1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Evento As 5 Melhores (30ª Semana) - Os Paralamas do Sucesso

Tópico em 'Música' iniciado por Fúria da cidade, 8 Jul 2012.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Os Paralamas do Sucesso

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Os Paralamas do Sucesso (também conhecida somente por Paralamas) é uma banda de ska e pop rock, formada no Rio de Janeiro no final dos anos 70. Seus integrantes desde 1982 são Herbert Vianna (guitarra e vocal), Bi Ribeiro (baixo) e João Barone (bateria). No início a banda misturava rock com reggae, posteriormente passaram a agregar instrumentos de sopro e ritmos latinos. A banda faz parte do chamado quarteto sagrado do rock brasileiro, juntamente com o Barão Vermelho, Titãs e Legião Urbana.

    Formação Atual: Herbert Vianna (vocal e guitarra), Bi Ribeiro (baixo) e João Barone (bateria e backing vocals)

    Ex-Integrantes:
    Vital Dias - "Bateria"
    Demétrio Bezerra - trompete
    Senô Bezerra - "Trombone"
    Eduardo Lyra - "Percurssão"
    Mattos Nascimento - "trombone"

    Site Oficial:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Álbuns:
    1983 - Cinema Mudo (Estúdio)
    1984 - O Passo do Lui (Estúdio)
    1986 - Selvagem? (Estúdio)
    1987 - D (Ao Vivo)
    1988 - Bora-Bora (Estúdio)
    1989 - Big Bang (Estúdio)
    1990 - Arquivo (Coletânea)
    1991 - Os Grãos (Estúdio)
    1994 - Severino (Estúdio)
    1995 - Vamo Batê Lata (Ao Vivo/EP Bônus)
    1996 - Nove Luas (Estúdio)
    1998 - Hey Na Na (Estúdio)
    1999 - Acústico MTV (Ao Vivo)
    2000 - Arquivo II (Coletânea)
    2002 - Longo Caminho (Estúdio)
    2004 - Uns Dias Ao Vivo (Ao Vivo)
    2005 - Hoje (Estúdio)
    2007 - Rock in Rio 1985 (Ao Vivo)
    2009 - Brasil Afora (Estúdio)
    2010 - Arquivo III (Coletânea)
    2011 - Multishow Ao Vivo (Ao Vivo)

    Comentários: Os Paralamas foi uma banda que sempre se mostrou aberta e receptiva a mistura de ritmos pop, rock, ska, reggae e alguns outros mais experimentalmente. Depois do grande sucesso nos anos 90 experimentaram o mercado latino cantando em espanhol onde Fito Paez se tornaria um grande parceiro e aliado. O acidente de ultraleve do Herbet foi um grande susto mas felizmente não o fim. Uma grande banda que possui particularidades que raramente encontramos com a mesma facilidade em outras.

    Segue abaixo a lista:

    1- Vital e sua moto (Cinema Mudo - 1983) - Apesar da participação do Vital Dias na banda ter sido muito curta, essa faixa não deixa que seu nome caia no esquecimento.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    2- Óculos (O Passo do Lui - 1984) - Um grande clássico do álbum que considero o meu preferido da banda e que fez com que Os Paralamas conquistasse a minha grande admiração.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    3- Melô do Marinheiro (Selvagem? - 1986) - Uma letra divertida e num ritmo bem bacana.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    4- Depois da queda o coice (Hey Na Na - 1988) - Som que no ritmo instrumental carrega a influência dos anos que eles experimentaram na chamada fase latina

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    5- O Calibre (Longo Caminho - 2002) - É a faixa que pra mim mais simbolizou a força do Herbet Vianna após o seu acidente.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 2
  2. Indu

    Indu In sacanagi we trust

    Eu sou meio suspeito para falar de Paralamas, sou fã de qualquer banda do anos 80'.
    Mas Vital e sua moto é otima de se ouvir. :lol:
     
  3. Quickbeam

    Quickbeam Rock & Roll

    Gosto bastante dos Paralamas, mas nunca foi minha banda nacional de rock preferida, o que não quer dizer que não possua alguns discos do grupo (D e Big Bang em vinil; Selvagem?, Bora Bora, Os Grãos e Severino em CD). Conheço praticamente a discografia inteira, mas acho os álbuns dos Paralamas um tanto irregulares, não tenho um claro favorito, ainda assim citaria O Passo do Lui, Selvagem? e Nove Luas como os mais consistentes.


    [TABLE="class: tborder"]
    [TR]
    [TD]1[/TD]
    [TD]Meu Erro (O Passo do Lui, 1984)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Dos primeiros trabalhos, ainda é a minha faixa favorita: simples, direta e contagiante. Pena que não encontrei o clipe completo, que continha uma introdução instrumental (tipo um aquecimento antes da música propriamente dita) que não aparece na versão de estúdio.
    [/TD]
    [/TR]
    [TR]
    [TD]2[/TD]
    [TD]Uns Dias (Bora Bora, 1988)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    "Uns Dias" realmente consegue evocar uma viagem, menos cinematográfica que "Canção Noturna", do Skank, mas ainda assim sedutora.
    [/TD]
    [/TR]
    [TR]
    [TD]3[/TD]
    [TD]Não Me Estrague o Dia (Severino, 1994)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Do disco mais experimental da carreira da banda, é uma música que já explicita, na abertura do álbum, a tensão entre favorecidos e desfavorecidos, tema que irá repercutir em outras faixas de Severino. O som também é interessante, misturando influências de dancehall e dub com sonoridades "nordestinas".
    [/TD]
    [/TR]
    [TR]
    [TD]4[/TD]
    [TD]La Bella Luna (Nove Luas, 1996)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Nove Luas é, talvez, o álbum mais pop dos Paralamas, seguindo a retomada do sucesso que veio com "Uma Brasileira". Desse período, escolhi "La Bella Luna", uma linda balada de Herbert que está entre as melhores que ele já fez.
    [/TD]
    [/TR]
    [TR]
    [TD]5[/TD]
    [TD]O Rouxinol e a Rosa (Os Grãos, 1991)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Tenho um grande carinho por dois dos álbuns menos sucedidos comercialmente da banda, Severino e Os Grãos, que têm a sua parcela de problemas, mas cujas singularidades os tornam atraentes. "O Rouxinol e a Rosa" tem até o Herbert tentando o falsete. XD
    [/TD]
    [/TR]
    [/TABLE]
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  4. Indu

    Indu In sacanagi we trust

    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
  5. Ivo Basay®

    Ivo Basay® Banned

    Lourinha Bom Bril
    Alagados
    Quase um Segundo
    Dos Margaritas
    Bora Bora
     
  6. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Já foi a minha banda favorita de rock nacional, na mesma época em que era fã de Titãs, Skank e Capital. Lembro de como eu chorei o dia inteiro quando Hebert se acidentou, achei que ele fosse morrer... o meu álbum favorito é, salvo engano, daquele mesmo ano, "Track-Track", quase todas as faixas são de excelente qualidade. O meu TOP (preguiça de botar os vídeos :tedio:):

    1. Alagados

    2. O Calibre

    3. Ela Disse Adeus

    4. Lanterna dos Afogados

    5. Uma Brasileira
     

Compartilhar