• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Evento As 5 melhores (19ª semana) - Led Zeppelin

Pearl

Usuário
6bf1bf69d234f9c5f629f20b2835e624f86c6882.jpg


Led Zeppelin foi uma banda britanica de rock, formada em setembro de 1968, por Jimmy Page (guitarra), John Bonham (bateria e percussão), John Paul Jones (baixo e teclado) e Robert Plant (vocalista e gaita). Famoso pela sua inovação, com seu som pesado orientado pelo blues-rock, o grupo é frequentemente ado como um dos grandes progenitores do heavy metal e do hard rock, embora o estilo da banda tenha sido inspirado por fontes diversas e tenha transcendido qualquer gênero musical definido. Desde a morte do baterista John Bonham, em 1980, que colocou fim da banda, o Led Zeppelin reuniu-se apenas em ocasiões especiais.


Originalmente a banda foi formada pelo guitarrista Jimmy Page e pelo baixista Chris Dreja em Julho de 1968 com o nome de "The New Yardbirds" de modo a conseguirem cumprir um contrato feito para a realização de concertos na Escandinávia, assinado antes do último concerto dos Yardbirds. Terry Reid recusou a oferta de Page para ser o vocalista, mas sugeriu Robert Plant, conhecido pelo seu trabalho no grupo "The Band of Joy". Junto com ele veio o baterista John Bonham. Quando Dreja saiu para se tornar fotógrafo, John Paul Jones , estimulado pela esposa, procurou Jimmy Page, a quem conhecia por terem atuado juntos como músicos de estúdio, e se ofereceu para tocar baixo na nova banda. Oferta aceita, estava formado o quarteto que viria a se transformar em uma das mais bem sucedidas bandas de rock dos anos 70.


Aós alguns concertos como "The New Yardbirds", a banda mudou o nome para Led Zeppelin. Esse nome surgiu depois que Keith Moon e John Entwistle comentaram que um "supergrupo" contendo eles dois, Jimmy Page e Jeff Beck (que era a ideia original de Page) cairia como um "balão de chumbo" (do inglês "lead zeppelin"). A palavra "lead" é propositadamente mal escrita para que a pronúncia correta seja usada (também poderia ser lida como "lid", que lhe daria outro significado).


Fonte: Wikipédia

Minhas 5 melhores vão seguir uma ordem de conhecimento e admiração que tive pela banda.

1 - Kashmir - Physical Graffiti - 1975

Acho que meu primeiro e primitivo contato com Led foi através da adaptação do Rage Against Machine do final do filme Matrix. Demorou um pouco de tempo para descobrir de onde veio o som inicial da música, para ser sincera, a única parte que gosto da versão do Rage. Quando eu descobri Kashmir foi como se tivesse achado um chocolate, eu me deliciei por horas.

2 - Dazed and Confused - Led Zeppelin - 1969

Mesmo depois ao achado de Kashmir eu ainda não tinha me tornado puxa-saco de Led e eterna tiete do Jimmi Page. Para isso eu precisei por um acaso ver o vídeo acima. Acaso mesmo, lembra aquela vez que você procura alguma coisa para ver na tv e vai passando o canal? Então foi assim, eu vi o Page pegando um arco de violino e tocando a guitarra. E pronto! Estrago feito! Virei tiete :grinlove:

3 - Achiles Last Stand - Presence - 1976

Essa música possui um efeito estranho. Ela tem uma batita repetitiva mas que faz seu pescoço mover inconscientemente. Sim, e é longa, 10 minutos de uma mesma música é um tempo respeitável. Mas não é que você nem sente esse tempo passar? Uma curiosidade dessa música. O som de fundo foi baseada numa música do Heart que eu gosto muito, Barracuda.


4 - The Rain Song - Houses of The Holy - 1973
[youtube]
S4v-_p5dU34[/youtube]

Tenho um xodó especial por essa música. Eu brinco que é minha música de ninar. Eu me permito relaxar, viajar ao som do violão. Imagino sempre uma praia calma, sol, sombra, água de coco, uma rede, vento.... pronto to eu viajando de novo só de escutar. :lol:

5 - Whole Lottla Love - Led Zeppelin II - 1969

Bom para quinta colocação eu fiquei entre Rock and Roll, Heartbreaker, Communication Breakdown, Black Dog... D'yer Mak'er :mrgreen:. Mas Pearl, é um top 5 e não um top 10! Então escolhi uma das músicas de início da banda cheia dos Baby baby baby (marca do Robert Plant muito antes de Justin Bieber) e até uns hey hoy! :obiggraz:




ps: até o nome da banda eu gosto, surgiu baseado em um dos primeiros desastres aéreos da história :lol:
 
Última edição por um moderador:

Turgon

ワンピース
Led Zeppelin é uma ótima banda. Vou tentar montar um top 5, mas acredito que não apareçam tantas surpresas.

1) Stairway to Heaven (Led Zeppelin IV, 1971)


Iniciando com um dos maiores clássicos da banda e do Rock mundial. Já vi essa música sendo considerada top 1 em várias listas de rock. Clássico sem dúvida!

2) Rock And Roll (Led Zeppelin IV, 1971)


Acredito que a grande maioria conhece essa música. :mrgreen:

3) Kashmir (Physical Graffiti, 1975)


Outro clássico da banda fazendo parte da lista. Apesar que é difícil falar qual não é clássico para a banda.

4) Whole Lotta Love (Led Zeppelin II, 1969)


Mais uma que não daria para ficar de fora.

5) Going to California (Led Zeppelin IV, 1971)


A última é bem complicada de escolher, ainda mais por saber que muitas estão ficando de fora.
 
Última edição por um moderador:

Quickbeam

Rock & Roll
Sou apenas fã casual do grupo, mas resolvi, nas últimas semanas, ouvir alguns dos álbuns que ainda não conhecia. Acho que o elemento que mais me impressiona no som deles é a bateria do Bonham (as peripécias de Mr. Page vêm logo em seguida, é claro :dente:). Não é à toa que os riffs de bateria foram tão amplamente sampleados. XD

Enfim, só queria acrescentar algo que li: toda vez que alguma música irritante teimar em não sair da sua cabeça, ouça "Kashmir" que o seu problema será resolvido. =]

1Kashmir (Physical Graffiti, 1975)
2All My Love (In Through the Out Door, 1979)
3Travelling Riverside Blues (Led Zeppelin [Boxed Set], 1990)
4Out on the Tiles (Led Zeppelin III, 1970)
5Going to California (
FourSymbols.png
, 1971)
 
Última edição por um moderador:

Hamfast

Melodia e distorção
Se tem uma banda que posso chamar de favorita é essa, as vezes paro de ouvir por um tempo, mas sempre estou voltando a ela, sendo assim fica bem difícil escolher 5 músicas, mas vou tentar:

Dazed and Confused (Led Zeppelin, 1969)

Pra mim essa é a música que melhor resume o talento e a criatividade da banda, desde o baixo pulsante de John Paul Jones acompanhado pelo tilintar de pratos de Bonham, passando pelos gemidos e gritos "bluesísticos" de Robert Plant e terminado na experimentação de PAge, com direito a solo de guitarra com arco de violino.


Starway To Heaven (Led Zeppelin IV, 1971)

Clichê, mas não poderia ficar de fora, uma das maiores composições de guitarra já feitas e uma letra que é muito mais do que parece.


Kashmir (Physical Graffiti, 1975)

Enigmático, hipnótico, atmosférico, enfim, imagino que qualquer adjetivo terminado em "ico" sirva para definir o riff circular de Page fazendo coro com o órgão de JP Jones, isso sem falar na bateria "ricocheteante" de Bonham.


When the Levee Breaks (Led Zeppelin IV)

Colocaram a bateria de John Bonham no hall de um chalé de 2 pisos, o resultado foi esse, a famosa base de bateria sampleada pelos Beastie Boys, simples, pesada e eficiente. Destaque também para a gaita.


In My Time of Dying (Physical Graffiti, 1975)

Blues puro, o melhor uso de slide que eu conheço, com uma entrada suave terminando numa porradaria rítmica com a cozinha de JPJ e JB quebrando tudo.

 
Última edição por um moderador:

Phantom Lord

London Calling
Led Zeppelin é a minha banda preferida desde que comecei a me interessar por música,vários anos se passaram e o fascínio pela banda continua o mesmo.
Das listas que fiz até agora,esta foi a mais difícil de todas.Poder escolher apenas cinco é um verdadeiro castigo.
E o título de uma biografia publicada sobre a banda consegue dimensionar bem sua importância: "Led Zeppelin: Quando os Gigantes Caminhavam sobre a Terra"


Para ilustrar as faixas escolhidas,coloquei alguns trechos de textos que encontrei por aí.



01 - Since I've Been Loving You (Led Zeppelin III,1970)

“...Nada disso, porém, se compara ao derramamento de sangue, suor e lágrimas promovido pelo bluesão (não-ortodoxo no que tange aos doze compassos) fundo-de-poço "Since I’ve Been Loving You". Sete minutos de êxtase, gravados ao vivo no estúdio (John Paul Jones fez o baixo nos pedais do órgão). Para muitos, o momento mais emocionante do Led Zeppelin. Quando Robert Plant canta: "Can't you hear me? Can't you you hear me?", parece que o céu vai desabar. Ilusão pura. Nesta hora, o ouvinte é que está lá em cima, nas alturas.”

Trecho da seção Discoteca Básica,publicado na extinta revista Bizz



02 - In My Time Of Dying (Physical Graffiti,1975)

"In My Time Of Dying é, até hoje, a música mais impressionante que eu já ouvi. A bateria de John Bonham nesta faixa justifica todos, absolutamente todos os comentários passados, presentes e futuros sobre a sua técnica, sobra a sua potência. Cada vez que ela entra você sente um pontapé no peito.
A mais chocante canção escrita pela banda faz qualquer pessoa, na primeira vez que a escuta, dar um pulo da cadeira e ficar alguns instantes em silêncio ao seu final. Precisa dizer mais alguma coisa ?"

Por Ricardo Seelig


03 - Stairway To Heaven (Led Zeppelin IV,1971)

""Stairway To Heaven" expressa o brilho, o potencial de cada alma humana e a vontade de ser livre. Ele atinge a própria centelha divina, a pneuma. A música começa lânguida, melancólica, sentimental, passa para um nível sensual para no fim chegar a um frenesi que parece colocar o ouvinte num nível espiritual, separado do restante de forma transcendental - ela cumpre sua função de "escada para o Paraíso", realiza a Gnose, a música acompanha a letra e o ápice final expressa perfeitamente em forma musical o significado da letra. Não existe outra música de tamanho significado com este fenomenal alcance. Os Beatles não compuseram uma música assim e "Bohemian Rhapsody" é só um modelo, incrível claro, de opera rock. "Stairway To Heaven" é a expressão dos clamores da libertação da alma humana, por isso é tão apelativa."

Por André Drumond Ortega Filho


04 - Babe I'm Gonna Leave You (Led Zeppelin,1969)

"Se na primeira faixa tive que venerar Bonham, nesta outra me rendo à Robert Plant que é capaz de causar calafrios em todo mundo aqui, acho quase impossível achar um cantor que demonstre tanta emoção quanto Plant, o cara tem o Dom de botar raiva, amor, ódio em muitas coisas que canta e você consegue sentir isso…

Enquanto Plant extravaga sua emoção gritando a letra romântica da segunda faixa, Jimmy Page faz com seu violão milhares de pessoas exclamarem: CARALHOO! Após pegar a guitarra e dar um peso à balada o riff se torna mais simples, mas a canção não deixa de ser épica. Típica canção que você começa a tocar guitarra no ar sem perceber de olhos fechados e isso para qualquer banda, deve ser a redenção …. PERFEITA DE MAIS!"

Fonte


05 - Bron-Y-Aur Stomp (Led Zeppelin III,1970)

"Page dá show no violão que introduz "Bron-Y-Aur Stomp", com dedilhados e acordes rápidos, puxando o ritmo que é marcado pelo bumbo e chimbal, trazendo os vocais de Plant em um folk espetacular. Palmas participam acompanhando o dançante ritmo, e os vocais dobrados de Plant aparecem, enquanto Page faz misérias com o violão, tocando-o como se estivesse com sua Les Paul, tirando riffs sujos e ao mesmo tempo grudento, que nos fazem sentir em volta de uma fogueira, com amigos dançando e cantando ao seu lado."

Por Mairon Machado
 
Última edição por um moderador:

Valinor 2021

Total arrecadado
R$150,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo