1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Areia nos Dentes – Antônio Xerxenesky

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Anica, 4 Out 2008.

  1. Anica

    Anica Usuário

    [align=justify]Tive a oportunidade de ir a um lançamento da Não Editora aqui no Rio de Janeiro, onde os autores gaúchos participaram no nosso Clube da Leitura. Entre todas as visitas e autores e novos livros, e com o salário saindo só no dia seguinte, fica difícil escolher só alguns livros. Tive a chance de perguntar pra um dos autores:

    “- Esse é o seu livro, não?

    - É, um romance.

    - Sobre o que?

    - Um faroeste com zumbis.”[/align]

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Hum... eu adoro zumbie!!!! Já assisti quase todos os filmes. Falando nisso, a Galeria Olido - centro de SP - nessa semana está com o cine zumbie, a semana toda, até sabado 16/05/09, passando clássicos de zumbie, tem até um de 1933!!!! Pena que trabalho:(, mas vou no sábado.
     
  3. Anica

    Anica Usuário

    estou apaixonada pelo livro. só com os intervalos entre uma aula e outra quase acabei a leitura. MUITO bom.

    depois comento mais :happyt:
     
  4. Izze.

    Izze. What? o.O

    Comentei no Twitter contigo, Anica, que não achei o livro aqui. Mas vou "importá-lo" do Rio. huhuhuhu

    Fiquei com bastante vontade de ler depois da entrevista do Alexandre no Blog do Meia.
     
  5. Pips

    Pips Old School.

    É um livro que você devora em um dia brincando. E o clímax é simplesmente frenético.
     
  6. Anica

    Anica Usuário

    [align=justify]Desde agosto do ano passado, quando li uma resenha da Ágata no blog do Meia Palavra comentando esse livro morro de vontade de ler. O fato do autor ter sido tão bacana e topado uma entrevista (10 perguntas e Meia de abril desse ano) aumentaram ainda mais a curiosidade. Faroeste. Com zumbis. Eu sei, eu sei. Eu me vendo fácil para esse negócio de histórias de zumbis, mas no caso de Areia nos Dentes eu fico mais do que feliz por isso. Porque é um daqueles livros que eu colocaria fácil, fácil entre um dos melhores que li esse ano. E ó, nem tem tanto zumbi assim.

    A narrativa mostra um sujeito tentando recuperar a história da família ao escrever um livro sobre os tempos em que viviam em um povoado no sul dos Estados Unidos. Aos poucos o narrador vai interrompendo a narrativa, seja por um problema com o computador, seja por embriaguez. E quando você já está afoito pensando: cadê os zumbis, cadê, cadêêê?, Já era. Xerxenesky já prendeu sua atenção e você quer saber dos dois Juans. Você já consegue sentir o calor e a poeira da Mavrak, cidade dos antepassados do narrador.[/align]

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  7. Excluído044

    Excluído044 Banned

    Este foi um dos livros que ganhei do Blog Meia Palavra, por causa da promoção de aniversário... E, simplesmente, adorei lê-lo. O livro é bem escrito, tem um enredo surpreendente, cheio de citações cinematográficas (minha cachaça é o cinema) e que te prende. Aliás, o livro, parece um filme.. Só não o li numa "sentada" só, porque estava trabalhando igual uma condenada... Lia no ônibus, em filas de banco e padaria, no intervalo do almoço, em qualquer brecha que era possível. Me surpreendi, positivamente, com este livro: história gostosa de ler e extremamente original.

    Rá! E o meu exemplar vem com dedicatória do autor... Hehehehehe!!!!!!XD
     
  8. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    Onde encontro esse livro para comprar? Na Estante Virtual tem apenas um exemplar e tenho quase certeza de que até que eu tenha uma graninha para comprar o livro, ele já vai ter sido vendido.
    Esse é o tipo de literatura que me chama a atenção, pois lendo sobre, fica parecendo que é um samba do crioulo doido, mas se o livro está tendo tão boas críticas, deve ser porque conseguiu fazer toda esse caldeirão de referências funcionar muito bem ao longo da história.
    Estou curioso.
     
  9. Pips

    Pips Old School.

    Na Livraria Cultura eu acho que tem.
     
  10. Diego-

    Diego- Usuário

    Na Saraiva tem.
     
  11. Anica

    Anica Usuário

    o Xerxenesky tem comentado no twitter algo sobre uma segunda edição do areia nos dentes, será que mudou muita coisa?
     
  12. Izze.

    Izze. What? o.O

    Mudou algumas coisas. Ele explica as mudanças
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    que fez hoje no blog dele.

    Já deixei avisado que vou querer ler huhuhu
     
  13. Pips

    Pips Old School.

    Ainda bem que só foram 4 páginas, o desenrolar do livro é perfeito para lê-lo em uma tacada só e se sentir marcado.
     
  14. Anica

    Anica Usuário

    argh, agora fiquei curiosa. espero que alguém me empreste o livro que sair pela rocco, pq não vai rolar comprar outro areia nos dentes. ainda não cheguei a esse nível de compulsão literária =S
     
  15. Pips

    Pips Old School.

    Esqueci de comentar que recebi a nova versão de presente do autor :sim:
     
  16. Izze.

    Izze. What? o.O

    Hoje tem o lançamento do livro aqui em Porto Alegre. Não vou poder ir porque tenho aula (chat do curso da trajetória do livro). aaaaaaah =[
     
  17. thesunrises

    thesunrises Usuário

    gostei bastante do livro quando li, há mais de um ano :)
    estava autografado e com dedicatória e tudo mais! o Antonio é muito bacana (e acessível) mesmo :)
    porém... acabei perdendo meu livro no já bastante conhecido "espólio de ex-namorados", se é que vocês me entendem...

    triste perda :\
     
  18. Diego-

    Diego- Usuário

    Entrevista com o Xerxenesky que saiu pelo Saraiva Conteúdo, onde ele fala um pouquinho sobre si e o "Areia nos dentes".

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  19. Tuca.

    Tuca. Usuário

    Também há um trailer do livro:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Comentei sobre ele no meu blog, já há algum tempo. Gostei bastante.

    http://oleitorcomum.blogspot.com/2010/09/no-animals-were-harmed-or-molested.html
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  20. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Não sei quanto a vocês, mas costumo fazer alguns jogos mentais internos (se alguém souber o termo exato para isso, me informe). Do tipo de “se eu atravessar a faixa de pedestres antes do semáforo ficar vermelho para mim, eu mereço um sorvete”; ou de “se aquele livro estiver disponível na biblioteca, vou pegar emprestado e ler imediatamente”. No sebo, pensei em algo como “se encontrar o livro do Xerxenesky, eu compro”. BAM! Resultado: na quarta-feira passada, quase fiz um soneto em louvor ao estabelecimento, pelo pouco valor que tem dado à literatura contemporânea brasileira.

    Sim, mas como você conheceu o autor? Esta é uma excelente pergunta: não dá pra simplesmente inventar um sobrenome desses: mesmo os jogos mentais mais bestas devem apresentar certa verossimilhança. Foi assim: um amigo tinha me perguntado o que estava achando de Noturno do Chile, de Roberto Bolaño, e comentou que @xerxenesky o defendia. Perguntei quem era esse cara e recebi essa resposta. Como adoro uma psicologia reversa, gosto criado desde a leitura da obra de Lemony Snicket, pesquisei um pouco sobre o escritor e seus livros publicados.“Se tem zumbis no meio, só pode ser bom”: assim inicia a orelha, escrita por Daniel Galera, em tom de verdade incontestável.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar