1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Armazenamento de dados "eterno" em 5D poderia registrar a história da humanidade

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Calib, 16 Fev 2016.

Tags:
  1. Calib

    Calib Visitante

    Cientistas conseguem armazenar 360TB neste pequeno disco de vidro
    REDAÇÃO OLHAR DIGITAL 16/02/2016 ARMAZENAMENTO CIÊNCIA

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Uma nova técnica desenvolvida por cientistas da Universidade de Southampton, no Reino Unido, promete mudar a forma como armazenamos dados em estruturas físicas. A equipe conseguiu armazenar 360 terabytes de informação em um pequeno disco de quartzo usando lasers.

    O mais impressionante, segundo os pesquisadores, é que a informação pode permanecer registrada no disco por 14 bilhões de anos. A técnica usa pulsos de laser de femtosegundo (utilizado em cirurgias de catarata) para criar camadas de nanoestruturas em um quartzo, o mineral mais abundante da Terra. O resultado, segundo os cientistas, lembra os cristais da "Fortaleza da Solidão", que, nas histórias em quadrinhos do Superman, armazenam todo o conhecimento da história do planeta Krypton.

    Os dados são armazenados em cinco dimensões, segundo os cientistas: tamanho, orientação e outras três camadas de nanoestruturas separadas entre si por apenas 5 micrômetros (isto é, a milésima parte de um milímetro). Para experimentar a nova ténica, a equipe registrou diversas obras em pequenos discos de vidro, como a Declaração Universal dos Direitos Humanos e a Bíblia cristã.

    Além de durar 14 bilhões de anos, o armazenamento sobrevive a temperaturas de até 190 graus celsius. Uma técnica similar foi desenvolvida em 2012, permitindo a cientistas armazenar 40 megabytes por polegada² - aproximadamente a mesma densidade de um CD de música. A ideia é que esse novo estudo ofereça uma maneira de guardar, em definitivo, a "história da humanidade".

    Via
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    ^este link em inglês tá mais completinho :)
     
    • Gostei! Gostei! x 4
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    360 TB nesse disquinho é muito bom. E assim não demorará muito pra falarmos de armazenamento em PB (Petabytes) e EB (Exabytes).

    E no que diz armazenar todo o conhecimento da Terra em texto aúdio e vídeo, mais a frente o Sistema Internacional de Unidades terá que homologar mais novos prefixos, pois o YB (Yottabyte) que atualmente seria um valor imenso, talvez ao final do século não seja o suficiente. Proezas que só a Informática é capaz de fazer.
     
  3. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    E quando é que vão se unir à medicina e conseguir enfiar esses disquinhos no nosso cérebro?
     
  4. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    completando sua pergunta "no nosso cérebro de forma legalizada"
    Porque em portas fechadas com cobaias em experimentos isso eu já não duvido.
     
  5. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Sei lá, tenho minhas dúvidas. Acho que estamos a meia caminho disso acontecer, nem longe, nem perto. Claro que testes já podem ter acontecido, mas nada muito promissor.
     
  6. Calib

    Calib Visitante

    Implantes corporais? Shadowrun?

    Quero é garras retráteis! :lol:
     
  7. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Lembrei de uma notícia do ano passado dizendo que algumas empresas como o Google ainda armazenam dados em fitas magnéticas. Fiquei um pouco surpreso com isso. Nem imaginava, mas parece que é uma forma barata de armazenamento. Será que a velocidade para rebobinar alcança a velocidade do som nas versões dessas empresas? :lol:

    Aqui a notícia:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Recentemente IBM, Fujifilm e Sony andaram aprimorando esse tipo de armazenamento também.

    IBM e Fujifilm criam tecnologia capaz de armazenar 220 TB em fita magnética
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Sony cria fita magnética de 185 terabytes
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Só observando que isso de guardar a história da humanidade não existe já que a narrativa exige uma seleção e organização dos dados, ou seja um sujeito por trás de tudo, com seus valores e suas questões relativas ao presente e ao futuro. Quando muito, isso vai registrar milhões de dados aleatórios.
     
    Última edição: 23 Fev 2016
  8. Calib

    Calib Visitante

    Hehe. Se alguém do século 10.000 estiver lendo este fórum e entender o português do século 21, queria manda um vai se foder maroto. :joinha:
     
    • LOL LOL x 5

Compartilhar