• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Especulação Aparecimento de Annatar na Série

Kimberly Raabe

Usuário
Vou dizer a minha teoria de como Annatar vai aparecer e em quais episódios acho isso provável. Vocês digam também como imaginam que isso vá ocorrer.

Pelo que estou percebendo a história vai ser assim: Annatar é um "pobre velhinho inocente" com crises de dupla personalidade. Ele cai na terra e é encontrado por um Hobbit, provavelmente a garota curiosa. Ela o ajuda e então começam uma amizade secreta (típico daqueles filmes que a criança encontra o monstro sozinho e viram amigos). Depois de algum tempo ela quer apresentar o pobre velhinho mágico para sua aldeia. Então ele aceita ir. Provavelmente ao chegar lá um grupo confia nele e outro não e então algum conflito acontece entre ele e os Hobbits e o pobre velhinho desperta seu lado mau matando várias pessoas. É a partir desse ponto que ele entra no processo para se tornar Annatar e a história que conhecemos (ou algo dela) vem depois. Nesse momento eu imagino que se apresentará outro ator (esse que estão escondendo a todo custo), ou mesmo um rosto de prótese/CGI.

Obs: espero que não seja nada disso.

Sobre a sua aparição como Annatar, O Sedutor e Enganador, eu chuto que não passe do começo da terceira temporada, se não ninguém mais vai aguentar assistir. Esses são os episódios que chuto que ele possa aparecer:

3° episódio da 2° temporada.
4° episódio da 2° temporada.
6° episódio da 2° temporada.
9° episódio da 2ª temporada.
2° episódio da 3ª temporada.

🆗: roteiro confirmado.
 
Última edição:

Ragnaros.

Usuário
Minha visão do que poderia ser a representação de Sauron-Annatar na série numa Primeira:

Após a derrota e expulsão da ilha de Tol Sirion (embate Huan e Lúthien), Sauron fora "deserdado" (e desertou também) do comando e do pronto fornecimento dos poderes de Melkor. Após o estarrecimento com a destruição da Guerra da Ira e o voto de arrependimento à Eonwë, vejo Sauron utilizando-se dos "seus poderes originais" - shapeshifter, conhecimento técnico/artístico (elementos da época da tutelagem de Aulë), mas com a manutenção de aspectos ligados à Morgoth: trapaça, enganação, atuação, lábia divina.

Temos então os séculos de decadência e obscuridade na T.M, com os homens em estado primitivo , haja vista o cataclismo em Beleriand e a natural perda do conhecimento, ou seja, uma civilização ou belle Époque sofrem uma catástrofe de grandes proporções sendo um sinônimo de obscuridade e primitivismo tecnológico - uma espécie de Dark Age na T.M.

Os primeiros séculos da 2ª era, seria a época do Sauron andarilho. A situação geopolítica se pautava na formação dos reinos élficos e uma espécie de renascimento da estirpe Noldo em Eregion. Mas os monstros, orcs, feras e demais servos de Morgoth estavam dispersos e sem liderança. Em relação aos homens, Sauron deve ter se utilizados da 3ª Lei de Clarke:
Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível de magia.

Neste cenário de decadência, obscuridade e primitivismo, um "deus benevolente" chega e traz ensinamentos de cunho tecnológico que impacta no desenvolvimento social, econômico e político das sociedades que interagem com essa divindade andante - na melhor das hipóteses Sauron já estava pensando à longo prazo, ou seja, fortalecimento militar, submissão e dependência tecnológica dos homens pré-históricos para uma futura conquista aos bolsões opositores que ficavam no noroeste da T.M - principalmente em Eriador - isso equivale a uma interferência no desenvolvimento normal de uma cultura ou sociedade, tolhendo-se toda e qualquer liberdade ou inovação (social, tecnologia, governo, etc) que pudessem atentar ou questionar esse falso Prometeu. Isso me lembrou um aspecto tratado em Star Trek - a Diretriz Primária.

É proíbido a todas as naves e membros da Frota Estelar interferir com o desenvolvimento normal de uma cultura ou sociedade. Essa diretiva é mais importantes do que a proteção das naves ou membros da Frota Estelar. Perdas são toleradas, caso sejam necessárias para a observação dessa diretiva.

Nesta demonstração de milagres e poderes (na minha visão era o uso de tecnologias e conhecimentos de sua época com Aulë), os homens ignorantes passaram a entender isso tudo num sentido estritamente religioso - transmutando a produção tecnológica em rituais, impondo dogmas para evitar questionamentos do que seriam esses conhecimentos (como se fossem cultos de mistérios, em que apenas a elite sacerdotal pudesse ter acesso) - mais ou menos o que o Planeta Terminus fazia na trilogia Fundação de Isaac Azimov, quando monopolizava o conhecimento e fornecia os aparatos aos planetas incultos que entendiam tal conhecimento como sendo magia ou favor divino.

Em termos de aparência, eu sempre imaginei Annatar mais ou menos assim:

images (53).jpeg
 
Última edição:

Kimberly Raabe

Usuário
Minha visão do que poderia ser a representação de Sauron-Annatar na série numa Primeira:

Após a derrota e expulsão da ilha de Tol Sirion (embate Huan e Lúthien), Sauron fora "deserdado" (e desertou também) do comando e do pronto fornecimento dos poderes de Melkor. Após o estarrecimento com a destruição da Guerra da Ira e o voto de arrependimento à Eonwë, vejo Sauron utilizando-se dos "seus poderes originais" - shapeshifter, conhecimento técnico/artístico (elementos da época da tutelagem de Aulë), mas com a manutenção de aspectos ligados à Morgoth: trapaça, enganação, atuação, lábia divina.

Temos então os séculos de decadência e obscuridade na T.M, com os homens em estado primitivo , haja vista o cataclismo em Beleriand e a natural perda do conhecimento, ou seja, uma civilização ou belle Époque sofrem uma catástrofe de grandes proporções sendo um sinônimo de obscuridade e primitivismo tecnológico - uma espécie de Dark Age na T.M.

Os primeiros séculos da 2ª era, seria a época do Sauron andarilho. A situação geopolítica se pautava na formação dos reinos élficos e uma espécie de renascimento da estirpe Noldo em Eregion. Mas os monstros, orcs, feras e demais servos de Morgoth estavam dispersos e sem liderança. Em relação aos homens, Sauron deve ter se utilizados da 3ª Lei de Clarke:


Neste cenário de decadência, obscuridade e primitivismo, um "deus benevolente" chega e traz ensinamentos de cunho tecnológico que impacta no desenvolvimento social, econômico e político das sociedades que interagem com essa divindade andante - na melhor das hipóteses Sauron já estava pensando à longo prazo, ou seja, fortalecimento militar, submissão e dependência tecnológica dos homens pré-históricos para uma futura conquista aos bolsões opositores que ficavam no noroeste da T.M - principalmente em Eriador - isso equivale a uma interferência no desenvolvimento normal de uma cultura ou sociedade, tolhendo-se toda e qualquer liberdade ou inovação (social, tecnologia, governo, etc) que pudessem atentar ou questionar esse falso Prometeu. Isso me lembrou um aspecto tratado em Star Trek - a Diretriz Primária.



Nesta demonstração de milagres e poderes (na minha visão era o uso de tecnologias e conhecimentos de sua época com Aulë), os homens ignorantes passaram a entender isso tudo num sentido estritamente religioso - transmutando a produção tecnológica em rituais, impondo dogmas para evitar questionamentos do que seriam esses conhecimentos (como se fossem cultos de mistérios, em que apenas a elite sacerdotal pudesse ter acesso) - mais ou menos o que o Planeta Terminus fazia na trilogia Fundação de Isaac Azimov, quando monopolizava o conhecimento e fornecia os aparatos aos planetas incultos que entendiam tal conhecimento como sendo magia ou favor divino.

Em termos de aparência, eu sempre imaginei Annatar mais ou menos assim:

Ver anexo 92544
Muito interessante, achei muito bem aplicável e desenvolvido, mesmo pra essa série, porque se eu sei de uma coisa é que a única pessoa em que eles vão investir completamente é em Annatar.

Sobre a aparência, eu acho que será uma coisa ímpar, misturando muitos elementos que já vi em outros personagens malignos através da história. Essa sua ilustração seria uma das minhas primeiras escolhas, mas achei essa aqui hoje e acho que é a linha que eles vão seguir. Vou colocar no spoiler porque em nada isso me agrada, muito pelo contrário.


1645314587636.png
 
Última edição:

Neoghoster Akira

Brandebuque
Para trazer Sauron sedutor, se seguir o cânone, o ressurgimento da maldade que usa encantamentos de palavras e vozes apresentaria o oposto do que aparece no combate de Hurin ao ser capturado. Porque se Hurin dizia diretamente em desafio com voz e palavras "Chega de escuridão!" o que significa que o lugar aonde Sauron se infiltrar deve estar receptivo a escuridão (mesmo que não diretamente alinhado a ela) e devem ser pessoas que não estão cansadas dela o suficiente para se defenderem nem fortes o bastante contra desafios da Primeira Era quando necessário. É um mundo de incertezas aonde os elfos decaíram para batalhas indiretas em emboscadas abandonando o estilo corajoso de batalha franca frontal, de elfos que se enganam dentro de várias ilusões. A segunda Era é a Era das ilusões.

Se seguir a amostra visual oferecida naquela cena de "mal-trato da iluminação" de esculturas épicas na cena inicial de Númenor sob luz difusa homogênea com baixo contraste (e sem clima) há risco de a aparição se diluir e ser mais genérica do que poderia ser (efeito Hobbit). No quesito som eles até chamaram o Howard Shore, mas apesar de a trilha estar razoável no projeto anterior ele já soou meio repetitivo em O Hobbit em relação a SdA então não sei o que ele vai apresentar ou se vai valorizar a cena. Lembro que PJ fez um trabalho de contraste bom de aparência com menos dinheiro em SdA (mix de tradicional com CG) ao respeitar a importância do contraste de luz e sombra (especialidade de Tolkien e objeto de paixão de escultores tipo Rodin que fazia obras pesquisando contraste de luz em catedrais).

Não espero detalhes que gostaria de ver. Tolkien era candidato a trabalhar com Turing mas para esse projeto o detalhismo dele foi lançado debaixo do ônibus.

De certo a proposta de Sauron deve divergir em algum grau de SdA pelo que estão prometendo e pela fase diferente de Sauron. Além de Sauron, no material de O Hobbit e SdA contamos pelo menos 4 Maiar, Saruman, Radagast, Gandalf e o Balrog, com abordagens que variam do natural ao desconhecido.

Na Primeira e segunda Eras também há outros Maiar e o mundo tem ainda mais maravilhas que o mundo de Frodo, Uinen que protegia os barcos de Númenor de seu esposo bipolar que serviu Melkor (também maiar Osse). Na primeira Era tinham outros Balrogs.
 

Grimnir

Well-Known Member
Usuário Premium
Pelo que estou percebendo a história vai ser assim: Annatar é um "pobre velhinho inocente" com crises de dupla personalidade. Ele cai na terra e é encontrado por um Hobbit, provavelmente a garota curiosa. Ela o ajuda e então começam uma amizade secreta (típico daqueles filmes que a criança encontra o monstro sozinho e viram amigos). Depois de algum tempo ela quer apresentar o pobre velhinho mágico para sua aldeia. Então ele aceita ir. Provavelmente ao chegar lá um grupo confia nele e outro não e então algum conflito acontece entre ele e os Hobbits e o pobre velhinho desperta seu lado mau matando várias pessoas. É a partir desse ponto que ele entra no processo pra ser tornar Annatar e a história que conhecemos (ou algo dela) vem depois. Nesse ponto eu imagino que se apresentará outro ator (esse que estão escondendo a todo custo), ou mesmo um rosto de prótese/CGI.

Ótima discussão, Kimberly. O principal mistério da 1ª temporada (quiçá da 2ª e 3ª também) é a identidade d'O Estranho (como a Amazon oficialmente chama a criatura que veio do espaço). Pelas discussões que eu tenho acompanhado, a teoria que te aparecido com mais frequência é que de fato ele é Sauron.

Em linhas gerais eu concordo com os eventos como você descreveu e acho que será uma oportunidade interessante para apresentar Sauron como o enganado que ele de fato é, papel esse faz sentido transcender a figura de Annatar. Até o início dos conflitos com os elfos na 2ª Era, eu imagino ele como @Ragnaros. já descreveu em outros tópicos: um andarilho. Provavelmente, se apresentou para os povos de Harad, Rhûn e Khand como um deus vivo. Faz sentido que tenha tentado enganar outros povos de outras maneiras.

Olha o que eu achei agora caçando a descrição do Ser Desconhecido da Amazon.

Excelente! Desde que saiu esse nome, "The Stranger", na minha cabeça eu tenho feito a associação com o arquétipo mitológico do "trickster". Também tenho pensado na figura de mesmo nome na religião dos Sete, de Game of Thrones, segundo a qual O Estranho é a personificação da Morte, que tem muitas formas e nenhuma forma.

Dentre todas as possibilidades, Sauron ser O Estranho é a menos pior. Na minha opinião, a pior opção é, disparado, que O Estranho seja Gandalf. Espero que dos males o menor.

Nosso amigo @Ragnaros. já fez diversos posts sobre os poderes de Sauron ao longo das Era e coloco aqui alguns dos meus favoritos: aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.
 
Última edição:

Kimberly Raabe

Usuário
Excelente! Desde que saiu esse nome, "The Stranger", na minha cabeça eu tenho feito a associação com o arquétipo mitológico do "trickster". Também tenho pensado na figura de mesmo nome na religião dos Sete, de Game of Thrones, segundo a qual O Estranho é a personificação da Morte, que tem muitas formas e nenhuma forma.
Sim, é o Loki. Como eu disse, creio que eles juntarão todos os elementos de seres malignos retratados ou criados ao longo da história da literatura, do cinema e do entretenimento.

Dentre todas as possibilidades, Sauron ser O Estranho é a menos pior. Na minha opinião, a pior opção é, disparado, que O Estranho seja Gandalf. Espero que dos males o menor.
Não tenho dúvidas que eles vão representá-lo (no ínicio) como uma cópia mal-feita do simpático Gandalf da trilogia dos anos 2000. Ele sempre estava fazendo movimentos com as mãos nos filmes, afastando aquele robe esfarrapado para pegar/tocar algo. No poster, parece muito a maneira que ele fazia com as mãos nas cenas (e de certa forma Radagast de O Hobbit também). Se eu não soubesse diria ser ele sem dúvidas. Isso foi feito dessa forma para confundir a figura com um dos magos. Mais uma coisa que eu detestei.

1645322857338.png
 

Grimnir

Well-Known Member
Usuário Premium
Não tenho dúvidas que eles vão representá-lo (no ínicio) como uma cópia mal-feita do simpático Gandalf da trilogia dos anos 2000. Ele sempre estava fazendo movimentos com as mãos nos filmes, afastando aquele robe esfarrapado para pegar/tocar algo. No poster, parece muito a maneira que ele fazia com as mãos nas cenas (e de certa forma Radagast de O Hobbit também). Se eu não soubesse diria ser ele sem dúvidas. Isso foi feito dessa forma para confundir a figura com um dos magos.
Não é isso que se espera de um shapeshifter enganador como Sauron? Confusão e desinformação são suas armas no início da Segunda Era.
 

Kimberly Raabe

Usuário
Não é isso que se espera de um shapeshifter enganador como Sauron? Confusão e desinformação são suas armas no início da Segunda Era.
Com certeza. Mas eu detesto como eles escolheram satirizar Gandalf como se isso fosse uma história dentro da história, e como não fizeram nada bem, a não ser a parte ruim, que pincelaram cada detalhe com toda a excelência. Eu disse há vários meses: sabia que eles fariam todo o cenário por trás de Annatar de forma tão perfeita a ponto de até os que detestam a série, amarem. E eu disse também: dentro de todas as coisas, essa é a que eu mais abomino.

One show to rule them all
 

abylos

A Peacekeeper
Usuário Premium
Sim, é o Loki. Como eu disse, creio que eles juntarão todos os elementos de seres malignos retratados ou criados ao longo da história da literatura, do cinema e do entretenimento.
Podiam pegar o ator que fez o loki no MCU, ai sim seria bacana
 

Finarfin

Usuário
Pelo pouco que da pra ver no teaser, o cara que cai do meteoro não me pareceu ser velho. Está sujo e maltrapilho, mas nada que um banho de loja não dê jeito.

Creio que seja Sauron, mas ainda não como Annatar. No teaser da pra ver que ele tem barba. Annatar é um disfarce élfico. Tudo bem que alguns elfos tenham barba, mas né, não acho que o Annatar se destacasse a tal ponto. Se a ideia dele era se disfarçar, faria mais sentido uma cara bumbum de nenê, bem padrão elfo.

O meteoro, ou o que quer que seja aquilo, me intriga mais do que o estranho, pra ser sincero.
 

Kimberly Raabe

Usuário
Pelo pouco que da pra ver no teaser, o cara que cai do meteoro não me pareceu ser velho. Está sujo e maltrapilho, mas nada que um banho de loja não dê jeito.

Creio que seja Sauron, mas ainda não como Annatar. No teaser da pra ver que ele tem barba. Annatar é um disfarce élfico. Tudo bem que alguns elfos tenham barba, mas né, não acho que o Annatar se destacasse a tal ponto. Se a ideia dele era se disfarçar, faria mais sentido uma cara bumbum de nenê, bem padrão elfo.

O meteoro, ou o que quer que seja aquilo, me intriga mais do que o estranho, pra ser sincero.
Se de fato ele não for velho, a chance de mudar de ator quando Annatar se revelar é baixa. Acredito que é realmente um disfarce de velho.
 

Ragnaros.

Usuário
Pelo pouco que da pra ver no teaser, o cara que cai do meteoro não me pareceu ser velho. Está sujo e maltrapilho, mas nada que um banho de loja não dê jeito.

Creio que seja Sauron, mas ainda não como Annatar. No teaser da pra ver que ele tem barba. Annatar é um disfarce élfico. Tudo bem que alguns elfos tenham barba, mas né, não acho que o Annatar se destacasse a tal ponto. Se a ideia dele era se disfarçar, faria mais sentido uma cara bumbum de nenê, bem padrão elfo.

O meteoro, ou o que quer que seja aquilo, me intriga mais do que o estranho, pra ser sincero.
Teorizo que o meteoro seja uma nave construída com os conhecimentos técnicos e artístico da época que Mairon fazia parte do povo de Aulë.

Lembrando que os Ainur cientistas conseguiram projetar e construir "naves" que levaram os substratos da Lua (Flor prateada) e o Sol (fruto de ouro) das árvores maculadas por Melkor e Ungoliant. O projeto envolveu a preservação da energia cósmica desses corpos celestes com funções da física da gravitação, luz, densidade no tempo e espaço, trajetoria no espaço (etc) da realidade material, mas também afetar o mundo espiritual.

Lembrando que Aulë e seu povo (presumivelmente) foram importantes na transfiguração de Vingilot de um barco extraordinário com o melhor que o mundo material contaminado (elemento Morgoth) podia oferecer e o navio transcendeu numa verdadeira nave espacial - talvez seria o equivalente a transfiguração da matéria para energia.

Se Sauron utilizou desses conhecimentos e sem os mesmos recursos e companheiros com o mesmo tecnicismo, imagino que ele fez algo mais bruto, sem a elegância de Vênus (Vingilot), a Lua (Flor prateada) e o belo sol (fruto dourado), mas que servira seu propósito em fugir da hecatombe da Guerra da Ira e para efetivamente se esconder da vigilância dos Valar.

A nave espacial de Sauron seria um espelho de tudo isso: conhecimento artístico e científico + essência maligna e corrompida por servidão à Morgoth + fuga instável. O meteoro com labaredas incontroláveis e em plena queda é um metáfora de quem é o Sauron neste início: perdido após a grande guerra, sem poderes e servos, um anjo de fogo caindo na terra.
 
Última edição:

Kimberly Raabe

Usuário
Teorizo que o meteoro seja uma nave construída com os conhecimentos técnicos e artístico da época que Mairon fazia parte do povo de Aulë.

A nave espacial de Sauron seria um espelho de tudo isso: conhecimento artístico e científico + essência maligna e corrompida por servidão à Morgoth + fuga instável. O meteoro com labaredas incontroláveis e em plena queda é um metáfora de quem é o Sauron neste início: perdido após a grande guerra, sem poderes e servos, um anjo de fogo caindo na terra.
Concordo absolutamente com isso. Mas a nave meteóro de Sauron é algo subconsciente, não vai ser justificada, se posso dizer, assim como a história paralela a qual realmente deseja contar.

1645406898016.png

 
Última edição:
Vou dizer a minha teoria de como Annatar vai aparecer e em quais episódios acho isso provável. Vocês digam também como imaginam que isso vá ocorrer.

Pelo que estou percebendo a história vai ser assim: Annatar é um "pobre velhinho inocente" com crises de dupla personalidade. Ele cai na terra e é encontrado por um Hobbit, provavelmente a garota curiosa. Ela o ajuda e então começam uma amizade secreta (típico daqueles filmes que a criança encontra o monstro sozinho e viram amigos). Depois de algum tempo ela quer apresentar o pobre velhinho mágico para sua aldeia. Então ele aceita ir. Provavelmente ao chegar lá um grupo confia nele e outro não e então algum conflito acontece entre ele e os Hobbits e o pobre velhinho desperta seu lado mau matando várias pessoas. É a partir desse ponto que ele entra no processo para se tornar Annatar e a história que conhecemos (ou algo dela) vem depois. Nesse momento eu imagino que se apresentará outro ator (esse que estão escondendo a todo custo), ou mesmo um rosto de prótese/CGI.

Obs: espero que não seja nada disso.

Sobre a sua aparição como Annatar, O Sedutor e Enganador, eu chuto que não passe do começo da terceira temporada, se não ninguém mais vai aguentar assistir. Esses são os episódios que chuto que ele possa aparecer:

3° episódio da 2° temporada.
4° episódio da 2° temporada.
6° episódio da 2° temporada.
9° episódio da 2ª temporada.
2° episódio da 3ª temporada.
Aiya!
Eu não duvido que façam dessa forma, porém torço muito para que não!
Acho que seria bem ruim e uma contradição com o fato de que é dito que a primeira vez que Sauron ouviu falar de Hobbits foi quando torturou o Gollum.
No fundo eu não acho que vai ser isso, mas não duvido nada desse pessoal em alterar a história para o acham melhor.
 

Kimberly Raabe

Usuário
Esta série tem três objetivos principais: 1) zombar do trabalho de Tolkien e de sua própria pessoa. “Tolkien está morto, vamos dançar em seu túmulo”. O show será lançado no aniversário de sua morte. 2) promover a discussão racial porque será o argumento que eles usarão para proibir a venda dos livros de Tolkien em um futuro próximo. 3) e o mais importante, apresentar a pessoa que foi o motivo de toda “proteção” na produção e que estão guardando a sete chaves. Aquele que espera para se mostrar ao mundo, criando expectativa, como uma criança profana esperando para nascer e que vejo, pelo viés dos caminhos que estão se formando agora, mudará drasticamente a cultura pop moderna após o fim desse espetáculo (o ser caído que segura a maçã).

Quero estar errada, mas não é isso que o tempo está dizendo. Quem viver verá.
 
Última edição:

Ilmarinen

Usuário
(...)2) promover a discussão racial porque será o argumento que eles usarão para proibir a venda dos livros de Tolkien em um futuro próximo. 3) e o mais importante, apresentar a pessoa que foi o motivo de toda “proteção” na produção e que estão guardando a sete chaves. Aquele que espera para se mostrar ao mundo, criando expectativa, como uma criança profana esperando para nascer e que vejo, pelo viés dos caminhos que estão se formando agora, mudará drasticamente a cultura pop moderna após o fim desse espetáculo (o ser caído que segura a maçã).
(...)
Vc REALMENTE acredita na número 2 Kimberly? Que algum dia vão proibir a venda dos livros? Nem com Monteiro Lobato chegaram tão longe assim e duvido muito que a mentalidade liberal ocidental capitalista se coadune com esse tipo de censura.

Já o número 3 já está é virando enredo pra romance de fantasia urbana estilo Armageddon Rag do George R.R. Martin (talvez, não tão coincidentemente, o único dele não traduzido pro nosso idioma pq foi um fracasso nas vendas, muito embora seja tido como um clássico indicado a prêmio e ganhador do Balrog Award).
Vc acha mesmo que a Amazon está escondendo um patrocinador "saurônico" nos bastidores?

Jeff Bezos? Ellon Musk? Bill Gates?



 
Última edição:

Kimberly Raabe

Usuário
Vc REALMENTE acredita na número 2 Kimberly? Que algum dia vão proibir a venda dos livros? Nem com Monteiro Lobato chegaram tão longe assim e duvido muito que a mentalidade liberal ocidental capitalista se coadune com esse tipo de censura.
Absolutamente. Nós não estamos falando do Brasil nesse caso embora as coisas estejam mudando em todo o mundo. Mas, sim e o momento de polarização que vamos adentrar cada vez mais é outro impulsionador para essa direção. Liberal-capitalismo vai até onde convém.

Já o número 3 já está é virando enredo pra romance de fantasia urbana estilo Armageddon Rag do George R.R. Martin (talvez, não tão coincidentemente, o único dele não traduzido pro nosso idioma pq foi um fracasso nas vendas).
Vc acha mesmo que a Amazon está escondendo um patrocinador "saurônico" nos bastidores?

Jeff Bezos? Ellon Musk? Bill Gates?
Não é isso que eles estão protegendo (inclusive com filmagens falsas e demissão de equipe como garantia de não ter vazamentos). Tem coisa grande aí @Ilmarinen, muito grande. Logo veremos todos.
 

Ilmarinen

Usuário
Bom é óbvio que eu não estava me referindo a Brasil, né
Absolutamente. Nós não estamos falando do Brasil nesse caso embora as coisas estejam mudando em todo o mundo. Mas, sim e o momento de polarização que vamos adentrar cada vez mais é outro impulsionador para essa direção.


Não é isso que eles estão protegendo (inclusive com filmagens falsas e demissão de equipe como garantia de não ter vazamentos). Tem coisa grande aí @Ilmarinen, muito grande. Logo veremos todos.
Bom é óbvio que eu não estava me referindo a Brasil, né? Como vc deve ter entendido, eu apenas quis dizer que a turma que censurou Lobato aqui teria o mesmo tipo de alinhamento ideológico que vc presume que a galera da Amazon tenha assim como os mesmos objetivos de longo prazo. E realmente duvido que eles sejam exequíveis nos termos que vc colocou.

Mas é como vc disse: quem viver verá.


E na moral....esse crítico da lacração aí REALMENTE me fez mal....muito mal... :P


behind bars love GIF by WE tv


Vai que é um verdadeiro teaser do Sauron no Rings of Power.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$950,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo