1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Analistas decretam fim de CDs e DVDs

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Gothic Legolas, 3 Set 2003.

  1. Gothic Legolas

    Gothic Legolas Counter-Strike Player

    O Forrester Research, empresa de pesquisa de mercado, acaba de divulgar um estudo no qual diz que os novos canais de distribuição, como o iTunes Music Store, da Apple, vão substituir as mídias tradicionais, como CDs e DVDs. “O fim da mídia física está perto”, diz o estudo.
    O estudo “From Discs to Downloads” (De discos para os downloads) afirma que 20% dos norte-americanos participam de alguma atividade de download de músicas e metade deles admite que compram poucos CDs.

    O relatório diz ainda que em cinco anos um terço de todas as vendas de músicas virão de downloads. O compartilhamento de vídeos também vai crescer. O Forrester espera que quase 15% do aluguel de filmes venha de serviços sob demanda.

    O analista do Forrester, Josh Bernoff, diz que uma grande mudança está acontecendo na indústria de entretenimento. “Os executivos da áreas estão focados no curto prazo, em lutar contra a pirataria e estão perdendo as oportunidades de longo prazo. Os serviços sob demanda são o futuro. CDs, DVDs e outras formas de mídia física vão ficar obsoletas”.

    O instituto de pesquisa projeta que as vendas de música vão crescer mais de US$ 500 milhões em 2004 graças aos serviços online. A distribuição em tempo real de filmes deve gerar US$ 1,4 bilhão em 2004, como as vendas de DVDs e VHS caindo 8% no período.

    O analista da Forrester vê o crescimento da infra-estrutura de banda larga e a redução do custos dos equipamentos de armazenamento como fatores que contribuem para a popularização dos downloads de músicas.

    As conclusões da pesquisa são baseadas em entrevistas com 4.782 adultos e 1.170 jovens com idades entre 12 e 22 anos, que, de acordo com a Forrester, são usuários ativos de software de compartilhamento de arquivos.

    [ Peter Cohen - MacCentral.com/EUA ]
     
  2. Riff

    Riff Usuário

    Caô, é só pra assustar criancinhas isso ai, pelo menos os Cds piratas não vão acabar :mrgreen:
     
  3. Mentor

    Mentor Usuário

    Pô! Se nem o Vinil acabou, quem dirá o CD e DVD... :lol:
     
  4. Beren

    Beren Wannabe Rider

    apesar de tudo, ainda acho que teremos por um booooooom tempo CDs.. apesar de eu achar eles grandes e saber que a Banda Larga faz com que vc não se sinta muito necessitado de ter CDs...

    e além disso, CDs viverão por muito tempo pois o acesso a Tecnologia (Pelo menos no Brasil) ainda está muito restrito e com um público muito pequeno ainda.
     
  5. Omykron

    Omykron far above

    e como livrar das besteiras q pesam mais de 500mb sem xorar durante o processo de deletar?
    naum rola

    com banda larga, mais vc precisa de cd, para gravar as coisas q vc faz download...
    sem contar os backups...
     
  6. Beren

    Beren Wannabe Rider

    ahhhh huiehiuehiuhe besteiras não são a minha praia.. não tenho muitas delas por isso que falei =]

    é apesar de que minha pequena coleção de avatares... eu ia ficar triste de perder :disgusti:

    acho que vou fazer um cd só de avatares.... só os 500.000+ :mrgreen:

    tá.. eu tenho só uns 50 avatares...
     
  7. black_pilot

    black_pilot Usuário

    po! jah vai acabar e eu nem tenho gravador de cd... :disgusti:
     
  8. muito difícl ficar obsoleto, por mais rapido que seja a distribuiçao de dados online não se compara a um cd ou dvd lotado de arquivos. Ultimamente houve o BOOM dos Cds por causa da possibilidade de gravaçao de muitos dados, mas é impossível que este fique obsoleto, no máximo sua utilidade seja comparada a de um Zip disc ou coisa do tipo.
    Mesmo que os servisos de compartilhamento on-line aumententem, quer dizer que deixara de existir cd, agente ainda vai ao supermeracado mesmo podendo comprar pela internt e mandar levar em casa.
     
  9. Gildor

    Gildor Usuário

    Boa matéria.

    Uma coisa que sempre pensei foi na possibilidade (não muito improvável) de existir, num futuro um pouco mais distante, tecnologia suficiente para que as conexões sejam tão instantâneas como a energia elétrica, por exemplo. Pensem no nada que a gente tinha há quinze anos atrás, vejam o que temos agora. Continuando nessa proporção, num período igual ou maior lá no futuro teremos esse cenário como realidade.

    Pensando assim, é fácil imaginar a existência de mecanismos centrais para venda de filmes e músicas. Está em casa à toa e quer assistir ao ADT estendido? Use seu "teclado remoto" e compre o filme, que por um preço muito barato vai começar a ser exibido, por download com streaming. Tá no carro e quer escutar músicas que não escuta há muito tempo atrás? Faça o download pelo seu próprio "music player". Ou pelo seu walkman, se não tiver carro. :mrgreen:

    Claro que existem mil e duas implicações e condições para que este cenário possa ser realidade. Restrições de segurança, autenticação, controle de cópias e tudo mais.
     
  10. Balbo

    Balbo Usuário

    E como fica isso? Porque quanto mais cópias virtuais de filmes, músicas etc. mais fácil pra adquirir gratuitamente, e portanto menos vendas pro distribuidor oficial. Aí pra que é que o cara vai pagar por algo que ele pode ter de graça? Alguém se importa com direitos autorais, além de quem ganha dinheiro com isso?

    Que eu saiba não tem como controlar. Não existe como um cara não poder repassar um arquivo do PC dele. E claro, sem contar que num futuro não muito distante muita gente vai ter seu próprio website; assim vai ficando mais e mais fácil obter qualquer coisa de qualquer lugar e a qualquer hora sem custo praticamente nenhum.
     
  11. Omykron

    Omykron far above

    balbo, eu pego filmes e musicas, para avaliar se o filme vale a pena ter em casa, ou se vale a pena desembolsar pelo cd
    foi como o metallica
    ouvi 4 musicas em .mp3, e desisti de comprar o cd.

    vi a versão estendida do sda:sda, e fiquei puto por naum venderem no brasil.

    tem mta gente q avalia com base no q ve/ouve na net.
     
  12. Gildor

    Gildor Usuário

    A resposta que eu posso te dar é: hoje não. Mas nada impede que nesse futuro aí que a gente tá falando sejam desenvolvidos mecanismos de bloqueio dessas versões de filmes e músicas, já que vão estar sendo distribuídos na base do streaming e podem ser associados (de alguma forma) à reprodução apenas do usuário detentor do direito.

    Claro, é absurdamente provável que a indústria hacker caminhe vários passos à frente dessa tecnologia, mas vale a especulação.
     
  13. o cd e o dvd num acaba naum... mesmo com todo mundo q tem acesso a internet, quem nunca baixou uma mp3? ou até mesmo aquele episódio de algun anime ou coisa do genero? até quando eu tinha conexão de 56kb, eu baixava os episódio de samurai X e cavaleiros do zodiaco, e olha q eu jah assisti todos... :lol: :lol: :D
     
  14. Heruost

    Heruost Banned

    Depois disso, não preciso falar mais nada... Só assino embaixo do que vocs falaram.... Não acho que vá acabar.. Assim como o K7 não acabou.....
     
  15. Deriel

    Deriel Administrador

    Esse povo sonhador e visionário que gera essas notícias parecem que sempre esquecem de uma coisa básica: sentimento de posse, de "é meu".

    Os formatos podem até mudar, com mídias físicas sendo substituídas, o que é muito normal e válido, se for pra melhor. Mas se o cara não puder dizer "olha, essa cópia é minha, eu a vejo, ouço, carrego ou empresto pra quem quiser" isso não ver ter sucesso algum.

    Por isso que não vai adiantar nada ter uma coisa apenas "on-line" ou "on-demand" se a pessoa não puder usufruir da mesma quando quiser, por isso as nossas bolachinhas digitais, sejam CDs, DVDs ou novas evolução mais espaçosas ainda vão ter muito tempo de vida (o que pode significar dias, se surgir uma idéia inovadora).
     
  16. Anonymous_theOld

    Anonymous_theOld Usuário

    O que tem que mudar entaum é a cultura do pessoal (é meu) e não a mídia! :|
     
  17. Deriel

    Deriel Administrador

    Não mudou desde que existe a civilização, pq vai mudar agora? Pra que?
     
  18. Anonymous_theOld

    Anonymous_theOld Usuário

    Calma!!! de tempo ao tempo!!! quem sabe daqui a uns 300.000 anos a sensação de posse sera coisa de criaturas inferiores e rebaixadas. Teremos evoluidos espiritualmente até lá. Bem... posso estar errado. :tsc:
     
  19. black_pilot

    black_pilot Usuário

    Bah... nao estarei aqui mesmo... hehe
     
  20. Ogden

    Ogden Usuário

    eh uma possibilidade, mas ainda aho q ha as pessoas q preferem cds normais em vez de mp3...

    eu por exemplo.

    Sou muito mais ficar 4 anos procurando um Cd e compra-lo qdo acha-lo (sim! achei meu Chameleon em Lodefjord, aqui em Bergen!!!!!!) do q conseguir todas as musicas de mp3..
    eu tinha as musicas e naum me sentia satisfeito. Eh como o Deriel falou, tem q ter a posse.
     

Compartilhar