1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Apresentações!

Tópico em 'Nostalgia' iniciado por Nerwen, 6 Dez 2003.

  1. Nerwen

    Nerwen Usuário

    Lembra daquela apresentação que tia da escolinha onde você estudava ensaiou?
    As mais comuns são festa junina, balé, ou alguma música da xuxa...
    Tive 4 destas inesquecíveis coreografias: Dancei como italiana, numa coreografia onde cada um representava um país.
    Minha segunda foi de balé, a terceira como sapinho :mrgreen: , e a última como uma roupa tipo espacial, música da Xuxa!
    Quem tem fotos destas festas, pode reparar: As mães estão todas atrás, quase babando, usando permanente e mulets!
    A coreografia é sempre esquecida, e sempre tem alguém completamente perdido, no meio dos outros! :lol:
     
  2. Anonymous_theOld

    Anonymous_theOld Usuário

    Isso q deixa a peça mais divertida... vc fika prestando atenção naquela pessoa q vai errar um monte de coisa e se diverte... :lol:
     
  3. Kementari

    Kementari É só marca do fogão!

    Uma inesquecível minha foi quando eu dancei (já meio velha) a música do rei do gado... na apresentação as meninas dançavam com umas fitas coloridas! :grinlove:
     
  4. Nénar

    Nénar Usuário

    Isso é um assunto meio traumático... :think:

    Todo ano, na escola, tinha uma apresentação no final do ano letivo. A primeira que eu lembro mesmo foi a da formatura do terceiro período. Já naquela época as crianças brigavam pq a professora escolhia "o queridinho" e a "queridinha" para fazer o papel principal. Eu estava vestidade de borboleta, toda de verde. O que eu fazia na peça eu não lembro, acho que nada, provavelmente.

    Nos anos seguintes foi só piorando. Eu sempre ficava na turma mais bagunceira e as professoras desistiam de ensaiar com a gente. Todas as turmas faziam teatrinhos relativamente elaborados e a minha fazia algo tosco. Lembro especialmente do ano em que como não deu para fazer anda melhor, a gente declamou um poema sobre água, sendo que a metada de turma ficou balançando uma papel celofane azul. Horrível :oops:

    Outro ano traumático foi quando me fizeram usar fantasia de borboleta de novo, só que preta dessa vez. Uma lindeza! Eu estava com uma sapatilha que escorregava e tomei um tombo no meio da peça. Sorte que foi no fundo do palco.

    Lembrança boa eu tenho duas: uma festa junina na escolinha, em que a gente contou uma musiquinha que eu não lembro o nome, mas começava assim "lá vem a sinhá marreca, trazendo seu samburá..."

    A outra foi já no segundo grau, quando a gente gve que fazer uam peça sobre a evolução científica. O mias legal dessa foie escrever o reteiro e ensaiar a apresentação. Ficou muito boa, fomos super elogiados e tiramos nota boa no trabalho :P
     
  5. Maritza

    Maritza Back to light Baby!

    CARA...essas festinhas são o cumulo do horror...

    Teve uma inesquecível..era uma apresentação onde a escola inteira participava. era tipo uma viagem no tempo...tinha as diversas eras e cada sala fazia uma coisa...Eu fazia balé, então entrei na idade média...dançando para o reizinho...

    Primeiro detalhe...a minha avó fez metade das fantaisas. Segundo detalhe..a minha saia era a amais legal, com gotinhas transparentes e um cintinho fora as sapatilhas de laço...Como era meio excluida desde essa época eu tava me achando...enfim..Eu era a mina que nunca sabe a coreografia, por isso saí em todas as fotos olhando para o lado..copiando quem sabia, óbvio...

    Anos depois, na casa de um amigão meu...eu vejo uma sfotos dele de criança na sala e pasmem!!! Havia uma foto dede de reizinho sentaod no trono e eu apareço na foto! Hahaha! era ele o reizinho! :lol: :roll: :mrgreen:

    Outra coisa bizarra do mesmo dia...eu entrei nos anos 60 para dançar Estúpido Cupido. Ao invés de pegar aqueles meninos legais, ágeis e divertidos, não..a Maritza teve que ficar com o "gordinho-desajeitado-e-timido-que-veio-da-outra-turma" . Conclusão...ele deixou cair o óculos escuro e eu disse: Deixa...continua e depois pega..mas o lazarento do moleque invocou com a porra do óculos e lá fooooooooi toda a minha esperança de não pagar um micão!!!

    Fiquei fudida de raiva!!! :x :lol:
     
  6. *Éowyn*

    *Éowyn* true, I talk of dreams

    Hm, eu só me lembro das peças...

    Teve uma que marcou demais, pq eu escrevi o roteiro, e cuidei da direção junto com a professora. Ela queria fazer um festival com o ginásio no final do ano, e me pediu prá escrever uma peça que contasse uma história da mitologia grega (que era o que eu mais lia na época) e, eu sempre muito humilde e fazendo as coisas do jeito mais simples, escrevi sobre a casa de Atreu, aquela coisa light de mulher mata o marido, filho mata a mãe, etc. :mrgreen:

    O cenário era extremamente tosco, com umas colunas de papel cartão penduradas e um fundo desenhado em papel almaço... a gente tinha de trocar de cenário toda hora, mas as colunas e o fundo continuavam lá... era horrendo, e todas as coisas legais que a gente tinha montado para fazer o castelo eram ofuscadas por aquelas coisas brancas enormes no meio do palco... a única coisa boa foi que a peça foi toda às escuras, pq a gente espalhou castiçais pelo cenário e apagou todas as luzes, então ficou um aspecto meio lúgubre.
    (eu não sei como as pessoas não dormiram, mas... :roll: )

    As roupas tinham ficado maneiras, e a gente tinha espadas de verdade. Eu era Electra, e usava uma túnica azul bem bonita e um cinto e braceletes dourados... eu tava bem grega mesmo, e tenho a roupa até hj.

    Noss,a eu falo demais... :?
    Enfim, a peça acabou ficando uma porcaria, apesar de os professores terem achado ótimo, e as pessoas irem me cumprimentar na saída dizendo que "adoraram ver fulaninho morrendo com a espada na barriga". Eu fiquei pelo menos uns dois dias chateada pq nada tinha saído como eu tinha planejado... sem falar no recalque, pq as peças das outras turmas eram mais simples e tinham saído todas mto boas... :?
     
  7. Heruost

    Heruost Banned

    Po.. O que me marcou uma peça de teatro que eu fui co-autor, fiz o cenario e ainda era o vilão... Foi muito tosco, era uma história de Detetive e era muiot estranha pq a gente copiou varios autores famosos... O Detetive era um copia do Shrelock Holmes, a vitima, uma colega minha, morria no chuveiro a lá Psicose e por ai vai...

    E tambem teve um auto de ntal no colégio onde eu era Jesus..... :lol:

    E apresentaÇào de dança? :think: Eu participei de um concurso de Lambada, serve? :lol:
     
  8. Vilya

    Vilya Pai curuja, marido apaixonado

    Lembro especialmente de duas, uma em que participei e outra que só assisti, mas a melhor de todas.

    A primeira foi na terceira série, mas não foi nada de mais, lembro que o refrão da música era
    "trabaia, trabaia nego... trabaia, trabaia nego..."
    e nós, interpretando escravos fingíamos que capinávamos e coisas assim.

    Na segunda eu estava no segundo ano e o colégio reuniu todas as turmas num teatro para a apresentação. A esmagadora maioria das apresentações foram de meninas que ensaiaram durante o ano letivo nas aulas de educação física, mas houve uma grata exceção, um grupo de amigos meus que estavam se formando no terceiro ano resolveu fazer uma graça durante um dos intervalos... putz, foi engraçado:

    A cena se passava num banheiro de república e o cenário era composto apenas por uma banqueta imitando uma pia e sobre ela havia um copo com água, escova e pasta de dentes. O primeiro a entrar em cena foi o "garanhão" da escola que para delírio da meninas estava só de samba-canção. Ele pega a escova de dentes, passa pasta, molha no copo, escova-se e cospe de volta no copo. Os próximos três 'atores' repetem o mesmo processo (usando sempre a mesma escova e mesma água do copo) e a cada vez que a cena se repetia aumentavam os gritos de "Ai que nojo!" e "Porra que troço nogento" por parte da platéia. Até que por fim entra o último 'ator' em cena, mas quando todo mundo pensava que a cena iria se repetir ele simplesmente pega o copo cheio de espuma babada e bebe inteiro. :doido:
     
  9. Link

    Link The Hero of Time

    Eu já fiz milhões de apresentações:

    - dançei Florentina numa festa junina... :disgusti:
    - casei no casamento caipira nessa mesma festa junina :disgusti:
    - apresentei uma dança ridícula inspirada no filme Shrek... :eek:
    - fiz três filmes e nos três eu morri. :eek:
    - apresentei duas vezes um ensaio de teclado. :|
    - e outras coisas que nem me lembro, ou nem quero lembrar... :mrgreen:
     
  10. Beren

    Beren Wannabe Rider

    Baaaaaaaaaah esse tópico é ótimo!

    bom, as apresentações mais legais q eu curti eram umas q eu e um amigo meu imitávamos uma luta entre 2 japoneses e talz, e nós pegávamos e fazíamos os movimentos bem devagar, tudo milimetrico e a platéia era a turma da recreação, tipo era o dia do circo, toda semana tinha e a gente semrpe fazia akilo, a profa colocava um vinil com umas músicas bem estranhas e nós fazíamos as apresentações. nossa 12 anos depois eu ainda sinto falta dakilo... =~~~~
     

Compartilhar