1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Evento As 5 Melhores (31ª Semana) - U2

Tópico em 'Música' iniciado por Quickbeam, 22 Jul 2012.

  1. Quickbeam

    Quickbeam Rock & Roll

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Uma das lembranças mais antigas que tenho do U2 é do clipe com a performance de "Sunday Bloody Sunday (Live at Red Rocks)" vencendo uma enquete de um programa da Gazeta. Nunca tinha ouvido falar da banda nem da música e a minha reação foi: "De onde saiu isso?" :lol:

    Pouco tempo depois, no entanto, o U2 ganhou as rádios FMs com "Pride" e eu viria a me tornar fã da banda. :dente: O curioso é que "New Year's Day" ou "Sunday Bloody Sunday" só tocaram depois (essa última principalmente na versão ao vivo, do Under a Blood Red Sky), na cola do sucesso de "Pride".

    Outro momento marcante foi quando ouvi The Joshua Tree pela primeira vez, no colégio, através de uma fitinha cassete tocada em um walkmen, trazidos por um amigo. Não tive tempo de ouvir o álbum inteiro, mas lembro que gostei de "In God's Country" desde a primeira escutada.

    Já na época do cursinho, era bacana ficar vendo Rattle and Hum no telão, antes do início da sessão com o filme que os professores tinham escolhido. O mais longe que chegamos foi até a parte em que o U2 começa a tocar "Where the Streets Have No Name".

    Mesmo gostando do filme de Rattle and Hum, eu não fiquei lá muito entusiasmado com o disco duplo, que parecia ser apenas mais do mesmo. Experiências como "God Part II" ou a cover de "Night and Day" eram interessantes, mas não disfarçavam um certo sabor de cansaço criativo que o U2 exibia. Por isso, o lançamento de Achtung Baby foi uma surpresa extremamente agradável. É um álbum em que eles conseguiram se reinventar, buscando outras sonoridades, mas mantendo a essência do grupo. Comprei o CD sem conhecer uma única faixa, mas lembro bem de como a primeira impressão foi positiva, dentro da loja mesmo, usando um daqueles aparelhos para "degustação" das novidades. Lembro até de voltar à loja para conferir se "Tryin' to Throw Your Arms Around the World" apresentava o mesmo "defeito" que eu escutara no meu CD (ainda era meio desconfiado com o formato).

    Enfim, Achtung Baby tornou-se meu disco favorito do U2 e também gerou a turnê mais marcante, pelo menos para mim. Show inesquecível aquele no Tokyo Dome, o último da Zoo TV Tour (deveria ter comprado aquela camiseta de "One" :tsc:), revivido inúmeras vezes em vídeo (tenho em VHS, laserdisc e DVD :dente:).

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    [TABLE="class: tborder"]
    [TR]
    [TD]1[/TD]
    [TD]One (Achtung Baby, 1991)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Apaixonei-me por "One" desde a primeira vez que a ouvi e ela não perdeu a força mesmo depois de tanto tempo. A letra permite diversas interpretações, mas acho que a palavra que a define é 'compaixão'. A música vai crescendo aos poucos e quando chega ao clímax, com Bono cantando "One life / But we're not the same / We get to carry each other", é difícil eu não me emocionar.

    Escolhi o clipe com os búfalos, que é a versão que acho mais bacana. Eles aparecem também na capa do single, caindo de um penhasco. Na contracapa, lê-se:

    [/TD]
    [/TR]
    [TR]
    [TD]2[/TD]
    [TD]Running to Stand Still (The Joshua Tree, 1987)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Para mim, a mais bela e evocativa canção de The Joshua Tree. Junto com "Bad", é uma das melhores canções sobre vício que o U2 já compôs. Adoro particularmente os versos:

    [/TD]
    [/TR]
    [TR]
    [TD]3[/TD]
    [TD]A Sort of Homecoming (The Unforgettable Fire, 1984)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Essa é uma que sempre me dá uma sensação de conforto. Não importa o quão distante se esteja ou o quanto o momento atual seja difícil ou sombrio, há sempre a esperança de um dia reencontrar o "lar".
    [/TD]
    [/TR]
    [TR]
    [TD]4[/TD]
    [TD]Beautiful Day (All That You Can't Leave Behind, 2000)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Estava entre "Kite" e "Beautiful Day", minhas faixas favoritas de All That You Can't Leave Behind, e acabei optando pela última. Acho que é uma das canções mais solares do U2, de um otimismo contagiante. Bom sentir de vez em quando que não sou "a hopeless case". XD
    [/TD]
    [/TR]
    [TR]
    [TD]5[/TD]
    [TD]New Year's Day (U.S. Remix) (Two Hearts Beat as One [Single], 1983)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Adoro o baixo e o piano dessa canção meio apocalíptica do U2. Escolhi um remix que tocava de vez em quando nas rádios e que nunca consegui gravar inteiro. O que acho mais interessante nesse remix é que o François Kevorkian utilizou takes que não entraram na edição final que se ouve no álbum, com versões diferentes da letra. Não acho superior à versão "standard", mas é uma excelente versão alternativa, um prato cheio para os fãs.
    [/TD]
    [/TR]
    [/TABLE]
     

    Arquivos Anexados:

    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
    • Ótimo Ótimo x 3
  2. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Segue a minha:

    1- Sunday Bloody Sunday (War - 1983) - Provavelmente pra muitos o maior clássico da banda a ponto de muitos considerarem um verdadeiro hino até.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    2 - Pride (The Unforgettable Fire - 1984) - Outro grande clássico dos anos 80, um dos preferidos pra regravação por outros artistas.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    3 - Desire (Ratlle and Hum - 1988) - Essa é a minha preferida desse álbum pelo ritmo único que ela tem.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    4- Night & Day (Projeto Red, Hot & Blue - 1990) - Apesar desta faixa ser uma cover que o U2 fez pro Red, Hot & Blue, ela só estorou graças ao U2 ficando uma versão muito boa.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    5- The Fly (Achtung Baby - 1991)- Apesar de "One" ser excelente, essa faixa me impressionou muito pelo longo solo de guitarra do The Edge e no video clipe o Bono inauguraria um visual que seria característico dele predominantemente na primeira metade dos anos 90 com seus famosos "óculos de mosca".

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Ótimo Ótimo x 1
  3. Excelentes listas! :clap:

    Na minha só vou postar os links das músicas que ainda não foram postadas, mas comentarei as cinco.
    Cheguei a escrever no post que era uma lista parecida com as de vocês dois, mas acabou ficando bem diferente. :lol:


    1 - One (Achtung Baby, 1991) - Assim como você, Quickbeam, também me apaixonei logo de cara por esta música e por este videoclip também. O ano era 1992, um dos anos mais marcantes da minha vida, se não o mais. Foi o ano em que chegou MTV na minha casa, pela antena coletiva do prédio (ou seja, quando começou a pegar UHF), e foi quando comecei a curtir música por eu mesmo (até então, quase tudo o que eu ouvia era de tabela da minha irmã, 12 anos e meio mais velha, adolescente nos anos 80). Menciono isso porque a forma como a MTV fazia estréias de clipes nessa época era marcante: era chamada de pré-estréia, e o clip novo era exibido a cada duas horas, do meio-dia à meia-noite. No caso de One, ainda teve a peculiaridade de que a versão exibida nessa pré-estréia foi essa dos búfalos, mas a que foi exibida regularmente no Disk MTV, Top 20 Brasil e na programação foi a outra! E não sei por que, mas demorou anos para esta do búfalo ser exibida novamente. Vai entender...

    2 - Sunday, Bloody Sunday (War, 1983) - Já gostava muito da melodia marcante dela, mas depois que entendi o significado, a que ela se refere, gostei ainda mais!

    3 - With or Without You (The Joshua Tree, 1987) - Olha, não adianta. Pode ser baladinha, pode ser clichê, pode ser batida, mas essa melodia, essa batida, me arrebatou desde sempre. Acho muito foda como ela vai crescendo: começa baixinha, intimista, e vai crescendo, crescendo, até chegar num grito de clamor, de paixão, de sei lá!

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    4 - Even Better Than The Real Thing (Achtung Baby, 1991) - Não apenas eu, mas o mundo inteiro se perguntou naquela época: "meu, que porra é essa de ZooTV???" :lol:
    E esta música e este clipe, carregam tudo o que a ZooTV foi: o prenúncio da era em que a tecnologia une as pessoas, elimina distâncias e propaga informação para todos os cantos. O prenúncio da era em que vivemos atualmente. Também teve pré-estréia na MTV.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    5 - Vertigo (How To Dismantle An Atomic Bomb, 2004) - Quem nunca rachou o bico quando vem a contagem "¡Uno, dos, tres, catorze!" ? :lol:
    Gosto dela pela pegada mais rock, bem diferente dos lançamentos pós-Achtung Baby. Que, aliás, também gosto muito. Tanto que cogitei e quase coloquei
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    em quinto, mas preferi colocar esta mesmo.
    Representou uma estréia em grande estilo do U2 no Século XXI. Ah, estava lendo agora que este disco representou uma volta por cima do Bono, pois este perdeu o pai em 2001 e chegou a perder o rumo da vida. A queda e a volta por cima, de acordo com ele, são refletidas no disco também:

    (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    )

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 2
  4. Phantom Lord

    Phantom Lord London Calling

    01 - Running To Stand Still (The Joshua Tree,1987)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    02 - Stay (Faraway, So Close!)(Zooropa,1993)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    03 - Van Diemen's Land (Rattle And Hum,1988)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    04 - So Cruel (Achtung Baby,1991)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    05 - Until The End Of The World (Achtung Baby,1991)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Tive que deixar One de fora :cry:
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. Ivo Basay®

    Ivo Basay® Banned

    U2 belíssma banda

    Sunday Blood Sanday
    Where the streets have no name
    With or Without you
    One
    Angel of Harlem
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Quickbeam

    Quickbeam Rock & Roll

    Também gosto de "Desire", apesar de não ser minha favorita do disco (hoje em dia talvez seja "Heartland"). Se gostou do ritmo (uma variação do chamado Bo Diddley beat), confira estas aqui, que certamente influenciaram o U2:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    "One" teve três versões de clipe: uma com eles vestidos de mulher, essa com os búfalos e uma terceira com Bono num bar. Parece que o U2 não achou os dois primeiros clipes adequados para a divulgação da música (por medo de interpretações errôneas em relação à AIDS, no caso do primeiro) e decidiu transformar o terceiro no clipe "oficial".

    Gostava bastante de "With or Without You", até aprendi a tocar a linha de baixo dessa música. :dente:



    Essas só não entraram na minha lista porque eu decidi incluir apenas uma faixa por álbum (e "One" não podia ficar de fora da minha lista). "Zoo Station" foi outra de Achtung Baby que também considerei incluir.
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013

Compartilhar