a banda tocou em mais de 120 shows ao longo de um ano. Quando a turnê acabou, no início de 2008, o Arcade Fire fez vários shows em apoio ao candidato presidencial Barack Obama, antes de começar a trabalhar em um terceiro álbum. The Suburbs, uma eclética ode de 16 faixas à infância, à expansão suburbana e aos sonhos tanto ganhos quanto perdidos da classe média, chegou em 2 de agosto de 2010. O disco foi universalmente aclamado e chegou ao topo das paradas nos EUA e Reino Unido. No ano seguinte, ganharam uma série de prêmios, incluindo alguns de grande prestígio, como o Grammy de Álbum do Ano, o Prêmio Polaris e o Brit Awards, tanto para Melhor Álbum Internacional como Melhor Grupo, entre outras honrarias e indicações.

    O sucesso seguiu-os na estrada, com shows esgotados em todo o mundo. Em 2011, eles lançaram uma versão de luxo de Suburbs, que incluía um curta-metragem - intitulado Scenes from the Suburbs [Cenas dos Subúrbios] - dirigido por Spike Jonze. Eles começaram a trabalhar em seu quarto lançamento em 2012 e recrutaram James Murphy, líder do LCD Soundsystem, como produtor. O álbum, chamado Reflektor, foi lançado em outubro de 2013. Também trabalharam na trilha sonora de Ela, filme de Spike Jonze, trilha pela qual William Butler e Owen Pallett foram indicados ao Oscar em 2014.

    ────────── ¤ ──────────

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Álbuns de estúdio
    EPs

    ────────── ¤ ──────────

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Só fui conhecer Arcade Fire na época do lançamento de Neon Bible. Não cheguei a ficar muito impressionado, algumas músicas lembravam demais Echo and The Bunnymen, mas acabei gostando bastante de "No Cars Go". Fui escutar Funeral e a impressão foi pior ainda, o disco simplesmente não me descia!

    Felizmente, com o tempo, fui tomando gosto pelo trabalho da banda e, hoje em dia, Funeral e The Suburbs são meus discos favoritos do Arcade Fire.

    1 | "My Body Is a Cage" (Neon Bible, 2007)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    I'm standing on a stage
    Of fear and self-doubt
    It's a hollow play
    But they'll clap anyway

    My body is a cage that keeps me
    From dancing with the one I love
    But my mind holds the key

    I'm living in an age
    That laughs when I'm dancing with the one I love
    But my mind holds the key

    You're standing next to me
    My mind holds the key

    Set my spirit free
    Set my body free
    Acho difícil dizer porque essa música me afeta tanto. Talvez seja essa dissociação entre o ser e o estar neste mundo, a frustração de não se sentir inteiro e o isolamento que isso pode desencadear.
    2 | "Rebellion (Lies)" (Funeral, 2004)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Um belo apelo contra o conformismo, é uma das melhores canções de Funeral, um clássico no repertório da banda.

    Every time you close your eyes
    Lies, lies!
    3 | "Sprawl II (Mountains Beyond Mountains)" (The Suburbs, 2010)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    "Heart of Glass" dos anos 2010s, fiquei apaixonado por ela na primeira ouvida, embora ainda goste mais da música do Blondie. :dente:
    4 | "Neighborhood #3 (Power Out)" (Funeral, 2004)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Canção misteriosa e explosiva, costuma ser um pontos altos de qualquer show do Arcade, quando invariavelmente é tocada em dobradinha com "Rebellion" - uma combinação perfeita!
    5 | "We Exist" (Reflektor, 2013)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Já era uma de minhas faixas favoritas do disco, mas depois de assistir esse clipe (um dos melhores na carreira da banda) achei que merecia um lugarzinho na minha lista. :dente:

    WE EXIST!
     
    Última edição: 19 Mai 2014
    • Ótimo Ótimo x 2

Compartilhar