1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Ameba que come cérebro mata pelo menos 10 em Karachi, no Paquistão

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 12 Out 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Cidade mais populosa do país sofre com a Naegleria fowleri, que é transmitida por água contaminada

    A Naegleria fowleri, conhecida como ameba comedora de cérebro, já fez, desde maio, pelo menos 10 pessoas na cidade mais populosa do Paquistão.

    De acordo com a Organização Mundial de Saúde, não é possível saber ainda se todos os casos foram relatados. Como os moradores não estão familiarizados com a doença, os hospitais do Paquistão estão gravemente sobrecarregados.

    Transmitida pela água contaminada, a Naegleria fowleri entra no corpo das pessoas através do nariz e viaja até o cérebro. Os sintomas iniciais são leves, como dor de cabeça, febre, dor no pescoço e no estômago. A morte ocorre de cinco a sete dias após a infecção. A ameba não é passada de um indivíduo para outro e, segundo a OMS, a taxa de mortalidade causada pela espécie é de mais de 98%.

    Autoridades locais planejam uma campanha para sensibilizar os profissionais de saúde e alertar a população. Porém, a maioria dos centros de saúde foi alertado.

    — As pessoas devem garantir que a água seja tratada adequadamente. Evitar mergulhar em águas muito profundas também é outro cuidado necessário. Aqueles que apresentarem os sintomas devem procurar ajuda imediatamente — alertou Dr. Musa Khan, da OMS.

    As vítimas geralmente são infectadas quando vão nadar em águas sem tratamento, mas Dr. Khan afirma que a maioria das vítimas não apresentam um histórico de natação.

    As autoridades locais estão testando a água de diferentes partes da cidade.

    A doença surgiu pela primeira vez em Karachi, uma cidade de 18 milhões de habitantes, em 2006. O surto desse ano foi o primeiro desde então, e as mortes mais recentes ocorreram na semana passada.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar