1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Aonde leva o acaso

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por brenobo, 1 Jun 2012.

  1. brenobo

    brenobo Usuário

    Feito a vida que vem sem ser chamada,
    Vim eu, bastão à frente e passo prudente
    “Não queira chegar”, ensinou-me o primeiro
    Tomei-lhe o braço e juntos entramos na ciranda
    Cega, segura e eterna.

    O tempo que passou, não contei
    Tirou-me um segundo, também vacilante
    Mas seguro da beleza, sempre adiante
    “Até ela, é preciso ir só”, explicou
    Sozinho, então, me vi a tropeçar.

    De receio e liberdade colori o primeiro breu
    Mas o caminho, sempre igual, já não era caminho
    E cedo não havia tempo nem vontade nem direção
    “É preciso paciência”, gritou-me um terceiro
    Sua voz agora distante, perdida em desejos esquecidos.

    Quanto mais andava, mais longe de tudo estava
    Livrei-me do bastão e dos destinos
    E cantei ao absurdo da busca
    Num mundo de silêncio, minha voz era tudo
    E o vazio, morte e sedução.

    Se era a você que me empurrava o acaso, não sei
    Mas foi em você que enfim enxerguei
    Não com os olhos, que do breu nunca escaparão
    Mas com a pele, sempre a transbordar
    Em urgentes clarões de dor e sexo.

    --------------------------------------------------
    Breno Barreto
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar