1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Aposto que você nunca leu...

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por .Penny Lane., 12 Fev 2009.

  1. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    Existe um tópico(http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=16998&tid=5270073503964711284) na comunidade O que você está lendo? onde a pergunta é:(ou era, já que o primeiro post foi deletado) você já mentiu que leu um livro?

    Eu nunca fui ingênua a ponto de achar que as pessoas, muitas delas até, não faziam isso. Mas não deixa de ser uma coisa meio triste, né. Qual o objetivo disso? Se eu me depato com um "já fingi que li Crime e Castigo", não adianta, o preconteito é mais forte, eu olho e penso: que coisa mais pseudo-intelectual... é claro que existem casos e casos, mas enfim... é tão óbvio que uma pessoa nunca conseguirá ler todos os clássicos já escritos, sinceramente, não há nada de mal em dizer "Eu nunca li Kafka", sério. Aliás, existe uma teoria que diz que 99% das pessoas que dizem ter lido Ulisses mentiram.

    E aí, o que acham disso? Já mentiram que leram algo? Por que?

    Apesar de tudo, vou ter que admitir... ganhei uns livros religiosos que provavelmente nunca lerei na vida... caso um dia a pessoa que me deu me pergunte se eu li, acho que mentiria pra não deixá-la com raiva, hehe.
     
  2. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Eu já e pior que foi só para manter papo com uma cocota, mas chegou uma hora que eu comecei a me complicar porque não tinha lido o livro e acabei tento que ir mudando de assunto aos poucos, só que a mina era meio que apaixonada pelo livro e ia falando cada vez mais sobre ele e me perguntando o que eu achava. Conclusão, falei que ia comprar um cigarro e dai aquela saída estratégica pela esquerda, espero que a coitada não esteja esperando até hoje.
     
  3. Anica

    Anica Usuário

    Nunca menti, sabe como é, acho meio mané esse negócio de contar vantagem sobre livros lidos, do tipo "se eu leio esse cara sou mais espero que você". Acho que a "esperteza" fica evidente no que se tira de uma leitura, no final das contas. Mas eu nem fico puta com quem mente, na verdade o que me tira do sério são as pessoas que NÃO PERCEBEM quando uma outra pessoa está claramente contando vantagem por ter lido um livro que nunca leu, e fica ENDEUSANDO o cara.
     
  4. Devotchka

    Devotchka Usuário

    Que eu lembre, nunca menti sobre isso.
    E eu realmente não suporto esses indieotas que ficam dizendo que leram livro 'x' ou autor tal, só pra dar uma de pseudo-intelectual retardado.
     
  5. Thorondir

    Thorondir Usuário

    Eu já disse que li Kafka uma vez pra me manter na conversa. Depois, é claro, eu fui ler. E não gostei.
     
  6. Diego-

    Diego- Usuário

    Nunca menti sobre isso, sei lá... acho tão díficil encontrar alguém no meu dia-a-dia que realmente curte ler e que não leia somente por obrigação ou somente o que está no ranking da Veja que até agora não tive essa necessidade, nos meus 19 anos com exceção das aulas de literatura nunca tive nenhum papo muito acalorado sobre Kafka ou Dostoievski com ninguém, e por sinal também não li ambos, mas meu primeiro Kafka já está a caminho! o/

    Breno, seus problemas acabaram! (momento casseta e planeta).
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Descobri esse livro num post no blog do Zeca Camargo, mas confesso de primeira que nunca li. xD
     
  7. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Eu já prefiro que leiam o ranking da veja do que não leiam. Mesmo não gostando, até mesmo aquelas revistas do tipo... "Atrevida"... Ensinam uma coisinha ou outra, uma palavra ou outra para os que não leem outra coisa. Melhor que aqueles que ao perguntarem se leem livros, jornais ou revista, respondem "Caras" ou "Contigo". Aquelas revistas só tem fotos e uma legendinha. Uma vez estava no dentista sem nada para fazer enquanto esperava a consulta e peguei uma revista desse tipo. Abri a revista e "Joana sei lá o que toma sorvete na praia". Fechei a revista na hora.
     
  8. Anica

    Anica Usuário

    é o tópico nº367 aqui do meia =] -> http://www.meiapalavra.com.br/showthread.php?tid=367
     
  9. Lethaargic

    Lethaargic Usuário

    De fato, nunca li Kafka, muito menos Dostoievski - embora tenham indicado umas tantas vezes por aí. Não nego, tenho curiosidade, mas sempre acho algo aparentemente mais interessante e vou deixando as paixões dos falsos amantes de literatura para trás.
    Ainda tenho um mundo de coisas para ler e não tenho vergonha de admitir. Assim como já li uns tantos quando era mais nova e tenho uma lembrança bem fraca - admito para quem perguntar.
    O problema de mentir é que poxa, a conversa fica horrorosa. Já conversei com pessoas que mentiram e simplesmente não há como continuar. É evidente que a pessoa está enrolando ao fingir que leu, e dá uma agonia... o ideal é comentar o que conhece da obra. Já fiz isso umas tantas vezes, afinal, não era mentira. Falei que já conhecia a história, contei o que sabia e falei que tinha curiosidade. Bem melhor do que tentar convencer alguém que leio o tal livro!
     
  10. Devotchka

    Devotchka Usuário

    Isso me lembrou um cara que eu conheço que se gabava bastante, dizendo que lia Kafka e um dia alguém fez uma piadinha sobre ficar a vida como barata e ele não entendeu. o__o'
     
  11. Inugami

    Inugami Usuário

    Hmmm...
    Fiz algo parecido. Disse que tinha lido o Fausto de Goethe, mas na realidade só li os primeiros capítulos. Só pra agradar o professor de História e não perder uma discussão boba.

    Uma vez eu vi uma reportagem numa Superinteressante (do ano passado) de um cara que disse que compensa mais mentir que leu do que realmente ler. Achei uma idiotice tão grande que nem li a entrevista, mas vo revirar aqui e amanhã eu trago pra vcs meu ponto. (To com sono -.- ZzZzZ)[hr]
    Parece que dentistas e outros tipos de especialistas só tem essas revistas, né?
    Me dava pavor ir levar meu irmão no fonoaudiólogo e ter que esperar a consulta dele terminar.
     
  12. mitsuki

    mitsuki Usuário

    Confesso que quando mais nova tinha essa preocupação em ler esse ou aquele autor xD
    Mas com o tempo eu vi que isso é uma besteira. É muito mais produtivo ler aquilo com o qual se identifica, não adianta ler ou dizer que leu um livro só para parecer mais "bam-bam-bam" nas rodas de conversa. Porque se você lê só por obrigação é possível que não compreenda realmente o texto. E se fingir que leu, vai bancar o ridículo, porque as pessoas percebem - é bem fácil saber quando uma pessoa está blefando.
    A propósito, eu nunca fingi ter lido um livro que na realidade não li.

    Eu fico me perguntando: quem foi que disse para eles que aquelas revistas ajudam a passar o tempo? o_O Só piora a tortura da sala de espera.
     
  13. Anica

    Anica Usuário

    Inugami, o cara era o próprio Pierre Bayard, autor daquele livro que o Diego citou ali.
     
  14. imported_Raphael

    imported_Raphael Usuário

    Li Crime e Castigo apenas por sentimento de culpa, por obrigação. Penso que quando fazemos essa espécie de leitura, a fazemos com a atenção de zumbis. É quase como dizer que “fingi ler Crime e Castigo”. Talvez por isso o livro tenha sido tão maçante, algo, para mim, aquém do esperado por todo o barulho feito sobre ele. Não foi uma marcante viagem insólita que desnudava a alma humana e mostrava todos os conflitos e capacidades dos nossos escrúpulos. Basicamente serviu para que eu entendesse as alusões que alguns fazem a Raskolnikov quando querem citar algum exemplo sobre consciência.

    Por outro lado, li Memórias do Subsolo bem casualmente, sem nenhuma expectativa exagerada e gostei bastante. Talvez (muito provavelmente) seja só o caso de reler Crime e Castigo no tempo certo para mudar minha opinião.
     
  15. Daniel Cowman

    Daniel Cowman Usuário

    Eu nunca menti não, sei lá não vejo muito motivo. Quando vejo que alguém quer falar sobre tal livro eu vou pedindo dicas e acho que a conversa se torna muito mais divertida.

    Lembro que no dia que conheci minha namorada fiquei falando sobre A insustentável leveza do ser direto! Aí ela acabou lendo e se tornou o livro da vida dela eheheh
     
  16. Shaytan

    Shaytan Usuário

    Putz, se eu fosse mentir acho que iria estar pior que o pinóquio porque não li 99,99% dos livros considerados clássicos =/. Para ser sincero estou começando a conhecer muita coisa aqui no forum, até pouco tempo só lia autores modernos =S. Ja menti algumas vezes quando me emprestaram livros religiosos para ler, e como não curto esse tipo de leitura tive que dizer que li ^^ porque eram pessoas teimosas =P.
     
  17. Iago Morais

    Iago Morais Usuário

    Ahahaha...
    Muitas vezes fiz isso quando era menor!
    A professora de literatura me colocava pra ler um livro em casa e o livro voltava sem nenhuma "lidinha"...
    Ela me perguntava se eu tinha gostado,eu sempre dizia que sim,mas com medo de ela fazer um baita questionário...foi assim uns 3 anos da minha vida!
    hehe
     
  18. imported_Wilson

    imported_Wilson Please understand...

    Tirando em algumas aulas de literatura do colégio, também nunca menti sobre ter lido um livro, e nem vejo muito sentido em fazer isso. Aliás, se a pessoa depois me perguntasse alguma coisa do livro eu nao ia saber nem onde enfiar a cabeça. :timido:

    (sem piadas de duplo sentido, por favor)
     
  19. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Nunca disse que li um livro que não li só pra parecer descolada ou esperta.
    Já menti sobre livros que me emprestaram pra ler e eu comecei a ler e não gostei, mas fiz isso bem rápido e me sentindo culpada: devolvi o livro, a pessoa perguntou se gostei, eu disse que sim e mudei de assunto.
    E não me lembro de alguém que tenha evidentemente mentido sobre isso...
    A maioria gosta mesmo é de dizer, de nariz pra cima impávido colosso, que não lê livro algum...
    Ééééé... são idiotas orgulhosos! Tão pensando o quê?

    :lol:
     
  20. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Verdade, muitos dizem que não leem.
     

Compartilhar