1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Anões não muito brilhantes.........

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Barlach, 3 Jun 2003.

  1. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    Os anões da Cia de Thorin não eram lá muito brilhantes.....

    Primeiros, ele planejam matar um dragão e tomar de volta o seu lar mas naum levam uma arma sequer.....

    Depois, os gdes anões guerreiros são capturados por aranhas e tem que ser salvos por um reles ladrão hobbit...... quer coisa mais patética?....... E não é só essa hora. Eles tão sendo salvos toda hora..... Por Gandalf (duas vezes), pelas águias......

    E eles tbm foram responsáveis pelo plano mais estúpido que eu já vi na minha vida..... Um batedor (Bilbo, é claro) vai investigar uma fogueira na floresta, não volta e o q eles fazem? Decidem ir um de cada vez investigar, só pra facilitar a captura.....

    Eles são legais e suas intensões são boas, mas não são lá tão brilhantes assim...... :babar:
     
  2. Riff

    Riff Usuário

    Eles não iam matar Smaug, e sim tentar roubar uma parte de seu tesouro, e a parte das aranhas, pô, o livro meio q ''puxa o saco'' do bilbo, é pra dar uma impressão de sem ele eles não seriam nada.,
     
  3. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Na boa, acho que o Thorin só acabou incorporando muito a idéia do stealth do Gandalf. Coitado, ele começou super bem intencionado, querendo atacar Erebor com um super exército, e aí foi lá o Gandalf cortar o barato dele na frente de todo mundo.

    Só questão de ver o lado dele, né gente? :mrgreen:
     
  4. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Se eram burros não sei, mas que a comitiva do Thorin não era lá muito capacitada não era não. Desdenhava o que não conhecia, era rude gratuitamente e ainda tinha integrantes, como Bombur, que eram mais um fardo do que um reforço. O que me incomoda mais na comitiva de Thorin é a predileção pela teimosia, o excesso de orgulho e o pedantismo. Desdenharam horrores do hobbit, tratavam com desaforos o rei elfo quando no cárcere, e ainda foram arrumar encrenca com Bard no final da história, que só queria o que era seu por direito. É alí, não era só o tesouro dos anões que o dragão guardava e pra piorar nem foram eles os responsáveis pelo fim do dragão e os custos disso...
     
  5. Erunámo Lótuion

    Erunámo Lótuion Lost inside blank infinity...

    mas se pensar bem, O Hobbit é um livro meio infantil, logo os anões não poderiam atacar Erebor com um grande exército num livro que crianças lêem.
    ps.: mas que eles fazem muita m****, eles fazem...
     
  6. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    a idéia naum era roubar parte do tesouro e sim recuperar o reino sob a montanha...

    eles naum eram exatamente burros e sim muito "inocentes".... achavam q iam chegar rapidamente lá e o dragão ia simplesmente se render......
     
  7. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Bem, acho que o tesouro era sim uma parte importante do que os Anões queriam. A vingança sobre Smaug era a outra parte. Dinheiro e vingança são dois componetes importantes na psicologia dos Anões. No fundo, os Anões não tinham um objetivo bem definido na viagem a Erebor. Eles ficaram contentes apenas com o roubo da taça por Bilbo, como se aquilo fosse algum grande feito (não que não tenha sido, mas não era nem perto do que eles declaravam pretender, que era se livrar do dragão e recuperar o reino). Me parece que o livro deixa claro que se fosse possível tirar-se uma parte substancial do tesouro de dentro da montanha mesmo que o reino não fosse recuperado e o dragão morto, eles teriam ficado bem satisfeitos. E a meioria deles eram velhos. Thorin, por exemplo, acho que só entrou nessa pensando que ia morrer sem nunca ter feito nada para vingar os parentes e recuperar o tesouro.
     
  8. Olwë

    Olwë Usuário

    O que valoriza, do ponto de vista histórico e estratégico, os acontecimentos relatados em O Hobbit é o modo como Gandalf conseguiu, com um grupo minúsculo de pessoas incompetentes, neutralizar a presença "maligna" no norte da Terra Média.

    O dragão em Erebor e os orcs nas Montanhas Nevoentas seriam peças importantíssimas a favor de Sauron na Guerra do Anel, se não tivessem sido eliminadas com aquela jogada genial de Gandalf.

    Mas temos que reconhecer... Era uma droga de um grupo. Um bando de anões gordos, velhos, medrosos e orgulhosos, liderados por um ladrão amador (embora muito sortudo).

    Se não fosse por Bard... aquilo ia acabar em tragédia. Ah ia!
     
  9. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    se naum fosse por bard e por bilbo, q descobriu o ponto fraco do dragão.

    a única coisa q os anões fazem realmente bem no livro todo é reformar a entrada da montanha.... isso sim ficou bom...
     
  10. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Uma tônica que, no meu entender, guardadas as devidas proporções, é uma constante em toda a sua obra.

    Beren, por exemplo, era um mortal, bravo e forte, mas um mortal, ante a um Deus como Morgoth ou mesmo Sauron. E o desafiou, mesmo que contando com a ajuda de Luthien, filha de elfo e ainur, mas que ainda assim não era páreo igualmente para Morgoth.

    Exemplos como o de Earendil e o de Túrin, entre tantos outros, também explicitam essa situação que, junto a valorização da tradição e do antigo, associada a perda de valores e o fenecimento do mundo pelo conhecimento que se esvai e pela indústria, dão unidade e um ar melancólico em toda obra de Tolkien.

    Sobretudo em LoTR, a máxima da auto-superação para conquistar o fim se faz presente, nas próprias articulações de Gandalf. Da comitiva, metade era composta por hobbits inexperientes e mesmo atrapalhados, tentando uma missão suicida contra uma força que desafiava exércitos!
     
  11. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    No SdA nem é tanto assim...... No plano, pelo menos, era pro Frodo ir pra montanha acompanhado por alguns dos maiores heroi da TM.... Gandalf, Aragorn, Legolas, Boromir, Gimli.....

    os outros eram como "escudeiros" do frodo..... Claro q no final isso muda um poco de rumo, qdo só sobra o frodo e o sam, mas a idéia inicial era q ele fosse mto bem escoltado até o final......
     
  12. Ray

    Ray Lockheart

    Mesmo que não fossem 'brilhantes' os anões eram espertos, e resistentes e muito bons com suas construções e etc...tem que ser inteligente para produzir o que elez conseguiam, ne? 8-)
     
  13. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Sim, eu mencionei isso, mas eles eram apenas 9 ao todo, e dos 9 quatro eram hobbits sem vivência nenhuma. Era uma missão suicida, reconheçamos.... :roll:
     

Compartilhar